Quantidade de espíritos para reencarnar - Perguntas dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebí recentemente através do nosso formulário "Entre em contato" uma mensagem de uma amiga que nos escreve o que segue abaixo:
"...Bem, gostaria de fazer uma pergunta. Em um site eu vi um comentário de uma pessoa que nao
acredita em reencarnação. Ela disse que se reencarnação existisse no mundo haveriam menos pessoas,pq muitos espíritos ja teriam evoluído,de modo
que nao precisariam mais reencarnar.
E outra questao, a vida em outros planetas, qual a base para os espiritas afirmarem isso?
Obrigada!..."


Segue abaixo a resposta enviada a nossa amiga:

"Olá ___________, bom dia.

Seu questionamento é bastante interessante e o comentário do amigo detém uma certa lógica, olhando simplesmente pelo lado reencarnatório; infelizmente, ou felizmente, a coisa não é tão simples assim e necessita de um pouco mais de observação - e no que tange as verdades universais a observação sempre é o melhor caminho - LE 626.

Acaso Deus tivesse criado um número definido(finito) de espíritos realmente a afirmação do amigo teria lógica e seria plausível; entretanto Jesus nos afirma, em João 5:17, "meu pai ainda hoje trabalha" - que confirma a afirmação contida na questão 21 do LE e dá base para a questão 80, do mesmo livro, que afirma "...Deus jamais deixou de criar."

Estas afirmações podem ser observadas diariamente, inclusive pela ciência, quando vemos desde o simples brotar de uma semente até a formação de novas estrelas, planetas ou galáxias...

A doutrina Espírita nos orienta que os espíritos são "criados simples e ignorantes" e que necessitam passar por inúmeras experiências evolutivas desde sua criação como "princípio espiritual" até a angelitude. Assim, este crescimento na população é o efeito da migração de milhões de espíritos em evolução que estão em trânsito pela Terra, como também em outros planetas, passando por experiencias evolutivas até alcançarem o próximo degrau na escala.

Por este motivo estão sempre chegando e partindo de nosso planeta espíritos em diferentes graus. É importante para isso compreender o funcionamento do fluxo evolutivo dos espíritos - o estudioso Leon Denis teve a oportunidade de afimar " o Espírito dorme no mineral, sonha no vegetal, agita-se no animal e desperta no homem" evidenciando de forma bastante simplista a escalada evolutiva para a formação do germen de todas as nossas capacidades, sentidos, sentimentos e funções orgânicas e espirituais - biologicamente podemos encontrar um paralelo na "recapitulação embrionária" estudada por Charles Darwin.

Poderemos Estudar na questões 189 a 196 do LE e compreender um pouco melhor a razão do porque pela Terra ser um planeta de provas e expiações é natural que muitos destes espíritos ainda estejam em níveis conscienciais mais primitivos e embrutecidos, porém permanecem vivenciando oportunidades de crescimento através das diversas reencarnações em nosso planeta.

Quanto a sua segunda questão, é novamente observando que iremos encontrar um indício da resposta. Quando observo o céu a noite e vejo as belas luzes piscando em sua abóbada sempre fico realizado com a beleza das estrelas, e agradeço a Deus por ele ter nos deixado tão harmonizador cenário (para quem tem olhos de ver) -

Porém sempre me digo que é muita pretensão e egoismo de minha parte pensar que Deus teria criado todos aqueles milhões de galáxias e estrelas apenas para agradar meus pequenos olhos aqui na Terra, não acha? Até porque se formos analisar cientificamente a Terra é apenas um pequeno grão de areia comparado a muitos outros planetas que existem. Porque, de todo o universo, somente ela teria vida e porque somente nós, seres humanos, estaríamos na "graça" de Deus"? Então, observando o que nos cerca e acompanhando o raciocínio da ciência, chego a constatação que não é possível que entre os 50.000.000.000.000.000 (50 quatrilhoes) de prováveis planetas existentes apenas a nossa pequena Terra possua vida.

Acredito que o grande problema seja que nós, ainda limitados em nosso entendimento, buscamos vida em um nível semelhante ao nosso (carbonada); e esquecemos que aqui mesmo na Temos a prova viva que a vida pode se apresentar em milhares de configurações diferentes; basta que vejamos os vegetais, virus, bactérias, corais, moluscos, peixes, aves, artrópodes, anfíbios, répteis, mamíferos e o ser humano (só para citar alguns) - em meu entender são "mundos dentro de um mundo".

Estudando as questões 55 a 59 do LE e também as 172 a 188, teremos algumas orientações sobre o motivo de "tanta" criação e diversidade entre os planetas. Encontraremos a afirmação que "Deus nada faz de inútil" e que em cada esfera encontraremos a vida no nível em que aquela esfera pode conceber - alguns física, outros espiritual, alguns aquática ou aérea, outros terrestre, muitos mistos, e etc.

Vale também o estudo atento do capítulo 3 de "o Evangelho segundo o espiritismo" onde encontraremos uma divisão prática dos mundos em 5 categorias (primitivos, expiações e provas, regeneradores, felizes e angélicos) e a definição, função e orientação de cada um.

Somos ainda muito limitados para entender a grandiosidade do amor de Deus e de sua criação... mas estamos tentando chegar lá.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo."

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...