Visitas Noturnas de Espíritos- Perguntas dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebí recentemente através do nosso formulário "Entre em contato" uma mensagem de um amigo que nos escreve:
"...Ó me aconteceu um coisa essa noite que até agora estou pasmo, sem entender nada.
Ontem quando sai do PC, escovei meu dentes fechei a porta e me deitei. Sabe quando
a gente fecha os olhos e não dorme ?? Está de olhos fechados mas sabe que está acordado?
Então!!!! Era assim que estava, quando de repente tinha certeza absoluta que alguém
estava do meu lado, alí em cima de mim, me observando. Que coisa horrivel, queria abrir os olhos e não conseguia, queria me mexer e tbém não conseguia,
Até que passado alguns minutos eu consegui abrir os olhos, olhei e não tinha ninguém, corri verificar a porta, olhei no banhiero e tudo certo.
Não tinha ninguém aqui, mas eu sei que tinha, ñ estou louco e nem estava dormindo, sei que tinha alguém do meu lado.
Estou apavorado, sinto que algo de ruim está para acontecer, não sei se comigo ou com quem será, mas sinto que tem algo de desagradavél a acontecer.
Nem trabalhei direito hoje...."


Segue abaixo a resposta que enviei, para apreciação:

"Prezado Amigo, bom dia.

Allan Kardec em "o livro dos espíritos", notadamente nas questões 401 / 402 / 403 / 407 e 412 nos esclarece muito sobreo que ocorre com o espírito encarnado durante o período do repouso físico - vale a pena dar uma olhada, caso não tenha pode encontrá-lo em www.biblioteca.radiobomespirito.com

De maneira comum, ao adormecermos passamos pelo processo de desdobramento, que significa uma certa liberdade do espírito em relação ao corpo, e nestes momentos podemos interagir com outros espíritos que estejam em nosso ambiente ou em nossas relações de interesse (enquanto espíritos).

Normalmente ao retornarmos ao corpo físico perdemos as lembranças destes momentos e, de acordo com a condição espiritual de cada um, apenas permanecem, para os mais embrutecidos, pequenos lampejos de imagens, os quais tratamos como sonhos; e para os mais libertos da matéria mensagens e lembranças maiores e melhores, de acordo com seus merecimentos e necessidades.

Este fato que você relata é o que normalmente acontece quando em repousando o corpo físico o espiritual fica ainda muito próximo a ele ou até realmente ainda conectado, porém sem estar acordado. Esta sensação de estar acordado e esta lembrança dos pensamentos que ocorreram durante o sono são sinais evidentes disso. A condição de você desejar mover-se ou acordar e não conseguir é porque seu corpo estava realmente dormindo, embora seu espírito estivesse liberto e atuante.

O fato de você lembrar destes momentos é um fator importante; pois apenas nos é possível lembrar claramente daquilo que a espiritualidade nos permite, e se permite é porque tem um objetivo.

Perdoe se estiver errado mas acredito que este processo descrito por você tem origem em um medo ou receio de sua parte; este medo de "espíritos" que é comum em nossa condição de encarnados pode estar prejudicando o objetivo desta visita.

Pelo que você relata não há indícios que esta entidade deseje o seu mal, ela apenas senta próximo a você e fica observando seu sono, demonstrando afeição ou no mínimo um respeito pela sua condição de negação; Já conhecí pessoas que relatam fatos semelhantes onde sentiam sensações horríveis como estrangulamento, pancadas e outros - nestes casos temos a forte indicação de espíritos obsessores mas em seu caso parece que seja uma visita de alguém que deseja conversar com você por algum motivo.

Muito PROVAVELMENTE o que ocorre é o seguinte: ao desdobrar você encontra o espírito visitante próximo a sua cama desejando conversar com você; como normalmente é um espírito de alguém próximo a você que já desencarnou - e você sabe disso - você fica com medo desta pessoa e retorna instintivamente para o seu corpo tentando acordar. Existe porém a necessidade de que este espírito entre em contato com você e, por este motivo, a espiritualidade amiga não permite que você acorde de imediato, dando um tempo para que haja a possibilidade de você conversar com o visitante.

Fato semelhante é descrito pelo espírito André Luiz em "missionários da Luz", capítulo 8 do meio para o final, quando relata a situação de Vieira e no capítulo 13, também do meio para o final, quando relata a esperiência de Adelino e Segismundo - vale apena estudá-los também.

A sensação que você fala que "acha" que vai acontecer algo ruim pode ser fruto de sua própria imaginação, através do medo, ou pode ser já a impressão deixada por algum "recado" que este espírito tenha vindo transmitir.

De uma forma ou de outra o mais importante é que você perceba que este momento nada mais é do que o reencontro com alguém que deseja falar com você. Acredito que,se possível, o ideal é não deixar o medo atrapalhar e compreender que a vida continua, mesmo em uma outra vibração diferente da nossa.

Não fique com medo ou aturdido, este é um fato natural e que acontece com inúmeras pessoas todos os dias.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo."

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...