Colônias espirituais e Livro dos Espíritos - Perguntas dos amigos



"... Olá, Gostaria de esclarecer uma dúvida: kardec não menciona em seus livros as colonias espirituais e diz que os espíritos não vivem em locais circunscritos. É falado que existem mundos de transição, como a Terra já foi em sua formação. Como é isso? Obrigado, Abraço ...."

"Prezado ______________, bom dia.

Desculpe a demora em responder sua pergunta mas estou passando por alguns momentos em que o tempo se faz escasso, por isso peço sua compreensão.

Allan Kardec na questão 234 de "o Livro dos Espíritos" vem nos falar de locais como acampamentos onde os espíritos residem durante o período mais ou menos longo de erraticidade.

Esta afirmação vem, desde há muito, levantando questionamentos sobre a existencia ou não das colônias espirituais e sobre o porque de Kardec não haver comentado sobre elas durante a codificação.

Ao meu ver - porque não posso expressar nada em nome do espiritismo - tudo é uma questão de entendimento e qualquer discussão sobre isso é "perda" de tempo no sentido próprio das palavras de Jesus citadas em João 16:12 - Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora e Joao 14:26 - Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito; ou nas palavras de Kardec, citadas na revista espírita, "...é incontestável que o Espiritismo tem muito a nos ensinar; é o que nunca cessamos de repetir, porque jamais pretendemos que ele tenha dito sua última palavra."

OU seja: acredito fortemente que o espiritismo evolui sempre, suas concepções e definições, embora fortemente embasadas, vão evoluindo de acordo com a nossa capacidade de aprendizado e entendimento. Jesus pregou nos levou até um certo ponto, Kardec ampliou este ponto e hoje estamos crescendo ainda mais.

As obras de André Luiz são um exemplo de "complemento" e ampliação das verdades espíritas - como serão as obras daqui a 20 ou 30 anos? certamente mais esclarecedoras, em virtude nossa mais ampliada capacidade de percepção e compreensão.

Acredito que as colônias estejam por aí sim, e que se os espíritos não detalharam-nas para Kardec é porque este não era o objetivo do espiritismo naquela época - talvez fosse trazer a tona o conhecimento de um mundo espiritual e da continuidade de nossas vidas e consciencias, o que já é uma grande revelação.

Por isso acho que, novamente citando Jesus, cada revelação tem seu tempo hábil de ser revelada para que possa ser absorvida.

Quanto a sua outra indagação é necessário percebermos que existem diversos mundos e cada um pertencente a uma fase distinta de sua evolução.

Os chamados mundos de transição são locais áridos e sem vida física onde os espíritos se alojam de forma a estudar, desenvolver projetos e reunir-se com algum objetivo útil. Podem ser mundos em nascimento ou em morte, pois em ambos não haverá condições de suportar vida física.

Normalmente temos a visão focada no fato que não poderemos sobreviver em locais sem atmnosfera, água ou comida -e realmente é assim para o corpo físico - mas o espírito não necessita destes suprimentos e pode ser enviado para locais assim a fim de se depurar através do estudo e trabalho.

outras classificações de mundos serão os primitivos, provas e expiações, regeneração, felizes e engélicos - para onde os espíritos migrarão de tempos em tempos de acordo com seu grau de evolução.

Espero ter respondido de acordo com o que desejava.

PAz contigo."

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...