Comentários Pessoais...


Indiscutivelmente o fato ocorrido recentemente na cidade do Rio de Janeiro com o garoto João Helio representa uma grande tragédia para sua família e para as pessoas mais próximas do garoto, entretanto, no meu modo de entender, está havendo um exagero por parte da mídia, que transformou este infeliz incidente em um circo de grandes proporções.

Fora de dúvida a necessidade de punição exemplar para os autores de tão trágico ato. Justificável também são os protestos da população que, buscando viabilizar a melhoria das condições de segurança na grande metrópole, vai às ruas e reinvindica pelo cumprimento de direitos que já são seus...

Porém, neste exato momento, gostaria de saber o que vai ser feito pelos outros joãos, manoeis, paulos, robsons, josés e tantos outros meninos que perdem suas vidas diariamente neste nosso Brasil e pelo mundo afora... vítimas de guerra, discussões, desastres, atropelamentos, assaltos, doenças ou fome... porque, por incrível que pareça, centenas destas crianças morrem todo dia e nós não lembramos nem de fazer uma prece por elas.



Incontestável a dor e a tristeza que a morte deste garoto trouxe a sociedade brasileira, e parece até que serviu como a gota dágua para transbordar o balde da negligência e do descaso, porém temos que nos lembrar que o mesmo sofrimento pode estar acontecendo ao nosso lado, na nossa rua, no nosso ambiente de trabalho...

Jesus nos explica que "não cai uma só folha de uma árvore sem que seja com a permissão de meu pai..", então este tipo de fato também tem a permissão de Deus! A Doutrina Espirita nos esclarece que Deus é "Justo e Bom" e que "não deseja o sofrimento de nenhum de seus filhos", bem como que "a cada um será dado de acordo com suas obras", então, devemos entender que embora trágicos todos os fatos tem sua justificação em nosso passado distante ou recente.

Como disse Chico Xavier várias vezes "somos espíritos altamente endividados" e recebemos nesta vida mais uma oportunidade de resgatarmos os erros que praticamos em outras, com a consciencia da responsabilidade que cabe apenas a nós mesmos. ou como também nos transmite Kardec quando fala das tragédias coletivas explicando que onde vemos dor e desespero a espiritualidade vê oportunidades de restauração e progresso. Estas são as ferramentas que Deus se utiliza para que , através de nós mesmos, possamos resgatar os males que a nossa consciencia nos imputa.

Fiquemos então chocados, entristecidos, indignados... mas não esqueçamos que podemos fazer atos muito mais benéficos cerrando nossos olhos e bocas, que ao invés de palavras de ira e revolta, podem recitar uma prece pelo espírito desencarnante para ajudá-lo em seus novos desafios, sabendo que, provavelmente neste caso, estes ele já venceu.

Muita Paz para todos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...