Ateísmo e Espiritismo - Comentários dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebí recentemente através de um comentário em nosso blog o texto abaixo exposto:
"...Se a doutrina espírita e, de resto, todas as religiões são verdadeiras, o que já é uma contradição por si mesma, por que 93% dos cientistas da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos não acreditam nessas coisas? Eles não acreditam nos Deuses, nem nos espíritos, ou na alma, nem em qualquer divindade e muito menos nos céus. Será que eles são estúpidos e todos os religiosos é que estão certos? Curiosamente, todos os milhares de instrumentos tecnológicos utilizados pelos reliogiosos, inclusive aqueles usados para propagar sua fé,foram feitos graças ao trabalho de milhares de cientistas. Em _______________ meus personagens fazem muitas perguntas: Deus existe ou Ele é uma invenção de homens primitivos conservada pelo homem moderno por razões de conveniência? Se o Universo é Eterno por que precisaríamos de um Criador? Os livros santos de todos os credos são a fonte da verdade ou eles são mitologias, lendas e fábulas milenares? As religiões são superstições mais elaboradas? Será que todos os livros ateístas estão errados: o Deus Não É Grande, o Aprender a Viver, Carta a Uma Nação Cristã, Tratado de Ateologia, Por Que Não Sou Cristão, Deus, um Delírio e outros? ....."

Infelizmente o Prezado amigo não enviou o seu email para que eu pudesse responder diretamente para ele, entretanto coloco a resposta aqui no blog, na esperança que ele retorne a acessar e possa lê-la. Segue para nossa reflexão:

"Prezado Amigo, bom dia.

De minha parte nada posso responder sobre a crença ou descrença dos destacados cientistas, bem como nada sei no tocante a sua sabedoria ou estupidez... bem como nada posso declarar quanto ao conteúdo dos citados livros, uma vez que nunca os lí e que apenas conheco o ateísmo, bem como a doutrina materialista, de pequenos estudos e poucas referencias.

Desta forma acho que seria imprudente de minha parte executar qualquer afirmação sobre estes pontos, uma vez que nada conheço dos mesmos.

Acredito, entretanto, que posso me colocar quanto a minha crença e aos meus conceitos, referenciando paralelamente o assunto em questão, para ao menos tentar expressar minha opinião, uma vez que o amigo a solicitou.

A Doutrina Espírita não tem a pretensão de ser a expressão da verdade, nem a intenção de desprestigiar as outras religiões, pois entende que todas as religiões são meios de buscar a Divindade Superior, criadora do universo, como pode ser lido na questão 842 de "O Livro dos Espíritos"; defendendo inclusive que a religião não é o caminho obrigatório para o crescimento interior, esclarecendo que existem pessoas que não aceitam a religião ou que não acreditam em Deus e que são, por suas próprias qualidades, exemplos de bondade e fraternidade - "Fora da caridade não há salvação" e Mateus 25:34-40.

De minha experiencia pessoal já encontrei pessoas que se declaravam atéias em diversas situações: Não acreditavam no Deus pregado pelas religiões mas tinham um conceito próprio de divindade; não aceitavam Deus mas tinham a certeza de uma energia criadora; Não aceitavam o Deus das igrejas mas acreditavam em uma força maior que rege o universo; Não acreditavam em Deus mas não descartavam o jogo de energias positivo/negativo; e tantos outros que já perdí a conta. E o que sempre percebí foi que no fundo todos trazemos a intuição empírica que existe algo "maior" que nós mesmos.

O Eminente psicólogo Karl Gustav Jung afirmou em seus estudos que " a busca pelo transcedental faz parte dos aspectos primordiais da psique humana" e dentro de "o Livro dos Espíritos" questões 221 e 221a encontramos orientações bastante similares; Evidenciando há 153 anos o que a ciência vem descobrindo hoje. A saber: bioenergia, gene de Deus, mapeamento de áreas do cérebro que estão diretamente ligados ao sentido de religiosidade (que é diferente de religião), etc. Certamente estes processos de aquisição de conhecimento necessitam de dedicação e inteligência que, demonstram por sí só, a lei do progresso em franco andamento.

Estas descobertas vêm, certamente, de homens de grande sabedoria e conhecimento que, como todos nós, tem livre-arbítrio para escolher o que mais se assemelha às suas tendências: sociais, políticas, educacionais, sexuais e, por consequência, religiosas. Não sendo de se estranhar que muitos deles escolham o caminho da ciência "cega", à qual Albert Einstein se referia quando proferiu a sábia frase "A ciência sem a religião é manca; a religião sem a ciência é cega".

Compreendendo que tanto um extremo - o da ciência cega - quanto o outro - o da Fé Cega - são prejudiciais ao desenvolvimento humano, pois limitam as descobertas e os conhecimentos ao que se entende pela "verdade", a Doutrina Espírita traz em sua sólida base um tríplice aspecto que se complementa entre sí: Ciência, Filosofia e Religião. Caso deseje maiores esclarecimentos sobre este ponto leia os pontos 8 e 10 do capítulo 1 de "o Evangelho Segundo o Espiritismo" ou a Introdução de "O Livro dos Espíritos" ou ainda o capítulo 2 de "O Livro dos Médiuns".

Para que compreendamos a necessidade do processo de integração entre ciência e religião vou apenas dar um exemplo: O big-bang - teoria científica que remonta até há cerca de 15 bilhoes de anos atrás e que deu origem ao universo - é perfeitamente aceitável e provável nos aspectos científicos; porém resta a pergunta "o que existia antes da explosão"? ou seja "quem acendeu o pavio da bomba"? e aí, de um modo totalmente sintético e apenas para exemplificar aqui, vem a afirmação de Gênesis 1:3 " Disse Deus: Haja Luz. E houve luz." - informação totalmente corroborada pelos espíritos da codificação em "o Livro dos Espíritos" questão 38.

Levando em conta ainda a teoria materialista - que fomos criados por obra do acaso - e que não existe um ser criador responsável pela organização de, somente no corpo humano cerca de 75.000.000.000 (75 trilhões de células) divididas em mais de 130 tipos e funções; podemos fazer uma analogia com o nosso relógio de pulso, vejamos: Em um relógio de pulso existem algumas dezenas de peças, segundo a teoria materialista equivaleria afirmar que em uma fábrica de relógios aconteceu uma explosão (grande, por sinal) e que nesta explosão tudo que havia na fábrica foi jogado, sacudido, espalhado, chacoalhado e que, depois que passou a explosão e baixou a fumaça, vindo do acaso, estaria o relógio lá: montado e funcionando perfeitamente... (eu acho complicado acreditar nisso, mas há quem acredite).

Pensando ainda em outro aspecto, talvez estes 93% dos cientistas da citada academia, que fazem parte dos 2,35% de ateus existentes na população em nosso planeta, estejam no estágio que mais se sintonize com eles em seu caminho evolutivo atual; porém estão em grande desarmonia com os outros 97,65% da humanidade que tem alguma crença em alguma entidade divina (como pode ser facilmente encontrado aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/Principais_grupos_religiosos); e pensando assim, utilizando a estatística e a ciência, em um âmbito geral, talvez a opinião destas pessoas não seja tão significativa assim.

Eu, porém, respeito e admiro todas as posições individuais ou de grupos religiosos ou não-religiosos, pois compreendo que este seja o nível consciencial de cada indivíduo e que não cabe a mim, imperfeito como sou, indicar o caminho que este ou esta deva seguir. Cada um de nós é dotado de uma consciência e de um livre-arbítrio que nos orienta em nossas decisões e passos, não devendo os que não concordam conosco nos julgar ou condenar (Mateus 7:1-5).

Aos que comungam das mesmas inclinações religiosas que eu, busco dividir conhecimentos e agregar informações para que estejamos cada vez mais esclarecidos no caminho que escolhemos; aos que comungam de outras opiniões desejo o melhor sucesso em seus caminhos; pois sei que no final apenas um sairá vitorioso: Jesus - nenhuma de minhas ovelhas se perderá (João 18:9).

Acredito firmemente que cada um de nós encontrará em suas buscas apenas o que está predisposto a aceitar; como diz o dito popular "cada um enxerga o que quer ver" e, por isso mesmo, não discuto opiniões ou religião com ninguém. Acho que cada um está onde é melhor para ele naquele momento.

Por fim peço que compreenda que minhas opiniões expressas aqui são baseadas em meus princípios e crenças pessoais; tanto quanto as perguntas que seus personagens fazem em seu livro e que são respondidas pelo próprio autor - evidenciando assim o caráter que melhor lhe aprouver - por este motivo, peço desculpas pelo aspecto tendencioso de minhas palavras

Paz contigo

João"

Nascimento e Escolha da família - Perguntas dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebí recentemente através do nosso formulário "Entre em contato" uma mensagem de uma amiga que nos escreve o que segue abaixo:
"...Caro amigo, como sou um neófito na disciplina espírita gostaria que vc me tirasse algumas dúvidas sobre o nascimento de uma criança.
Tive um sonho em que três pessoas apareciam na minha frente e um deles, o mais velho, entregava-me uma mensagem e um outro homem, mais novo, dizia-me que ela fora enviada pelo meu filho. No sonho eu me questionava "Que filho?" Achava estranho, pois tinha consciencia de que tenho apenas uma filha. Só que ao depertar lembrava-me que miha esposa está gravida e que esta gravidez não foi planejada. Chegamos a discutir e cada lado responsabilizou o outro pela gravidez e não estávamos passando por um momento bom do relacionamento para ter outra criança. Nossa primeira filha foi planejada. Tudo certinho. acompanhei a gravidez desde o início. no momento admito que a responsabilidade do nascimento desta criança é minha e de minha esposa, porém o sentimento está sendo diferente do nascimento da minha filha. Não passamos por um bom momento. Até mesmo no sonho eu não lembrava do meu filho que está para vir.
Queria saber se o espírito escolhe o corpo e o lugar para reencarnar, se durante a gravidez ele pode se comunicar conosco ( os pais ), se a reencarnação se dá na hora do nascimento ou já no encontro entre o óvulo e o espermatozóide.

Obrigado pelas mensagens que são enviadas por vc.
Um abraço..."


Coloco abaixo a resposta que enviei ao nosso amigo, para análise:

"Prezado ____________, bom dia.

Bom voltar a saber de você; espero que, apesar dos problemas passageiros em seu casamento, esteja sendo reconstruida a base conjugal. Quem sabe até este momento que estão vivendo - a chegada de um novo filho - não é a chance que necessitavam para se unir em torno de um ideal e voltar a crescer como casal, família e companheiros? Acho importante analisar os fatos e pensar um pouco na real significação de um acontecimento destes - porque nada é "por acaso".

A espiritualidade organiza e orienta as reencarnações e, consequentemente, aos nascimentos. Embõra não tenhamos a lembrança clara e precisa dos fatos somos, muito frequentemente, reunidos em desdobramento espiritual para conversarmos, conhecermos e interagirmos com o espírito que irá reencarnar através de nós, os pais.

Algumas vezes estes espíritos são simpáticos a nós, o que torna todo o processo de gravidez um acontecimento agradável e gostoso de "curtir"; outras vezes estes espíritos não nos são tão simpáticos e é necessário algum esforço de nossa parte para aceitarmos o fato e o reencarnante; mas devemos ter a consciencia que é também um espírito ligado a nós por laços do passado e que necessita de nosso auxílio e nós do dele, para vencermos o ciclo de sofrimento que nos envolve.

Este sonho que você teve PODE ser um indício, deixado em suas lembranças pelos amigos espirituais, que é necessário um maior contato e diálogo entre você e o reencarnante, compreende? Talvez aceitação do processo, do espírito, orações por ele, conversas com o feto, etc. É muito importante a comunicação com o espírito reencarnante ainda durante a fase de gestação pois, como veremos no LE questão 344, existe um espírito ligado ao corpo desde a união óvulo e espermatozóide; embora somente irá estar completa a reencarnação após o nascimento do bebê.

Este espírito muitas vezes é indicado para nascer entre nós por compromissos do passado e outras tantas solicita esta família por necessidades de resgates. Embora, por qualquer motivo que seja, é uma demonstração da confiança que Deus e a espiritualidade tem em nós para guiar e orientar o espírito reencarnante. É importante perceber que este processo todo não é unicamente do espírito, e sim da família.

Por este motivo, acredito, este seja mais um motivo para que você busque harmonizar sua convivência com sua esposa e receber esta nova oportunidade de união familiar com os braços abertos para o futuro, deixando o passado onde está.

Encontraremos muito material para leitura no LE questões: 330 a 399, 203 a 217, 582 e 583; bem como o livro do espírito André Luiz - Missionários da Luz - que conta a história da reencarnação de segismundo. Vale a pena ler.

Espero ter sido de algum auxílio para você, amigo.

Paz contigo e com os teus."

Doe Palavras...


Queridos amigos, bom dia!

O Hospital Mário Penna, em Belo Horizonte, que cuida de doentes com câncer, lançou um projeto sensacional que se chama "DOE PALAVRAS". Fácil, rápido, gratuito e todos podem doar um pouquinho.


Você acessa o site http://www.doepalavras.com.br/ , escreve uma mensagem (pequena como no twitter) e sua mensagem aparece no telão para os pacientes que estão fazendo o tratamento.

Não deixem de fazer! Nem que seja uma palavra apenas. Partilhe a sua esperança com quem está precisando dela.

Paz com todos

Vida após a vida - Palestras em MP3 ...


Amigos, o arquivo anterior estava danificado, este link já está corrigido.


Vida após a vida
Proferida no Grupo Espírita Obreiros da Caridade - Palmares - PE
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)



Plásticas e perispírito - Perguntas dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebí recentemente através do nosso formulário "Entre em contato" uma mensagem de uma amiga que nos escreve o que segue abaixo:
"...Querido João, sabendo que qualquer alteração no corpo material pode acarretar modificações no corpo perispiritual, eu gostaria que você comentasse sobre as consequências espirituais da cirurgia plástica estética. Abraços....."

Segue abaixo resposta que enviei a nossa amiga, para reflexão:

"Prezada ________________, boa tarde.

O corpo espiritual, devido ao material fluidico do qual é composto, apresenta uma plasticidade enorme e pode ser influenciado por modificações gerada no corpo físico mas também por sentimentos, pensamentos, instintos e idéias fixas que tenhamos enquanto encarnados ou desencarnados. A literatura do espírito André Luiz relata casos muito interessantes, inclusive no livro "libertação" é demonstrado um ótimo exemplo de licantropia(wikipedia: No folclore, licantropia é a capacidade ou maldição caída sobre um homem que se transforma em um lobo. Em psiquiatria, é um distúrbio onde o indivíduo pensa ser ou ter sido transformado em qualquer animal.)


No meu entender, ainda muito falho, acredito que Deus nada permite sem um sentido justo e bom. Por este emotivo aceito as descobertas da ciência como parte do processo evolutivo do homem que, um dia, vencerá o egoismo e partilhará com todos os benefícios que suas descobertas podem trazer.

O avanço das pesquisas e técnicas cirúrgicas tem trazido imensos benefícios a humanidade, permitindo que sejam sanados diversos problemas que antes seriam vistos como maldição ou ira de Deus.

Entendo a sua colocação no tocante a cirurgia plástica estética - quando vem de sentimento de vaidade e orgulho; porém, acredito, deva ser exaltado antes as capacidades restauradoras de problemas físicos que podem hoje encontrar seu fim, ou melhoria, graças ao avanço das cirurgias plásticas. exemplos: lábios leporinos, espinas bífidas, deformações faciais, gêmeos siameses, ajustes após reduçoes de estômago, etc.


Em meu ponto de vista muitos procedimentos estão transformando a vida de pessoas para melhor, dando mais segurança, melhor qualidade de vida, aumentando a auto-estima, estimulando o crescimento interior e coisas assim; e, acho profundamente, que este é o papel de tudo no mundo: promover o crescimento do homem através de experiencias ruins e boas também.

Acredito que, como nos é esclarecido no LE, tudo está mais na intenção daquele que faz do que no ato em sí. A técnica cirúrgica é isenta de qualquer intenção... o erro está em quem deseja a "melhoria" e para quê; bem como em quem realiza por dinheiro e interesses.

Por outro lado, conforme sua observação, a cirurgia que tem por objetivos motivações egoistas, desequilibrantes, sexuais, vaidosas, e etc, podem e, muito provavelmente, irão trazer ao corpo espiritual deformações pertinentes ao tipo de modificação realizada no corpo. mas, diferente do que se possa imaginar, não porque o corpo tenha sido alterado ou retalhado; pois assim estas modificações (que quase sempre são para uma beleza idealizada e estereotipada) refletiriam belos espíritos dotados de corpos espirituais perfeitos.

O que normalmente ocorre é exatamente o contrário: o corpo espiritual passa a apresentar deformações referentes a aquele que é o alvo das preocupações do espírito encarnado. Crescimento exagerado de determinados órgãos, aspectos repugnantes de pele ou partes do corpo, deformações anatômicas em determinadas partes do corpo e coisas assim.


Pessoas preocupadas exageradamente com a beleza podem ser portadoras de um perisipírito bastante depreciado em sua estética, revelando o real aspecto do espírito que alí habita, apenas preocupado com o material (que é perecível) e esquecido dos valores espirituais.

Estas deformações sempre estão ligadas diretamente ao aspecto psíquico do espírito e chegam, muitas vezes, a necessitar o reencarne do espírito para deixar estas deformações em um corpo físico (que pode viver muito ou pouco) e livrar o espírito daquele resgate para uma próxima reencarnação.

Necessário lembrar que pequenas cirurgias estéticas de forma a nos dar uma maior satisfação conosco e, assim, nos incentivar a viver de forma melhor e mais feliz não deverão ser alvo deste tipo de resgate, apenas aqueles que fazem da beleza uma idéia fixa e uma preocupação maior em seus pensamentos é que, provavelmente, necessitarão passar por algumas experiências restauradoras.

Temos, nos âmbitos sociais mais altos e nas estrelas televisivas, inúmeros exemplos do que relato aqui, sendo um dos mais estridentes o do cantor Michael Jackson, que desencarnou recentemente, e que durante a sua encarnação passou por uma transformação radical de seu corpo, terminando por uma deformação já em vida.


Buscar o nosso bem estar não é errado, errado é viver para isto, esquecendo dos outros valores que temos na vida.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo."

Entrevista Sobre Espiritismo - Programa de Rádio ...



Entrevista com o amigo Geraldo Junior
Tema: "o Espiritismo"

(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)



O Relacionamento dos pais e jovens nos dias atuais - Palestras em MP3 ...



O Relacionamento dos Pais e Jovens nos dias atuais
Proferida no Núcleo de Estudos Espíritas Mensageiros da Paz - Água Preta - PE
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)



O Livro dos Espíritos - 153 anos de elucidações...


Queridos amigos, bom dia.

Neste próximo domigo, 18/04, temos um amigo que estará fazendo aniversário: O Livro dos Espíritos - e, por consequência, a Doutrina Espírita também.

Notadamente aqui no Brasil, devido a forte onda de comemorações e celebrações do centenário de Chico Xavier (mais do que merecida, diga-se de passagem)deveremos ter poucas comemorações do aniversário de 153 anos de "o Livro dos Espíritos"; o que não impede que também se faça o merecido reconhecimento ao esforço que Kardec empreendeu na década de 1850 para nos trazer este marco no estudo do mundo espiritual.

Certamente poderemos marcar este estudo e estes esclarecimento em A.K e D.K (antes de Kardec e depois de Kardec) - pois tudo que se tinha como "sobrenatural", "assombrações", "bruxaria" ou "fantasmagórico" se encontra esclarecido nas páginas deste livro e dos outros quatro de sua autoria, a saber: O Livro dos Médiuns, O Evangelho Segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno e A Gênese.

Brincadeiras e observações à parte, minha maneira de agradecer este trabalho de incalculável importância será mostrar uma imagem do fruto original do trabalho de Kardec, e embora não tenha conseguido uma foto do original de 1857, consegui uma de 1860, então acho que serve :-)



Deixo aqui meu agradecimento e reconhecimento a este que enfrentou, em uma época ainda violenta e primária, o preconceito e o escarnecimento de muitos dos que se achavam com a verdade ou com a autoridade divina em suas mãos e que, com muita humildade e coragem, soube seguir o seu caminho sem enviar em retorno nenhum ato de violência ou denegrimento, servindo assim de exemplo para nós, os que hoje tentamos seguir o seu caminho com Jesus.

Obrigado Kardec.

Paz com todos.


O Livro dos Espíritos - Programa de Rádio ...



O Livro dos Espíritos
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)



Inseminação Artificial e Loucura - Perguntas dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebí recentemente através do nosso formulário "Entre em contato" uma mensagem de uma amiga que nos escreve o que segue abaixo:
"...Obrigada pela sua resposta. Só pude ver agora.
E quanto a inseminação artificial? Um espírito também se encontra em um bebê por inseminação artificial?(Posso tá sendo muito boba,mas sempre achei meio estranho . é algo n natural, e mesmo assim o espírito entra naquele corpo.)
Outro ponto q também sempre achei intrigante são os loucos. Se eles nao tem consciência do que fazem, como é o espírito deles?
Para onde vão?
Desculpa por sempre te incomodar,mas vc sempre me esclarece bastante...."


Segue abaixo resposta que enviei a nossa amiga, para reflexão:

"Prezada ______________, bom dia.

Suas perguntas são bastante interessantes e, por isso mesmo de relevância. Por se tratarem de dois assuntos diferentes vou separar as respostas, para uma melhor compreensão, ok?

1) Inseminação Artificial

Na questão 344 de "o livro dos espíritos" vamos encontrar que a união do espírito ao corpo se inicia na concepção - acho muito interessante a palavra "concepção", porque não quer obrigatoriamente significar "ato sexual" - ao que você deve estar se referindo como "natural".

Quando existe a junção do óvulo com o espermatozóide artificialmente (in-vitro), e dalí surge o embrião, ou zigoto, também existe naquele processo a "concepção" mencionada anteriormente e, por consequencia, um espírito ligado àquele embrião. Veremos entretanto, ainda na mencionada questão, como na 345 e 353, que esta união não é definitiva e que o espírito não estará habitando o corpo até o nascimento propriamente dito, mas que já existe, desde a concepção, um espírito ligado àquele feto.

Desta forma é Lei Natural que todo ser humano vivo, após o nascimento (seja por um minuto ou por muitos anos), tenha um espírito habitando seu corpo. Caso contrário não seria um ser humano, e sim um corpo animalizado (Questão 354).

Nada na criação é sem sentido ou por acaso; assim como Deus não nos daria a capacidade de efetuar determinados procedimentos científicos se não fossem para o bem da humanidade, comrpeende? Veja quantas pessoas que não tinham a capacidade de engravidar naturalmente e que agora dispõem desta oportunidade - é a lei do progresso derrubando as barreiras e as limitações do ser humano.

Um questionamento muito grande se abre hoje em dia quando se fala de embriões, principalmente com o toda a preocupação quando aos embriões utilizados para pesquisas de células tronco; de minha parte acredito que Deus, e seus auxiliares espirituais, não seriam tão "bobos" ao ponto de permitir que um embrião que fosse ser congelado ou dissecado tivesse um espírito ligado a ele - o homem, em sua ânsia de dominador quer discutir coisas que ainda não estão em nosso conhecimento e capacidade, desejando, podemos dizer, duvidar do encaminhamento que a natureza(entenda espiritualidade superior) dá aos fatos que ainda não conhecemos e dominamos. Acho, eu, que é necessário confiar na sabedoria divina e, acredito, não se preocupar com coisas que não estão ainda em nosso nível. (questão 17, 18 e 19 de "o livro dos espíritos").

2) Loucura

Allan Kardec discute este assunto muito sabiamente em "o livro dos espíritos" quastões 371 a 378, e principalmente na questão 375 e 375-a, vale a pena dar uma lida para que possa compreender melhor.

O termo "loucura" que utilizamos em nosso dia-a-dia é muito abrangente em seus significados. Perceba que tanto pode designar problemas cerebrais, mentais ou comportamentais; contínuos ou temporários - como também uma série de outros problemas que o indivídio pode apresentar e que sejam classificados vulgarmente como "loucura".

Precisamos, também, compreender os processo de resgates e as necessidades de expiações que levem a estes estados de alteração das faculdades mentais/cerebrais. existem diversos processos que podemos determinar, no geral, em três grandes grupos: cerebrais, mentais e obsessivos; Cada um tem a sua causa e necessidade de tratamentos específicos; quando bem identificados.

Para a grande maioria dos casos "cerebrais" o espírito encarnado está consciente do que acontece e de tudo ao seu redor, porém não apresenta condições cerebais/fisiológicas de se comunicar com clareza ou de controlar seu corpo. - neste caso o resgate se apresenta em uma limitação corporal que pode ser resultante de um mau uso em existencias passadas, suicídio, utilizãção da inteligência para o mal, etc.

Para os processos "mentais" as faculdades de discernimento e raciocício apresentam algum problema: fobias, síndromes, ansias, transtornos, traumas, etc. Isto faz com que o espírito, mesmo tendo um organismo perfeito e saudável, não consiga interagir com a realidade de forma correta. - Neste caso o resgate se apresenta em um fato gerador subconsciente que é disparado por algum gatilho ou presença em nossa vida atual, trazendo ao nosso consciente todo um processo de desarmonia com nossa condição mental atual; estes processos podem ser resultantes de atos, sentimentos, convivências, ódios, arrependimentos e outros fatores de nossas existencias anteiores que ficaram "guardadas" em nosso subconsciente.

Para os processos "obsessivos" existe a presença de um fator espiritual externo que, normalmente, devido a uma ação persistente de influenciação negativa e a falta de um diagnóstico correto pela família ou profissionais de medicina, culmina no agravamento de seus sintomas e consequente geração de um dos processos acima indicados. (não é de se estranhar que a espiritualidade afirme que mais de 70% dos casos em hospícios e manicômios são frutos de obsessões) - neste caso o processo se dá através da ação da lei de sintonia que une aqueles que se encontram em necessidade de resgate, permitindo que, quado bem assistidos, haja uma libertação dos laços de ódio ou culpa que os prendem.

O que devemos ter sempre em mente é que, em qualquer caso, nós mesmos é que buscamos estes processos; a Lei de causa e efeito é soberana e, no mais das vezes, plantamos as sementes em nosso passado para colher em nosso presente.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo."

Equilíbrio e Saúde do corpo e da mente - Perguntas dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebí recentemente através do nosso formulário "Entre em contato" uma mensagem de uma amiga que nos escreve o que segue abaixo:
"...ola. eu gostaria que me desse algumas dicas para eu me manter o meu corpo e a mente mais equilibrada...
coisas que eu posso fazer para recuperar energia ..."


Segue abaixo a resposta que enviei a nossa amiga, para reflexão:


"Prezada _____________, boa tarde.

Por uma incrível coincidencia este final de semana passado apresentei o tema "cuidar do corpo e do espírito" em duas casas espíritas, uma no domingo à tarde e outra no domingo à noite.

Voce poderá encontrar a palestra para escutar e para download em meu blog ( www.bomespirito.com ) e acredito que ela será bastante útil para você, em sua dúvida.

Nós, os seres humanos, devido aos nossos sentidos mais grosseiros, que não nos permitem observarmos o mundo extra-físico que nos rodeia, temos o grande problema de pensar que somos um corpo físico que, por acaso, tem um espíritoo; e esquecemos que somos realmente espíritos que vestem temporariamente um corpo físico.

Em "o Livro dos espíritos" questões 22-a e 367 vamos ser informados que corpo é o instrumento de que o espírito se serve para interagir com o mundo material, e em "o evangelho segundo o espiritismo" capítulo 17 , ponto 11, encontraremos a informação que corpo e espírito, embora sejam encarados como coisas individuais pelos estudiosos e religiosos, representam um conjunto harmonico que tem como objetivo a evolução do homem.

Digo isso porque se faz necessária a compreensão que apenas estando harmonizados nos dois aspectos estaremos saudáveis, na acepção da palavra.~

Para equilibrar o corpo, que é material, devemos manter uma alimentação saudável (rica em frutas, vegetais, cereais e coisas assim), realizar sempre exercícios físicos (que não sejam exagerados para não deformar o corpo físico e perispiritual) e, principalmente, evitar bebida, fumo, álcool e outras drogas ou substancias nocivas ao nosso organismo pois podem causar dependencia e gerar vícios que nos prejudicarão física e espiritualmente.

É necessário lembrar sempre que qualquer desequilíbrio em nosso corpo, por estarem ligados, refletirá em nosso corpo perispiritual, e poderá inclusive gerar resgates para as encarnações futuras.

Para equilibrar o espírito, que é fluídico, não são necessárias atitudes físicas, mas sim espirituais; então é necessário que oremos sempre (pois a oração nos aproxima de Deus e facilita para o auxílio dos bons espíritos), que vigiemos nossos atos e pensamentos, que participemos de estudos edificantes, passemos a meditar buscando o auto-conhecimento e que, principalmente, pratiquemos a caridade ensinada por Jesus da melhor maneira possível.

É necessário lembrar que cada vez mais que acumulo dentro de mim sentimentos trevosos, pensamentos ruins, tristezas e apegos materiais, estou facilitando o assédio dos espíritos menos evangelizados e juntando energias desequilibradas que, fatalmente, serão descarregadas em meu corpo físico. Por este motivo temos tantas doenças de origem psico-somática.

É sempre bom também lembrar que os desequilíbrios de ordem mental, quer sejam de origem cármica ou de origem obssessiva, também podem causar prejuízos ao corpo físico.

Pelo que pudemos perceber, minha amiga, é muito mais fácil equilibrar o corpo físico que o espiritual, mas como um necessita da interação do outro, o importante é buscar um estado de harmonia constante (ou pelo menos o maior tempo possível - já que ainda somos tão imperfeitos).

Paz contigo."

Cuidar do corpo e do espírito - Palestras em MP3 ...



Cuidar do Corpo e do Espírito
Proferida no Grupo Espírita Obreiros da Caridade - Palmares - PE
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)



Espiritismo e Protestantismo 3 - Comentários dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Ainda referente ao tema em questão recebí recentemente em meu e-mail um comentário bastante interessante de um amigo ex-protestante, hoje espírita, referente a postagem "Espiritismo e protestantismo 2" que nos escreve o que segue abaixo:
"...E o que essa criatura fez com o resto que a doutrina espirita tem? Afinal fé é coisa que Deus nos dá a cada um dependendo da nossa necessidade. Ela foi ser protestante simplesmente porque alguns nao tem fé que ela queria ter ou ver sei lá o que? Eu era de Igreja evangelica por 10 anos e depois vi que faltava muita coisa e hoje sou espirita. E ela o que fara com o que esta sobrando na mente dela, nos seus conhecimentos? E ela tem uma bagagem de leitura grande! Gostaria de falar sobre isso. Obrigado..."

Reproduzo abaixo a resposta enviada, para nossa reflexão:

"Prezado _________________, bom dia.

No meu ponto de vista necessário se faz ter sempre em mente a imensa diversidade dos espíritos que habitam a Terra - planeta de Provas e Expiações - que se apresentam em inúmeros graus de consciencia, evolução e moral.

Esta divergencia tão grande faz com que os homens se associem comunidades por semelhança; quer sejam comunidades familiares, sociais, econômicas, políticas e também religiosas. E estas comunidades representam, de uma forma geral, o pensamento e os valores que estão no íntimo daqueles espíritos que a compõem. E a Lei de sintonia vai gerir as chegadas e partidas para todas estas comunidades, tanto através da reencarnação como também através de escolhas conscientes ou inconscientes do ser encarnado que decide, através do livre arbítrio, aquilo que julga melhor para sí.

Temos então comunidades mais avançadas que outras, mais violentas que outras, mais espiritualizadas que outras, mais educadas que outras, mais equilibradas que outras e etc.

Esquecendo todos os outros fatores e focando apenas no religioso é interessante fazer algumas observações, levando em consideração apenas aqui o Brasil(que nós conhecemos de perto, sem incluir outros países e locais do mundo) onde temos uma sociedade atual, equilibrada, politicamente organizada, tecnologicamente avançada e, mesmo assim, iremos encontrar:

1) Pessoas que não acreditam em religião ou em Deus (que são coisas diferentes);
2) Pessoas que acreditam em forças elementares ou da natureza, rendendo culto a elas através de rituais e meditação;
3) Pessoas que acreditam em antigos deuses "pagãos" e rendem culto a eles;
4) Pessoas que acreditam nos deuses índigenas e ralizam seus rituais e danças ;
5) Pessoas que rendem culto a Entidades Africanas e que praticam seus rituais, sacrifícios e culto; acreditam na continuidade da vida após o desencarne e na comunicabilidade dos espíritos;
6) Pessoas que acreditam em um deus, porém não são de nenhuma corrente tradicional e nem adeptos de igrejas, podendo, ou não, seguir culturas orientais, acreditando, ou não, na imortalidade da alma;
7) Pessoas que acreditam em Deus e o chamam de Alá, seguem Maomé e acreditam na imortalidade da alma;
8) Pessoas que Acreditam em Deus mas não são Cristãs e seguem o Judaismo e acreditam na imortalidade da alma;
9) Pessoas que acreditam em Deus e são Cristãos seguindo a religião Católica Romana ou Ortodoxa, que aceitam mistérios e dogmas católicos mas que não aceitam a reencarnação e acreditam que a comunicação com os espíritos é realizada com "demônios" e acreditam que após o desencarne o espírito continua vivo, porém irão para o céu, inferno ou purgatório;
10) Pessoas que acreditam em Deus e são Cristãos seguindo a religião Protestante que não aceitam os dogmas e mistérios católicos e interpretam a bíblia de forma diferenciada dos católicos, aceitando a fé como único meio de salvação, também não aceitam a reencarnação e acreditam que a comunicação com os espíritos é realizada com "demônios" e acreditam que após o desencarne dormirão até o retorno do Cristo onde os fieis serão arrebatados e os pecadores serão condenados ao inferno;
11) Pessoas que acreditam em Deus e são Cristãos, porém não concordam com as idéias católicas nem com as protestantes e aceitam a reencarnação e acreditam que a comunicação com os espíritos é realizada com aqueles que estavam entre nós e se foram antes de nós. A estes damos "no popular" os nomes de espiritualistas (embora espiritualista seja todo aquele que acredite na imortalidade da alma) e aos que são espiritualistas seguindo os preceitos do Cristo, através dos ensinos de Kardec, damos o nome de Espíritas.

(puxa, cansei...)


Vejamos quantas denominações diferentes (e olha que certamente esquecí muitas) e percebamos que cada uma dela tem seus milhares ou milhões de seguidores e adeptos - que concorda ou sintoniza com as suas crenças e doutrinas.

Deus nos dotou de uma faculdade maravilhosa chamada Livre Arbítrio - que nos permite realizar as escolhas que necessitamos de acordo com o nível em que estejamos. Nenhum destes que se afinam com determinada religião está com a verdade. Ele está com a verdade para ele e naquele ponto, compreende? Isso não quer dizer que eu(ou minha escolha) é a melhor... ela é a melhor PARA MIM naquele ponto em que estou, mas quem sabe depois possa ser outra?

A minha verdade pode ser diferente da do meu irmão, que pode ser diferente da do meu pai, que pode ser dferente de tantas outras... Mas cada um de nós está exatamente onde é necessário e onde se sente confortado e confortável.

Existem pessoas que procuram/recebem uma quantidade imensa de informação e, devido a limitações próprias ou, até simplesmente, por intimamente não concordarem com ela, não a utiliza para formar seu conhecimento.

Existem pessoas que acham mais fácil seguir o caminho que outras traçaram antes e utilizar conceitos pré-estabelecidos.

Como também existem pessoas que não estão dispostas a buscar encaminhamento nenhum agora ou outras que querem, por sí mesmo, descobrir os caminhos para a felicidade.

Por isso é natural que as pessoas mudem de uma faixa para outra, a medida que vão se adaptando mais à esta ou aquela idéia; ou que percebam que as idéias que estão seguindo não são as que elas acreditam realmente e escolham outra opção que mais se sintonize com elas, compreende? Uns chamariam de "evolução" ou "involução", eu chamo apenas de "busca pelo caminho"... e lembro que disse Jesus: "Eu sou o caminho".(este trecho em itálico foi inserido após enviar a resposta ao amigo, espero que ele o leia.)

Acho que era por isso que Jesus dizia "Eu sou o bom pastor... e ainda tenho outras ovelhas que não são deste rebanho...", certamente se referindo a diversidade de conceitos, idéias e religiões que haviam e haveriam após ele; porém um dia seremos "um só rebanho e teremos um só pastor" - e não que isto vá representar que teremos uma única religião no mundo, isso é impossível! Mas que teremos uma crença comum a todas as religiões, baseada no amor e na caridade - ou seja, na mensagem do Cristo.

Enquanto este tempo não chega, vamos nós utilizando de seus ensinamentos para podermos dar a nossa parte de compreensão e colaboração , bem como nos esforçando para aprender cada vez mais a não julgar e respeitar o livre arbítrio do nosso próximo, que é tão necessitado quanto nós próprios de amor e compreensão.

Espero não ter me alongado demais na observação e estou por aqui caso ainda seja necessário.

Paz contigo sempre."

Homossexualidade e Espiritismo - Perguntas dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebí recentemente através do nosso formulário "Entre em contato" uma mensagem de uma amiga que nos escreve o que segue abaixo:
"...Oi Bom dia!!! Preciso de uma ajuda, tenho uma amiga q a pouco tempo descobriu que o filho de 18 anos é homossexual, gostaria que me indicasse algum livro espírita sobre o assunto.... eu particularmente
não li nenhum a não ser o Livro dos Espíritos q esclarece alguma
coisa.... se puder me ajudar vou ficar muito grata... bjim e que Deus
te ilumine sempre!!!..."


Segue abaixo a resposta que encaminhei para nossa amiga, para reflexão:

"Prezada ____________, boa tarde.

A Homossexualidade é um dos processos humanos que mais tem gerado conflitos e desentendimentos entre as pessoas, inclusive da própria família.

Devido a preconceitos históricos e religiosos, agregados profundamente em nossa psique, temos esquecido a maravilhosa oportunidade de auxiliar aos que necessitam de nosso amor e compreensão e, na maioria das vezes, temos encaminhado para o sofrimento e o desvio de conduta ou convivência, atrvés de comportamentos violentos e desrespeitosos, aqueles a quem deveríamos ajudar e encaminhar.

Esquecemos que nosso dever é orientar e auxiliar e não julgar, condenar, prejudicar e preconceituar os nossos irmãos que estejam passando por esta situação de "desarmonia" espírito x corpo físico.

De minha opinião pessoal acredito que tudo foi criado por Deus e tudo tem um objetivo na criação - A homossexualidade inclusive.

Na www.radiobomespirito.com temos três momentos em que este fator é apresentado e esclarecido à luz do espiritismo 1) palestra: João Batista - Homossexualidade na Visão Espírita (seminário de mais de duas horas, contando ainda com perguntas e respostas da audiência - que também pode ser encontrada para download aqui: http://www.bomespirito.com/2009/08/palestras-em-mp3_17.html ) , 2) entrevista: Divaldo Franco - Homossexualidade (o medium responde algumas perguntas sobre o assunto )e 3) entrevista: Francisco Gabilan - homossexualidade (entrevista sobre o tema);

Aproveito o ensejo e envio anexei algum material escrito para que sua amiga possa se aprofundar mais sobre o tema - lembro que neste material (que é o que utilizei para estudar) foi obtido na internet e existem opiniões contra, a favor e indiferentes sobre o assunto - isso porque sempre acho importante verificar todos os aspectos de um tema quando vou trabalhar um assunto.

Espero que sua amiga perceba que este processo em sua família não vem para desagregar o núcleo do lar, mas para que se tenha oportunidade de provar o carinho e o afeto que os une. Faz-se, assim, necessário o entendimento da destinação da Terra como planeta de Provas e Expiações e também a compreensão do tipo de prova/expiação que passamos nela.

Espero ter sido de algum auxílio.

Paz contigo e com eles."

Espiritismo e Protestantismo 2 - Comentários dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebí recentemente em meu e-mail um comentário bastante interessante de uma amiga Protestante, na postagem "Espiritismo e protestantismo" que nos escreve o que segue abaixo:
"...Prezado João Batista,
Fui espírita por 15 anos, tendo atuado como médium psicofônica, palestrante, evangelizadora de infância e juventude e orientadora de ESDE. Então, conheço a D.E. bem, pois li todos os livros do pentateuco kardequiano mais de 2 vezes (o L.E. foram 5) e toda a bibliografia de André Luiz, Emmanuel, Joanna de Angelis, Manoel P. de Miranda, Bezerra de Menezes (encarnado e psicografias), Camilo (Raul Teixeira), Hermínio Miranda, Leon Denis, dentre outros autores. Foram mais de 500 livros espíritas que passaram sob meus olhos naqueles 15 anos.
Hoje sou protestante, muito porque, contrastando os ensinos kardequianos com algumas dessas passagens bíblicas que você recebeu, percebi as incongruências do espiritismo enquanto corpo de doutrina cristã.
Contudo, sei que pessoas piedosas estão entre os espíritas. Mas também sei, hoje, que o caminho da Vida não é religioso e sim de escolha: só chegamos a Deus por Jesus. E no espiritismo tem muito pouco de Jesus e muito dos espíritos. Muito raciocínio e muito pouca fé, que é o que definitivamente faz com que a graça divina seja derramada sobre nós, salvando-nos de nós mesmos.
Em Cristo,
_____________"..."


Infelizmente, como ela não deixou seu email para resposta, respondi o comentário com o que segue abaixo no próprio blog, para que talvez ela possa acompanhar. Reproduzo abaixo para nossa reflexão:

"Prezada _________________, bom dia.

Fico Feliz que tenha encontrado seu caminho em uma religião tão generosa e bem orientada como a doutrina Protestante; certamente, uma vez que é onde você se identifica, este é o melhor caminho para você hoje.

Apenas peço desculpas por não concordar com suas carinhosas palavras no tocante a haver muito pouco Jesus na Doutrina Espírita; acho que isto não corresponde ao real.

É inegável que temos muitos espíritas mais científicos ou filosóficos, mas também temos muito mais espíritas cristãos, se baseando no Evangelho do Cristo. Acredito que talvez o engano esteja nas lideranças que guiam algumas casas.

Não podemos esquecer da questão 625 de O Livro dos Espíritos e de todos os esclarecimentos e orientações que recebemos sobre o Mestre Jesus e sua dedicação a nós nas Obras espíritas basilares e nas complementares.

Acredito, outrossim que, como poderá ver em algumas declarações que fiz no meu blog e em minhas palestras, se seguíssemos os ensinamentos que Jesus nos legou e tivéssemos o amor em nossos corações, nenhum de nós necessitaria de religião alguma. Sei que sem o Cristo nada podemos, nem poderemos, de nós mesmos.

Devemos todos seguir seus divinos ensinamentos. Afinal, o Cristo não fundou religião nenhuma, apenas nos guiou para um comportamento rico em amor, compreensão e perdão, que quando bem seguido, constroi em nosso coração a Paz do Cristo.

Deus te abençoe e guarde.

Paz contigo sempre. "

Câncer e desencarne - Perguntas dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebí recentemente em meu e-mail uma mensagem de uma amiga que nos escreve o que segue abaixo:
"...Bom dia João, estou esta semana com meu padrasto internado desde segunda feira com cancer de próstata e ja se espalhou no corpo todo esta na fase terminal q os médicos estão dizendo. o nome dele ____________________________________________________. eu e minha mãe q ficamos lá com ele. Reversamos como é duro eu ve-lo gritando de dor, mesmo tomando morfina os médicos hj me disseram q acha q ele ainda leva uns 2 dias.Não sei o q posso fazer para ajudá-lo além de estar la com ele todo dia.obrigado..."

Respondi o que segue, e deixo aqui para nossa reflexão:


"Prezada _______________, bom dia.

É sempre muito triste quando acompanhamos o desencarne de alguém querido; mesmo com o conhecimento que a Doutrina nos apresenta, os sentimentos que despertam em nós são naturais e instintivos.

A grande diferença é trabalharmos estes sentimentos de forma nobre e equilibrada, sem deixarmos que sejamos dominados pela dor e pelo desespero - a tristeza, a saudade, a falta são normais. O que devemos é manter o equilíbrio e vibrar de forma positiva para que o desencarnante ou desencarnado não seja prejudicado pelos nossos fluidos.

O câncer se apresenta, na maioria das vezes, como uma doença de origem cármica. É necessidade/resultado de nossos desvios no passado que aflora hoje para que possamos resgatar e nos livrarmos deste débito. Muitos espíritos nos dizem que ele até pode ser evitado, caso realizemos a nossa reforma íntima em tempo hábil e de maneira efetiva e real.

Infelizmente a maioria de nós ainda não consegue vencer seus próprios limites e alimentamos remorsos, raivas, depressões, tristezas profundas que, conscientemente ou inconscientemente, vão tomando nosso espírito e são externadas no corpo físico através desta doença.

Outro ponto a se lamentar é que também, na maioria das vezes, não temos tempo nem interesse de alimentarmos o nosso espírito com esclarecimentos religiosos ou atitudes renovadoras - seja de que religião for - e quando chegamos a momentos como este fica muito difícil aceitar a colheita de nosso plantio, pois não temos a compreensão necessária para entender a "lição" que nos é dada pela vida. E assim, muitas vezes, deixamos o vaso físico sob forte sentimento de revolta e desespero com a vida e com Deus.

Não sei "como" é a pessoa do seu padrasto, no que ele acredita, ou quão consciente ele está... mas, no caso de haver a possibilidade, acho que você poderia fazer algumas leituras para ele, sua mãe e você, de "o evangelho segundo o espiritismo" (mesmo se ele estiver inconsciente - pois certamente o espírito estará por perto); os capítulos 6, 4, 5, 10 e 12 trazem muitas oportunidades de reflexão boas.

Poderia também colocar algumas músicas tranquilas para melhorar o ambiente e não deixar de realizar orações e mentalizações boas; benéficas para o desencarnante.

Acaso você tenha a oportunidade leia o livro "obreiros de vida eterna", capítulos 13, 14 e 15, que apresentam preciosa lição a respeito do processo de desecarne.

Não descuide também da assitencia a sua mãe, principalmente quando do desenlace do seu padrasto. É muito importante para ambos que ela se mantenha o mais equilibrada e consolada possível.

Oremos por ele para que possa ser auxiliado pelos bons amigos espirituais em todo o processo.

Paz contigo."

Células Tronco e Espiritismo - Perguntas dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebí recentemente em meu e-mail uma mensagem de uma amiga que nos escreve o que segue abaixo:
"...Boa noite!
Caro João e Querida Lilian, antes de tudo agradeço os textos, todo dia tenho algo para refletir e tentar evoluir! Sei que nunca mais apareci no Centro fisicamente, mas é bem verdade que meus pensamentos de lá nunca saíram!! Estou em Recife às aulas do Mestrado em __________________, já começaram assim como também minhas atividades em laboratório.. por tal motivo..desde o ano passado quando me preparava pra seleção do mestrado..não me encontro em palmares no domingo a noite...
Estou enviando um texto sobre células-tronco, de Décio Iandoli, que encontrei na internet, e uma parte dos slides de um artigo cientifico que não é meu mas apresentei esses dias..é complexo ver o ponto de vista cientifico de um lado ético-religioso do outro...sinceramente eu to confusa... queria ver de forma mais profunda do ponto de vista do Espiritismo... Vocês têm algum material???
Desde já obg!!!
Paz e Luz!!..."


Respondi o que segue, e deixo aqui para nossa reflexão:


"Olá, garota, há quanto tempo.

O tema "células tronco" é realmente muito controverso e ainda passível de várias opiniões, tanto sociais quanto científicas ou religiosas.

Do ponto de vista do espiritismo temos diversas opiniões que se apresentam por várias lideranças no movimento em que algumas são a favor, outras contra, outras ainda aceitam mas com restrições, alguns abominam como heresia, uns acreditam não haver problemas e assim vai.

Acredito que isto ocorra porque não existe uma opinião "doutrinária" - entenda-se por doutrinária o que está contido na codificação - e nem podia haver, porque há 157 anos nem se pensava em tais acontecimentos; ainda se poderia buscar algum aval nas obras "complementares" - André Luiz e Emmanuel - porém não vamos encontrar explicitamente referências a "embriões" ou "células tronco"; vamos sim encontrar diversas referencias ao "avanço da ciência", a "corpos que são gerados para não receberem espíritos", a "permissão de Deus para o avanço intelectual", sem contar "livre arbítrio" e "evolução".

De minha opinião pessoal não acredito que Deus, em sua infinita sabedoria, iria dar ao homem a capacidade de criar/inventar/descobrir, sem um fim útil e justo - o que ocorre na maioria das vezes é que o homem perverte suas criações e as utiliza para satisfazer seu orgulho e egoismo. Acredito, sim, que Deus permita a descoberta de novas técnicas e avanços científicos de modo a trazer novas perspectivas de cura e alívio dos sofrimentos terrenos. Acaso não fosse assim, a lei do progresso perderia totalmente o sentido.

Também não consigo acreditar que a Suprema Bondade, que nos criou e criou as leis perfeitas do universo, iria fazer a "bobagem" de ligar espíritos reencarnantes a embriões que estão destinados a experimentos científicos - isso seria subestimar muito a sabedoria do universo. E, olhando por outro lado, mesmo caso isso possa acontecer, tenho certeza que se dá por algum motivo justo e sábio, como por exemplo: choques anímicos, retomada de formas para espíritos ovóides, descarte em corpos físicos defeituosos de problemas perispirituais, complemento de resgates, complemento de tempo de encarnação, etc... E assim veremos também um cumprimento da lei de causa e efeito.

Necessário se faz compreender que, apesar de toda a especulação, não temos ainda o aval ou a contradição "oficiais" da espiritualidade. Mais uma vez Deus nos deixa livres para decidir o que fazer e assim utilzarmos a nossa consciencia para adequar as nossas vontades e necessidades às suas leis, ou não.

Este "silencio" dos espíritos mais evangelizados é exatamente o respeito a este nosso direito e dever, bem como necessidade, de pensarmos, pesarmos e tomarmos a decisão que acharmos mais acertada.

Alguns espíritos, como Joanna de Angelis em seu livro "dias gloriosos", apresentam opiniões pessoais/espirituais, porém, por mais "famoso" que seja o médium ou espírito, estas opiniões são apenas isso: pessoais/espirituais.

Acho que o mais correto a se fazer no momento é o estudo de diversos textos e de opiniões diferentes para que possamos formar a nossa própria opinião. A meu ver existem temas que são "discussão de sexo dos anjos" - ou seja, andam muito e~não levam a ponto nenhum.

Acho inclusive que o tempo gasto com discussões desta monta poderia ser muito melhor aproveitado discutindo-se e espalhando-se a boa nova, o evangelho de Cristo; afinal, as Leis Divinas tem cuidado das encarnações e reencarnações, criações e destruições há milhares de anos e, até hoje, não temos notícia de falha ou erro... enquanto que a evolução moral do homem está ainda muito necessitada de "evangelho".

Envio abaixo alguns links para textos relacionados ao assunto com diversas opiniões, acredito que será bastante útil para você.
http://www.ceismael.com.br/tema/celula-tronco.htm
http://www.ceismael.com.br/tema/reproducao-assistida.htm
http://www.apologiaespirita.org/artigos_estudos/embrioes_congelados.htm
http://www.panoramaespirita.com.br/modules/smartsection/item.php?itemid=7952
http://pt.shvoong.com/humanities/philosophy/1805058-c%C3%A9lulas-tronco-espiritismo/
http://www.terraespiritual.locaweb.com.br/espiritismo/artigo1317.html
http://www.ipepe.com.br/biologia.html
http://www.panoramaespirita.com.br/modules/smartsection/makepdf.php?itemid=8009

No mais, espero ter sido de alguma ajuda. Vê se aparece.

Paz contigo."

Chico Xavier em Comentários - Programa de Rádio ...



Comentários sobre Chico Xavier o filme e biografia
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)



Chico Xavier - Materia da revista Istoé...


100 ANOS DE CHICO XAVIER

IstoÉ N° Edição: 2103 26.Fev - 18:29

Chico Xavier superstar - Parte I

O médium de vida simples que se tornou o principal ícone do espiritismo tem seu centenário festejado com grandes produções no cinema, no teatro e na literatura

Eliane Lobato


img.jpg
O FILME
O ator Nelson Xavier na pele de Chico (ao fundo): semelhança impressionante

Uma Minas Gerais agrária e bucólica é o pano de fundo adequado para a história de um menino em constante turbulência interna. Ele ouve vozes e vê pessoas mortas. Tachado de maluco, o garoto, nascido Francisco de Paula Cândido Xavier, sofre muito, especialmente nas mãos de uma madrinha católica que o considera pactuado com o diabo. A história deste menino que virou o maior médium brasileiro está contada no filme "Chico Xavier", de Daniel Filho, que estreia no dia 2 de abril, data em que ele completaria 100 anos, se não tivesse desencarnado, como dizia, oito anos atrás. O fi lme — a que ISTOÉ assistiu em primeira mão (leia quadro) — é o carro-chefe de uma série de produções e homenagens, como lançamentos de livros, fi lmes inspirados em obras psicografadas, selo, exposições e seminários. Até uma novela da Rede Globo, que tem o espiritismo como tema, estreia, coincidentemente, no mês do centenário: "Entre Dois Amores", escrita por Elizabeth Jhin.

img1.jpg
VIDA E OBRA
Chico Xavier na produção de Daniel Filho. E em Uberaba, no meio do povo.

O médium, cultuado em vida, ganha, na comemoração de seus 100 anos, visibilidade de superstar e vira fenômeno de mídia, algo que nunca esteve entre suas pretensões. Se existe mesmo vida após a morte, Chico Xavier deve estar feliz: seu legado ultrapassa, hoje, as barreiras religiosas e ele é reconhecido como o maior líder espiritual que o Brasil já teve. O espantoso alcance da obra de Chico Xavier explica tamanha agitação em torno de seu centenário. Mesmo quem não acredita em reencarnação, respeita este homem que psicografou mais de 400 livros e doou os direitos autorais de todos eles a obras de caridade. Chico Xavier viveu em uma casa humilde e levou vida modesta. É de Nelson Xavier, o ator com impressionante semelhança física com o médium e que o interpreta na fase adulta, a síntese de sua existência: "Ele viveu, efetivamente, o 'amai-vos uns aos outros.'" O ator admite que o filme modificou suas crenças. "Como todo socialista eu também acreditava que o caminho da violência era o único possível, que os privilégios jamais serão abolidos sem confronto. Mas, agora, penso diferente.

img2.jpg
VIDA E OBRA
O ator Ângelo Antônio, o médium quando jovem, e Chico psicografando.

O Chico me mostrou que o caminho do amor é que é o único possível." A pregação do médium é comparada, hoje, à de Buda: mais ligada a uma filosofia de vida do que a uma religião. "A doutrina espírita pregada por Chico Xavier esclarece, conforta e consola", resume o escritor Gérson Monteiro, também diretor da primeira rádio espírita do País, a Rádio Rio de Janeiro, e que vai lançar, este ano, "O que Ensina o Espiritismo" (Mauad). Sua análise coincide com a de Eurípedes Higino dos Reis, 60 anos, fi lho adotivo e herdeiro da patente Chico Xavier. "Meu pai não era procurado só por espíritas. Ao contrário, 70% das pessoas que o procuravam tinham outras religiões", afi rma Reis. A expansão do espiritismo no Brasil está profundamente ligada à fi gura de Chico Xavier, que, para muitos, surgiu para complementar e atualizar os ensinamentos de Allan Kardec, o pai do espiritismo. O fi lão literário foi puxado por ele desde que publicou, aos 22 anos, sua primeira obra, "Parnaso de Além- Túmulo". Hoje, existem no País aproximadamente 100 editoras especializadas e quatro mil títulos no mercado. Ao publicar obras romanceadas, o médium brasileiro cria uma nova forma, calcada mais na emoção, subjetividade e no lirismo, de apresentar a religião às pessoas.

img6.jpg

Antecessores como Kardec e Bezerra de Menezes redigiram, basicamente, livros doutrinários que mais se assemelhavam a tratados de sociologia, um trabalho mais científico e racional. "O romance espírita é um dos legados de Chico", afirma Eduardo Re alefsky, pesquisador de comunicação religiosa da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ. "Kardec foi racional do início ao fim. Já Chico, colocou em prática um vasto conteúdo sentimental." O médium também é responsável por deixar impressa uma nova visão, quase milenarista, do papel do Brasil dentro do desenvolvimento da doutrina espírita. Em um de seus livros, Chico Xavier defende a ideia de que o País seria o principal veículo para a difusão do espiritismo no mundo. "Coincidência ou não, o Brasil é considerado o local onde as ideias das religiões tiveram o maior desenvolvimento, ainda que a maior parte dos espíritas permaneça invisível para o IBGE", diz Re alefsky, referindo-se ao Censo de 2000 que aponta como espíritas apenas 3% da população. Chico Xavier é o autor brasileiro de maior sucesso. Ele já vendeu quase o dobro dos livros de Paulo Coelho, nossa referência de best-seller literário. Seus 458 livros somam aproximadamente 45 milhões de cópias vendidas, segundo Cesar Perri, diretor da Federação Espírita Brasileira. "Somente 'Nosso Lar' tem 2,5 milhões de edições comercializadas em 15 idiomas", afirma.

img7.jpg

Não por acaso, este livro também vai virar fi lme, sob a direção de Wagner de Assis. E, ao contrário do longa de Daniel Filho, será repleto de efeitos especiais, que foram supervisionados por Geoff D. E. Scott, da empresa canadense Intelligent Creatures ("Watchmen" e "Babel", entre outros). "O filme se passa, em grande parte, numa cidade localizada em um outro plano, o espiritual. Este é o maior motivo da grande presença dos efeitos", explica a produtora Eliane Britz. "É importante que o público acredite que as ações estão acontecendo em uma cidade praticamente real. Isso é fundamental para a história", acrescenta ela. A previsão é de estreia em setembro. Outros três fi lmes também serão lançados – "E a Vida Continua", com direção de Paulo Figueiredo, "As Cartas", de Cristiana Grumbach, e "As mães de Chico Xavier", com três assinaturas na direção, Glauber Filho, Joel Pimentel e Halder Gomes – todos baseados em obras psicografas pelo médium. Ao contrário, "Chico Xavier" é o único biográfi co. Grande parte da trama foi fi lmada em Tiradentes, Minas Gerais, onde aconteceram alguns fenômenos. Certo dia, uma forte chuva que caía sobre a cidade só não atingia o set de filmagem.

O médium popularizou a doutrina espírita ao criar obras romanceadas,
mais calcadas na emoção

Quando o diretor finalizou o trabalho e disse "Corta!", a chuva despencou também no local onde artistas e técnicos estavam. "Chamo isso de sincronia de sinais", disse Ângelo Antônio, um dos "Chicos" da produção. Ele se refere não somente a este episódio. O ator conta um outro fato surpreendente. A pedido de sua mãe, que conheceu o médium pessoalmente, ele interpretou um momento em que seu personagem recebia mensagens. A mãe, então, pediu que ele perguntasse ao espírito de Chico como estava a saúde dela. "E eu fui escrevendo. Depois, quando fui ler, era uma receita dizendo que ela deveria consumir fl or de mamão em determinada hora do dia." Ele não sabe por que escreveu aquilo. Mas foi uma indicação certa: "Minha mãe estava com problemas no intestino, embora eu ainda não soubesse", relembra. Para registrar estes fenômenos, a editora LeYa lançará outro livro de Marcel Souto Maior sobre os bastidores da produção."Chico Xavier, a História do Filme de Daniel Filho" chegará às prateleiras também no dia 2 de abril, com tiragem inicial de 50 mil exemplares. "Conversei com o Tony Ramos, que é muito católico, sobre como foi estar no filme que fala do maior líder espírita do País.

Chico Xavier superstar - Parte 2

O médium de vida simples que se tornou o principal ícone do espiritismo tem seu centenário festejado com grandes produções no cinema, no teatro e na literatura

Eliane Lobato

img5.jpg

Chico passou a juventude em Pedro Leopoldo, de onde saiu por se sentir perseguido

Após a exibição do filme para a equipe, ele era um dos que mais se emocionaram", conta Souto Maior. Até personagem de história em quadrinhos o médium será. Com desenhos de Rodolfo Zalla e roteiro de Franco de Rosa, "Chico Xavier em Quadrinhos" (Ediouro) contará a história da vida dele e trará, também, alguns textos psicografados pelo médium. O jeito calmo, humilde e simples dá a Chico Xavier uma aparência de fragilidade. Para conseguir repassar essa característica em seu fi lme, Daniel Filho disse ter pedido aos três atores que o interpretam em seu longa para mergulharem no universo do líder espiritual. "Eles ficaram em Uberaba durante algum tempo. Lá, foram cedidas roupas dele ao Nelson (Xavier) e um perfume ao Ângelo (Antônio). E o garoto (Matheus Costa) não rodou uma cena sem, antes, sentir a essência do perfume que ele usava", conta Daniel Filho. Além de todas as obras culturais que divulgarão o nome de Chico Xavier e a doutrina espírita no Brasil, este ano, uma novela da Rede Globo, "Entre Dois Amores", colocará em confronto a questão da vida após a morte e a ciência. "Tenho grande interesse pelo tema espiritualidade e pensei que podia trazer para a trama inquietações pelas quais todos passamos: De onde viemos? Para onde vamos?", diz a autora do folhetim, Elizabeth Jhin.

img4.jpg
POPULAR
Ele era muito querido pelo público.Nelson Xavier, caracterizado, consola Christiane Torloni, que interpreta
uma mãe que perdeu o filho

Ela vai reproduzir a inquietação natural entre esses dois mundos aparentemente antagonistas defi nitivos, a ciência e a espiritualidade. Superstar também nas artes cênicas, a peça "Além da Vida" já foi vista, em diversas remontagens, por mais de dois milhões de pessoas – e voltará à cena, em abril, no Teatro Corinthians, em São Paulo. O ator e diretor do espetáculo, Renato Prieto, monta peças espíritas há 25 anos pelo Brasil afora e diz ser testemunha da fé leiga nos ensinamentos do médium. "As pessoas vão às minhas peças em busca de respostas: 'De onde eu vim?' 'O que vim fazer aqui?' 'Para onde vou após desencarnar?' E elas saem do teatro com um conceito que as tranquiliza", diz Prieto. A esperança e a possibilidade de paz são os principais motes da obra de Chico Xavier. Uma de suas frases mais recorrentes – que ele dizia ter sido formulada pelo guia espiritual Emmanuel – afirma que "ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo. Mas qualquer um pode recomeçar e fazer um novo fim."

Colaboraram: Adriana Prado, Caio Barretto Briso, Maíra Magro, Rodrigo Cardoso e Francisco Alves Filho

FILME PARA ARREBATAR MULTIDÕES

img3.jpg
INTÉRPRETES
O diretor Daniel Filho entre Nelson Xavier (à esq.) e Ângelo Antônio, que vivem o médium

O filme "Chico Xavier", de Daniel Filho — ao qual ISTOÉ assistiu em primeira mão —, carrega uma extraordinária carga de emoção e deverá levar muita gente às lágrimas. Ainda menino, Chico (Matheus Costa) apanha muito da madrinha Rita (Giulia Gam em aparição relâmpago, mas brilhante), que chega a espetá-lo com um garfo na barriga. Jovem, já na pele de Ângelo Antônio, ele perde um de seus 13 irmãos, justamente o seu "braço direito", vítima de derrame. No enterro, o pai diz, aos gritos, que ele é uma farsa incapaz de salvar alguém. O Chico adulto é interpretado por Nelson Xavier — que mais parece uma materialização do médium. E Christiane Torloni assina uma das cenas mais emocionantes quando sua personagem, Glória, entra no quarto do fi lho que já morreu e, abraçada a uma cama vazia, chora sua dor. Muitos espectadores vão se perguntar como a atriz, que perdeu um fi lho num acidente de carro na vida real, conseguiu encarar o papel. "Ela se concentrou, chorou, reviveu aquilo. Deixou aparecer a dor, deixou passar a realidade. Fico emocionado ao dizer isso porque o filho que ela perdeu era um afi lhado meu. E isso, inclusive, foi o que me deu coragem para fazer o convite", disse Daniel Filho.

Baseado no livro "As Vidas de Chico Xavier", de Marcel Souto Maior, o roteiro não foge das acusações de falsário que também existiram na vida do médium. Numa sessão espírita, uma mulher cospe em Chico Xavier dizendo que a carta que lhe entregara como sendo do filho desencarnado era uma grosseira fraude. Também um ex-assistente e sobrinho do médium, revoltado porque o tio o repreendera por cobrar consultas, dá entrevistas dizendo que as conversas com espíritos eram armação. Por incrível que pareça, um ombro amigo dos mais fiéis, desde a infância, é um padre católico (Pedro Paulo Rangel). No dia em que este padre morre, entretanto, Chico é escorraçado do velório pelo padre substituto (Cássio Gabus Mendes) — que se torna um obstinado pregador contra ele.

Mas nem tudo é tristeza. Também há humor. Como no dia em que o médium decide começar a usar uma ridícula peruca para esconder a calvície ou quando grita tanto dentro de um avião em turbulência que seu guia espiritual aparece para um curioso papo-cabeça. Afinal, não fica bem um médium ter tanto medo de morrer. Ao final, enquanto rolam os créditos, há imagens do próprio Chico relatando o episódio no programa "Pinga-Fogo", da extinta TV Tupi. O elenco conta, ainda, com estrelas como Letícia Sabatella, Giovanna Antonelli, Tony Ramos, Cássia Kiss, Paulo Goulart e Luis Melo.

Ele ainda está presente - Parte I

Como a memória do maior líder espírita do Brasil continua viva nas cidades mineiras onde ele construiu sua obra

Rodrigo Cardoso, de Pedro Leopoldo e Uberaba (MG)

chamada.jpg
NO PAPEL
Mensagem recebida por Celso Afonso atribuída a Chico Xavier

Francisco Cândido Xavier nasceu há 100 anos, em 2 de abril, em Pedro Leopoldo, e morreu oito anos atrás, em Uberaba. Cidades mineiras distintas – mais modesta, a primeira tem 60 mil habitantes, enquanto a outra, distante 510 quilômetros, é seis vezes mais populosa –, elas ostentam o privilégio de preservar viva a memória daquele que é considerado o apóstolo do espiritismo no mundo. Curiosamente, irão celebrar de forma muito diferente o centenário do médium. Em Pedro Leopoldo, de onde saiu por se sentir perseguido, a data será lembrada de forma festiva, com vários eventos. Em Uberaba, a cidade que o acolheu e projetou sua obra, a comemoração será silenciosa e quase envergonhada. O médium deixou sua cidade natal em 1959, aos 49 anos, depois que um sobrinho o acusou, por meio da imprensa, de inventar que psicografava. Aborrecido e perseguido por repórteres que passavam madrugadas na porta de sua casa, ele se cansou de dormir em bancos de praça e partiu, com a roupa do corpo, para o encontro de um amigo em Uberaba. Desde então, Chico visitava Pedro Leopoldo somente três vezes por ano.

img6.jpg
MEMÓRIA
Eurípedes dos Reis, filho adotivo de Chico, transformou a casa dele em museu e livraria

Manteve essa rotina até 1987, quando passou o Réveillon e visitou o asilo da cidade. Na maioria das vezes, além de rever amigos e parentes, ele checava se estava tudo em ordem com a última casa que lhe serviu de residência e ficou abandonada desde sua mudança. O local, hoje, pertence a um grande amigo do religioso, o empresário Geraldo Lemos Neto, 47 anos, que a transformou em um centro de referência sobre a vida do médium, batizada de Casa de Chico. Desde 2006, 50 mil pessoas já visitaram a Casa, que passou por um processo de revitalização, mas ainda preserva quartos, banheiros e cozinha exatamente como Chico os deixou. Estão lá, por exemplo, as bandeiras de Minas Gerais e do Brasil que cobriram o caixão do líder espiritual em seu velório. A joia do local, porém, é o acervo bibliográfico. Neto possui todos os livros publicados pelo amigo (458) – muitos, da primeira edição – e outros 180 títulos escritos sobre o médium. "É pouco explorado, mas Chico tinha uma personalidade muito forte, principalmente quando não faziam suas vontades", lembra o empresário, mostrando a banheira onde o mineiro gostava de se lavar. "Era assim também em relação à doutrina, tanto que se afastou de alguns amigos e centros.

Psicografias inéditas dele serão compiladas para a confecção de novos livros

" Vice-presidente do Centro Luiz Gonzaga, fundado por Chico em 1927, a professora aposentada Célia Diniz, 59 anos, recorda o dia em que ele lhe explicou a mudança repentina de cidade. "Chico disse: 'Saí em busca de um clima mais ameno e porque a minha família não tinha culpa de ter um médium dentro dela. Ela teria a privacidade invadida onde quer que eu estivesse em Pedro Leopoldo'", conta Célia. Da família numerosa – os Xavier eram 14 irmãos, fruto de dois casamentos de João Cândido Xavier –, apenas uma irmã de Chico, Cidália Xavier de Carvalho, 87 anos, está viva. O último dos irmãos do sexo masculino, André Luiz, morreu aos 91 anos, no final do ano passado. O médium não tinha parentes em Uberaba, mas se cercou de pessoas fiéis que respeitavam suas vontades e sua opção por uma vida desprendida de bens materiais. Na cidade mineira, em cada esquina tem alguém sempre disposto a contar um "causo" do líder espiritual. Poucos, porém, tiveram passe livre dentro de sua casa – transformada em museu e livraria pelo seu filho adotivo, Eurípedes Higino dos Reis – e desfrutaram da intimidade do hoje mito religioso. Barbeiro que atendia Chico em seu quarto, aparando-lhe a barba e cortando os cabelos de suas perucas, Belmiro Chagas Neto, 60 anos, solta uma sonora gargalhada ao relembrar a porção espirituosa do amigo. "Certo dia, uma pessoa perguntou a ele se fazia mal criar gato.

img4.jpg
ESPÓLIO
O médium Celso Afonso, um dos mais procurados de Uberaba desde a morte de Chico.

E ouviu: 'Sim, minha filha, para os ratos'", conta Neto, que guarda todos os aparelhos de barbear usados no companheiro de três décadas. O religioso mineiro criava cachorros e gatos em seu quintal. Era comum vê-lo acordar às 6h, depois de varar a madrugada psicografando ou atendendo pessoas, para dar leite aos animais. Às vezes, quem o substituía nessa tarefa era Dinorá Cândida Fabiano. Durante 40 anos, ela foi um misto de cozinheira, enfermeira e massagista. "Todo dia, antes de eu ir embora, ele me dizia para não esquecer de colocar duas, três cadeiras no quarto dele. Acho que era para os espíritos sentarem", conta. Aos 78 anos, Dinorá se emociona ao falar sobre o dia em que seu patrão, já com a saúde debilitada, a visitou no hospital de cadeira de rodas. E diz que "até de pôr o sapato no pé dele" sente falta. "Ele dizia para eu forrar com jornal para não passar frio." Três pares de sapatos de Chico estão expostos no quarto onde ele deu o último suspiro, no dia em que a Seleção Brasileira se tornou pentacampeã do mundo, em 30 de junho de 2002. "Ele perguntou para mim: 'O Brasil ganhou o jogo?' Eu falei que sim e ele comentou: 'Então, o Brasil está feliz. Que bom'", recorda o filho Eurípedes. A amiga do médium, Kátia Maria, que se afastou do trabalho nos últimos três anos da vida de Chico para dedicar-se em tempo integral ao líder espiritual, conta que Ti-Chico, como ela o chama, avisou a todos que partiria no dia em que o País estivesse bem feliz. "Às 19h20, enquanto eu media a temperatura dele, Ti-Chico morreu no meu colo", diz ela, que nunca foi espírita.

img3.jpg
Geraldo Neto, que criou um centro de referência do espírita em Pedro Leopoldo, cidade natal dele

Ele ainda está presente - Parte 2

Como a memória do maior líder espírita do Brasil continua viva nas cidades mineiras onde ele construiu sua obra

Rodrigo Cardoso, de Pedro Leopoldo e Uberaba (MG)

No quarto preservado do médium, uma das atrações do museu, em Uberaba, estão ainda 13 imagens de santos, como São Francisco de Assis, Santa Sara e São João Bosco. Há ainda perucas, boinas, dentaduras e a cadeira de rodas que o acompanhou nos últimos momentos de vida. "Chico nunca pediu para alguém se converter ao espiritismo", conta Célia, do Centro Luiz Gonzaga. "Ele foi o bandeirante da mediunidade. As pessoas atiravam pedras, mas ele seguia desbravando", reforça o empresário Neto, da Casa de Chico. De fato, o mineiro foi julgado e tachado de louco e mentiroso, abriu mão do conforto e conviveu com problemas de saúde desde muito novo, sem reclamar de nada. "Eu o vi gastar dinheiro para transferir uma fazenda, em Goiás, que lhe foi doada por um milionário goiano, para poder entregá-la o quanto antes para os pobres", conta Eurípedes Tahan, 73 anos, seu médico pessoal. "Gostaria de ser sucessor de Chico ou, como muita gente, ser como ele. Mas não dou conta de amar, trabalhar, ter a paciência e a capacidade de perdoar que ele tinha", diz o aposentado Celso de Almeida Afonso. Aos 68 anos – 28 de psicografia –, Afonso se tornou um dos médiuns mais procurados em Uberaba depois da morte de Chico. Apesar de ter psicografado 18 mil mensagens, de acordo com suas contas, ele diz ter preguiça de escrever. Por outro lado, relata ter recebido seis mensagens assinadas pelo maior nome do espiritismo nacional.

img2.jpg

Na "Casa de Chico", em Pedro Leopoldo, estão os 458 livros publicados pelo médium e outros 180 títulos sobre ele

img5.jpg

Treze imagens de santos, perucas, boinas e dentaduras estão entre os objetos expostos no quarto dele em Uberaba

img7.jpg
LAR
A casa onde funcionou o centro espírita do médium, em Uberaba

"Entendo que estou sendo agraciado sem que o não mereça, mas cabe- me saber que sou, o que fiz e o que pretendo ainda realiza…", diz um trecho da última,segundo ele, ditada por Chico Xavier, em meados de dezembro passado. Outro médium de Uberaba e antigo frequentador do Grupo Espírita da Prece, fundado por Chico em 1975, Carlos Baccelli, foi mais ousado. Ele publicou três livros com mensagens de Chico psicografadas, segundo afirma, por ele. "Eu sou um médium resolvido. Eu esperava, sim, receber mensagens do Chico. Esses 25 anos de convivência tornaram fácil essa sintonia. Tem de haver algum grau de afinidade entre o médium e o espírito", afirma ele, com 120 livros no currículo e autor do recémlançado "100 Anos de Chico Xavier – Fenômeno Humano e Mediúnico". Eurípedes, o filho de Chico, refuta a ideia de que seu pai tenha feito contato com Afonso, Baccelli ou qualquer outra pessoa, argumentando que o pai teria deixado um código para ele, a amiga Kátia Maria e o médico Tahan poderem identificar um recado autêntico (leia quadro). É Eurípedes quem administra o museu, a livraria e o Grupo da Prece e Assistência Chico Xavier, que oferece jantar para pessoas carentes e distribui enxovais para gestantes.

img.jpg
TESOURA E NAVALHA
Belmiro Neto, barbeiro de Chico: ele aparava as perucas do amigo de 30 anos

Também estão em seu poder psicografias inéditas do pai, que serão compiladas para a confecção de meia dúzia de novos livros. No dia seguinte ao aniversário do pai, Eurípedes fará um bolo de 160 quilos para ser distribuído para quem visitar o museu. "Meu pai consolava as mães que perderam seus filhos, dizendo para elas distribuírem um bolo no aniversário deles, pois seria a melhor maneira de homenageá-los", conta. "Faço isso todo ano, como ele ensinou, porque a saudade do meu pai é grande." Ainda não está programado nenhum outro evento em comemoração ao centenário daquele que colocou Uberaba em destaque no mapa mundial. Os uberabenses costumam comentar que a morte de Chico teve o impacto da perda de uma indústria. A movimentação na cidade tem aumentado, como contam os comerciantes. Nada comparável à época em que Chico reinava diante de um séquito, entre presidentes da República, artistas e empresários, que toda semana o visitavam e contribuíam para o PIB de Uberaba. "Nossa cidade é, da parte da classe política, muito ingrata com Chico", reclama o médium Baccelli. "Ele desencarnou há quase oito anos e não há uma rua ou praça com seu nome. E a única ação pública, o memorial Chico Xavier, é uma novela que já dura quatro anos.

Ao contrário de Pedro Leopoldo, em Uberaba não há uma rua ou praça que homenageiem o médium

" Em Pedro Leopoldo o cenário é outro. A começar pela existência da Fundação Cultural Chico Xavier, que tem por objetivo promover a vida e a obra do médium. Mais: por meio de uma votação, a população elegeu os locais tidos como obrigatórios para os visitantes que pretendem saber um pouco mais sobre o religioso. Assim, viraram pontos turísticos a casa onde Chico nasceu e hoje abriga o Centro Luiz Gonzaga, a construção onde viveu, atualmente Casa de Chico, a Fazenda Modelo, endereço de seu antigo trabalho, o açude, próximo do qual ele teve o primeiro contato com Emmanuel, seu maior guia espiritual, o centro espírita Meimei, fundado por Chico, e a praça Chico Xavier. Entre 30 de junho e 10 de julho, Pedro Leopoldo será a sede da 8a. Semana Espírita Chico Xavier e palco de apresentações teatrais e ciclo de palestras. Em junho também será lançada a primeira biografia do maior médium do Brasil escrita por um cidadão pedro-leopoldense. O autor, o psicólogo e professor de educação física John Harley Madureira Marques, conviveu com Chico por 21 anos e está há dois trabalhando na obra, cujo título é mantido em segredo. Fazia tempo que Chico Xavier não ficava tão próximo das pessoas que o viram crescer e triunfar na missão a que ele se propôs. Não precisa ser nenhum médium para sentir sua presença em Minas Gerais.

O CÓDIGO XAVIER

img1.jpg
AMIGO
O médico Eurípedes Tahan, um dos três que conhecem a senha


É de esperar que quem dedicou a vida a ser porta-voz dos espíritos mantenha alguma comunicação com os vivos depois de morto. Desde o falecimento de Chico Xavier, há quase oito anos, inúmeros médiuns apareceram dizendo-se receptores de mensagens enviadas por ele. Para driblar os aproveitadores, Chico combinou um código secreto com as três pessoas mais próximas dele – o filho adotivo, Eurípedes Higino dos Reis, o médico particular, Eurípedes Tahan Vieira, e Kátia Maria, grande amiga e acompanhante dele até a morte. Quando, e se houver comunicação, a mensagem será recebida por algum médium e conterá três informações. Os três continuam esperando. "Infelizmente, até hoje, nenhuma era dele", diz o filho.



Novo Trailer oficial de Nosso Lar - o filme ...


Pessoal, bom dia!

Este filme que é baseado no livro "Nosso Lar" do espírito André Luiz (pode ser encontrado em www.biblioteca.radiobomespirito.com) estará nas telas em setembro.

A adaptação está espetacular e, como poderemos ver no trailer abaixo, bastante fiel ao original. Certamente muita coisa foi inspirada nos desenhos de Heigorina Cunha, que juntamente com Chico Xavier e André Luiz, escreveu o livro "Cidade no Além", desenhando alguns detalhes da cidade espiritual.

Apreciem no trailer abaixo as imagens, que certamente ficarão em nossas memórias, e nos incentivarão para comparecermos as salas de cinema logo, logo.




Maiores detalhes e informações em
www.nossolarofilme.com.br

Paz com todos

João

Mensagens em imagens...



"todas as vezes que fizestes isso a um destes mais pequenos,
foi a mim que o fizestes!"
(Mateus 25,40)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...