Espiritismo e Protestantismo 3 - Comentários dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Ainda referente ao tema em questão recebí recentemente em meu e-mail um comentário bastante interessante de um amigo ex-protestante, hoje espírita, referente a postagem "Espiritismo e protestantismo 2" que nos escreve o que segue abaixo:
"...E o que essa criatura fez com o resto que a doutrina espirita tem? Afinal fé é coisa que Deus nos dá a cada um dependendo da nossa necessidade. Ela foi ser protestante simplesmente porque alguns nao tem fé que ela queria ter ou ver sei lá o que? Eu era de Igreja evangelica por 10 anos e depois vi que faltava muita coisa e hoje sou espirita. E ela o que fara com o que esta sobrando na mente dela, nos seus conhecimentos? E ela tem uma bagagem de leitura grande! Gostaria de falar sobre isso. Obrigado..."

Reproduzo abaixo a resposta enviada, para nossa reflexão:

"Prezado _________________, bom dia.

No meu ponto de vista necessário se faz ter sempre em mente a imensa diversidade dos espíritos que habitam a Terra - planeta de Provas e Expiações - que se apresentam em inúmeros graus de consciencia, evolução e moral.

Esta divergencia tão grande faz com que os homens se associem comunidades por semelhança; quer sejam comunidades familiares, sociais, econômicas, políticas e também religiosas. E estas comunidades representam, de uma forma geral, o pensamento e os valores que estão no íntimo daqueles espíritos que a compõem. E a Lei de sintonia vai gerir as chegadas e partidas para todas estas comunidades, tanto através da reencarnação como também através de escolhas conscientes ou inconscientes do ser encarnado que decide, através do livre arbítrio, aquilo que julga melhor para sí.

Temos então comunidades mais avançadas que outras, mais violentas que outras, mais espiritualizadas que outras, mais educadas que outras, mais equilibradas que outras e etc.

Esquecendo todos os outros fatores e focando apenas no religioso é interessante fazer algumas observações, levando em consideração apenas aqui o Brasil(que nós conhecemos de perto, sem incluir outros países e locais do mundo) onde temos uma sociedade atual, equilibrada, politicamente organizada, tecnologicamente avançada e, mesmo assim, iremos encontrar:

1) Pessoas que não acreditam em religião ou em Deus (que são coisas diferentes);
2) Pessoas que acreditam em forças elementares ou da natureza, rendendo culto a elas através de rituais e meditação;
3) Pessoas que acreditam em antigos deuses "pagãos" e rendem culto a eles;
4) Pessoas que acreditam nos deuses índigenas e ralizam seus rituais e danças ;
5) Pessoas que rendem culto a Entidades Africanas e que praticam seus rituais, sacrifícios e culto; acreditam na continuidade da vida após o desencarne e na comunicabilidade dos espíritos;
6) Pessoas que acreditam em um deus, porém não são de nenhuma corrente tradicional e nem adeptos de igrejas, podendo, ou não, seguir culturas orientais, acreditando, ou não, na imortalidade da alma;
7) Pessoas que acreditam em Deus e o chamam de Alá, seguem Maomé e acreditam na imortalidade da alma;
8) Pessoas que Acreditam em Deus mas não são Cristãs e seguem o Judaismo e acreditam na imortalidade da alma;
9) Pessoas que acreditam em Deus e são Cristãos seguindo a religião Católica Romana ou Ortodoxa, que aceitam mistérios e dogmas católicos mas que não aceitam a reencarnação e acreditam que a comunicação com os espíritos é realizada com "demônios" e acreditam que após o desencarne o espírito continua vivo, porém irão para o céu, inferno ou purgatório;
10) Pessoas que acreditam em Deus e são Cristãos seguindo a religião Protestante que não aceitam os dogmas e mistérios católicos e interpretam a bíblia de forma diferenciada dos católicos, aceitando a fé como único meio de salvação, também não aceitam a reencarnação e acreditam que a comunicação com os espíritos é realizada com "demônios" e acreditam que após o desencarne dormirão até o retorno do Cristo onde os fieis serão arrebatados e os pecadores serão condenados ao inferno;
11) Pessoas que acreditam em Deus e são Cristãos, porém não concordam com as idéias católicas nem com as protestantes e aceitam a reencarnação e acreditam que a comunicação com os espíritos é realizada com aqueles que estavam entre nós e se foram antes de nós. A estes damos "no popular" os nomes de espiritualistas (embora espiritualista seja todo aquele que acredite na imortalidade da alma) e aos que são espiritualistas seguindo os preceitos do Cristo, através dos ensinos de Kardec, damos o nome de Espíritas.

(puxa, cansei...)


Vejamos quantas denominações diferentes (e olha que certamente esquecí muitas) e percebamos que cada uma dela tem seus milhares ou milhões de seguidores e adeptos - que concorda ou sintoniza com as suas crenças e doutrinas.

Deus nos dotou de uma faculdade maravilhosa chamada Livre Arbítrio - que nos permite realizar as escolhas que necessitamos de acordo com o nível em que estejamos. Nenhum destes que se afinam com determinada religião está com a verdade. Ele está com a verdade para ele e naquele ponto, compreende? Isso não quer dizer que eu(ou minha escolha) é a melhor... ela é a melhor PARA MIM naquele ponto em que estou, mas quem sabe depois possa ser outra?

A minha verdade pode ser diferente da do meu irmão, que pode ser diferente da do meu pai, que pode ser dferente de tantas outras... Mas cada um de nós está exatamente onde é necessário e onde se sente confortado e confortável.

Existem pessoas que procuram/recebem uma quantidade imensa de informação e, devido a limitações próprias ou, até simplesmente, por intimamente não concordarem com ela, não a utiliza para formar seu conhecimento.

Existem pessoas que acham mais fácil seguir o caminho que outras traçaram antes e utilizar conceitos pré-estabelecidos.

Como também existem pessoas que não estão dispostas a buscar encaminhamento nenhum agora ou outras que querem, por sí mesmo, descobrir os caminhos para a felicidade.

Por isso é natural que as pessoas mudem de uma faixa para outra, a medida que vão se adaptando mais à esta ou aquela idéia; ou que percebam que as idéias que estão seguindo não são as que elas acreditam realmente e escolham outra opção que mais se sintonize com elas, compreende? Uns chamariam de "evolução" ou "involução", eu chamo apenas de "busca pelo caminho"... e lembro que disse Jesus: "Eu sou o caminho".(este trecho em itálico foi inserido após enviar a resposta ao amigo, espero que ele o leia.)

Acho que era por isso que Jesus dizia "Eu sou o bom pastor... e ainda tenho outras ovelhas que não são deste rebanho...", certamente se referindo a diversidade de conceitos, idéias e religiões que haviam e haveriam após ele; porém um dia seremos "um só rebanho e teremos um só pastor" - e não que isto vá representar que teremos uma única religião no mundo, isso é impossível! Mas que teremos uma crença comum a todas as religiões, baseada no amor e na caridade - ou seja, na mensagem do Cristo.

Enquanto este tempo não chega, vamos nós utilizando de seus ensinamentos para podermos dar a nossa parte de compreensão e colaboração , bem como nos esforçando para aprender cada vez mais a não julgar e respeitar o livre arbítrio do nosso próximo, que é tão necessitado quanto nós próprios de amor e compreensão.

Espero não ter me alongado demais na observação e estou por aqui caso ainda seja necessário.

Paz contigo sempre."

Um comentário:

Socorro Melo disse...

Texto maravilhoso, resposta muito sábia.

Grande baraço

Socorro Melo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...