Inseminação artificial 2, Mediunidade e Aborto 2- Perguntas dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Preparei mais algumas das perguntas que recebí através do nosso formulário "Entre em contato"durante este período em que estou com menos afinidade com o irmão tempo e estou postando abaixo para que possamos trocar idéias sobre os assuntos destacados:

"... há 05 anos venho tentando engravidar sem sucesso. fiz alguns exames e foi diagnosticado como ovários policisticos, (o que não impede a gravidez). eu e meu marido conversamos e resolvemos fazer a inseminação artificial, frequento um centro kardecista perto de casa, por isso tenho a formação espirita e meu marido católico. decidi fazer uma cirurgia espeiritual antes da inseminação, meu marido embora católico me apoiou bastante. Chegando no centro onde fiz a cirurgia, passei pela triagem e me informaram que meu marido também teria que fazer, sendo que não é a fé dele, falei isso, mas disseram que ele teria que fazer pois não se faz filho sozinho!! bem com toda minha fé e apoio dele, fiz sozinha a cirurgia, tem 02 semanas e logo na outra semana dia ____/___/2010 fiz a inseminação.
ainda não sei o resultado, mas estou com muita esperança.Embora esteja muito ansiosa. A minha pergunta é, mesmo meu marido não fazendo a cirurgia , foi válido?
agradeço sinceramente a resposta...."


"Prezada _________________, bom dia.

A sua dúvida é um fato muito difícil de termos qualquer certeza sobre ele; cada caso é um caso único e especial, portanto o que é válido para um não é necessariamente para outros e assim por diante.

Perceba que, normalmente, quando a esposa tem dificuldade de engravidar e, após identificar o problema como sendo dela mesma, resolve utlizar a inseminação, tudo tende a correr normalmente, com as taxas esperadas de sucesso ou insucesso.

Seu caso, porém, tem um novo componete - a consulta espiritual que foi realizada e solicitou a presença de seu marido para execução de um procedimento espiritual.

No meu ponto de vista daí temos vários caminhos que podem ser seguidos; estes caminhos podem levar ao sucesso ou ao insucesso, dependendo de alguns fatores, tais como:
- a real necessidade cármica de seu esposo fazer o tratamento espiritual;
- a necessidade do espirito reencarnante de vir, independente do tratamento;
- a necessidade do casal experimentar o "insucesso" deste procedimento;
- a necessidade do casal experimentar o processo de insatisfação, raiva ou revolta caso ocorra o insucesso e seja atribuido o motivo ao processo espiritual não efetuado;
- a real validade da orientação espiritual (a casa é comprovadamente séria e idônea?); etc.

Perceba que estes são apenas alguns dos fatores que podem vir a acontecer neste caso; porém o mais importante para vocês neste momento é a certeza que, INDEPENDENTE DE QUALQUER RESULTADO, devem permanecer juntos e unidos no amor que ampara e fortalece.

Não se deixem levar pela tristeza ou raivas, caso o procedimento não dê certo, nem culpem um ao outro - isto somente irá enfraquecer a união de vocês e prejudicar o processo reencarnatório como um todo.

O respeito pela escolha religiosa de cada um deve sempre existir, bem como o ambiente entre vocês deve sempre ser harmonico e amoroso, para que o espírito que deseja reencarnar possa sentir a segurança necessária e o carinho de vocês para com ele. Orem juntos, leiam, conversem com o bebê (espírito) e criem toda uma psicosfera positiva para que possam vocês também serem influenciados por ela - afastando assim as influencias más.

No livro "Missionários da Luz" você encontrará o capítulo "o reencarne de segismundo" (e uns dois antes dele, que mostram muito bem um processo de reencarnação. vale a pena a leitura.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo."

Infelizmente no dia seguinte ao envio desta resposta a nossa amiga me enviou o que segue abaixo:

João, bom dia

Primeiramente gostaria de agradecer a sua atenção em me dar um retorno,imagino o qto vc é ocupado, muito obrigado!
Sua resposta veio numa hora muito oportuna, há algumas horas de eu saber que não deu certo minha inseminação!!!
Li seu email aos prantos, mas pude entender suas palavras e orientação.
Foram de muita serventia, esclarecimento e ajuda, pode ter certeza....
Sabe , qdo peguei o resultado senti uma tristesa sem fim, me senti oca, incapaz, me revoltei,não consigo entender e e nem achar uma explicação lógica para não conseguir engravidar.
Eu e meu marido queremos tanto este bebê, temos boa estrutura familiar, somos trabalhadores, será uma criança desejada, amada, querida..não entendo porque Deus permite que tantas crinaças nasçam em lares onde serão mal tratadas, passarão fome, serão abusadas e as vezes até mortas pelos própios pais..não consigo aceitar..entendo que cada espirito tem sua bagagem cármica, sei disso,mas é muito difícil!!
Sei que vai passar esta minha indiganção, revolta..mas mesmo assim não consigo parar de pensar nisso!
Sei que deve ser muito ocupado, mas gostaria de dizer que suas palavras foram de um conforto infinito...
(segue a carta com maiores detalhes que não serão postados aqui)

"... Prezado,

Vi algumas citações suas na internet e é evidente que você tem bom conhecimento da doutrina espirita.. Quando criança tinha mediunidade mais aflorada e isto de certa forma me prejudicava.. Frequentava a casa espirita Bezerra de Meneses em POA e a questão mediunidade sempre aparecia, tive um problema de saude a minha vó me levou num centro de umbanda, linha branca, só fazem o bem, e la disseram que iriam fazer um tipo de trabalho para "bloquear" minha mediunidade q tava muito aflorada e eu era muito novo. Bem, o fato é que desde la nao senti mais o que sentia antes, passou-se, 15 anos e eu me afasteiem da doutrina. O que tinha de vez em quando eram aqueles sonhos que parece que os espiritos te prendem na cama etc....

Agora, uma semana atraz, nao estou me sentindo muito bem, fui nuxm bar super pesado espiritualmente, percebina hora, e estou com tonturas e desde la com um zumbido que nao sai da minha cabeça de jeito nenhum. Evidente que estou fazendo exames médicos etc.. Mas gostaria que você me dissesse o que achas? Pode ser algo espiritual? O que deve ter ocorrido com a mediunidade que tinha e parece que cessou a anos atras??

Desde ja agradeço e peço desculpas por ter tomado esta libertade...."


"Prezado ______________, bom dia.

Não há necessidade de se desculpar por nada, este pequeno espaço é para conversarmos mesmo. Obrigado pelo seu carinho e confiança.

Os fatos que você relata realmente parecem condizentes com uma sensibilidade mediunica, embora ache muito importante que você procure causas físicas ou clínicas também - porque pode ser algo que necessite de tratamento específico, não é?

Embora no centro de umbanda as pessoas aleguem "cortar as correntes" ou coisas parecidas isso é de fato um engano muito cometido, que vem da falta de conhecimento do fato em questão - não estou com isso dizendo que os trabalhos de umbanda não são bons ou que não auxiliem as pessoas, apenas que eles, na maioria das vezes, não tem o conhecimento real e concreto sobre mediuniade, como deveriam ter.

Allan Kardec em "o livro dos médiuns" nos esclarece que mediunidade é uma faculdade orgânica - está ligada ao nosso corpo, geneticamente até - e que por isso mesmo não podemos "ligar ou desligar" quando desejamos.

O que eles podem ter feito é, utilizando algum fluido/energia especial, ter bloqueado temporariamente os seus centros de percepção e, por isso mesmo, "tirado" a sua sensibilidade mediunica naquele tempo.

Todos nós, porém, temos uma programação reencarnatória a seguir, na qual participamos muitas vezes das escolhas das provas e compromissos que assumiremos. A mediunidade é dada ao ser como ferramenta para que alivie um pouco de suas faltas trabalhando pelo bem daqueles que necessitam - encarnados e desencarnados.

Isso, porém, não quer dizer que você TEM que trabalhar na mediunidade, não. isto seria esquecer o livre arbítrio de cada um. Mas, no meu entender, significa que pelo menos nós devemos compreender o que temos, e para isso nada melhor do que o estudo e a leitura, bem como o auxílio de um centro espírita sério - que é o local para se aprender sobre mediunidade.

Uma vez munidos de esclarecimentos, devemos então escolher o nosso caminho. é fácil :-)

Esta sensação que você está tendo pode ser um indício de sua sensibilidade mediunica e pode significar que você está sendo assediado ou acompanhado por espíritos menos esclarecidos - você mesmo se referiu negativamente ao local onde esteve e aí eu pergunto: esteve nele outras vezes? esteve em outros locais que tem a mesma psicosfera? como andam seus hábitos e escolhas? Perceba que já diz o ditado "diga-me quem és, que te direi com quem andas..."

Em todo caso acho que o melhor para você neste momento é comparecer a um centro sério, direcionado por Jesus e Kardec, e fazer uma consulta espiritual, talvez, caso necessário, tomar uns passes, água fluidificada, assistir algumas palestras e, depois de normalizada a sua situação, repensar no que fazer.

Espero ter sido de algum auxílio. Qualquer coisa estamos aqui.

Paz contigo."

"...OBRIGADA PELAS PALAVRAS DE CONFORTO E DE ENSINAMENTO.
NÃO SEI SE DEVERIA IR MAIS A FUNDO NESTE ASSUNTO MAIS QUERIA TER CERTEZA DO QUE FALAS REFERENTE A _________ PODER SER O ESPÍRITO QUE EU ABORTEI NO PASSADO, POSSO TER ESTA CERTEZA? SERIA MUITO IMPORTANTE PARA MIM.

TEM OUTRO LADO TAMBÉM TENHO MEDO QUE ESSE ESPÍRITO (NÃO SENDO A _________) ESTEJA SOFRENDO OU TENHA SOFRIDO MUITO COM O MEU ATO E TENHA FICADO REVOLTADO COMIGO. POSSO TER A CERTEZA DE QUE ELE ENCONTROU UM CAMINHO DE LUZ DEPOIS DO QUE FIZ?

QUEM DEVO PROCURAR E COMO CONSEGUIREI ESSAS CERTEZAS?

SABE, NÃO CONSIGO REZAR DEPOIS DISSO TENHO VERGONHA DE CONVERSAR COM DEUS, NÃO IGNORO A EXISTÊNCIA DELE DENTRO DE MIM, MAIS NUNCA MAIS CONSEGUI FALAR COM ELE DE VERGONHA.TALVEZ SABENDO O QUE ACONTECEU COM O ESPÍRITO QUE BRUTALMENTE NÃO DEIXEI VIVER EU CONSIGA MUDAR ISSO.

AGRADEÇO MUITO A SUA AJUDA....."


"Prezada ____________, bom dia.

É importante que você compreenda que cada caso de reencarne é um caso e que cada um é tratado de forma especial e única pela espiritualidade.

Não podemos, neste momento, ter a certeza que sua Ana Clara seja o mesmo espírito que foi abortado antes; mas existe uma possibilidade imensa deste fato ser verdadeiro.

Pelo que estou percebendo você está deixando de fazer as duas coisas mais importantes que poderia fazer nesta situação:

1 - Está se deixando levar pela culpa, e isso não é bom. Pode representar alguma influencia espiritual que deseje te prejudicar e esteja utilizando esta "brecha" como entrada. Não há motivo para se deixar remoer por uma culpa que já está em tratamento dentro de você. Reconhecer o erro é o primeiro passo para solucioná-lo, neste caso o segundo é o trabalho e a dedicação ao próximo - pare de perder tempo se lamentando e sentindo medo e arregaçe as mangas e vá trabalhar pelos pequenos que precisam, desta forma você estaará cada vez mais se aproximando dos bons amigos espirituais, que nos influenciam para o bem, sempre que abrimos as portas de nossa sintonia para eles através do bem que fazemos.

2 - Está deixando de lado a maior ferramente de comunicação com os bons espíritos e com Deus - a oração. Novamente percebo em você um sentimento de culpa profundo, pois um dos primeiros sinais é o de se sentir "impuro" e "indigno" de falar com Deus. - Perceba, minha querida amiga, que o Deus de Jesus é para os "doentes" - para os que erram, que pecam, que precisam de auxílio e de perdão - é o Deus que ama todos indistintamente e ama, inclusive, o "pecador". Não deixe este sentimento de culpa te afastar deste Deus tão maravilhoso que apenas deseja te amar.

Aproxime-se de uma casa de oração séria - pode ser um centro espírita - e busque forças para retomar seu contato com Deus com o auxílio destas pessoas bem intencionadas. Procure fazer uma consulta espiritual, tomar uns passes e água fluidificada - tudo isso vai lhe auxiliar a vencer este "medo/preconceito" para com você mesma.

Lute, minha amiga, que os bons amigos espirituais estarão com você.

Paz contigo."

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...