Um pouco de Victor Hugo...


Ontem em nossos estudos um amigo levou este poema abaix, do escritos e poeta victor hugo, hoje um dos espíritos mais atuantes atrafés de Divaldo Pereira Franco.

Grande alma, o pensador já dava mostras de sua sensibilidade desde os tempos de encarnado, e fiquei tão sensibilizado com a beleza de sua obra que não podia deixar de dividir com os amigos.

Transcrevo abaixo o poema e algumas passagens deste grande pensador.


Desejo

Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer.
E que esquecendo, não guarde mágoa.

Desejo, pois, que não seja assim
Mas se for, saiba ser sem se desesperar
Desejo também que tenha amigos
Que mesmo maus e inconseqüentes
Sejam corajosos e fiéis
E que pelo menos em um deles
Você possa confiar sem duvidar

E porque a vida é assim
Desejo ainda que você tenha inimigos
Nem muitos, nem poucos
Mas na medida exata para que
Algumas vezes você se interpele
A respeito de suas próprias certezas.
E que entre eles
Haja pelo menos um que seja justo

Desejo depois, que você seja útil
Mas não insubstituível
E que nos maus momentos
Quando não restar mais nada
Essa utilidade seja suficiente
Para manter você de pé.

Desejo ainda que você seja tolerante
Não com os que erram pouco
Porque isso é fácil
Mas com os que erram muito e irremediavelmente
E que fazendo bom uso dessa tolerância
Você sirva de exemplo aos outros

Desejo que você, sendo jovem,
Não amadureça depressa demais
E que sendo maduro
Não insista em rejuvenescer
E que sendo velho
Não se dedique ao desespero
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor

Desejo, por sinal, que você seja triste
Não o ano todo, mas apenas um dia
Mas que nesse dia
Descubra que o riso diário é bom
O riso habitual é insosso
E o riso constante é insano.

Desejo que você descubra
Com o máximo de urgência
Acima e a respeito de tudo
Que existem oprimidos, injustiçados e infelizes
E que estão bem à sua volta
Desejo ainda
Que você afague um gato, alimente um cuco
E ouça o joão-de-barro
Erguer triunfante o seu canto matinal
Porque assim, você se sentirá bem por nada

Desejo também
Que você plante uma semente, por menor que seja
E acompanhe o seu crescimento
Para que você saiba
De quantas muitas vidas é feita uma árvore

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro
Porque é preciso ser prático
E que pelo menos uma vez por ano
Coloque um pouco dele na sua frente e diga:
"Isso é meu"
Só para que fique bem claro
Quem é o dono de quem

Desejo também
Que nenhum de seus afetos morra
Por eles e por você
Mas que se morrer
Você possa chorar sem se lamentar
E sofrer sem se culpar

Desejo por fim
Que você sendo homem, tenha uma boa mulher
E que sendo mulher, tenha um bom homem
Que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes
E quando estiverem exaustos e sorridentes
Ainda haja amor pra recomeçar

E se tudo isso acontecer
Não tenho mais nada a lhe desejar

Victor Hugo


Outros pensamentos do autor:

Vós, que sofreis, porque amais, amai ainda mais. Morrer de amor é viver dele.
Victor Hugo

A medida do amor é amar sem medida.
Victor Hugo

Há pensamentos que são orações. Há momentos nos quais, seja qual for a posição do corpo, a alma está de joelhos.
Victor Hugo

Ser bom é fácil. O difícil é ser justo.
Victor Hugo

Sede como os pássaros que, ao pousarem um instante sobre ramos muito leves, sentem-nos ceder, mas cantam! Eles sabem que possuem asas.
Victor Hugo

Não há nada como o sonho para criar o futuro. Utopia hoje, carne e osso amanhã.
Victor Hugo

É inútil obter por piedade aquilo que desejamos por amor.
Victor Hugo

A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados.
Victor Hugo

As palavras têm a leveza do vento e a força da tempestade.
Victor Hugo

A vida não passa de uma oportunidade de encontro; só depois da morte se dá a junção; os corpos apenas têm o abraço, as almas têm o enlace.
Victor Hugo

A esperança seria a maior das forças humanas, se não existisse o desespero.
Victor Hugo

O futuro tem muitos nomes.
Para os fracos é o inalcansável.
para os temerosos, o desconhecido.
Para os valentes é a oportunidade.
Victor Hugo

Do atrito de duas pedras chispam faíscas; das faíscas vem o fogo; do fogo brota a luz.
Victor Hugo

O tempo não só cura, mas também reconcilia.
Victor Hugo

Os infelizes são ingratos; isso faz parte da infelicidade deles.
Victor Hugo

Chega sempre a hora em que não basta apenas protestar: após a filosofia, a ação é indispensável.
Victor Hugo

É triste pensar que a natureza fala e que o género humano não a ouve.
Victor Hugo

Iniciativa é fazermos o que está certo sem ser preciso que alguém nos diga para fazermos tal.
Victor Hugo

Se você quer civilizar um homem, comece pela avó dele.
Victor Hugo

A vida é um campo de urtigas onde a única rosa é o amor.
Victor Hugo

A tolerância é a melhor das religiões.
Victor Hugo

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...