Perguntas dos amigos...

O material abaixo foi extraído de uma resposta minha a um amigo que me enviou um email com uma dúvida, achei interessante a dúvida e que deve ter muita gente com o mesmo problema, por isso resolví transcrever o conteúdo da pergunta e da resposta:

"João bom dia, gostaria de alguns esclarecimentos a respeito dos santos da igreja católica, como a mãe de jesus, as NSRAS e outros.
Meus filhos fazem essa pergunta, e no meu ponto vista, não com tanta certeza, eu explico que são espíritos iluminados, puros, que
um dia poderemos chegar a ser igual a eles, tô certo? favor me ajude."


"Oi ________. Bom dia!

Não é favor não... é obrigação! Sempre que tiver alguma dúvida, e eu puder auxiliar, fique tranquilo que tentarei te esclarecer; se eu não puder, tentarei encontrar quem saiba...

Quanto a questão dos "santos" católicos o que você argumentou está correto. Com certeza são espíritos mais evoluidos que nós que encarnaram na terra com uma missão definida, muitas vezes de auxiliar as massas e os desprovidos de cuidados, e sempre com a responsabilidade de servir de exemplo para nós.

Uma coisa que deve ficar bem clara é que em sua maioria, para não dizer em sua totalidade, os denominados "santos" eram, na verdade, médiuns; apenas não se conhecia a mediunidade na época deles e não se compreendia a origem de sua bondade, intuições, poderes de cura, aura brilhante, etc. Como a igreja dominava, e ainda domina, a questão de conceitos religiosos no mundo, as pessoas que apresentavam estes "sintomas" de contato com o mundo espiritual e que estavam do lado dela eram tidos como "santos" e que tinham acesso direto aos "anjos" do senhor; enquanto que se o médium fosse discordante da igreja católica, era tido como "bruxo" e que comungava com o "demônio", por consequencia era queimado na fogueira.

Um dos grandes exemplos disso foi Joanna D'arc, que enquanto serviu para a igreja e o governo da frança era uma santa, depois que tinha perdido a utilidade virou feiticeira e foi queimada na fogueira da inquisição.

Outro exemplo magnífico podemos ter na figura de Francisco de Assis, que apresentava poderes de vidência, audiência, inspiração, cura e até transes em extase. De acordo com a espiritualidade Ele era a reencarnação de João Evangelista e servia, inclusive, de médium para o próprio Jesus.

Neste link fala um pouco sobre alguns santos e suas mediunidades: http://www.compuland.com.br/lardomignacio/mediunidade.html

Mas, o importante de transmitir para os meninos é que a maior qualidade destas pessoas, embora fossem médiuns, era a bondade e o amor que traziam em seus corações. Pois este é o diferencial REAL que devemos buscar. Chico xavier dizia que não devemos nos preocupar em sermos bons médiuns e sim em sermos bons homens e mulheres, pois assim estaremos afinando os laços que nos unem aos espíritos iluminados que nos guiam, e cada vez mais sendo intermediários entre o reino dos céus e a terra.

Sua colocação que todos podemos chegar até onde eles já chegaram é corretíssima, basta que para tanto busquemos a nossa melhora interior, dominar os maus instintos, os desejos inferiores, raivas, ódios e, tentar cada vez mais, seguir o que jesus nos ensinou "amai-vos uns aos outros como eu vos amei", quando chegarmos neste ponto estaremos preparados para sermos todos "santos".

Qualquer coisa me escreve que eu tento esclarecer mais.

Abraços e muita paz."



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...