Preconceito na Casa Espírita - Perguntas dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebí recentemente através do nosso formulário "Entre em contato" uma mensagem de uma amiga trabalhadora espírita que nos faz as perguntas abaixo:
"...pintei meu cabelo de com cores diferentes por isso me ameaçaram de me tirar do trabaho da casa espirita na qua sou recepcionista e evangelizadora fiquei muito decepcionada qual sua opiniao me calei ouvindo suas opinioes mas me senti tolhida em meu livre arbitrio..."

Segfue abaixo a resposta que enviei a nossa amiga, para nossa reflexão:

"Prezada ____________, bom dia.


Este fato que você relata é, infelizmente, mais comum do que se possa imaginar.

No meu entender sempre temos companheiros de Doutrina que, de tão aferrados a uma certa "Pureza Doutrinária", esquecem do principal do Espiritismo - Amor, Fraternidade, Respeito e União.

Como muito bem colocado por você, acho também que se Deus, que é Deus, respeita o nosso livre arbítrio, também nós deveríamos ter este entendimento. Talvez ainda falte um pouco de compreensão a estes amigos em perceber que, de acordo com Jesus, "não é o exterior do prato e do copo que devem estar limpos, e sim o interior" - ou melhor falando - não importa com que roupa (desde que não esteja ofendendo a moral) eu me apresente ou com que cor de cabelo, barba ou bigode, e sim o que eu venha a apresentar como trabalhador do Cristo.

Infelizmente alguns de nós estamos caindo nos mesmos erros de outras religiões e determinando como os nossos seguidores devem se portar, vestir, comportar e etc. Vale aqui a lembrança que o Mestre nunca utilizou destes impositivos para divulgar sua mensagem ou fazer seguidores;

Ao contrário disto ele aceitava a todos da maneira que se lhe chegavam e compreendia nossas limitações, erros e gestos; trabalhando o nosso interior e não o exterior.

Sábias foram as palavras do Mestre quando alegou que "esta gente me louva com os lábios mas não em seu coração"; pois cada vez mais percebemos a busca pela perfeição EXTERNA e o esquecimento do trabalho íntimo de renovação, que deve ser o nosso real objetivo.

Espero que entenda que isto que acabei de falar é a minha opinião quanto ao fato acontecido como narrado por você. Quanto a você, minha irmã, não cabe a mim orientar como ou quando deve agir. Esta decisão deve ser tomada por você.

Lembro apenas que Jesus nos exorta a agirmos com "benevolência para com todos, compreensãor das faltas alheias e perdão das ofensas"; Vise sempre o objetivo de seu trabalho e de sua dedicação, pese os prós e os contras e encontre uma decisão que não vá lhe machucar intimamente.

Gosto sempre de dizer que o espiritismo é um meio de se chegar a Jesus, mas não existe apenas uma casa, como também não existe apenas um trabalho no bem.

Infelizmente, e isto é uma opinião talvez até apressada de minha parte, ao que parece esta casa precisa verificar quais as suas prioridades e métodos de trabalho, pois assim, talvez daqui a pouco até nas reuniões mediúnicas irão definir como os espíritos sofredores devem aparecer e se comunicar; rechaçando os que não se encaixarem no perfil desejado.

Peço desculpas pelo tom ácido de minhas palavras, mas sinto-me muito inclinado a concordar com Jesus quando declara: "hipócritas"!

Paz contigo."

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...