Desdobramento e Corpos Espirituais - Perguntas dos amigos...


Queridos amigos, bom dia.

Recebí através do nosso formulário "Entre em contato" a seguinte pergunta:

"...No cap. 36, do livro NOSSO LAR, André Luiz relata: ...O sonho não era propriamente qual se verifica na Terra. Eu sabia, perfeitamente, que deixara o veículo inferior no apartamento das Câmaras de Retificação, em "Nosso Lar", e tinha absoluta consciência daquela movimentação em plano diverso. Minhas noções de espaço e tempo eram exatas. A riqueza de emoções, por sua vez, afirmava-se cada vez mais intensa. Após dirigir-me sagrados incentivos espirituais, minha mãe esclareceu bondosamente...:

A pergunta é: O que verdadeiramente André Luiz quis dizer com a seguinte expressão:Eu sabia, perfeitamente, que deixara o veículo inferior no apartamento das Câmaras de Retificação, em "Nosso Lar"...

Há desdobramento no mundo espiritual? A que veículo inferior ele se referia?..."


Segue abaixo a resposta enviada a nossa amiga:

"Prezada ______________, boa tarde.

A Obra de André Luiz, pelas abençoadas mãos de chico Xavier, é uma das obras mais reveladoras e esclarecedoras a respeito do mundo espiritual - por isso mesmo considerada uma obra complementar da codificação. Talvez "complementar" não seja bem a palavra que define estes livros. Para mim, particularmente, ela pode ser definida como "extensora" ou ainda "ampliadora"; e digo isso sem nenhum remorso, uma vez que o próprio Kardec afirma em "o livro dos médiuns" capítulo 6, ponto 110 (falando inclusive sobre o perispírito) "Longe estamos de considerar como absoluta e como sendo a última palavra a teoria que apresentamos. Novos estudos sem dúvida a completarão, ou retificarão mais tarde;"

Digo isso porque apesar de seu trabalho incansável e extraordinário no desbravamento do mundo espiritual, kardec, como excelente cientista que era, sabia que com a evolução dos tempos e das idéias novas descobertas seriam realizadas e divulgadas para o mundo.

O veículo inferior a que André Luiz se refere é exatamente o que nós nos referimos como "perispírito". neste ponto acho interessante ressaltar que, o que para nós encarnados é espiritual/fluídico, para os desencarnados é "matéria"; ou seja: o corpo espiritual que vemos (perispírito) é o corpo "material" que eles utilizam para interagir com tudo o que forma o mundo espiritual.

Em seus estudos Allan Kardec verificou e afirmou a existencia no homem de um corpo tríplice, formado pela união harmonica de corpo físico, corpo perispiritual e espírito - cada um com sua função e propriedades específicas que são inicialmente estudadas nas obras de Kardec.

Importante percebermos porém que o estudo de Kardec foi apenas um dos inúmeros estudos sobre o mundo espiritual e espiritualidade realizados no mundo nestes últimos 20.000 anos de civilização; muitas religiões antigas e orientais tem estudos similares, e algumas talvez até tão profundos quando os estudos de Kardec.


Basta citar, por exemplo, os estudos hindus que afirmam que nosso corpo espiritual é formado por 7 corpos espirituais interligados em escalas de ascendencia espiritual e densidade fluídica; o que me leva a pensar que, talvez, certamente conhecendo algumas destas informações, Kardec tenha resolvido resumir todas estas hipóteses e informar apenas um corpo espiritual, o perispírito, para facilitar o estudo e a compreensão dos fatos espirituais.

Independente desta situação ou de outra, ele certamente sabia que no futuro seus estudos seriam ampliados e que seriam descobertas e reveladas novas informações.

Neste caso, ao meu entender, André Luiz revela uma destas novas verdades, com muita sutileza, no trecho referido do livro "Nosso Lar"; onde explicita algo que já sabemos por informações diversas. vejamos: sabemos que os espíritos estão dispostos em escalas e que cada escala está diferenciada da outra por vibrações fluídicas, indo das menos evangelizadas para as mais evangelizadas e onde as que estão mais "pesadas" fluidicamente, e consequentemente embaixo da escala, não podem ver as que estão acima delas - pela própria diferenca vibracional - e que as que estão acima vêem todas as que estão abaixo, mas não as que se encontram acima delas ainda... e assim sucessivamente.

No livro em questão é informado que a mãe de André Luiz se encontra em "plano diverso" - o que no meu entender é um plano vibracional/dimensional acima da capacidade que André Luiz apresenta naquele momento - e que para isso é necessário que ele "sublime" as suas limitações para que tenha acesso àquele plano.

Pergunto eu, minha amiga, como ocorre o processo de sublimação vibracional para que nós que nos encontramos encarnados possamos acessar o mundo espiritual? Através do desdobramento do corpo físico, correto? Pois bem, faço minhas agora as palavras de Jesus quando afirma "assim na Terra como no Céu" e digo que o processo de sublimação no plano espiritual deve se dar da mesma maneira que para nós - através da alteração do estado de consciencia e da libertação, pelo desdobramento, do corpo mais sublime/menos denso.

Lembro ainda que na literatura trazida por André Luiz são evidenciados muitos outros aspectos que evidenciam a existencia de um corpo mais sublime que o espiritual - comunicações mediúnicas entre planos de desencarnados diferentes (os mensageiros), espírios que tem seu corpo sutil muito sublime e necessitam "engrossar suas vibrações" (libertação e sexo e destino), "desaparecimento" do corpo espiritual e permanencia de uma energia disforme por alguns momentos (obreiros de vida eterna), e outos que não me vem a mente agora.

Neste processo todo não posso afirmar que a idéia hindu dos 7 corpos está correta, mas apenas que eles tem mais de 5000 anos de experiencia no assunto e que também conhecem desde há milênios a existencia dos chacras, bioenergia, meditação etc...

Hoje em dia algumas correntes espiritualistas se referem a outros corpos além do perispírito, tais como: duplo etérico, corpo causal, corpo mental, corpo atmico, etc.

No meu simples entender é importante apenas que conheçamos a nossa ignorância sobre determinados assuntos e lembremos o filósofo inglês quando disse 'há mais mistérios entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia".

Acredito sim que quanto mais trabalharmos no bem e no amor, buscando evoluir, mais sublimaremos o nosso conceito e limitações materiais; e sei que a existencia do mundo espiritual, assim com o nosso retorno para lá, é uma verdade. Se com um corpo, 2 corpos, 3 corpos não posso afirmar, mas tenho consciencia que os corpos são passageiros e o espírito é eterno.

Espero ter sido de alguma ajuda.

paz contigo."

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...