Ateísmo e Espiritismo - Comentários dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebí recentemente através de um comentário em nosso blog o texto abaixo exposto:
"...Se a doutrina espírita e, de resto, todas as religiões são verdadeiras, o que já é uma contradição por si mesma, por que 93% dos cientistas da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos não acreditam nessas coisas? Eles não acreditam nos Deuses, nem nos espíritos, ou na alma, nem em qualquer divindade e muito menos nos céus. Será que eles são estúpidos e todos os religiosos é que estão certos? Curiosamente, todos os milhares de instrumentos tecnológicos utilizados pelos reliogiosos, inclusive aqueles usados para propagar sua fé,foram feitos graças ao trabalho de milhares de cientistas. Em _______________ meus personagens fazem muitas perguntas: Deus existe ou Ele é uma invenção de homens primitivos conservada pelo homem moderno por razões de conveniência? Se o Universo é Eterno por que precisaríamos de um Criador? Os livros santos de todos os credos são a fonte da verdade ou eles são mitologias, lendas e fábulas milenares? As religiões são superstições mais elaboradas? Será que todos os livros ateístas estão errados: o Deus Não É Grande, o Aprender a Viver, Carta a Uma Nação Cristã, Tratado de Ateologia, Por Que Não Sou Cristão, Deus, um Delírio e outros? ....."

Infelizmente o Prezado amigo não enviou o seu email para que eu pudesse responder diretamente para ele, entretanto coloco a resposta aqui no blog, na esperança que ele retorne a acessar e possa lê-la. Segue para nossa reflexão:

"Prezado Amigo, bom dia.

De minha parte nada posso responder sobre a crença ou descrença dos destacados cientistas, bem como nada sei no tocante a sua sabedoria ou estupidez... bem como nada posso declarar quanto ao conteúdo dos citados livros, uma vez que nunca os lí e que apenas conheco o ateísmo, bem como a doutrina materialista, de pequenos estudos e poucas referencias.

Desta forma acho que seria imprudente de minha parte executar qualquer afirmação sobre estes pontos, uma vez que nada conheço dos mesmos.

Acredito, entretanto, que posso me colocar quanto a minha crença e aos meus conceitos, referenciando paralelamente o assunto em questão, para ao menos tentar expressar minha opinião, uma vez que o amigo a solicitou.

A Doutrina Espírita não tem a pretensão de ser a expressão da verdade, nem a intenção de desprestigiar as outras religiões, pois entende que todas as religiões são meios de buscar a Divindade Superior, criadora do universo, como pode ser lido na questão 842 de "O Livro dos Espíritos"; defendendo inclusive que a religião não é o caminho obrigatório para o crescimento interior, esclarecendo que existem pessoas que não aceitam a religião ou que não acreditam em Deus e que são, por suas próprias qualidades, exemplos de bondade e fraternidade - "Fora da caridade não há salvação" e Mateus 25:34-40.

De minha experiencia pessoal já encontrei pessoas que se declaravam atéias em diversas situações: Não acreditavam no Deus pregado pelas religiões mas tinham um conceito próprio de divindade; não aceitavam Deus mas tinham a certeza de uma energia criadora; Não aceitavam o Deus das igrejas mas acreditavam em uma força maior que rege o universo; Não acreditavam em Deus mas não descartavam o jogo de energias positivo/negativo; e tantos outros que já perdí a conta. E o que sempre percebí foi que no fundo todos trazemos a intuição empírica que existe algo "maior" que nós mesmos.

O Eminente psicólogo Karl Gustav Jung afirmou em seus estudos que " a busca pelo transcedental faz parte dos aspectos primordiais da psique humana" e dentro de "o Livro dos Espíritos" questões 221 e 221a encontramos orientações bastante similares; Evidenciando há 153 anos o que a ciência vem descobrindo hoje. A saber: bioenergia, gene de Deus, mapeamento de áreas do cérebro que estão diretamente ligados ao sentido de religiosidade (que é diferente de religião), etc. Certamente estes processos de aquisição de conhecimento necessitam de dedicação e inteligência que, demonstram por sí só, a lei do progresso em franco andamento.

Estas descobertas vêm, certamente, de homens de grande sabedoria e conhecimento que, como todos nós, tem livre-arbítrio para escolher o que mais se assemelha às suas tendências: sociais, políticas, educacionais, sexuais e, por consequência, religiosas. Não sendo de se estranhar que muitos deles escolham o caminho da ciência "cega", à qual Albert Einstein se referia quando proferiu a sábia frase "A ciência sem a religião é manca; a religião sem a ciência é cega".

Compreendendo que tanto um extremo - o da ciência cega - quanto o outro - o da Fé Cega - são prejudiciais ao desenvolvimento humano, pois limitam as descobertas e os conhecimentos ao que se entende pela "verdade", a Doutrina Espírita traz em sua sólida base um tríplice aspecto que se complementa entre sí: Ciência, Filosofia e Religião. Caso deseje maiores esclarecimentos sobre este ponto leia os pontos 8 e 10 do capítulo 1 de "o Evangelho Segundo o Espiritismo" ou a Introdução de "O Livro dos Espíritos" ou ainda o capítulo 2 de "O Livro dos Médiuns".

Para que compreendamos a necessidade do processo de integração entre ciência e religião vou apenas dar um exemplo: O big-bang - teoria científica que remonta até há cerca de 15 bilhoes de anos atrás e que deu origem ao universo - é perfeitamente aceitável e provável nos aspectos científicos; porém resta a pergunta "o que existia antes da explosão"? ou seja "quem acendeu o pavio da bomba"? e aí, de um modo totalmente sintético e apenas para exemplificar aqui, vem a afirmação de Gênesis 1:3 " Disse Deus: Haja Luz. E houve luz." - informação totalmente corroborada pelos espíritos da codificação em "o Livro dos Espíritos" questão 38.

Levando em conta ainda a teoria materialista - que fomos criados por obra do acaso - e que não existe um ser criador responsável pela organização de, somente no corpo humano cerca de 75.000.000.000 (75 trilhões de células) divididas em mais de 130 tipos e funções; podemos fazer uma analogia com o nosso relógio de pulso, vejamos: Em um relógio de pulso existem algumas dezenas de peças, segundo a teoria materialista equivaleria afirmar que em uma fábrica de relógios aconteceu uma explosão (grande, por sinal) e que nesta explosão tudo que havia na fábrica foi jogado, sacudido, espalhado, chacoalhado e que, depois que passou a explosão e baixou a fumaça, vindo do acaso, estaria o relógio lá: montado e funcionando perfeitamente... (eu acho complicado acreditar nisso, mas há quem acredite).

Pensando ainda em outro aspecto, talvez estes 93% dos cientistas da citada academia, que fazem parte dos 2,35% de ateus existentes na população em nosso planeta, estejam no estágio que mais se sintonize com eles em seu caminho evolutivo atual; porém estão em grande desarmonia com os outros 97,65% da humanidade que tem alguma crença em alguma entidade divina (como pode ser facilmente encontrado aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/Principais_grupos_religiosos); e pensando assim, utilizando a estatística e a ciência, em um âmbito geral, talvez a opinião destas pessoas não seja tão significativa assim.

Eu, porém, respeito e admiro todas as posições individuais ou de grupos religiosos ou não-religiosos, pois compreendo que este seja o nível consciencial de cada indivíduo e que não cabe a mim, imperfeito como sou, indicar o caminho que este ou esta deva seguir. Cada um de nós é dotado de uma consciência e de um livre-arbítrio que nos orienta em nossas decisões e passos, não devendo os que não concordam conosco nos julgar ou condenar (Mateus 7:1-5).

Aos que comungam das mesmas inclinações religiosas que eu, busco dividir conhecimentos e agregar informações para que estejamos cada vez mais esclarecidos no caminho que escolhemos; aos que comungam de outras opiniões desejo o melhor sucesso em seus caminhos; pois sei que no final apenas um sairá vitorioso: Jesus - nenhuma de minhas ovelhas se perderá (João 18:9).

Acredito firmemente que cada um de nós encontrará em suas buscas apenas o que está predisposto a aceitar; como diz o dito popular "cada um enxerga o que quer ver" e, por isso mesmo, não discuto opiniões ou religião com ninguém. Acho que cada um está onde é melhor para ele naquele momento.

Por fim peço que compreenda que minhas opiniões expressas aqui são baseadas em meus princípios e crenças pessoais; tanto quanto as perguntas que seus personagens fazem em seu livro e que são respondidas pelo próprio autor - evidenciando assim o caráter que melhor lhe aprouver - por este motivo, peço desculpas pelo aspecto tendencioso de minhas palavras

Paz contigo

João"

4 comentários:

Anônimo disse...

Só a uma religião e esta religião é obedecer todas as palavras de Deus que esta escritas no livro da vida que é a Bíblia Sagrada e todos aqueles que nega as palavras de Deus pois este tal não é dele mas é do diabo e seus demônios poque ele é rebelde enganador mentiroso é o trabalho dos demônios aqui na terra mas Deus veio trazer luz conhecimento que conduz a salvação a vida eterna e a ressurreição você que acredita em Deus deve saber que foi isto que Jesus Cristo sempre anunciou aqui na terra e umas das palavras de Deus para nossas vidas está escrita em Deuteronômio 18;10 ao 12 Não haja no teu meio quem faça passar pelo fogo o filho ou a filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiros, nem encantador, nem necromante, nem magico nem quem consunta os mortos o Senhor abomina todos aqueles que faz essas coisas.
Você que esta lendo estas palavras se você realmente crê em Deus ouve estas palavras de Deus e as colocas em praticas mas isto é só para quem crê em Deus seja uma pessoa sabia inteligente não deixa o diabo enganar vocês analisa as praticas da sua religião se esta batendo com as palavras de Deus só a dois caminhos quero que você faça sua escolha com sabedoria que o amor de Deus Pai e a Graça Salvadora de Jesus Cristo e a doce comunião consoladora do Espirito Santo esteja na sua vida amém.

Rodrigo disse...

O que tem um inicio tem um fim. Se o universo tivesse sido "criado", ele seria impermanente e quem o criou seria algo que sempre existiu. Porem, antes de criar o universo, qual era a função do Criador? Ele ficou em estado dormente ate resolver criar o universo? Nao seria mais aceitavel dizer que o universo nunca foi criado e sempre existiu e que o Deus como entidade separada e individual nao existe? Sera que o "vós sois Deuses" que Jesus diz na biblia nao significaria que somos uma gota d'agua (consciencia) buscando se unir ao mar? Sao apenas reflexões.

Anônimo disse...

OLÁ VAMOS VIBRAR MUITO POR LEONIDAS AUGUSTO CABRAL 68 ANOS RUA CRISTOVAO COLOMBO GONÇALVES 97- CIDADE DUTRA SE POSSIVEL VAMOS FAZER UMA ENORME CORRENTE ESSA PESSOA ESTA NO SITE DA IGREJA SIRIAN ORTODOXA DE SAO JORGE E SAO JUDAS E DIZEM QUE ESTA SOB FORTE DOMINIO DO "DEMONIO"VIBREMOS POR ELE PARA ELE SENTIR O AMOR E PODER ABSOLUTO DE DEUS SOBRE AS TREVAS.PASSEM PARA TODOS OS ESPIRITAS QUE CONHECEM PARA VIBRAÇAO.

As Muitas Vidas ... disse...

Revelando as Religiões
As religiões são apenas superstições mais elaboradas. Mais elaboradas porque ao longo de sua formação seus criadores foram incorporando seus rituais, suas narrativas, primeiro orais, depois escritas, forjaram seus livros, sua doutrina, teologia, sua literatura, etc. As crenças foram perpetuadas através da doutrinação, repetição, usos, costumes e tradições.
Assis Utsch

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...