A escolha de cada um
Proferida no Grupo Espírita Allan Kardec, São Caitano, PE
(clique no nome para baixar o arquivo)

Sexos, sexo e sexualidade na ótica espírita (Caruaru)- palestra em mp3




Sexos, sexo e sexualidade na ótica Espírita
Proferida no Grupo Espírita Chico Xavier, Caruaru, PE
(clique no nome para baixar o arquivo)

Sexos, sexo e sexualidade na ótica espírita - palestra em mp3


Sexos, sexo e sexualidade na ótica Espírita
Proferida no Grupo Espírita Allan Kardec, São Caitano, PE
(clique no nome para baixar o arquivo)

Odores na residência - Perguntas dos amigos ...

Boa noite,
Já faz muito tempo, que sempre sentir cheiros de rosas e as vezes de cigarro(mas aquele cigarro antigo, o fumo mesmo). Mas como morava em um prédio e tinha vizinhos próximos e morava com ____ pessoas, não dei muita importância. Mas agora, moro eu e minha filha na zona rural, ode não tenho vizinhos, não fumo e não uso alfazema. Venho sentindo o cheiro de alfazema na minha casa tão forte, que pensei que era minha filha.
O cheiro de cigarro também é forte, que saiu procurando se tem alguém.
Já li uma vez sobre a mediunidade olfativa. Pode me ajudar a entender?
Sou médium, mas moro distante dos centros, faço o evangelho em casa com minha filha.
Pode me ajudar a entender e o que fazer?


Minha irmã, bom dia.

A mediunidade olfativa, embora seja comum a uma série de pessoas, ainda é fato de pouco interesse dos estudiosos, pois que se apresenta quase praticamente como fenômeno de efeito mediúnico/físico e não de comunicação propriamente dita.

É caracterizada pela capacidade de identificar/sentir a  presença de espíritos através dos odores que se apresenta,; via de regra com odores bons representando os amigos espirituais e odores ruins os sofredores espirituais. Pode ser sensível apenas ao médium - quando é mediúnica - ou a todos que estejam ao redor - quando é física.

Quando esta sensação/odor é fruto da interação do fluido do espírito com o fluido do médium, os quais são sentidos pelo perispírito que envia a mensagem ao cérebro e o mesmo interpreta a presença na área do ofato, gerando a sensação do odor - quando se trata de efeito mediúnico; quando se trata de efeito físico os fluidos do ar são combinados com os fluidos dos espíritos e/ou do médium para gerar um odor que não apenas o médium sente, mas todos os que estão no local.

No seu caso, como apenas você sente, acredito que possa ser de origem mediúnica; 

você informa que tem mediunidade, mas não dá maiores detalhes, então acredito que tenha frequentado algum centro espírita ou espiritualista que te deu esta informação e, talvez, até trabalhado na mediunidade.

De qualquer forma, o mais importante no momento é perceber não apenas os odores; mas sim as sensações que os acompanham; pois caso estas sensações sejam indiferentes ou agradáveis, não apresentam indícios de ser originárias de espíritos sofredores; entretanto se forem desagradáveis ou angustiantes é um indício que podem ter como origem espíritos em sofrimento e que necessitam de auxílio e paz.

o fato de você praticar o evangelho no lar, desde que seja sério e compromissado, já é indício da presença dos amigos espirituais; o que pode mutias vezes ser pressentido através dos odores.

Cada espírito apresentará um odor característico; por isso o cheiro de alfazema e fumo... o fumo, entretanto, não representa necessariamente a presença de espíritos em sofrimento ou angústia - lembre sempre de identificar suas sensações - mas pode também ser o indício da presença de um espírito amigo, que tenha ainda alguns vínculos ou simbolismos com o fumo... a exemplo dos pretos velhos, os quais existem bem ou mal intencionados... Isto vai depender de que tipo de espírito você está convidando para te acompanhar, compreende?

Por fim, uma vez que você reside longe de centros, é ideal continuar realizando o seu evangelho no lar normalmente, com seriedade e comprometimento, bem como buscando uma vivência harmonizada e equilibrada, de forma que sua mediunidade não esteja em desarmonia. Trabalho no bem e oração são ótimos companheiros para nos auxiliar a manter o foco e o equilíbrio no bem.

espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.


Campanha de Páscoa 2016 - pedido de apoio

Queridos amigos, bom dia.
Mais uma vez estamos nos aproximando do período de Páscoa e, como antes, gostaria de poder contar com o auxílio dos amigos para realizar esta nova campanha de distribuição.

Será atendida, em um primeiro momento, a comunidade quilombola de "Guaribas", na zona rural da cidade de Bezerros, que conta hoje com aproximadamente 65 crianças de 1 a 15 anos; posteriormente, caso consigamos um número maior de donativos, atenderemos a creche "colo de mãe" na cidade de Belo Jardim, a qual conta com cerca de 25 crianças de 1 a 5 anos.

Estamos solicitando dos amigos a doação de caixas de chocolate BIZZ.

Além do chocolate será realizado para as crianças um lanche composto de refrigerante, bolo e salgadinhos; bem como brincadeiras.

Agradecemos a confiança, colaboração e o carinho de todos, e estamos a disposição para maiores esclarecimentos.

Seguem abaixo algumas fotos de nossa última campanha de natal, a qual foi direcionada também para Guaribas, as quais não havia postado  ainda...































​PAz com todos.

-- 
João Batista Sobrinho
-----------------------------------------
"No seu ponto de partida, o homem só tem instintos;  mais avançado e corrompido, só tem sensações; mais instruído e purificado, tem sentimentos; e o amor é o requinte do sentimento." Lázaro, 1862, O Evangelho Segundo o Espiritismo, cap.11
-----------------------------------------
www.bomespirito.com.br   -   www.novaradiobomespirito.com  

Que Fazeis Nisso de Especial? - palestra em mp3


Que fazeis nisso de especial? (Mt 5:47)
Proferida no Grupo Espírita Allan Kardec, São Caitano, PE
(clique no nome para baixar o arquivo)

Gestação após perda do bebê - Perguntas dos amigos ...

Bom dia!

Há mais de um ano atrás na casa onde morava costumava ouvir uns barulhos estranhos, geralmente a noite pois trabalho o dia todo, esses barulhos eram no meu quarto. Ouvia um que parecia a queda de um chinelo, senti por duas ou três vezes um toque no meu corpo. O barulho do chinelo meu marido ouviu uma vez. Nessa época estava grávida. Um dia perguntei pro meu ex marido o que podia ser isso ( ele é do candomblé), ele disse que era um sinal de que alguém próximo partiria. Eu perdi minha filha no dia do parto, estava com 40 semanas e um dia antes de ir para a maternidade estava tudo bem, descobri quando cheguei ao hospital que o coração dela já batia mais. Foi a pior experiência da minha vida. E hoje fico pensando no que meu ex marido disse, será que era alguma aviso mesmo. Dois meses depois engravidei, já estou com 33 semanas e é outra menina, essa gestação amenizou a minha dor, mas não consigo parar de pensar porque minha filha teve que partir ainda no meu ventre. Vivo um misto de alegria, dor e medo, pois daqui algumas semanas darei a luz novamente. Existe alguma resposta para essa partida?


Minha irmã, bom dia.

Jesus te abençoe nesta nova oportunidade de gerar vida em teu ventre e te traga felicidade e paz.

Quero, antes de qualquer coisa, lembrar que todas as minhas colocações aqui são puramente frutos de minha experiência pessoal e vem de minha opinião própria, não representando a opinião do espiritismo nem a verdade absoluta... apenas a opinião de uma pessoa que deseja tentar auxiliar no que for possível, dentro de minhas tão grandes limitações. Espero que entenda.

Muitas pessoas experienciam também os sons, toques e sensações que você relata. e, eliminando sem avaliar previamente qualquer outra possibilidade, elas PODEM sim ser de origem espiritual.

Muitos espíritos convivem conosco diariamente e alguns desejam o nosso bem enquanto outros ainda sintonizam com o sofrimento; embora difícil de ser observada no momento, a avaliação da percepção destes espíritos próximos a nós vai auxiliar a definir que tipo de espírito está ao nosso redor.

A sensação é desagradável, angustiante ou incômoda? é grande possibilidade de um espírito em sofrimento estar ao nosso lado; A sensação é agradável, tranquilizante, suave? podemos estar sendo amparados por algum espírito amigo... compreende?

Isso posto é importante esclarecer que as sensações/barulhos podem ou não ter relação com o desencarne da criança em seu ventre. PODEM ter sito espíritos que visitaram e acompanharam/orientaram o processo de desenlace do espírito do corpo do bebê.

Perceba assim que este processo NATURAL - sem intervenção ou interferência externa - fazia sim parte da programação deste espírito que - por um motivo ou outro - estava envolvido com você e sua família, neste processo de libertação mútua.

Libertação, eu digo, porque o espírito certamente deixa na carne algo que o atrapalhava em sua caminhada e abre oportunidades para, mais leve, voltar a crescer em direção ao Pai, através da sagrada oportunidade de nova encarnação... quem sabe até este novo rebento não é o espírito que ajudaste e que agora retorna aos braços da mãe querida?

Libertação também tua e de tua família, pois através da ferramenta do sofrimento e da dor, aprendemos a valorizar o que tantas vezes desprezamos no passado e que, talvez, estivesse marcado em nosso íntimo, necessitando de ser colocado para fora pelas lágrimas e pela certeza do aprendizado.

Por isso, minha irmã, longe de se apegar ao passado - que é ótimo professor mas péssimo companheiro de viagem - agarre-se a esta nova oportunidade de trabalhar em conjunto com a vida e trazer à carne este espírito tão necessitado do amor e carinho que tens para dar.

Agradece a Deus pela oportunidade que tiveste antes, pois que abençoada foi por haver amparado e liberto um irmão espiritual em necessidade; bem como pela nova oportunidade que te dá, como brilho de esperança em teu caminho.

Confia na vida, minha irmã, que tudo faz de sábio e bom; mesmo que tantas vezes não compreendamos... confia e aguarda em Jesus. ora e renova tua fé e certamente tudo estará em harmonia e teus dias serão de paz e felicidade.

Planta o amor e teus frutos serão maravilhosos.

Espero ter sido de alguma ajuda... Paz contigo.

João




Mau Cheiro no quarto - Perguntas dos amigos ...

Eu sinto em cheiro muito forte e ruim, tipo esgoto. MEU CASAMENTO não é bom, penso muito em separação. Sinto esse cheiro muito mas apenas quando meu esposo dorme, sinto sempre no quarto. Eu fico cheirando ele, mas não vem dele. Ele está muito doente mas não faz nada para se tratar. Alguém pode me ajudar ? 


Minha irmã, bom dia.

É fora de dúvida que a presença dos espíritos pode ser percebida por meio de efeitos físicos/químicos em diversas ocasiões; entre elas: barulhos, luzes, movimentos, sensações e, também, odores.

Entretanto, visando sempre uma orientação segura e evitar colocarmos a culpa sempre nos espíritos, é indispensável que efetuemos antes de tudo uma verificação séria e idônea em todos os possíveis focos de origem do efeito que percebemos, neste caso, um odor.

Observemos antes as possibilidades materiais em coisas como: existe algum esgoto aberto próximo ao seu quarto, em sua casa ou no vizinho, que despeje material em determinado horário? Existe algum carro de coleta de lixo que passe próximo nestas horas? Algum sapato, utensílio ou peça de roupa que possa exalar o mau cheiro? algum animal morto no teto ou forro da casa, que possa estar em decomposição? Algum produto/alimento que possa estar vencido guardando dentro de roupeiros, cômodas ou coisa assim? algum vestígio de material orgãnico que possa ter caído sob algum móvel e estar exalando este odor? coisas assim são sempre necessárias de ser verificadas para uma observação imparcial dos fatos.

Entretanto, caso após minuciosa verificação, não obtiver uma fonte física dos odores, deve ser buscado uma possível fonte espiritual que PODE vir a ser caracterizada como presença de espíritos sofredores que acompanham algum(s) dos encarnados do local.

Como você não especifica o aspecto da doença que afirma ele ter, vou partir do pressuposto que seja algum desequilíbrio psíquico/psicológico - o que PODE ser causa ou efeito de influencias espirituais. Em ambos os casos o melhor a fazer é buscar uma casa espírita séria próximo ao sua região, guiada por Jesus e Kardec, e tentar efetuar uma consulta e, possivelmente, um tratamento JUNTOS.

Mesmo havendo resistência por parte dele, o que é normal em casos desta monta, deve persistir e, se for o caso, buscar orientação e auxílio sozinha, iniciando o processo de harmonização de seu lar, que poderá oportunamente se estender ao seu esposo, caso o mesmo se mostre sensível a boas influenciações.

Vale lembrar que não podemos modificar as pessoas, mas podemos fazer o melhor que pudermos para tentar auxiliá-las. Desta forma é o que compete a você, minha irmã, neste processo. Buscar auxílio para ambos.

Mesmo que esta busca não dê os frutos que deseja para com ele, certamente auxiliará você a se fortalecer e harmonizar para enfrentar os desafios e provas que cabem a ti nesta encarnação.

Espero ter sido de alguma ajuda. paz contigo.

JOão







Amar como Jesus amou - palestra em mp3

Amar como Jesus amou
Proferida no Grupo Espírita Chico Xavier, Caruaru, PE
(clique no nome para baixar o arquivo)

Feliz Natal e Ano novo



A história de Fred - parte 6 ...

A história de Fred
Parte 6

04/07/14



Da luz ofuscante da tela de cristal percebi, em meio
a(s) (imagens) os homens que nos perseguiam e o
quanto estavam ligados a entidades espirituais de teor
baixo e grosseiro. O quanto estes "monstros" os
influenciavam e incentivavam a perseguir e matar
quantos encontrassem pelo caminho.

Eram os monstros que indicavam aos homens onde
atirar e onde jogar suas granadas e estes,
inconscientemente, obedeciam julgando estar
perseguindo o palpite sorteado da inspiração fornecido
pelos deuses da guerra.

Como fiquei estarrecido ao observar os ataques dos
monstros aos espíritos e corpos caídos, sugando o que
podiam do sangue e dos fluidos daqueles que ali se
encontravam.

Uma repentina explosão me trouxe de volta a cena da
perseguição à família amada e percebi, sofrendo
novamente e mais que antes, o corpo inerte do filho
querido, o qual antes não tive tempo ou oportunidade
de discernir ou observar.

-

11/07/14



Nada mais vi ou percebi apos aquele momento.
A imagem do filho amado morto ao chão foi por demais
forte e caí em pranto convulsivo que me tomou todo o ser.

Aflição, revolta, dor e angustia, não sabia descrever o
que me invadia naquele momento. Apenas que sentia
todo o peso do mundo em cima de meus ombros e uma
imensa culpa por tudo o que aconteceu e o que eu não
pude evitar que ocorresse com a família amada.
As feridas retornaram a sangrar e a dor voltou ao meu
corpo naquele instante.

Sem forças para continuar desmaiei ali mesmo e foi
socorrido pelo filho amado e pelo auxiliar que nos
amparava.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...