Perguntas dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebemos através do nosso formulário "Entre em contato" a seguinte pergunta:
"O que quer dizer carma no espiritismo, nascemos com o nosso carma ou procuramos, temos como evitá-lo ou não?"

Segue abaixo a resposta enviada a nossa querida amiga. Vamos dividir com todos para que possamos todos trocar algumas idéias.

" Prezada ______________, boa tarde.

A palavra Carma (http://pt.wikipedia.org/wiki/Carma ) é de origem sânscrita e define, de forma básica, o resultado de nossas ações más do passado refletindo em nossa vida atual (seu oposto éo dharma); é um conceito basicamente budista ou, se preferir, esotérico.

Embora vários espíritas utilizem desta expressão comumente ela não é utilizada pelo codificador da Doutrina, Allan Kardec, que prefere se utilizar da lei de causa e efeito; que, pelo menos ao meu ver, é bem mais profunda que o carma simplesmente.

Para o Espiritismo todos, utilizando o livre arbítrio, tomamos decisões que nos levam a ações boas ou más em nosso passado; desta forma nada mais lógico que as consequencias destas ações sejam imputadas a nós mesmos, em oportunidades futuras. Perceba a diferenca que o carma se baseia em nossas más ações; a lei de causa e efeito toma como ponto de partida nossas ações, boas ou más; e como efeito tudo o que delas aprouver.

Por exemplo: um homem matou alguém em seu passado - pela lei do carma é correto que ele morra assassinado nesta vida; mas o mesmo homem, pela lei de causa e efeito, pode ter passado vários anos em sofrimento no mundo espiritual e se arrependido verdadeiramente do erro que cometeu; neste caso ele vem em uma nova encarnação com a tarefa de reparar o mau que causou; auxiliar, doar-se, amparar, trabalhar para o bem do próximo e caso ele não consiga provar à vida que realmente mudou, o efeito será sua morte em condições semelhantes ao ocorrido no passado; porém se ele sinceramente modificou seu mundo íntimo e busca verdadeiramente amar o seu próximo, a lei de causa e efeito trata-lo-á de forma proporcional à sua necessidade de reparação.

Assim, caso ele não tenha reparado totalmente o seu erro poderá sofrer um acidente e perder a locomoção, ou algum dos membros, ou outra coisa; mas não necessita expressamente morrer assassinado, compreende? Já dizia o apóstolo Pedro: "o Amor cobre a multidão de nossos erros"

Assim você pode perceber que (vou utilizar a palavra carma para uma melhor compreensão ok?) temos o nosso carma (programação de reencarnação); mas que este não é inescapável. Podemos sim, e devemos, tentar mudá-lo para que evitemos o sofrimento e a dor em nossas vidas; mas esta mudança somente ocorrerá quando mudarmos internamente através de nossos sentimentos e pensamentos.

Por este motivo o Espiritismo é uma Doutrina que prega o auto-conhecimento e a auto-iluminação através da reforma íntima. Lembrando as palavras do Mestre Jesus: "Amar ao próximo como a sí mesmo", isso significa respeitar o próximo como eu gostaria de ser respeitado, mas também, ajudar, auxiliar, amparar, doar, olhar, pensar, falar do próximo como eu gostaria que falassem de mim; e aí está o nosso grande problema em atenuar os efeitos da lei.

Espero haver sido de alguma ajuda."

Muita paz para todos.




Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...