Poema de Gratidão...


Esta para mim é uma das mais belas preces que existem, fico extasiado quando ouço esta declamação de Divaldo Pereira Franco do poema do espírito Amélia Rodrigues.

Quero então, dividir com vocês, queridos, estas palavras tão singelas e tão profundas, capazes de tocar na alma e nos fazer pensar.

Muita Paz

Poema de Gratidão - MP3



Dia do Idoso...


Hoje, 27 de setembro, é o DIA NACIONAL DO IDOSO.

Aqui em Palmares, como em vários locais do Brasil, estão sendo organizados eventos e "semanas do idoso" para que a sociedade possa conhecer um pouco mais destes indivíduos que já não estão tão presentes quanto gostariam em nossas vidas.

Todos temos lembranças de um Avô ou Avó, alguém que participou de forma importante em nosso desenvolvimento, e que talvez hoje não esteja mais conosco. Tenho certeza que além de realizarmos uma prece por esta pessoa e conversarmos intimamente com ela, enviando-lhe boas energias e sentimentos, podemos fazer um pouco mais em sua lembrança.

Podemos hoje, em sua homenagem, auxiliar os idosos que necessitam de nossa presença, apoio e consolo para diminuir as agruras desta caminhada terrena. Medicamentos, mantimentos, roupas e, mais importante ainda, a nossa presença podem fazer a diferença nos minutos que possamos dispor em sua companhia.

Apreciemos as oportunidades de trabalho e auxílio que Deus coloca em nossas vidas e façamos pelo nosso próximo tudo que desejaríamos que fosse feito por nós mesmos.

Assita a um pequeno vídeo abaixo, exibindo um texto chamado "aprendemos com os idosos" que foi utilizado no lançamento do livro "A Vida e OS Vivos - observações à luz do Espiritismo", em benefício do Abrigo São Francisco de Assis, em Palmares, PE.




E agora convido você a fazer um passeio virtual pelo Abrigo São Francisco de Assis, no vídeo abaixo. Seja bem vindo e Junte-se a nós nesta campanha de auxílio ao Idoso.



Participe e auxilie você também esta iniciativa adquirindo um exemplar do livro "A Vida e OS Vivos - Observações à luz do Espiritismo", ao valor simbólico de R$ 7,00; sendo R$ 5,00 pelo livro e R$ 2,00 pela postagem; E contribua para os idosos do Abrigo São Francisco de Assis.

"Porque sempre que fizeste a um destes mais pequeninos, a mim o fizeste."

Muita Paz para todos.

Presença de André Luiz...


Rogativa do Servo

Senhor!
Dá-nos a força, mas não nos deixes humilhar
os mais fracos.
Dá-nos a luz da inteligência, no entanto,
ensina-nos a auxiliar aos
irmãos que jazem nas sombras.
Dá-nos a calma, contudo,
não nos consintas viver na condição
das águas paradas.
Dá-nos a paciência, entretanto, não
nos relegue à inércia.
Dá-nos a fé, mas não nos permitas
o cultivo da intolerância.
Dá-nos a coragem, no entanto,
livra-nos da imprudência.
Concede-nos, por fim, o conhecimento da harmonia
e da perfeição que devemos buscar; não nos deixes,
porém, na posição da Vênus de Milo,
sempre maravilhosamente bela,
diante do Mundo, mas sem braços
para servir a ninguém.

André Luiz
Psicografia de Francisco Cândido Xavier

Conhecimento em gotas...


"Reflitamos e,
em qualquer tempo de nosso estágio na Doutrina dos Espíritos,
mantenhamo-nos vigilantes,
porque desconhecemos por completo
quando e onde nossos pés tropeçarão".


Odilon Fernandes - Psicografia de Carlos Baccelli
Livro: No mundo da mediunidade

Montagens Espetaculares...

Comentários Pessoais...


Bom dia, queridos amigos.

A despeito de muitas coisas tenho andado meio ausente, mas não significa que estamos esquecidos de deixar aqui material para leitura, audição e estudo. Apenas significa que temos menos tempo do que desejaríamos para compartilhar com os queridos as maravilhas do espiritismo.

Ainda assim, ontem estávamos estudando o evangelho e recebemos como lição a mensagem de Jesus que diz "Graças te dou , meu Pai, porque escondestes estes mistérios dos doutos e prudentes e os revelastes aos simples e humildes" (Mateus 11,25).

E muitas vezes pensamos que os ditos "estudiosos", "doutores", "cientistas" teriam mais facilidade em aprender as maravilhas de Deus, pois, como seria de se esperar, aqueles de maior capacidade intelectual deveriam ser os de maior compreensão também. A própria psicologia, até a chegada de Jung, como nos diz Divaldo Pereira Franco, acreditava que quanto mais inteligente o homem, maior a sua consciência.

E o Espiritismo, sempre à frente em suas afirmações, vem mostrando que consciência não tem nenhuma ligação com inteligência. Pelo simples fato de observarmos que um pequeno animal tem inteligência, mas não tem consciência; um cientista nazista de 1945 tinha muita inteligência, mas nenhuma consciência; e assim pode se perceber que inteligência é a capacidade de aprender através da observação e estudo; e consciência é a capacidade de compreender as situações e agir aplicando as leis morais.

Voltando a Jesus e aos Doutos e os Humildes, percebemos que, infelizmente, parece ser natural do homem que quanto mais se instrua intelectualmente mais se afaste ou tente testar a Deus. Quanto que aos humildes, estão sempre abertos a estas informações por estarem em real necessidade de consolo, apoio e, principalmente, esperança.

A Doutrina de Jesus vem nos falar especialmente da Esperança, notemos bem quando ele nos fala que : os que choram - serão consolados, os famintos por justiça - serão fartos, os que são perseguidos - terão o reino dos céus; ou seja jesus nos fala claramente da vida futura, e que nesta vida futura as agruras e os problemas desta aqui serão aliviados, para os que guardarem seus mandamentos.

Em outro momento Jesus nos assevera que o reino dos céus é para aqueles que se assemelharem às crianças, não em inocência, pois até as crianças são espíritos reencarnantes que carregam dentro de sí créditos e débitos; mas em humildade, sinceridade e simplicidade, se abrindo a novas oportunidades de aprendizado e evolução constante.

Sejamos, pois, como os humildes e simples, conhecedores das nossas qualidades e limitações, como nos disse o filósofo grego Sócrates- Homem, conhece-te a tí mesmo e conhecerás o mundo.

Quando à noite oramos ao Pai "não nos deixai cair em tentação", estamos solicitando a Deus força para resistir as más inclinações que trazemos DENTRO de nós e que abrem as portas de nossa alma às influências negativas externas.

Kardec, há 150 anos, já nos dizia "conhece-se o espírita pelo esforço que ele faz em dominar suas más inclinações"; pois tinha consciencia que o grande entrave para a nossa melhoria está dentro de nós mesmos, se não tivermos a semente do desejo mau a árvore não poderá crescer, pois é necessário que exista terra propícia para que a semente germine.

Esta terra é o nosso coração, os nossos sentimentos, os nossos desejos inferiores; os quais podemos domar com o conhecimento do evangelho de Jesus aplicado diretamente às nossas vidas, e conseguimos aplicá-las com o esforço constante e a humildade de reconhecer a necessidade da presença de Deus em nós.

Muita Paz


Código dos Indígenas Americanos...

Extraído do Livro de Robert Wong: "O Sucesso está no Eqüilíbrio"

1 - Levante com o Sol para orar. Ore sozinho. Ore com
freqüência. O Grande Espírito o escutará se você, ao menos, falar.

2 - Seja tolerante com aqueles que estão perdidos no caminho. A ignorância, o
convencimento, a raiva, o ciúme e a avareza originam-se de uma alma
perdida. Ore para que eles encontrem o caminho do Grande Espírito.

3 -Procure conhecer-se, por si próprio. Não permita que outros façam seu
caminho por você. É sua estrada e somente sua. Outros podem andar ao seu
lado, mas ninguém pode andar por você.

4 - Trate os convidados em seu larcom muita consideração. Sirva-os com o melhor alimento, a melhor cama e trate-os com respeito e honra.

5 - Não tome o que não é seu. Seja de uma pessoa, da comunidade, da natureza ou da cultura. Se não foi ganho nem foi dado, não é seu.

6 - Respeite todas as coisas que foram colocadas sobre a Terra. Sejam elas pessoas, plantas ou animais.

7 - Respeite os pensamentos,os desejos e as palavras das pessoas. Nunca interrompa os outros nem ridicularize, nem rudemente os imite. Permita a cada pessoa o direito de expressão pessoal.

8 - Nunca fale dos outros de uma maneira má. A energia negativa que você coloca para fora, no Universo, voltará multiplicada a você.

9 - Todas as pessoas cometem erros. E todos os erros podem ser perdoados.

10 - Pensamentos maus causam doenças da mente, do corpo e do espírito. Pratique o otimismo.

11 - A Natureza não é para nós, ela é parte de nós. Toda a Natureza faz parte da nossa família Terrena.

12 - As crianças são as sementes do nosso futuro. Plante amor nos seus corações e regue com sabedoria e lições de vida. Quando estiverem crescendo, dê-lhes espaço para
que cresçam.

13 - Evite machucar os corações das pessoas. O veneno da dor causada aos outros, retornará a você.

14 - Seja sincero e verdadeiro em todas as situações. A honestidade é o grande teste para a nossa herança do Universo.

15 - Mantenha-se equilibrado.

Os Pais Envelhecem...

Talvez a mais rica, forte e profunda experiência da caminhada humana seja a de ter um filho.
Plena de emoções, por vezes angustiante, ser pai ou mãe é provar os limites que constituem o sal e o mel do ato de amar alguém.
Quando nascem, os filhos comovem por sua fragilidade, seus imensos olhos, sua inocência e graça.


Basta vê-los para que o coração se alargue em riso e cor. Um sorriso é capaz de abrir as portas de um paraíso.
Eles chegam à nossa vida com promessas de amor incondicional. Dependem de nosso amor, dos cuidados que temos. E retribuem com gestos que enternecem.
Mas os anos passam e os filhos crescem. Escolhem seus próprios caminhos, parceiros e profissões. Trilham novos rumos, afastam-se da matriz.
O tempo se encarrega da formação de novas famílias. Os netos nascem.
Envelhecemos. E então algo começa a mudar.
Os filhos já não têm pelos pais aquela atitude de antes. Parece que agora só os ouvem para fazer críticas, reclamar, apontar falhas.
Já não brilha mais nos olhos deles aquela admiração da infância e isso é uma dor imensa para os pais.
Por mais que disfarcem, todo pai e mãe percebe as mínimas faíscas no olho de um filho.


É quando pais, idosos, dizem para si mesmos: Que fiz eu? Por que o encanto acabou? Por que meu filho já não me tem como seu herói particular?
Apenas passaram-se alguns anos e parece que foram esquecidos os cuidados e a
sabedoria que antes era referência para tudo na vida.
Aos poucos, a atitude dos filhos se torna cada vez mas impertinente.
Praticamente não ouvem mais os conselhos.
A cada dia demonstram mais impaciência. Acham que os pais têm opiniões superadas, antigas.
Pior é quando implicam com as manias, os hábitos antigos, as velhas músicas.
E tentam fazer os velhos pais se adaptarem aos novos tempos, aos novos costumes.
Quanto mais envelhecem os pais, mais os filhos assumem o controle. Quando eles estão bem idosos, já não decidem o que querem fazer ou o que desejam comer e beber. Raramente são ouvidos quando tentam fazer algo diferente.
Passeios, comida, roupas, médicos - tudo passa a ser decidido pelos filhos.
E, no entanto, os pais estão apenas idosos. Mas continuam em plena posse da mente. Por que então desrespeitá-los?
Por que tratá-los como se fossem inúteis ou crianças sem discernimento?
Sim, é o que a maioria dos filhos faz. Dá ordens aos pais, trata-os como se não tivessem opinião ou capacidade de decisão.
E, no entanto, no fundo daqueles olhos cercados de rugas, há tanto amor.
Naquelas mãos trêmulas, há sempre um gesto que abençoa, acaricia.


A cada dia que nasce, lembre-se, está mais perto o dia da separação. Um dia, o velho pai já não estará aqui.
O cheiro familiar da mãe estará ausente. As roupas favoritas para sempre dobradas sobre a cama, os chinelos em um canto qualquer da casa.
Então, valorize o tempo de agora com os pais idosos. Paciência com eles
quando se recusam a tomar os remédios, quando falam interminavelmente sobre doenças, quando se queixam de tudo.
Abrace-os apenas, enxugue as lágrimas deles, ouça as histórias (mesmo que sejam repetidas)e dê-lhes atenção, afeto...
Acredite: dentro daquele velho coração brotarão todas as flores da esperança
e da alegria.

Redação do Momento Espírita.

O poder da Prece...

Uma pobre senhora, com visível ar de derrota estampado no rosto, entrou num armazém, aproximou-se do proprietário, conhecido pelo seu jeito grosseiro, e lhe pediu fiado alguns mantimentos. Ela explicou que o seu marido estava muito doente e não podia trabalhar e que tinha sete filhos para alimentar.

O dono do armazém zombou dela e pediu que se retirasse do seu estabelecimento.

Pensando na necessidade da sua família ela implorou: “Por favor senhor, eu lhe darei o dinheiro assim que eu tiver...”, ao que ele respondeu ela não tinha crédito e nem conta, na sua loja.

Em pé, no balcão ao lado, um freguês que assistia à conversa entre os dois, se aproximou do dono do armazém e lhe disse que ele deveria dar o que aquela mulher necessitava para a sua família, por sua conta.

Então, o comerciante falou, meio relutante, para a pobre mulher: “Você tem uma lista de mantimentos?” “Sim”, respondeu ela. “Muito bem, coloque a sua lista na balança e o quanto ela pesar, eu lhe darei em mantimentos”. A pobre mulher hesitou, por uns instantes, e, com a cabeça curvada, retirou da bolsa um pedaço de papel, escreveu alguma coisa e o depositou, suavemente, na balança. Os três ficaram admirados, quando o prato da balança, com o papel, desceu e permaneceu embaixo.


Completamente pasmado com o marcador da balança, o comerciante virou-se, lentamente, para o seu freguês e comentou contrariado: “Eu não posso acreditar!”. O freguês sorriu e o homem começou a colocar os mantimentos no outro prato da balança. Como a escala da balança não equilibrava, ele continuou colocando mais e mais mantimentos, até não caber mais nada. O comerciante ficou parado, ali, por uns instantes, olhando para a balança, tentando entender o que havia acontecido. Finalmente, ele pegou o pedaço de papel da balança e ficou espantado, pois não era uma lista de compras e sim uma oração que dizia:

“Meu Senhor, o Senhor conhece as minhas necessidades e eu estou deixando isto em suas mãos...”


O homem deu as mercadorias para a pobre mulher, no mais completo silêncio, que agradeceu e deixou o armazém. O freguês pagou a conta e disse: “Valeu cada centavo...”

Só mais tarde, o comerciante pôde reparar que a balança havia quebrado. Entretanto, só Deus sabe o quanto pesa uma prece...


Otávio Caúmo Serrano.

Emmanuel conosco...

Se soubéssemos ...

Se o homicida conhecesse, de antemão, o tributo de dor que a vida lhe cobrará, no reajuste do seu destino, preferiria não ter braços para desferir qualquer golpe.

Se o caluniador pudesse eliminar a crosta de sombra que lhe enlouquece a visão, observando o sofrimento que o espera no acerto de contas com a verdade, paralisaria as cordas vocais ou imobilizaria a pena, a fim de não confiar-se à acusação descabida.

Se o desertor do bem conseguisse enxergar as perigosas ciladas com que as trevas lhe furtarão o contentamento de viver, deter-se-ia feliz, sob as algemas santificantes dos mais pesados deveres.

Se o ingrato percebesse o fel de amargura que lhe invadirá, mais tarde, o coração, não perpetraria o delito da indiferença.

Se o egoísta contemplasse a solidão infernal que o aguarda, nunca se apartaria da prática infatigável da fraternidade e da cooperação.

Se o glutão enxergasse os desequilíbrios para os quais encaminha o próprio corpo, apressando a marcha da morte, renderia culto invariável à frugalidade e à harmonia.

Se soubéssemos quão terrível é o resultado de nosso desrespeito às Leis Divinas, jamais nos afastaríamos do caminho reto.

Perdoa, pois, a quem te fere e calunia...

Em verdade, quantos se rendem às sugestões perturbadoras do mal, não sabem o que fazem.

Emmanuel
Psicografado por Chico Xavier, Livro Fonte Viva - FEB

A porta mais larga do mundo


Conta-se que um dia um homem parou na frente de um pequeno bar, tirou do
bolso um metro, mediu a porta e falou em voz alta:
- Dois metros de altura por oitenta centímetros de largura.


Admirado mediu-a de novo. Como se duvidasse das medidas que obteve, mediu-a
pela terceira vez. E assim tornou a medi-la várias vezes.
Curiosas, as pessoas que por ali passavam começaram a parar.
Primeiro um pequeno grupo, depois um grupo maior, por fim uma
multidão.

Voltando-se para os curiosos o homem exclamou, visivelmente impressionado:
- Parece mentira! Esta porta mede apenas dois metros de altura e oitenta
centí­metros de largura, no entanto, por ela passou todo o meu dinheiro,
meu carro, o pão dos meus filhos. Passaram os meus móveis, a minha casa com
terreno. E não foram só os bens materiais. Por ela também passou a minha
saúde, passaram as esperanças da minha esposa, passou toda a felicidade do
meu lar.

- Além disso, passou também a minha dignidade, a minha honra, os meus
sonhos e meus planos.
- Sim, senhores, todos os meus planos de
construir uma família feliz, passaram por esta porta, dia após dia... Gole
por gole.
- Hoje eu não tenho mais nada... Nem família, nem saúde, nem esperança.
- Mas quando passo pela frente desta porta, ainda ouço o chamado daquela
que é a responsável pela minha desgraça. Ela ainda me chama
insistentemente:
'Só mais um trago! Só hoje! Uma dose apenas!'

- Ainda escuto suas sugestões em tom de zombaria:
'Você bebe socialmente, lembra-se?'


- Sim, essa era a senha. Essa era a isca. Esse era o engodo. E mais uma vez
eu caí­a na armadilha dizendo comigo mesmo:
- Quando eu quiser, eu paro.
- Isso é o que muita gente pensa, mas só pensa. Eu comecei com um cálice,
mas hoje a bebida me dominou por completo. Hoje eu sou um trapo humano. E a
bebida, bem, a bebida continua fazendo as suas vítimas.
- Por isso é que eu lhes digo, senhores:
- Esta porta é a porta mais larga do mundo!

- Ela tem enganado muita gente. Por esta porta, que pode ser chamada de porta do
ví­cio, de aparência tão estreita, pode passar tudo o que se tem de mais
caro na vida.

- Hoje eu sei dos malefí­cios do álcool, mas muita gente ainda não sabe.
Ou, se sabe, finge que não, para não admitir que está sob o julgo da
bebida. E o que é pior, têm esse maldito veneno, destruidor de vidas,
dentro do próprio lar, a disposição dos filhos.
- Ah, se os senhores soubessem o inferno que é ter a vida destruí­da pelo
ví­cio, certamente passariam longe dele e protegeriam sua famí­lia contra
suas ameaças.

Visivelmente amargurado, aquele homem se afastou, a passos lentos, deixando a cada uma das pessoas que o ouviram, motivos de profundas reflexões.

Tudo em excesso faz mal.
(Autor Desconhecido)

Lançamento do Livro "A vida e Os Vivos"

Queridos Amigos,

É com muita alegria que finalmente comunico o lançamento do Livro "A vida e os vivos - observações à luz do Espiritismo", que aconteceu na última quarta feira, 05 de setembro de 2007, na cidade de Palmares, Pernambuco.

O livro, de nossa autoria, é fruto de um trabalho de pesquisas e observações nos anos de trabalho espírita e foi lançado com o objetivo primário de auxiliar um lar de idosos que existe aqui na cidade de Palmares, o Abrigo São Francisco de Assis
(Rua Frei Caneca nº410, Centro, Palmares, Cep 55.540-000 - Fone: 81.3661.1523); tendo assim toda a renda obtida com a sua venda revertida para esta instituição.

Pelo seu objetivo de caridade pode ser adquirido ao preço simbólico de R$ 5,00; e caso algum de vocês deseje auxiliar nesta campanha de apoio pode entrar em contato comigo pelo email: vbjoao2@gmail.com e adquirir o exemplar ou exemplares. Apenas será necessário adicionar R$ 2,00 ao preço, totalizando R$ 7,00 para as despesas de postagem pelos correios.

Gostaria de agradecer aqui e de público aos parceiros que tornaram este projeto possível, e aos amigos que acreditaram em nosso sincero desejo de fazer a diferença e de levar uma parte da sociedade a conhecer a real necessidade destes queridos idosos: o amor e a companhia que podemos dar a eles.

Agradeço também a:
Rádio Cultura dos Palmares;
Rádio Quilombo dos Palmares; e
WR vídeo produções

pelo apoio e suporte técnico e de divulgação do evento.

A todos o meu muito obrigado em nome de várias pessoas que talvez nunca conheçam.

Abaixo coloco as fotos do lançamento do livro, que aconteceu no próprio Abrigo São Francisco de Assis, e foi, dentro de sua simplicidade, um sucesso!

----





---

Caso alguém se interesse em maiores informações, por favor entrem em contato através do email: vbjoao2@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...