Os espíritos dormem e Espíritos dos animais - Perguntas dos amigos


"... Amigo João,
Gostaria de lhe fazer mais algumas perguntas em relação ao Livro dos Espíritos. No Livro dos Espíritos, à questão 401, em relação ao sono, temos a seguinte resposta: "O Espírito jamais esta inativo",explicando que enquanto dormimos o Espírito esta acordado. Já ouvi médiuns, porém, falarem que viram tal espírito ainda dormindo em algum hospital.
Minha segunda pergunta é em relação aos animais. Na questão 600 do mesmo livro, temos na resposta a seguinte afirmação: "O Espírito do animal é[...] quase imediatamente utilizado, não tendo tempo de se colocar em relação com outras criaturas".Existem, porém, diversos relatos de pessoas que desencarnaram e estão juntas aos seus animais de estimação nas colônias. Além disso, relato de pessoas que dizem ver animais andando e voando pela natureza são frequentes.
Minha ultima indagação é sobre animais em outros planetas. Segundo o Livro dos Espíritos, existem animais em outros planetas, eles, porém, são mais ou menos perfeitos, dependendo do mundo que habitam. Podemos, ainda, ser animais em mundos mais evoluídos, já que eles são mais perfeitos, ou uma vez como seres humanos, não seremos mais animais em nenhum mundo?
Obrigado pela atenção, espero por sua resposta, como sempre muito boa e atenciosa. ...."



Prezado _____________, bom dia.

Desculpe o longo tempo em responder mas estava am viagem e apenas agora estou atualizando os e-mails.

Quanto aos seus questionamentos vou tentar responder por tópico, para melhor ser compreendido, ok? sendo assim segue abaixo:

1) As sensações, sentimentos e reações dos espíritos são inerentes às suas qualidades intelecto-morais-evolutivas. Ou seja de acordo com o nível que este espírito tenha chegado ele tem maior ou menor domínio e/ou conscienciasobre suas capacidades em desdobramento.

O exemplo dado por você demonstra exatamente o que afirmo - o espírito não precisa dormir, mas quando o físico está cansado demais,ou doente e debilitado, e a mente está "consciente" disso ela plasma no desdobramento exatamente o que deseja... Outro exemplo é que o espírito, sendo imaterial, não sente fio ou calor, sede nem fome - porém vemos inúmeros espíritos angustiados por estas sensações - que são inerentes ao corpo físico, mas que estes espíritos não tem a consciencia da libertação que o desdobramento ou o desencarne dá ao corpo fluídico - continuando limitados pelo que suas mentes "julgam" ser a realidade e a verdade para eles.

Para você ter idéia de até que ponto pode chegar esta limitação existem espíritos que não saem dos cômodos onde desencarnaram ou estão, porque acreditam que não podem atravessar as paredes...

2) Os estudos levantados sobre os animais no mundo espiritual é um dos que, a meu entender, ficou como secundário na implantação codificação, sendo um dos assuntos que deveriam ser revelados e aprofundados a posteriori, através da evolução do espiritismo.

Acredito que muitos animais sejam realmente "redirecionados" poucos momentos após o seu desencarne - principalmente os mais primitivos e de menor inteligência.

Porém o próprio André Luiz em vários livros nos traz informações sobre animais na espiritualidade, e acho particularmente que seria contraditório da criação não dar a estes irmãos a oportundiade de fruir da tranquilidade e harmonia do mundo espiritual por algum tempo, antes de retornar ao caminho evolutivo.

Perceba, entretanto, que devemos utilizar o crivo da razão e verificar as fontes de origem destas afirmações, pois infelizmente a literatura espírita, como qualquer outra, está repleta de interesses comerciais e tem editado obras que verdadeiramente não tem nada de espiritas ou doutrinárias, apenas pelo apelo da "psicografia" - se é um erro acreditar em tudo que lemos sem realizar as devidas observações é um erro muito maior publicar estas coisas sem o devido cuidado e respeito pelos leitores e pela codificação.

Acredito sim que existam animais no mundo espiritual e que eles desempenhem papel importante no ciclo de vida - para mim é mais um passo em sua coleção de experiencias para que possa sair do estado de "princípio espiritual" e se tornar "espírito hominal".

3) Sim, certamente existem animais em outros planetas - até porque não temos condições de viver todas as experiências necessárias para a evolução na Terra; é necessário que o princípio espiritual desfrute das possibilidades de outros mundos - dos mais primitivos aos mais evoluidos - para que caminhe rumo a chegada ao estágio de "espírito hominal"

Não, após chegar ao estágio hominal o espírito não retorna e reencarna como animal, mesmo em mundos mais evoluidos. O que ocorre é que enquanto princípio espiritual vamos escalando os mundos até chegar no animal mais perfeito que possamos ser; para logo após retornarmos ao mundo primitivo para nossa primeira encarnação como ser humano, e aí correr novamente todas as classificações de mundos.

Existe um poema do Sr De Porry, na revista espírita, que diz o seguinte:
"O Verbo Criador dormita na planta, sonha no animal, no homem se levanta; desce de grau em grau para logo subir, brilha na Criação, no conjunto a fulgir, forma nas ondas do éter a imensa cadeia que na pedra começa e no arcanjo se alteia”

Acredito que ele descreva em poucas palavras o que passamos por milhares de anos.

Espero ter sido claro e respondido o que você solicita. Precisando é só entrar em contato.

PAz contigo.

Um comentário:

Tula disse...

Meus amigos,
Talvez possam tirar suas dúvidas a respeito de tais assuntos no O Livro dos Espíritos e também em muitos relatos de a Revista Espírita.
São assuntos polêmicos, mas não podemos nos deixar levar por autores espirituais "fantasistas" que muitas vezes deturpam os ensinamentos dos Espíritos Superiores, os quais foram selecionados por Kardec nas 5 obras e na Revista Espírita.
Kardec, buscou sempre utilizar a razão e a lógica como parâmetros na análise das mensagens que recebia. Inclusive criou um método , no qual todos nós, Espíritas, devemos nos apoiar - O Controle Universal do Ensino dos Espíritos, que está presente na introdução de O Evangelho segundo o Espiritismo. Desta maneira, Kardec elaborou inúmeras perguntas sobre tudo o que nós desejaríamos saber. Tenho plena certeza que ele obteve esclarecimentos sobre tudo o que perguntou, inclusive a vida no mundo espiritual, que consta da explicação de Santo Agostinho na Revista Espírita e depois foi publicada em O Livro dos Espíritos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...