Suicídio do filho - Perguntas dos amigos



"... Por favor, tenho profunda admiração pela doutrina espírita, mas queria encontrar um conforto pois o meu filho no dia ____/12/2010 desencarnou vitima de suicídio, estou muito desesperada com o que leio a respeito, e não entendo , ele era um filho, neto , sobrinho maravilhoso, e não posso acreditar que ele possar estar desamparado em locais como umbral.Por favor me ajude....."


Prezada ___________, bom dia.

Existem diversos fatores que podem levaro indivíduo ao suicídio - morais, sentimentais, profissionais, econômicos, etc... - e não teremos nunca a idéia real do que se passa na mente do nosso próximo... apenas cada indivíduo tem a noção de como andam seus pensamentos e emoções.

Junte-se a isso a influencia espiritual dos sofredores, que podem achar identificação (sintonia) com os sentimentos do indivíduo e assim ampliar, com suas vibrações, os pensamentos e as influencias negativas neste sentido.

A decisão de tirar sua própria vida representa o ato extremo do desgosto, da depressão ou do desespero. Infelizmente, por mais que pareça frio e insensível o que estou te dizendo, é a maior possibilidade de ter acontecido.

Nós, seres humanos, temos a capacidade de mascararmos os nossos sentimentos por trás da carapaça física e isso muitas vezes dificulta aos que nos cercam o real conhecimento de nós e nossos pensamentos.

Outras vezes não somos capazes de enxergar os problemas por que passam os que nos cercam - como um pai ou mãe que não percebe quando seu filho está envolvido com vícios, drogas ou más companhias, até ser tarde demais. Sempre acreditamos que somos "imunes" a estas influencias e iterferências e que os nossos também o são.

Allan Kardec vai discorrer sobre o suicídio de uma forma geral nas questões 943 a 957, e elas podem ser bastante esclarecedoras caso deseje lê-las e, embora muitas pessoas tenham conceitos pré estabelecidos sobre a sorte dos suicidas no mundo espiritual, Kardec afirma com muita segurança que as consequencias do suicídio são muito diversas e seus efeitos não são idênticos para cada espírito.

Deus, que é justiça e bondade, observa antes a intenção do que o ato em sí e, em muitos casos, as consequencias são mais brandas que pintam os pseudo-sábios que julgam tudo o que não conhecem.

É, porém, fora de dúvida que todo suicida irá passar por momentos de sofrimento - maior ou menor, desapontamento, desespero, dor e solidão - mais ou menos fortes de acordo com as suas necessidades e merecimentos.

É também inegável, graças a misericórdia Divina, que podemos auxiliá-lo sempre através de nossas orações e vibrações positivas - aliviando o seu sofrimento e atenuando suas dores. Consolando o nosso ente querido que necessita de nosso carinho e atenção, ao invés de nosso desespero e dor.

Ore e incentive os de sua família a orarem pelo nosso irmão desencarnado, para que ele possa sentir as vibrações unidas em um bálsamo curativo e aliviador para suas chagas e dores. Neste momento é o que ele mais necessita.

Não esqueça também de solicitar auxíli aos amigos espirituais para que possam, assim que for permitido, ampará-lo em sua caminhada e levá-lo a um local onde ele poderá descansar e se recuperar.

Alivie sua mente das idéias de sofrimento e dor, e encha-a de esperança de renovação e paz para o seu filho.

Espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...