Plásticas e perispírito - Perguntas dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebí recentemente através do nosso formulário "Entre em contato" uma mensagem de uma amiga que nos escreve o que segue abaixo:
"...Querido João, sabendo que qualquer alteração no corpo material pode acarretar modificações no corpo perispiritual, eu gostaria que você comentasse sobre as consequências espirituais da cirurgia plástica estética. Abraços....."

Segue abaixo resposta que enviei a nossa amiga, para reflexão:

"Prezada ________________, boa tarde.

O corpo espiritual, devido ao material fluidico do qual é composto, apresenta uma plasticidade enorme e pode ser influenciado por modificações gerada no corpo físico mas também por sentimentos, pensamentos, instintos e idéias fixas que tenhamos enquanto encarnados ou desencarnados. A literatura do espírito André Luiz relata casos muito interessantes, inclusive no livro "libertação" é demonstrado um ótimo exemplo de licantropia(wikipedia: No folclore, licantropia é a capacidade ou maldição caída sobre um homem que se transforma em um lobo. Em psiquiatria, é um distúrbio onde o indivíduo pensa ser ou ter sido transformado em qualquer animal.)


No meu entender, ainda muito falho, acredito que Deus nada permite sem um sentido justo e bom. Por este emotivo aceito as descobertas da ciência como parte do processo evolutivo do homem que, um dia, vencerá o egoismo e partilhará com todos os benefícios que suas descobertas podem trazer.

O avanço das pesquisas e técnicas cirúrgicas tem trazido imensos benefícios a humanidade, permitindo que sejam sanados diversos problemas que antes seriam vistos como maldição ou ira de Deus.

Entendo a sua colocação no tocante a cirurgia plástica estética - quando vem de sentimento de vaidade e orgulho; porém, acredito, deva ser exaltado antes as capacidades restauradoras de problemas físicos que podem hoje encontrar seu fim, ou melhoria, graças ao avanço das cirurgias plásticas. exemplos: lábios leporinos, espinas bífidas, deformações faciais, gêmeos siameses, ajustes após reduçoes de estômago, etc.


Em meu ponto de vista muitos procedimentos estão transformando a vida de pessoas para melhor, dando mais segurança, melhor qualidade de vida, aumentando a auto-estima, estimulando o crescimento interior e coisas assim; e, acho profundamente, que este é o papel de tudo no mundo: promover o crescimento do homem através de experiencias ruins e boas também.

Acredito que, como nos é esclarecido no LE, tudo está mais na intenção daquele que faz do que no ato em sí. A técnica cirúrgica é isenta de qualquer intenção... o erro está em quem deseja a "melhoria" e para quê; bem como em quem realiza por dinheiro e interesses.

Por outro lado, conforme sua observação, a cirurgia que tem por objetivos motivações egoistas, desequilibrantes, sexuais, vaidosas, e etc, podem e, muito provavelmente, irão trazer ao corpo espiritual deformações pertinentes ao tipo de modificação realizada no corpo. mas, diferente do que se possa imaginar, não porque o corpo tenha sido alterado ou retalhado; pois assim estas modificações (que quase sempre são para uma beleza idealizada e estereotipada) refletiriam belos espíritos dotados de corpos espirituais perfeitos.

O que normalmente ocorre é exatamente o contrário: o corpo espiritual passa a apresentar deformações referentes a aquele que é o alvo das preocupações do espírito encarnado. Crescimento exagerado de determinados órgãos, aspectos repugnantes de pele ou partes do corpo, deformações anatômicas em determinadas partes do corpo e coisas assim.


Pessoas preocupadas exageradamente com a beleza podem ser portadoras de um perisipírito bastante depreciado em sua estética, revelando o real aspecto do espírito que alí habita, apenas preocupado com o material (que é perecível) e esquecido dos valores espirituais.

Estas deformações sempre estão ligadas diretamente ao aspecto psíquico do espírito e chegam, muitas vezes, a necessitar o reencarne do espírito para deixar estas deformações em um corpo físico (que pode viver muito ou pouco) e livrar o espírito daquele resgate para uma próxima reencarnação.

Necessário lembrar que pequenas cirurgias estéticas de forma a nos dar uma maior satisfação conosco e, assim, nos incentivar a viver de forma melhor e mais feliz não deverão ser alvo deste tipo de resgate, apenas aqueles que fazem da beleza uma idéia fixa e uma preocupação maior em seus pensamentos é que, provavelmente, necessitarão passar por algumas experiências restauradoras.

Temos, nos âmbitos sociais mais altos e nas estrelas televisivas, inúmeros exemplos do que relato aqui, sendo um dos mais estridentes o do cantor Michael Jackson, que desencarnou recentemente, e que durante a sua encarnação passou por uma transformação radical de seu corpo, terminando por uma deformação já em vida.


Buscar o nosso bem estar não é errado, errado é viver para isto, esquecendo dos outros valores que temos na vida.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo."

Um comentário:

Socorro Melo disse...

Oi, João!

Apesar de não ter o conhecimento que você tem, penso exatamente dessa forma, o que vai deformar o corpo espiritual é a verdadeira intenção, os vícios, e não o procedimento cirúrgico. E penso que a Ciência é um dom de Deus para nos ajudar, sendo, portanto, lícito que nos submetamos a algum procedimento conforme citado, sem que estejamos cometendo qualquer imprudência.

Socorro Melo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...