Carnaval e Arrependimento - Perguntas dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebemos através do nosso formulário "Entre em contato" uma mensagem de uma amiga que nos escreve:
"... Olá.
Gostaria de agradecer pelos e-mails que vc sempre envia. São maravilhosos.
Agora, gostaria de perguntar a opinião espírita a respeito d carnaval, da "carne" ficar tão exposta.
Outra pergunta,após a morte ainda podemos nos arrepender do que fizemos na terra? Ou realmente temos q praticar o bem e nos arrependermos do mal que fizemos ainda em vida física? No centro espírita que você frequenta além dos passes o que mais acontece? Incorporação? ..."


Ao que respondi conforme abaixo:

"Prezada ________________, bom dia.

Vou tentar responder seus questionamentos por assunto para que fique mais claro a compreensão, ok?

1) Carnaval
A origem do carnaval remonta a europa medieval e tem uma ligação muito forte com a Igreja católica e os 40 dias de jejum que precedem a semana dita "santa"; as pessoas, forçadas a fazer um jejum de suas necessidades biológicas e de suas atividades prazerosas, ficavam improdutivas, irritadas, violentas e difíceis de dominar; desta forma as lideranças políticas e religiosas decidiram por permitir um período de "descanso" para que se pudesse liberar as sensações e retornar ao ritmo normal das atividades. Esta é a origem do carnaval, que se espalhou pela europa e posteriormente pelo mundo.

O grande problema do carnaval, ao meu ver, é que nós, pessoas normais, temos a incrível qualidade de confundirmos e modificarmos as coisas para o que nos agrada mais. Assim confundimos "liberdade" com "libertinagem" e "diversão" com "excessos".

Por este motivo o carnaval hoje se apresenta como uma festa onde "tudo é permitido"; temos então excessos de sexualidade, de drogadição, de bebidas e comidas, enfim, de todas as paixões (sensações/sentimentos inferiores) que nos aproximam mais do lado primitivo de nosso ser. Naturalmente que este processo de "degeneração" das idéias que ocorre com o carnaval é compatível com o nível de espíritos predominante em nosso orbe de expiações e provas - espíritos mais agregados as sensações materiais do que aos sentimentos espirituais - e que por isso mesmo apresentam um crescente número de expiações e reparações em seu processo evolutivo. Lembro de Kardec quando em "o livro dos espíritos" nos adverte: "Os sofrimentos deste mundo independem, algumas vezes, de nós; muito mais vezes, contudo, são devidos à nossa vontade. Remonte cada um à origem deles e verá que a maior parte de tais sofrimentos são efeitos de causas que lhe teria sido possível evitar. Quantos males, quantas enfermidades não deve o homem aos seus excessos, à sua ambição, numa palavra: às suas paixões? Aquele que sempre vivesse com sobriedade, que de nada abusasse, que fosse sempre simples nos gostos e modesto nos desejos, a muitas tribulações se forraria", como também nas questões 711 a 714 e 907 a 912, em especial a 908 do mesmo livro.

Precisamos entender que o carnaval não é apenas o que vemos com os olhos físicos, mas também o que não vemos e que nos afeta ainda mais. Legiões de espíritos vampirizadores e obsessores que nas épocas destas festas se fartam com fluidos de alcool, drocas e sexo. Influencias constantes para comportamentos errados, sentimentos errados e coisas assim que são cada vez mais fáceis de acontecerem por conta da sintonia mental entre os obsessores e os obssidiados que praticam todo tipo de ato negativo.

A espiritualidade evangelizada nos alerta a ficarmos em vibrações e orações por estes espíritos para que possamos auxiliar a aliviar a psicosfera da terra neste período, e para servirmos de fontes de energia positiva para os trabalhadores espirituais.

Poderemos encontrar alguns textos muito bons sobre o assunto aqui: http://www.bomespirito.com/2007/02/o-carnaval-na-viso-esprita.html

É imprescindível lembrar que a Doutrina Espírita nada condena e que, como nos afirmou o apóstolo, "tudo me é lícito mas nem tudo me convém"; O Espiritismo não condena o carnaval ou quem goste de festejar, o que ele orienta é que determinadas decisões, locais e comportamentos podem nos prejudicar fisicamente e espiritualmente; nos alertando das possibilidades negativas que podem advir de tudo isso.

Eu, particularmente, acredito inclusive, que uma brincadeira saudável, sem a presença de bebidas, sem sensualidade e em clima familiar são bastante agradáveis. Curtir uma boa música, dançar um pouco e se divertir não é contra a Lei Divina, o que é contra a Lei Divina é o fato de nos prejudicarmos e prejucidarmos aos outros.

Entretanto, devo acrescentar, os ambientes que temos observado durante estas festividades não são os mais propícios para uma brincadeira saudável e fraterna; assim sendo, de minha opinião própria, acredito que se deve tomar muito cuidado nas decisões que tomamos nesta época.

2) Arrependimento
Nós podemos nos arrepender do mal que tenhamos feito a qualquer momento e em qualquer lugar, encarnados ou desencarnados, nesta Terra ou em outra; entretanto, como disse o Mestre Jesus em Mateus 5 "25 Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele; para que não aconteça que o adversário te entregue ao guarda, e sejas lançado na prisão. 26 Em verdade te digo que de maneira nenhuma sairás dali enquanto não pagares o último ceitil." Equivale dizer que é mais fácil nos arrependermos e buscarmos uma reparação enquanto estamos encarnados e próximos das pessoas que fizemos sofrer do que quando desencarnados.

Perceba que após o desencarne de um espírito, na maioria das vezes, ele está em desarmonia consigo mesmo - seja por sentimentos e comportamentos negativos, seja por incompreensão do desencarne, seja por medo da morte, seja por apego aos bens materiais, etc - e não percebe de imediato a situação em que se encontra. Muitos ainda estão com idéias fixas em suas mentes e criam para sí paradoxos mentais que serão as "prisões" que Jesus falava - prisões de culpa, dor, vingança, ódio, egoismo, etc. Assim eles estarão vibrando em um nível muito baixo ainda e estarão, por isso mesmo, ligados a uma região que chamamos normalmente de umbral - a qual o espírito André Luiz define como sendo uma região de esgotamento dos resíduos mentais.

A passagem destes espíritos pelo umbral não é fácil e, normalmente, não é rápida, e somente será finda quando os "resíduos mentais" (sentimentos negativos, vingança, orgulho, avareza, egoismo, culpa, dor, etc) forem amainados e eles tiverem assim a condição de voltar seu pensamento a Deus e a Jesus, em busca de auxílio e socorro.

Perceba que, após o desencarne, a culpa que carregamos em nós pode se transformar em uma prisão sem muros de onde não sairemos ate esgotarmos os nossos sentimentos negativos. Veja então quanto tempo poderemos perder para que nosso arrependimento venha a nos dar oportunidade de reparação.

Por este motivo todas as religiões pregam que tenhamos a humildade e a compreensão de pedir e dar o perdão o quanto antes, para que mais tarde não tenhamos que passar por estas experiencias reparadores - que são normais para o nosso atual estágio, mas que podem nos tomar muitas oportunidades de evolução.

3) Centro Espírita
O Grupo Espírita Obreiros da Caridade fica na cidade de Palmares(PE) e tem 56 anos de existencia. Como qualquer casa espírita já passou por altos e baixos e vem divulgando e trabalhando pelo espiritismo dentro de suas limitações e pequeno tamanho.

Atualmente temos na casa os seguintes trabalhos:

Assitência Social - Entrega de Sopa, Pão e Gêneros alimentícios a duas comunidades carentes aqui da região, envolvendo aproximadamente 60 famílias e 53 crianças;

Reuniões de Estudo e Doutrinárias - Sempre as terças e domingos as 20:00hs com aplicação de passes após a reunião;

Programa de Rádio semanal - Sábados as 19:30hs;

Grupo de evangelho no lar - Para auxiliar quem pretenda iniciar a atividade;

Grupo de estudos ESDE - Para maiores esclarecimentos sobre a Doutrina;

Perguntas e Respostas abertas sobre qualquer tema - Sempre no último domingo do Mês; e

Reunião Mediúnica - Para auxílio a nós e a espiritualidade em sofrimento.

Espero ter esclarecido suas dúvidas.

Paz."

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...