Morte e desligamento do espírito - Programas de Rádio ...




Morte e Desligamento
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)



Jesus e os Essenios - Perguntas dos amigos



"... Olá amigo.Companheiro de caminhada espiritual. Primeiramente sempre agradecer pelo seu carinho e atenção e pela sabedoria e reflexoes.
Gostaria me falasse dos Essenicos. Teria Jesus vivido com eles mesmo? e Aprendido todo os ensinamentos antigos dos povos e as maneiras de curar as pessoas e trabalhar com as energias? Ou na realidade Jesus ja sabia tudo.
Interessante sempre me interesso pelos ensinamentos deles e leio alguns livros e historia deste povo misterioso, mais fico pensando será verdade por incrive que pareca algumas coisa tenho a nitida impressao já sabia. Muito estranho.
bom Dia . ......"




Prezada _________, bom dia.

Embora tenha aprendido a aceitar carinhos e elogios, reservo-me no direito de afirmar que sábios são aqueles que nos servem de referencia em nossos estudos; contribuindo de forma inestimável para o crescimento espiritual e intelectual de todos nós... que apenas nos baseamos em suas pesquisas e conceitos para formar os nossos, não é?

Mas, voltando ao assunto em questão, os essênios sempre foram motivo de discussão entre os religiosos e os cientistas - uns afirmando que não existiram, outros que existiram, uns dizendo que cristo era essênio outros que eles eram cristãos, etc...

Lembro, inclusive, um fato muito engraçado que aconteceu comigo quando assisti uma palestra de um conhecido sobre este assunto e ele chegava a afirmar que Jesus foi essenio, que estudou durante muitos anos esta cultura para aprender tudo que fez, que viajou para a índia e conheceu as técicas de meditação e cura de lá, etc,etc,etc; o pior foi que no outro dia eu estava proferindo uma palestra sobre Jesus e disse exatamente o contrário do que ele afirmou na sua palestra - e o cidadão estava lá na audiencia... fiquei muito mal quando ele chegou para falar comigo dizendo que realmente pelo que eu tinha exposto ele estava enganado e tal... que agora entendia a visão correta e coisas assim... foi muito chato pra mim; mas não podia deixar de falar o que acredito ser verdade.

De minha experiencia pessoal, acredito que os essenios fosse a comunidade religiosa que mais se assemelhava ao cristianismo de hoje; inclusive havendo indícios que acreditavam em reencarnação, e que mantinham seus costumes e hábitos saudáveis fisica e moralmente. utilizavam o trabalho, a humildade e a castidade como ferramentas para o aprimoramento próprio e, certamente, tinham comunicações mediúnicas - profecias - com espíritos de exaltada evangelização que lhes serviam de guias.

Para mim é fora de questão que Jesus os tenha conhecido e até visitado algumas vezes.

Certamente Ele, o Mestre, visitou os seus mais dedicados discípulos para mostrar que as profecias eram verdadeiras e que o Messias caminhava entre os homens; para validar sua dedicação e ensinar o que pudesse para aqueles homens que tinham "olhos de ver" - isso eu aceito e acredito.

O que não aceito é a idéia que Jesus teve que viver com os essenios para aprender algo... para mim quem acredita nesta teoria está fazendo uma idéia muito pequena e errônea da grandeza de Jesus.

Embora se fazendo carne e habitando entre nós, Jesus é o espírito PURO que encarnou na Terra, ou seja, o único ser perfeito que já aportou em nosso orbe. Um ser com bilhoes de anos de evolução e perfeição, que usou as energias universais para moldar a Terra e tudo que nela habita.. um ser que escapa dos limites de nossos maiores sonhos, um ser que, mesmo encarnado e com as limitações que o corpo físico apresenta, com 12 anos deixou boquiabertos os doutores do templo...

Jesus, certamente, não precisava aprender nada com ninguém. e, ao meu ver, se equivoca tremendamente quem pense assim. Jesus tinha todo o conhecimento e a noção de todas as suas potencialidades e sabedoria intelecto/moral desde criança.. Não precisaria aprender com ninguém... quem teria, neste mundo, algo a ensinsar a ele, compreende?

Equivale o mesmo erro afirmar que Jesus era médium... lembremos Kardec, em "o livro dos médiuns" questão 159, quando afirma que mediunidade é a capacidade de sentir a influencia de um espírito sobre outro; e pergunto eu: qual espírito na Terra teria a capacidade moral de influenciar Jesus?? Resposta: Nenhum... Nem os mais evangelizados nem os piores espíritos trevosos teriam esta capacidade, pois Jesus é o espírito puro do nosso orbe,não há espírito melhor ou mais "poderoso"... então tudo que ele fazia era anímico - de sua própria alma - e não mediúnico; compreende?

Embora existam religiões cristãs, esotéricas, místicas e gósticas que apresentem afirmaçoes semelhantes, e devemos respeitar todas esas opiniões, acredito que cada um de nós deve buscar informações sólidas para construir seu conhecimento e, através deste processo, a sua fé.

Muitas das civilizações antigas, com seus conhecimentos, estavam, de certa forma, mais perto da verdade do que estamos hoje... acredito que os essênios são um exemplo disso. Certamente muitos destes espíritos vieram em missão para ajudar no processo de nascimento do cristianismo e de divulgação da Boa nova.

Muitos destes "seguidores" do Cristo se espalharam pelo oriente médio após as perseguições e destruição de seus templos - deixando um rastro de amor e trabalho que deve ter inspirado muitas pessoas, e quem sabe até alguns de nós estivéssemos por lá em alguns destes momentos - tentando aprender um pouco - e esta seja a fonte destas impressões que você tem sobre este povo... Lembranças perispirituais de momentos em que tentamos aprender a ser melhores.

Eu, de minha parte, sempre brinco dizendo que estava lá na época de Jesus... Gritando "Barrabás"... :-)

Espero ter sido de alguma ajuda.

Fica com Deus e em Paz

Tipo de amor dos casais - Perguntas dos amigos



"... João, boa noite.
Podemos dizer que o tipo de amor dos casais, o amor como um estágio acima da paixão, diferente do amor que sentimos pelo nosso
semelhante, é próprio desse nível de mundo em que vivemos,de provas e expiações?
Na espiritualidade ou em mundos mais evoluídos, não teremos diferenciação entre o amor dos casais e do nosso semelhante?
É necessário esse tipo de sentimento para que possamos constituir família e assim dar suporte e estruturação aos espíritos que venham a encarnar?
Em suma, esse tipo de amor entre duas pessoas, tende a desaparecer dando lugar a um amor maior, mais elevado, mais puro, de menos posse e propriedade
que temos por aqui? Desculpe se compliquei muito.
Obrigado e um abraço. ......"




Olá amigo ____________, bom dia.

Sempre trazendo assuntos interessantes e que nos fazem pensar, não é?

Como não pretendo ter a última palavra sobre esse assunto - ou qualquer outro - vou colocar aqui minha opinião pessoal embasada na doutrina espírita, como sempre.

O amor é uma daquelas coisas em que nós - seres normais - nunca vamos nos entender... chamamos de amor o sexo, a amizade, o carinho, o companheirismo, a caridade, a misericórdia... nunca compreendendo verdadeiramente o significado deste sentimento maravilhoso.

Os antigos gregos - como verificaremos nas cartas de Paulo - utilizavam três palavras distintas para "amor" e cada uma tinah seu significado único; são elas: eros, philos e ágape; Assim também os hebreus tinham outras três palavras que nós, modernos e civilizados, traduzimos como "amor"; sendo elas: dod, raya e ahava.

Em liguagem atual podemos expressar - respeitadas as diferenças culturais - estas tres variações como sendo atração sexual/desejo, companheirismo/amizade e amor/compromisso.

E, creio eu, que eles sabiam o que faziam, pois acredito que a resposta a seu questionamento esteja exatamente aí...

O amor como o compreendemos - ou como você pergunta: entre um casal - passa necessariamente por estes 03 aspectos do amor, viajando sutilmente entre eles, de acordo com a caminhada dos espíritos simpáticos, e transformando-se, por fim, em algo imenso e universal - assim nos relata Kardec em "o evangelho segundo o espiritismo" cap. 11 ponto 8 (leitura obrigatória) e também como o espírito André Luiz traz uma espetacular análise do amor no plano material e espiritual - desde o instinto sexual até a sublimação do sentimento - no livro "evolução em dois mundos" capítulos: 18, 28, 29 e 30 (também de estudo muito recomendável - e pode ser encontrado aqui: www.biblioteca.radiobomespirito.com ).

Para que exista um casal é necessário o desejo e o interesse mútuo - primeiramente baseado em instintos; que mais tarde, após alguma convivência harmoniosa se completa em um desejo físico com amizade profunda; o qual, depois de anos de amizade verdadeira, se transmuta em um compromisso profundo de amor e vida de um para com o outro, onde já não se "sabe" mais viver sem o companheiro - ele(a) já faz parte essencial de nossas vidas.

Devo, entretanto, observar que nem todos os relacionamentos entre casais poderão seguir este caminho em uma única encarnação... muitos havendo que, por conta de nossa tão grande variação de evolução e sentimentos, não passarão das primeiras manhãs... outros que, havendo se iniciado em tempos atrás, continuarão seu passeio evolutivo... e poucos, infelizmente, que terão a base sólida e durável para resistir as intempéries da vida e da convivência social.

Importante lembrar também que, inegavelmente, estes casais "terrenos" também se encontrarão e formarão grupos familiares na espiritualidade - como veremos em tantos livros de André Luiz - e que alí os seres ligados por laços de afeto e afinidade continuarão interagindo no mundo extra-físico e no mundo físico, buscando estreitar cada vez mais estes laços de amor verdadeiro, alternando as posições ocupadas na família, mas sempre com sentimentos fraternos de carinho uns pelos outros.

Em todos os casos é inegável que estes que chegam ao topo do amor - dentro dos limites de um casal - são espíritos afins que certamete há muito vem caminhando juntos; e que depois deste processo estão preparados para o novo e definitivo passo: transformar este amor imenso em um amor universal; onde aprenderemos a amar a todos indistintamente.

Este é o último degrau de nossa evolução e o mais difícil a ser vencido; quando vencemos os nossos próprios interesses e, muitas vezes, abrimos mão de nossa própria felicidade para atender às necessidades de nosso próximo.

Mas, não fiquemos desanimados, pois o Mestre nos garantiu que chegaremos lá.. então mãos à obra.

Não sei se esclareci sua dúvida, mas espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Descrença e perder a fé - Perguntas dos amigos



"... Sempre tive fé em Deus, mas de algum tempo pra cá, tenho tido alguns episódios de descrença. Tenho pedido a Deus que aumente a minha fé mas estou com dificuldades. O que vc me sugere? Algum livro ou alguma passagem do evangelho? Aguardo sua resposta. Grata ......"



Prezada _________, bom dia.

Este fato experienciado por você é comum a todos nós que vivemos neste mundo de Provas e Espiações...

O sofrimento e os momentos de dor e desespero fazem parte ativa de nossos dias, agindo como as ferramentas que nos auxiliarão a construir o nosso caráter, a nossa moral e a nossa fé.

Normalmente estes acontecimentos são apresentados em diversos campos de nossa vivência, em diversas intensidades e em momentos variados, para que, de pouco em pouco, possamos ir crescendo e vencendo os obstáculos.

Algumas vezes são revezes sentimentais, outras problemas financeiros, muitas vezes situações envolvendo a família, ainda existem as que não dependem diretamente de nós, mas que nos atingem... São inúmeras as possibilidades de encontrarmos em nosso caminho a dor, o sofrimento e o desânimo.

Em "o evangelho segundo o espiritismo" vamos encontrar todo o capítulo 5 estudando os sofrimentos, suas causas e efeitos,em diversos âmbitos.

Perceberemos então, que em sua totalidade somos vítimas de nós mesmos, colhendo hoje a plantação que fizemos em nosso passado; em um momento que estamos mais maduros e aptos a aprender com o sofrimento.

Muitas vezes somos levados a focar somente no presente e nas dificuldades que estamos passando; e esquecemos de quantas alegrias e momentos felizes já nos proporcionou o Senhor da vida.

Devido ainda a nossa ligação mais estreita com a matéria, damos maior valor ou importância aos fatos que nos abatem neste âmbito do que às alegrias espirituais que recebemos diariamente e às virtudes e talentos que recebemos da vida.

Muitas vezes, em orações as vezes repetetivas, dizemos: "Seja feita a vossa vontade"; e não estamos prontos para compreender o real significado destas palavras... que no meu entender é: Seja feito o melhor para mim, aquilo que vai me auxiliar na vida eterna, mesmo que isso muitas vezes vá contra os meus desejos e gere sofrimento temporário.

Não existe maneira de deixar de sofrer com os revezes da vida... sempre teremos momentos de dor e de sofrimento. O que vai diferenciar é COMO encaramos estes momentos - o bem sofrer ou o mal sofrer.

Quando "perdemos" a fé é justamente porque não compreendemos porque a vida não fez o que nós desejamos ou porque achamos que merecemos uma coisa que a vida não nos deu.. aí ficamos chateados, tristes, enraivecidos, revoltados e nos voltamos - as vezes até inconscientemente - contra aquele que poderá sempre nos dar o consolo para os nossos sofrimentos: Deus.

Deus está sempre aí para nos apoiar e consolar... nós é que muitas vezes perdemos o caminho até ele.

Eu também muitas vezes já pedi para ele aumentar a minha fé... mas como ele vai fazer isso sem me dar testes para ela? ou como ele vai fazer isso se eu não quero passar por situações que vão colocar ela a prova? ou como ele vai fazer isso se eu, na verdade, não quero ter trabalho e espero que ele faça tudo?

A descrença muitas vezes é o disfarce que utilizamos para esconder a nossa insatisfação com as coisas da vida; a nossa infelicidade com o que não temos... esquecendo que devemos buscar ser felizes com o que temos, com o que dispomos e apesar de nossos muitos problemas... pois existem pessoas que desejam diariamente estar onde nós estamos e não podem...

Quando tirarmos o foco do centro de nós mesmos e passarmos a olhar ao nosso redor veremos quanta miséria, dor e sofrimento maiores que os nossos existem ao nosso redor e junto a nós; quantas pessoas que gostariam pelo menos de ter o corpo sadio que temos, ou a cama que dormimos, ou o alimento que recebemos, ou a casa que nos cobre... e não tem.

Estes são os motivos para darmos graças diariamente a Deus e para aprendermos que nada ocorre sem a sua permissão e a necessidade do indivíduo.

Gosto muito do capítulo 6 de "o evangelho segundo o espiritismo"; acho uma leitura sempre agradável e renovadora de nossas esperanças. Leia. Acredito que irá gostar.

Leia também - e medite - os capítulos 5,6 e 7 de Mateus. São de uma sabedoria imensa.

Não sei se respondi o que você desejava, mas espero ter sido de alguma ajuda. Caso necessite não deixe de entrar em contato,

Paz contigo.

Não consigo engravidar por causa de mediunidade? - Perguntas dos amigos



"... não sei o que está acontecendo comigo, venho tentando engravidar há 3 anos e não consigo, será algum problema espiritual, algumas pessoas já me falaram que sou medium, será que isso tem alguma coisa haver ou será que que tenho alguma pendência de outra encarnação e por este motivo não engravido, peço por favor sua ajuda, pois meu maior sonho é ser mãe. Obrigada ......"



Prezada , bom dia.

Obrigado pela confiança depositada mas, embora deseje muito, não posso ajudá-la a realizar seu sonho... posso apenas tentar esclarecer o porque desta limitação que ainda se apresenta em sua vida. Espero que compreenda minhas tão imensas limitações e perdoe a falta de um lenitivo maior para seu questionamento.

Ao meu ver temos duas situações distintas em questão e que não necessariamente se cruzam; de um lados temos uma "possível" mediunidade e do outro a "impossibildade" de engravidar.

Muitas pessoas, por erro e falta de estudo/orientação, frequentemente associam a mediunidade a doenças, tragédias, falta de sorte e outras coisas; levando em consideração um conceito antigo e errado que "quem tem mediunidade tem que trabalhar senão vai tudo dar errado na vida da pessoa".

Caso este conceito estivesse certo equivaleria dizer que Deus ordenou que a pessoa que tivesse mediunidade e escolhesse não fazer parte de reuniões mediúnicas seria punida com coisas ruins em sua vida... o que, no meu entender, apresenta pelo menos duas contradições básicas: 1ª que Deus - que é amor - desejaria se vingar de nós e nos punir por algo que deixamos de fazer e 2ª que ele seria incoerente consigo mesmo se, nos dando o livre arbítrio, não nos deixa escolher o caminho que desejamos; entende?

Não acredito que Deus seja infantil e vingativo deste jeito; Acho que a inteligência suprema criou suas leis imutáveis e a elas nós estamos ligados; cabendo exclusivamente a nós próprios decidirmos o que fazemos, quando fazemos e como fazemos - uma vez que temos o modelo e guia ideal para seguir.

O que muitas vezes ocorre é que, em se tendo uma sensibilidade mediunica, e não procurando se conhecer(estudar) ou trabalhar esta sensibilidade em atos de amor e caridade - e não necessariamente na sala mediúnica "recebendo" espíritos - vamos acumulando em nós uma parcela grande de energia deletéria dos espírios que nos cercam e desejam o nosso mal; esta energia - que seria facilmente desprendida em atitudes de amor e caridade, fica em nosso ser e pode vir a gerar problemas físicos devido ao seu acúmulo e as presenças que atraimos com nossos comportamentos e atitudes.

Acredito que, definitivamente, uma suposta mediunidade que você possa ter não é, e nem vai ser nunca, o motivo pela sua dificuldade de engravidar.

Este é um processo diferente que vem, na maioria das vezes, por conta de um resgate por atos de nossas existencias passadas.

Perceba que todos nós temos um passado espiritual e que, devido ao nosso mínimo estágio evolutivo, ele é repleto de erros e crimes contra nós e contra o nosso próximo.

Muitas vezes nos recusamos a ceder o nosso ventre a uma nova oportunidade de vida e, nestes momentos, realizamos atitudes que levariam aquelas gravidezes ao fim. Nestes momentos, em nosso passado, não tinhamos o conhecimento ou a consciencia do mal que estávamos praticando para com o reencarnante e, principalmente, para com nós mesmos.

Estes males passados inexoravelmente nos alcançam, através dos´séculos, pela lei de causa e efeito e se apresentam exatamente em momentos que já estamos com a capacidade intelectual/moral/espiritual de compreender nossos erros e de aprender com as consequencias dos mesmos.

Hoje, passados alguns anos ou séculos, quando você já se encontra em um nível que passa a aceitar e valorizar o fato de "ser mãe" a vida coloca temporariamente algumas limitações para que este sentimento seja realmente aprimorado e valorizado em seu íntimo - através do desejo ardente de realizá-lo e da constatação "na carne" de como é importante a vida intra-uterina que tantas vezes desprezamos no passado.

Este processo, embora para nós que passamos seja doloroso e pareça injusto, é a ferramenta que a vida utiliza para "gravar" em nosso espírito e nos ensinar o real valor da vida e do amor - apenas experimentando através da dor realmente aprendemos, na maioria das vezes. Esta é a lei de causa e efeito; lei que rege a nós e a todo cosmos, através da qual o que desequilibramos antes temos a responsabilidade de equilibrar agora, ou num futuro.

Não se desespere nem se cobre demais por este processo; entenda que é um processo natural e que não ocore apenas com você, mas com muitas pessoas em todo o mundo. Aceite a prova como parte de seu crescimento e aprenda a "dar graças" pela oportunidade de "limpar" algus erros de seu passado através desta limitação temporária.

Também não desista nunca de realizar seu sonho - seja naturalmente, através de tratmentos ou até da adoção - pois não sabemos nunca quando está finda a nossa limitação e quando estamos livres para realizarmos o que desejamos tão ardentemente.

Pense em tod as as possibilidades, inclusive na de ser a mãe que muitas crianças não tem; através do amor vencemos os nossos erros - já nos disse Pedro o apóstolo - então ame os que necessitam de seu amor e trabalhe com crianças através de serviços sociais de seu grupo religioso, visitas a orfanatos, etc...

Quem sabe assim você não encontrará algum espírito encarnado que sintonize com seu coração de mãe e possa chamá-lo de filho - de forma legal e definitiva.

Ore. Agradeça a Deus e busque sempre fazer o melhor para sí e para o próximo. Assim estará no caminho de vencer mais esta prova em sua vida imortal.

Espero ter sido de alguma ajuda, caso necessite entre em contato.

Paz contigo.

Que religião escolher? - Perguntas dos amigos



"... Olá querido João.Gosto muito do blog.Não sou espirita embora já tenha frequentado um centro muito sério.Estou meio perdida com relação a religião..minha familia é evangélica e também já frequentei.hoje estou querendo frequentar um centro espirita,mas ao mesmo tempo gostaria de frequentar uma igreja evangélica.o que você me aconselharia a fazer.Desde já fico muito agradecida.Paz ......"



Prezada ____________, bom dia.

Na questão 842 de "o livro dos espíritos" vamos encontrar o seguinte:
Por que indícios se poderá reconhecer, entre todas as doutrinas que alimentam a pretensão de ser a expressão única da verdade, a que tem o direito de se apresentar como tal?
Será aquela que mais homens de bem e menos hipócritas fizer, isto é, pela prática da lei de amor na sua maior pureza e na sua mais ampla aplicação. Esse o sinal por que reconhecereis que uma doutrina é boa, visto que toda doutrina que tiver por efeito semear a desunião e estabelecer uma linha de separação entre os filhos de Deus não pode deixar de ser falsa e perniciosa.”

Que no meu entender, trocando em miudos, significa perguntar "qual a melhor religião?" e é aquela que mais bem fizer ao ser humano sem semear a discórdia entre eles.

Você me pede um aconselhamento e eu apenas posso dizer que siga o seu coração; onde você se sentir melhor é onde você deverá permanecer.

Busque, conheça, avalie e experimente os dois lados de sua dúvida e, após conhecer ambos, verifique onde se sente melhor, mais atendida em suas necessidades, mais acolhida, mais completa.

Cada um de nós está em um estágio de sintonia que difere dos outros, então o melhor para mim não é necessariamente o melhor para você, e assim sucessivamente.

Busque dentro de sí o que realmente deseja de uma religião e siga para a que te atender da melhor maneira, lembrando que as religiões são apenas caminhos, nós é que temos que percorrê-los,

Espero ter sido de alguma ajuda,

PAz contigo.

Mensagens dos amigos espirituais ...




No caminho de sombras e de dor

Estamos todos, meus irmãos, em um caminho de sombras e de dor.

Das sombras de nossos desejos mesquinhos e instintos materiais e da dor das escolhas que fazemos e de suas consequências.

Este caminho se apresenta árduo e longo para os que, agarrados à sua bagagem material, ficam lentos e pesados com os interesses pessoais e não conseguem subir nem ascender às alturas da montanha de nossa vida.

Pode também ser leve e rápido para os que já se libertaram de suas amarras e que estão livres e soltos para ascender, através de seu próprio esforço, ao cume da bondade e do amor.

Cada um de nós faz as escolhas do caminho que deseja seguir: o caminho do mundo ou o caminho do Cristo.

Sem nos preocuparmos com o que virá mais tarde escolhemos os prazeres, e as dores, do mundo; quando vislumbramos o que nos espera no porvir e temos a consciência de que nossos atos representam a nossa libertação mais tarde; escolhemos o caminho do Cristo - de amor e abnegação, de doação e caridade de nós mesmos.

Tenhamos, então, meus irmaõs, através de nossa doutrina, a sabedoria para escolher o caminho melhor e mais rápido; que nos levará ao seiodo Pai e aos patamares de felicidade que almejamos.

Eusébio

Mensagens dos amigos espirituais ...




Uma Luz de Esperança e Paz

A luz, meus irmãos, vem sendo definida nos anais da ciência como sendo o efeito visual da energia sobre a matéria.

Seus efeitos luminosos tem tornado claros locais escuros ou tornado possível se ver o que se deseja em nosso caminho.

Ilumina o que existe de material em nosso lar, escola ou casa espírita;

Existe, porém, outra luz; muito mais importante mas invisível aos olhos.

A luz Divina que clareia e ilumina o nosso coração por dentro e que brilha incessantemente em nossos atos de bondade e amor.

Esta luz, meus irmãos, um dia tomou forma e habitou a Terra, assumiu o nome de Jesus, o Cristo e se fez presente nos corações dos que estavam preparados para perceber o seu brilho; pois existiam, e ainda existem, os que não estão.

Jesus brilha como o sol, tornando claras as trevas que habitam em nós e nos esclarecendo a respeito das leis de amor e caridade que nós devemos cumprir.

Sua luz brilha invisível aos olhos dos homens, apenas para ser percebida pelos espíritos daqueles que se dedicam a seguir o caminho iluminado por ela.

Roguemos, pois, ao pai que possamos perceber esta luz Divina e seguir o caminho que ela iluminapois, então, estaremos em direção ao Cristo, o sol maior de nossas vidas.

Eusébio


Visão masculina de Deus - Perguntas dos amigos




"... Antes de me tornar espírita tive contato com relgiões que pregavam a face feminina da divindade. Logo, gostaria de saber o porque de nós, espíritas, nos referimos a Deus com termos do gênero masculino: Senhor e não Senhora, Deus e não Deusa, Pai e não mãe. Agradeço desde já ......"

Prezado ____________, bom dia

Allan Kardec em "o livro dos espíritos" questões de 1 a 16 faz uma análise profunda e coerente sobre Deus - dentro das limitações que nós humanos ainda temos, claro; e inicia seu estuo com a pergunta "o que é deus?" - desmistificando assim a mania natural que temos de humanizar a divindade - recebendo , muito sabiamente, a resposta que "Deus é a Inteligência suprema, causa primeira de todas as coisas." - onde os espíritos esclarecem que Deus não é "quem" mas sim um princípio universal, ou seja, um princípio inteligente, uma energia suprema, um ser tão superior que supera todas as qualificações e adjetivos que possamos colocar em sua definições; assim como supera também o masculino e o feminino.

Percebemos que, ao longo da história do homem, o sentido da divindade já recebeu diversas qualificações e definições, por exemplo:
- para o homem primitivo era os eventos da natureza - o trovão, o fogo, a chuva, a luz, o sol;
- para os egípcios era um panteão híbrido de forma humanoide e animal que apresentava as nossas mesmas características;
- para os gregos e romanos eram representações de nós mesmos com as qualidades e defeitos elevadas ao máximo possível;
- para as sociedades matriarcais assumia a forma da grande mãe, fonte de toda a vida;
- para os hindus assume, entre tantas definições, a forma de Krishna (http://pt.wikipedia.org/wiki/Krishna);
- para os tupi-guarani é tupan;
- para os muçulmanos é a figura de Alá;
- e, para nós cristãos, assume o nome de Deus/Jeová - que vem da origem judaica de nossa religião.



Perceba, então, meu irmão, que não é o nome da divindade que vai diferenciar ou validar a nossa crença.

Chamamos de Deus porque, historicamente, desde a origem de nossa religião(paternalista) e na tradição socio-cultural de nosso país, utilizamos este nome para nos referir a entidade maior criadora de tudo e todos; o que não representa, em absoluto, limitações ou gêneros para a inteligência suprema.

Nós, humanos, é que temos a necessidade primária/primitiva de associar coisas a nomes e expressá-los de acordo com as nossas limitações. Para Deus - entidade suprema - não importa o nome ou titulo que damos a Ele; nem o gênero ou família a que julguemos que Ele pertença; muito meno se acreditamos que Ele seja um ou muitos... o que realmente importa é o "como" vivemos e se buscamos seguir os seus mandamentos divinos de Amor e caridade, entende?

Infelizmente nós, humanos, temos nos afastado e preconceituado, nos dividido e perseguido por razões pequenas demais para sequer existir - esquecemos a mensagem e nos apegamos a detalhes que exaltam nossa imaturidade e julgamento errôneos. digo isso pois, ao meu ver, temos tantos "deuses" e nenhum ainda foi capaz de nos ensinar o caminho do amor e do bem... porque não deixamos.

espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo

Reencontro de pessoas - Perguntas dos amigos



"... quero saber como estou com alguem que acho que ja conhecia ......"

Prezada _________, bom dia.



Muitas vezes em nossas vidas encontramos pessoas e temos a sensação de já conhecermos - ou sentimos uma simpatia imediata - o mesmo acontecendo com lugares que visitamos. Em diversos casos o oposto também é verdadeiro: quando surge uma antipatia muito forte por pessoas ou locais que acabamos de conhecer.

Na maioria das vezes este fenômeno se dá por um conhecimento prévio entre as partes, quando em outras existencias se conheceram e conviveram fraternalmente ou antipaticamente.

Este conhecimento prévio fica gravado no perispírito - memória perispiritual - e a presença da pessoa quando a encontramos gera o choque fluídico entre as nossas energias, despertando os sentimentos que tenhamos latentes por ela; e, sem que precisemos nos lembrar de nada que ocorreu, surgem instintivamente os sentimentos de simpatia ou antipatia.

Kardec vem falar sobre este assunto nas questões 386 a 391 de "o livro dos espíritos" valendo a pena dar uma lida.

Este sentimento, entretanto, não quer significar que existe um "plano" ou programação traçada para aqueles espíritos nesta encarnação; desmistificando a crença das "amas gêmeas" - apenas que se encontraram espíritos que em outras encarnações tiveram algum relacionamento de qualquer espécie, criando impressões psíquicas que ficam guardadas em nosso inconsciente.

Esperto ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Filmes, Mundo espiritual e Companhias - Perguntas dos amigos





"... Amigo, acabo de me lembrar de mais dúvidas que desejo forte esclarecimento.

Bem, aquele filme que retrata a vida após a morte 'amor além da vida' é real ou só alguns fatos?
Acho aquilo bem bonito,mas bastante estranho ,é como se tudo fosse apenas o pensamento. Se eu qro td azul eu tenho , se qro td amarelo ,td fica amarelo.rs
Como é mais ou menos a realidade espiritual?

Outra coisa, algumas pessoas em centros espíritas ou de outras doutrinas relatam que os mediuns falam que tem fulano de outra encarnação
que o acompanha. Ouvi uma historia de uma moça da qual a medium falou que o bebe que ela havia abortado era um ex companheiro de outra encarnação
e que depois de abortado passou a persegui-la,pois nao queria a moça com nenhum outro homem. Ele é um espírito e ainda assim,depois de tanto tempo ainda quer a mulher de forma carnal? Não entendo nada sobre isso,acho sem lógica total, talvz pq nao entenda. Pois se os espíritos só descem com permissão
por qual motivo alguns espíritos nao deixam os encarnados em paz? Há um livre arbítrio pra vir pra terra e fazer o que bem entende? E se lá os espíritos aprendem pq existem alguns
que passam tantos e tantos anos se dedicando a maldade e a perseguição,parece meio lenda essas historias,por isso busco esclarecimentos para saber se´são reais e como que funciona msmo.

Obrigada mais uma vez ......"


Prezada ______________, bom dia.


É interessante perceber que tudo que vemos nos filmes está sempre MUITO influenciado pelas idéias dos criadores/produtores/autores/diretores e que, inevitavelmente, vai variar de pessoa para pessoa e crença para crença.

Muitos destes filmes, embora sejam bastante interessantes e belos de se ver, não retratam a realidade espiritual de forma verdadeira - de acordo com a doutrina espírita.

Alguns dos filmes mais interessantes - com situações perto das reais - que já vi foram: Ghost (menos a parte que ele "entra" na médium para dar comunicação), o sexto sentido , Além da eternidade, os outros e, recentemente no brasil, ChicoXavier, Nosso lar e as mães de Chico Xavier - que mostram exatamente as relações no mundo espiritual e entre o mundo espiritual e o físico baseados na Doutrina Espírita.

E embora todos ainda tenham aspectos individualizados que possam corresponder as idéias de seus criadores, são filmes no geral bastante realistas e que Vale a pena assití-los para que possa construir, juntamente com a leitura de livros espíritas - principalmente a série de André Luiz -, a nossa própria perspectiva do mundo espiritual.

É necessário filtrarmos com muito cuidado as informações que recebemos ou ouvimos das pessoas, mesmo em centros espíritas, pois existe, devido a falta de estudo e de esclarecimento, muita informação errônea e "distorcida" no que se refere a companhias espirituais.


Existe sim a possibilidade de espíritos que foram contemporâneos nossos em outra encarnações nos acompanharem hoje em dia - seja para nos auxiliar, como protetores ou guias, como também pode ser para nos prejudicar, como obsessores.

Também é plausível - e possível - a informação que companheiros nossos de outras vidas possam retornar como nossos filhos; mas também com irmãos, pai, mãe, etc... de acordo com as necessidades reencarnatórias de cada espírito.

No caso em questão é muito possível que este espírito tenha realmente iniciado um processo de obsessão espiritual sobre a mulher em questão... mas para isso também é necessário que o mesmo não tenha realmente se modificado interiormente e deixado as sensações e desejos inferiores interferirem no processo de reencarne planejado, perdendo aquela oportunidade e adquirindo maiores débitos para seu futuro.

Não se espante que existam casos assim, pois os espíritos não são nada mais que os homens desencarndos - ou seja existem os que obedecem ordens e limites e os que não obedecem - os bons e evangelizados e os maus e sofredores; Então as permissões e ordens apenas serão válidas e limitadoras para os que desejam seguir as regras - de acordo com sua índole - prevalecendo sempre a lei do livre arbítrio - se assim não fosse não teríamos o mau e so sofrimento espalhados pelo mundo.

Os espíritos são livres para realizar seus atos e decisões - assim como você e eu - então eles continuarão com suas idéias e desejos - bem ou mal intencionados - após o desencarne assim como eram encarnados. E muitos permanecerão em estágios de maldade e de dor por inúmeros séculos até que sua consciencia desperte e os mesmos se arrependam do que fizeram; iniciando o doloroso processo de resgate que durará outros tantos séculos até que se limpe os débitos do passado.

Todos nós somente mudamos quando o nosso desejo nos orienta para tal - ninguém muda ninguém, Compreende?

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Palestras em MP3





Ter filhos e ser Pai
Proferida no Grupo Espírita Obreiros da Caridade - Palmares - PE
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)



Palestras em MP3





Bem aventurados os que tem os olhos fechados
Proferida no Núcleo de Estudos Espíritas Violeta Griz- Palmares - PE
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)



Mensagens dos amigos espirituais ...




Uma paz duradoura
Para que tenhamos o direito a pedir de Deus uma paz duradoura dentro de nós, devemos antes ver o que plantamos e o que estamos preparados para dar de nós mesmos.

A paz não vem como dádiva de presente que chega sem merecimento, mas como conquista interna de cada um em prol de uma sociedade melhor e mais justa.

A preparação de nossas crianças em uma escola de liberdade e de orientação ... tem papel primordial neste processo.

Não conseguiremos paz sem que orientemos os jovens e as crianças a respeitar a sí mesmos e aos outros.

Exemplos de equilíbrio e de harmonia devem ser plantados em todos os lares para que num futuro, e não agora, possamos chegar a paz tão desejada.

Políticas de saúde e educacionais justas e boas devem ser aplicadas aos que delas necessitam.

Não podemos ter paz onde ainda se luta, mata e morre pelo necessário a dignidade humana.

A paz duradoura é, então, fruto de todo um processo de esclarecimento e de amadurecimento social e político, econômico e religioso que o mundo ainda precisa passar.

No âmbito religioso os homens ainda necessitam aprender o significado das palavras de Jesus quando nos orienta: "amai uns aos outros".

Assim procedendo, um dia, poderemos ter em nosso mundo a paz duradoura que dará início ao processo de evolução da Terra e de regeneração de nossas almas doentes e sedentas de amor.

Eusébio


Agradecimentos





Ciumes e Espiritismo - Perguntas dos amigos



"... As minhas saudações fraternas.
Aproveitando os seus vastos conhecimentos, por onde tenho aprendido imenso e sido esclarecido de muitas dúvidas que vou tendo.
Gostaria de lhe pôr uma questão referente ao CIÚME, o que é realmente o CIÚME, como encara o Espiristo esse problema.
Agradeço antecipadamente o seu eslarecimento.
Um abraço ......"




Prezado ______________, bom dia.

Agradeço seu carinho e apreço, mas antes vamos agradecer a Jesus que nos possibilita o aprendizado de todos os dias através da saúde e da vida que nos dispensa tão generosamente.

Allan Kardec em "o livro dos espíritos" faz algumas alusões ao ciume; no capítulo VI da introdução o classifica como uma de nossas "paixões" características de espíritos ainda pouco evangelizados, ao lado do ódio, da inveja e do orgulho; na "escala espírita", questão 101, apresenta-o novamente como uma das características dos espíritos sofredores, bem como na questão 104; e afirma, a partir da questão 107, que os bons espíritos - já mais evangelizados - não sentem o ciúme, justificando o porque na questão 133a e mostrando claramente o quanto nos faz mal este sentimento na questão 933.

De minha opinião pessoal acredito que o ciúme seja, assim como o ódio, o amor adoecido e imaturo. Que necessita de muito carinho e compreensão para que, sendo auxiliado, venha a curar suas feridas e amadurecer.

Acho que o ciúme ao qual você se refere seja o ciúme das paixões arrebatadoras, o do desejo de posse do ser amado, o que não suporta dividir a atenção de quem ama por medo de perdê-la. Estou certo?

Ao meu ver, em casos assim, este sentimento nada de bom pode trazer a quem o sente - uma vez que é embasado pelo medo, pelo desregramento e pelo desejo sem limites.

O ser que possui este sentimento dentro de sí tem que travar uma luta diária - quase horária - para não permitir que ele chegue a ferir e a afastar o ser que o mesmo ama; pois todos temos nossos limites e sentimentos próprios e muitas pessoas existem que não conseguem mais aguentar o que o outro está disposto a dar.

Em muitos casos o ciúme chega ao extremo do cárcere e da violência - causando perturbações físicas, morais e espirituais que são aproveitadas pelos espíritos sofredores para ampliar ainda mais os sentimentos negativos e suas consequencias, sob a forma de violentas obsessões.

Este sentimento é tão corrosivo e marca tão profundamente que, em muitos casos, mesmo após o desencarne, o espírito continua se sentido proprietário da pessoa amada e juntoa ela, prejudicando a pessoa amada, qualquer pessoa que se aproxime dela e principalmente a sí mesmo; adquirindo novos resgates para o futuro.

Embora todos nós - e issso é natural - tenhamos o sentimento de gostar, cuidar e querer ficar junto das pessoas por quem temos apreço é importante perceber em que momento este sentimento está se transformando em algo sem controle - egoista, excessivo e exagerado - pois esta percepção poderá ser o momento em que evitaremos muitos dissabores no futuro - para nós e para os que amamos.

Todo sentimento que perde o controle e passa a ser tão excessivo que venha a dominar nossa vida é prejudicial; devemos então identificar o quanto antes e nos esforçarmos por dominá-lo e tomar as rédeas de nossa vida novamente. Veremos algo sobre isso nas questões 907 a 917 de "o livro dos espíritos".

Não sei se esclareci da maneira como você desejava; mas esperto ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.

Descobertas Científicas - Perguntas dos amigos



"... Prezado João,boa noite. Seria correto afirmar que as conquistas e descobertas científicas e tecnológicas da nossa sociedade têm origem na espiritualidade?
São estudos e projetos desenvolvidos no além por seres superiores e implementados aqui?
Dessa forma, devemos relativizar a importância dos gênios terrestres, pois os mesmos teriam tido influencia espiritual para suas obras e descobertas?
A espiritualidade é onde realmente se descobrem as coisas que vão ser úteis na Terra? Obrigado pela atenção e boa vontade. ......"




Prezado ____________, bom dia.

As descobertas científicas, médicas, filosóficas, sociais etc... que temos visto na Terra ao longo dos séculos vem, certamente, como resultado de um processo que se iniciou no mundo espiritual.

Existem sim colônias completamente dedicadas ao desenvolvimento tecnológico, outras ao moral, outras ao social e coisas assim - de onde reencarnarão os espíritos que estão encarregados de determinados projetos para dar continuidade aos mesmos aqui na Terra, acompanhados de seus companheiros espirituais - na qualidade de espíritos guias.

Embora isso não tire o mérito dos que estão encarnados nem signifique que seja somente "influencia" dos desencarnados - pois a semente somente germina em solo fértil, significando que para que um avanço seja desenvolvido a pessoa responsável deve ter as qualidades e preparo para atender a tal missão - sempre conseguidas com esforço e determinação.

Muitas vezes, quando não dá tempo terminar em uma encarnação, os mesmos espíritos reencarnam mais cedo para terminar sua missão e acompanhar o progresso que possam viabilizar nos estudos em questão.

Então podemos sim afirmar que é na espiritualidade que são iniciados os processos e estudos de avanço e evolução nas áreas de interesse do homem; mas é na Terra que eles são testados e implementados pelos espíritos que reecarnam especificamente para esta missão.

Infelizmente o oposto também é verdade, ou seja: As falanges de sofredores na espiritualidade também desenvolvem tecnologias de drogas e comportamentos cada vez mais envolventes e fortes, de modo a atingir e atrair um número cada vez maior de nós, os encarnados.

Esperto ter sido de alguma ajuda

Paz contigo.

Como perdoar mais rapidamente - Perguntas dos amigos



"... Quando rezo o pai nosso, no trecho: perdoais as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tenha ofendido, tenho encaixado me ajude a perdoar os outros, me ajude a perdoar a mim mesmo ...
Existe alguma maneira para perdoar mais e mais rapidamente? ......"




Prezado __________, bom dia.

Tenho aprendido com Jesus - e com alguns de seus emissários - que o ato de perdoar está inseparavelmente ligado ao de compreender... A partir do momento que nos colocamos no lugar do indivíduo que age contra nós, e percebemos que se estivéssemos na mesma condição, poderíamos ter feito a mesma coisa - ou pior - estamos nos preparando para o perdão.

Dois livros que adorei ler, porque me auxiliaram a aprender este conceito, foram: "o monge e executivo" de James C. Hunter e "sinta-se livre onde você estiver" de Thich Nhat Hanh; pois, embora com objetivos totalmente opostos, ambos da uma aula de "espiritualidade e comportamento" para os que tem olhos de ver.

Em minha vida particular já passei também por diversos episódios onde me magoei com algumas pessoas, inclusive uma vez que pensei nunca ser capaz de nem olhar no rosto da pessoa novamente.

Neste caso, especificamente, meditei nos conselhos de Jesus - que são os mais sábios que poderemos encontrar - quando no sermão do monte nos orienta a "orar pelos que nos perseguem e caluniam" e foi exatamente o que eu fiz.

iniciei a pedir em favor desta pessoa em minhas orações - não foi fácil o começo - mas ao final de algum tempo percebi que não tinha mas raiva dele... depois de mais alguns percebi que sua presença já não me causava incômodo... e hoje converso com ele, aperto sua mão e convivo normalmente - apenas não quero mais intimidade... é, como falei, o lance de "mansos como as pombas e astutos como as serpentes".

O melhor caminho para o perdão é a ação em benefício de quem nos prejudica. O tempo e o amor vão cobrir nossas mágoas e, talvez, transformar a pessoa. Jesus ensinou isso e nós ainda não compreendemos.

Paz contigo.

Lei do Esquecimento e Limite da evolução - Perguntas dos amigos



"... Amigo, tenho mais umas coisas que desejo muito saber. Um dos pontos eu já sabia,mas de tantos questionamentos que recebi acabei por querer buscar mais explicações lógicas.
-Bem a primeira coisa que busco saber, é quanto ao esquecimento da vida espiritual. Certo que concordo que não devemos mesmo
nos lembrar pela questão de termos que resgatar os laços com algum inimigo do passado nessa vida,mas será mesmo só por esse motivo?
Não seria mais lógico que lembrassemos nossa estadia no plano espiritual, do que em cada vida termos que nos convencer disso como
se fosse a primeira vez? Se lembrassemos da nossa verdadeira pátria creio que não seríamos tão materialistas assim.
- Passaremos a eternidade evoluindo? Não tem um ponto final? E se houver um ponto final o que iremos ficar fazendo? ......"




Prezada ____________, bom dia.

Vamos encontrar escalrecimentos sobre o "esquecimento do passado" nas questões 392 a 399 de "o livro dos espíritos" - vale a pena uma leitura atenta para uma boa compreensão sobre o assunto.

Para mim o princípio do esquecimento não se dá por conta apenas de resgatarmos laços com inimigos do passado, até porque quando erramos entramos em débito com a vida e é à vida que devemos resgatar - e não obrigatoriamente às pessoas de nosso passado; se assim fosse certamente teríamos casos insolúveis em nossa vida eterna e ficaríamos estacionados, sem poder avançar, por conta de um resgate que não poderia ser feito...

O esquecimento vem na intenção de nos livrar de nossos próprios erros - vingança, ódio, depressão, medo - e de evitar que erremos novamente por nossa própria responsabilidade - ele nos dá a oportunidade de mostrar à vida que realmente aprendemos o verdadeiro significado do amor e que mudamos o nosso sentmento interior.

Acaso nos lembrássemos do que fizemos ou do que fizeram conosco, quando retornássemos - sabendo que necessitamos nos melhorar - poderíamos "fingir" um melhoramento para que não assumíssemos a responsabilidade pelos erros efaltas cometidas; ao passo que se não temos lembrança de nada, os nossos verdadeiros sentimentos vem à tona e expressam o que sentimos por dentro, compreende? Assim somos sempre nós que estamos agindo, de forma natural e sem fingimentos pré-estabelecidos.

Por outro lado, como você disse, o esquecimento também serve para que não tenhamos antagonismos e problemas com as pessoas que a vida coloca em nosso caminho e com as quais já tenhamos convivido antes; desta forma não buscarei vingança contra alguém que me fez mal, não ficarei preso na culpa ao encontrar alguém que prejudiquei nem me perderei do caminho por alguém que amava anteriormente.

Acredito eu que o materialismo está não no conhecimento do mundo espiritual - pois o homem já traz consigo o sentimento inato de algo maior - mas no interesse exagerado com que o homem valoriza as sensações que a matéria pode dar

Muitos espíritos existem que estão no mundo espiritual, em locais de sofrimento, e dariam tudo por alguns momentos de volta no corpo para sentir mais uma vez os prazeres da matéria... sem se importar com espiritualidade ou com qualquer sentido de vida eterna... seus sentimentos apenas tem capacidade para compreender e se importar com o aqui e agora - mesmo estando no mundo espiritual ele nada significa para eles.

Com o tempo e o passar das idas e vindas para o mundo espiritual os conceitos pessoais de cada um vão amadurecendo e as dores e sofrimentos vão podando os interesses materiais, de onde brotarão os sentidos espirituais que, ao exemplo de flores lindas, iniciarão pequenos e frágeis até atingir o ápice de sua beleza e sabedoria.

Por isso acredito que o conceito de vida espiritual e a espiritualização do indivíduo vem gradualmente, através da experiencia multisecular, e das oportunidades de entender que o real sentido da vida nao é o material e sim o espiritual. Somos espíritos que vestimos corpos de carne e não corpos que tem espíritos.



Não passamos a eternidade evoluindo, embora o processo evolutivo possa durar muitos milhões de anos.

Vamos perceber pela escala espírita e pela progressão dos espíritos - "o livro dos espíritos" questões 100 a 127 - que o espírito vai amadurecendo e passando por diversos estágios de acordo com o seu nível intelecto moral.

O último destes níveis - abordados por Kardec - é o de espírito puro, do qual Jesus faz parte.

Ele representa o ponto em que os espírito não necessitam mais encarnar para evoluir e onde não há senão sintonia com o Divino em seus pensamentos - por isso Jesus afirmou eu e o Pai somos Uno; Embora, particularmente, eu acredito que a evolução nunca se encerra - sempre que trabalhamos mais aprendemos mais e evoluimos mais, compreende?

Na qualidade de Os espíritos puros iremos ser os mensageiros e representantes de Deus para as diversas humanidades do universo, os anjos e protetores com missões específicas, os enviados para a carne a fim de exemplificar o amor e a caridade... seremos, um dia, o que Jesus representa hoje para nós e servir será a nossa alegria.

É nesse momento, em que o maior se faz o servidor de todos, que compreenderemos o verdadeiro amor.

Tudo que Deus faz é sábio e perfeito; nós é que ainda não temos a capacidade de compreender sua grandeza imensa e achamos, em nossa inconsequencia e ignorância, que sabemos o que seja melhor para nós.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Cirurgias espirituais e Evolução - Perguntas dos amigos



"... Oi,amigo, gostaria de entender sobre as cirurgias espirituais,acho isso tudo tão estranho,pois não entendo muito a respeito e gostaria de saber sua opinião sobre.
Também tem algo que já lhe perguntei,sobre nós ja termos sido átomos e um dia virarmos seres angelicais,em que se baseia
essa afirmação? ......"




Prezada ____________, bom dia.

As cirurgias espirituais são um assunto polêmico e sobre o qual cada um tem a sua opinião - a qual deve sempre ser respeitada.

De minha parte acho muitissimo interessantes como fenômeno mediúnico e também de uma utilidade e auxílio imenso a todos os que são atendidos; O que me entristece é que- como tudo que passa pelas mãos do homem - existe muita má intenção e muito engano; o que força que procuremos sempre realizar um estudo e pesquisa anterior sobre determinados médiuns e métodos para "separa o joio do trigo".

Ao meu entender as autoridades espíritas - órgãos representativos - deveriam efetuar acompanhamentos e pesquisas intensas de forma a defender o real sentido do tratamento espiritual e a identificar e desmascarar os mistificadores; protegendo assim a população da ação destas pessoas mal intencionadas. Exitem inclusive associações e órgãos de representação espíritas formados por médicos e pessoas da área de saúde, então temos gente capacitada para isso.

Existe também, por parte da lei, alguns entendimentos em que a cirurgia espiritual seja prática de charlatanismo, prática ilegal da medicina; e outros que seja um atendimento normal, desde que efetuados alguns procedimentos e cuidados anteriores.. enfim, sempre haverá quem apoie e quem desabone.

Espiritualmente falando que acontece nestes casos - o fenômeno propriamente dito - é que um médium oferece seu corpo - instrumento mediúnico - para que um espírito com conhecimentos médicos trabalhe nas pessoas que se apresentem e efetue procedimentos cirúrgicos com cortes, perfurações e coisas assim.

Do lado espiritual este "médico" não está sozinho... existe toda uma equipe de trabalho com ele para auxiliar os que estão sendo tratados; onde uns aplicarão energias adormecedoras (anestesia espiritual), outros aplicarão energias de limpeza (assepsia), uns colaborarão com a cura física(catrização), outros protegerão o local do ataque de sofredores, entre muitas outras tarefas.

Existia antigamente o mito que se fazia cirurgia espiritual com qualquer instrumento - inclusive facas enferrujadas, alicates e linha de costura, etc,,, - mas isso teve sua época definida e serviu unicamente para que com o choque destas atitudes houvesse uma maior divulgação da realidade espiritual e da ação dos espíritos sobre a matéria - protegendo de infecções e doenças, etc... Hoje as cirurgias espirituais são tratadas como o que realment são: eventos cirúrgicos e médicos.

Muitas pessoas acreditam que a cirurgia espiritual vai curar todas as doenças de todos os que se apresentarem a ela; mas não é bem assim. Apenas aqueles que tiverem a necessidade e o merecimento de receberem a cura daquele problema é que a alcançarão; Algumas pessoas ainda necessitam de padecer males para sua própria regereração - é a lei de causa e efeito - e a exemplo do próprio Jesus que "curou muitos" e nem sempre todos ( Marcos 1:34, Marcos 3:10, Marcos 6:5, Lucas 7:21 ) a cirurga espiritual segue o mesmo caminho, pois obedeca as mesmas leis.

Quanto ao seu outro questionamento é sempre importante lembrar que de acordo com as próprias escrituras todos fomos criados a "imagen e semelhança" de Deus - pois bem, Deus não sendo um homem e sim uma consciencia cósmica e energia maior criadora de tudo, podemos entender que nós fomos criados, em algum momento da eternidade, seres menores de energia e consciencia limitada - de acorcom com o LE "simples e ignorantes" - que precisamos crescer e evoluir nossa consciencia, intelecto e moral, de forma a atingirmos aplenitude.

A título de lógica esta evolução não poderá se dar em uma única vez e, a exemplo de nossas próprias crianças que ao entrarem na escola não aprendem física ou química, mas coisas simples compatíveis com seus conhecimentos, o nosso espírito também vai do mais simples ao mais complexo; em um processo que é efetuado tanto fisicamente quanto espiritualmente.

Esta evolução encadeada - entre corpo e espírito - que se efetua nos diversos reinos da natureza, serve para que vão se desenvolvendo, no decorrer de milhares de anos, as capacidades espirituais para utilizar as percepções, ligações, sistemas, sentimentos e sensações que um dia virão a formar um espírito Humano, preparado para habitar um corpo humano.

Por este motivo o espiritismo esclarece que somos criados seres energéticos simples e vamos evoluindo através de inúmeras existencias até o nível máximo que podemos atingr na escala da evolução. A palavra "átomo" utilizada em seu questionamento é apenas uma figura ilustrativa, não significando necessariamente que fomos apenas um átomo, mas sim seres simples de energia primitiva.

Para maiores esclarecimentos é imprescindível a leitura do livro "evolução em dois mundos" do espírito André Luiz; e pode também ler alguns posts no blog, que tratam do mesmo assunto:
http://www.bomespirito.com/2011/02/extraterrestres-evolucao-da-alma.html
http://www.bomespirito.com/2010/10/o-sentido-da-vida-perguntas-dos-amigos.html
http://www.bomespirito.com/2011/07/origem-dos-espiritos-perguntas-dos.html

No mais espero ter sido de alguma ajuda.

paz contigo.

Kardec era Racista??? - Perguntas dos amigos



"... Olá João, boa note,é um prazer voltar a pedir seu esclarecimento.
Gostaria de saber se você compartilha da afirmação de Kardec, na obra A Genese, quando este indica que há uma diferença de evolução entre a raça brança e a negra, impedindo que esta última venha a encarnar nos corpos da raça branca por ser menos evoluída. Seria influencia da época essa compreensão do autor ou devemos aceitar a afirmativa mesmo que nos pareça dura, mas realista? Como você enxerga? Obrigado e um abraço ......"





Prezado ___________, há quanto tempo! Seja bem vindo de volta ao nosso pequeno espaço...

Seu questionamento levanta um dos pontos nos quais muitas pessoas se baseiam para atacar o espiritismo e, pelo meu ponto de vista, nos quais falta um pouco de compreensão e entendimento para tanto...

É importante que percebamos que, para realmente entender/estudar algo, precisamos sempre buscar as mais completas e melhores informações sobre o fato/ato sob todos os aspectos - então é necessário, para não dizer imprescindível, que se tenha um estudo contextualizado do assunto em questão e do mundo ao seu redor, na época em que ocorreu ou foi revelado.

Sem este tipo de estudo textos com ensinamentos incriveis, como a própria bíblia, irão parecer textos racistas e preconceituosos, que incitam a morte e a violência; pois veremos afirmações que chocarão os indivíduos de hoje,mas que eram normais e plenamente aceitáveis à época em que foram escritas; compreende?

Na Época de Kardec - 1804 a 1869 - embora a europa estivesse à frente do movimento de libertação da raça negra, a escravatura era tida como normal e obrigatória em quase todos os países, ditos civilizados, do mundo; sendo os próprios padres, sacerdotes e represetantes de religiões diversas proprietários de escravos e os navios negreiros abençoados quando partiam em busca de suas cargas... Lembremos que a própria lei áurea apenas foi homologada em 13 de maio de 1888 e quantos anos passou sendo "ludibriada" para ser realmente cumprida...

Não quero com isso afirmar que as palavras de Kardec traduzem um pensamento racista inerente à sua época - muito longe disso - estou apenas reforçando o motivo pelo qual elas não foram estranhadas quando do lançamento do Livro em questão.

Kardec estava centenas de anos a frente de seu tempo - em compreensão e sabedoria - e era guiado em uma missão libertadora pelos espíritos mais evangelizados que poderiam haver na época - a falange do Espírito Verdade; por este motivo se torna ilógico imaginar que estes espíritos - que compreendiam tão bem e estavam em plena sintonia com as leis de Deus e os ensinamentos de Jesus - pudessem deixar passar em suas obras ("dos espíritos") algum comentário ou colocação que desse alguma conotação racista e/ou preconceituosa e, consequentemente, fora da caridade; concorda comigo?

Por este motivo acredito que o que temos em questão é um entendimento equivocado - muitas vezes intencionalmente provocado, outras vezes fruto de uma leitura rápida e desatenta - e direcionado para algumas palavras de um texto que tem um sentido muito diferente do que se quer dar com este olhar de preconceito.

Acredito que o texto a que você se refere seja o que reproduzo a seguir, contido no capítulo 11 - encarnação dos espíritos:

"31. - Podem comparar-se os Espíritos que vieram povoar a Terra a esses bandos de emigrantes de origens diversas, que vão estabelecer-se numa terra virgem, onde encontram madeira e pedra para erguerem habitações, cada um dando à sua um cunho especial, de acordo com o grau do seu saber e com o seu gênio particular. Grupam-se então por analogia de origens e de gostos, acabando os grupos por formar tribos, em seguida povos, cada qual com costumes e caracteres próprios.
32. - Não foi, portanto, uniforme o progresso em toda a espécie humana. Como era natural, as raças mais inteligentes adiantaram-se às outras, mesmo sem se levar em conta que muitos Espíritos recém-nascidos para a vida espiritual, vindo encarnar na Terra juntamente com os primeiros aí chegados, tornaram ainda mais sensível a diferença em matéria de progresso. Fora, com efeito, impossível atribuir-se a mesma ancianidade de criação aos selvagens, que mal se distinguem do macaco, e aos chineses, nem, ainda menos, aos europeus civilizados.
Entretanto, os Espíritos dos selvagens também fazem parte da Humanidade e alcançarão um dia o nível em que se acham seus irmãos mais velhos. Mas, sem dúvida, não será em corpos da mesma raça física, impróprios a um certo desenvolvimento intelectual e moral. Quando o instrumento já não estiver em correspondência com o progresso que hajam alcançado, eles emigrarão daquele meio, para encarnar noutro mais elevado e assim por diante, até que tenham conquistado todas as graduações terrestres, ponto em que deixarão a Terra, para passar a mundos mais avançados. (Revue Spirite, abril de 1862, pág. 97: «Perfectibilidade da raça negra».)"


Perceba que, longe se ser um texto racista, é um texto que fala das migrações de espíritos e do povoamento da Terra por espíritos de diversos níveis de evolução.

Por exemplo se afirmassemos que: "durante o povoamento da Terra milhares de espíritos vindos de outros orbes aportaram no planeta com o intuito de aqui formarem as civilizações que no futuro dominariam o planeta; vindos de diversos planetas diferentes e, consequentemente, com diversos níveis intecelctuais e/ou morais, os mesmos se agruparam por sintonia de origem, costumes, evolução, intelecto e moral, em sociedades maiores ou menores, com mais ou menos predominância umas sobre as outras.

As sociedades formadas por espíritos mais antigos e mais avançados intelectualmente se destacaram na tecnologia e sociedade, tomando um local de liderança/dominancia na cadeia evolutiva do globo; o espíritos mais novos - menos evoluidos e ainda primitivos - se agruparam e encarnaram em povos compatíveis com seu grau evolutivo/intelectual/moral formando assim a massa dominada pelas sociedades mais evoluidas."

Acredito que estaríamos afirmando o mesmo que Kardec, somente não especificamos as cores e as raças...

O que muitas vezes as pessoas não se lembram é que, à época de Kardec, das raças menos evoluidas intelectualmente/moralmente/tecnologicamente a maioria era negra ou indígena - seja na áfrica, na austrália ou na américa do sul.

Assim acredito que Allan Kardec não estava se utilizando de afirmações racistas, mas sim embasando sua teoria em fatos práticos e conhecidos de todos, observados à luz da ciência e da razão - como sempre o fazia.

Ele realizava um estudo e observações sobre o desenvolvimento do espirito que chega primitivo em raças primitivas e que, através da reencarnação, durante séculos se desenvolve para raças mais "civilizadas" e tecnologicamente superiores; é um processo da lei universal; ele não teve culpa de na Terra as raças mais primitivas serem as que foram e que, hoje, com a globalização do desenvolvimento intelectual, elas lutem (com toda razão - diga-se de passagem) pelo fim de um preconceito que está impregnado em nossos "gens sociais".

Se fosse em outro planeta estaríamos certamente falando de outras cores... mas o sentido será sempre o mesmo.

Não sei se me fiz compreender corretamente; talvez ainda precise de mais um pouco de esclarecimento de minha parte para me expressar melhor, mas, de todo caso, espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Porque sofrem pessoas boas - Perguntas dos amigos



"...Ola..gostaria de agradecer pela resposta que me enviou, me ajudou bastante.

Agora queria que me explicasse outra coisa..é que conheço uma pessoa muito boa, como
poucas q ja conheci, tem defeitos como todo mundo mas as qualidades prevalecem, e vejo
q tudo na vida dessa pessoa é mais difil, tudo parece esta dando certo qnd de repente da tudo
errado. Tenho observado isso na vida dessa pessoa ha um tempo e fico me perguntando se ha alguma
relaçao espiritual, inclusive obsessao carmica..mas pelo q li obsessao atinge o proprio obsecado, e essa pessoa
n é depreissva,nem triste..pelo contrario é uma pessoa alegre. Mas essas obsessoes podem ter influencias externas que
terminem por atingir o obsecado?

Pode ter ficado confuso para entender..mas é basicamente isso: essa pessoa começou a trabalhar numa empresa
e se da mt bem, ganhar um bom dinheiro e dps a empresa faliu. Nesse periodo comprou um carro q sempre sonhou e
depois teve que vender, nao ficou nem 6 meses com o carro, na epoca a pessoa chegou a comentar que foi o ''olho'' de uns
colegas que ficaram impressionados.
Depois, começou a trabalhar numa empresa que nao o valoriza e superdesorganizada..estando insatisfeito
O irmao começou a usar drogas e abalou toda a familia, e essa pessoa sofria mt com a situaçao.
Ha ainda mais exemplos de situaçoes em q qnd tudo começa a dar certo (so vejo isso na parte financeira) algo acontece
e da tudo errado.

Estou tao angustiada..sera que é influencia espiritual ou as situaçoes da vida msm?

Obrigado......"


Prezada _________, bom dia.

Como anda seu __________________? Espero que muito bem e sem atrapalhos...

No tocante ao seu questionamento, como dizia shakespeare, "existem muito mais coisas entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia..." :-)

embora todo um processo de "insucesso" possa parecer influencia de entidades sofredoras - e pode em muitos casos ser - também pode ser resultados de outros aspectos, as vezes menos conhecidos, e aos quais podemos chamar de processos cármicos - ou lei de causa e efeito.

Apenas para esclarecimento vou lembrar que existem resgates que são individuais, familiares e/ou coletivos - onde vai depender do âmbito onde hajam sido cometidos os desmandos do passado, gerando a necessidade de reparo/expiação por parte de um ou de muitos; existem também resgates que afetam o lado afetivo, familiar, social, econômico, etc... - também de acordo com o processo delituoso que tenha sido gerado no passado e que hoje nos alcança - e sempre alcança - com os efeitos das causas que criamos anteriormente.

Para exemplificar vejamos o exemplo do pai de uma família que era um bom trabalhador, "dedicado" a sua religião, figura exemplar na sociedade, mas que em sua casa com a esposa e os filhos era uma pessoa terrível, que magoava, isolava e detratava seus familiares mais próximos; pois bem... imaginemos em sua próxima encarnação que ele venha em uma casa onde os pais não lhe dão o afeto e carinho que necessita, na infancia e juventude não consegue fazer amigos e na idade adulta não encontra um relacionamento verdadeiro nem alguém que o ame. - não é castigo... é a soma de todas as suas atitudes passadas que geraram uma psicosfera negativa, uma energia interior que repele quem chega perto - é o efeito da causa anterior; é a vida trazendo o resgate dos nossos erros.

Outro fator, que pode até talvez ser aplicado ao seu amigo - uma vez que para ter certeza teríamos que fazer todo um estudo com a colaboração da espiritualidade - é o de uma pessoa que em uma outra existencia teve acesso fácil a grandes somas de dinheiro e/ou oportunidades de gerir fortunas, utilizando egoisticamente este talento apenas para usufruto próprio, se beneficiando e esquecendo dos que necessitavam próximos a ele. Em nova existencia é natural que a vida traga para ele pequenos frutos econômicos, resultados de largas batalhas, de modo a que ele "quite" o débito cármico para com a vida; e assim mesmo batalhando, estudando, se especializando e esforçando muitos de nós não alcançaremos o tão desejado sucesso, pois já o tivemos anteriormente e "gastamos" da forma errada, gerando parcelas de um débito que quitamos hoje.

muitos outros aspectos poderiam ser descritos aqui, mas no geral vale a regra da lei de causa e efeito e as palavras ímpares de Jesus - não faça ao próximo aquilo que não desejas que seja feito a tí.

Muitos de nós, espíritos ainda doentes, após o processo de resgate e estudo no mundo espiritual ainda solicitamos provas como esta, que sabemos ser os caminhos corretos para os ajustes necessários em nossa vida; e assim, enfrentamos as dificuldades e os problemas com mais fé, resignação e aceitação da vontade divina, pois sabemos, em nosso íntimo, que é o melhor para nós.

Independente de nossas provas nesta Terra de provas e expiações, o caminho mais correto é o da resignação e aceitação; a fé que Deus não nos pune, mas nos orienta através de experiencias renovadoras.

Quando temos esta certeza em nossos corações, mesmo que nossos esforços por melhorias sejam infrutíferos, teremos sempre a felicidade de sabermos estar no momento certo, no local exato; e agradecer por isso.

Espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.

Busca pela paz de Espírito - Perguntas dos amigos



"... boa noite pessoal, gostaria de começar dizendo ser um atual descrente(talves até não seja esta a palavra correta) que está precisando de ajuda para retomar o caminho e continuar vivendo em paz, independente das minhas duvidas relativas aos dogmas do espiritismo, entendo que todas as intenções do espiritismo voltam-se para o crescimento espiritual e para uma preparaçao para uma eventual vida pós morte, bem como o bem estar terreno, ou seja, penso do espiritismo um meio de compreender os mistérios de nossa existecia.baseado no raso conhecimento que possuo neste assunto, solicito auxilio, pois não consigo mais ter paz de espirito, estou com problemas de ordem psicologica e não acho formas de me convencer que minha saúde está perfeita(embora meus exames digam isso)parece que não tenho mais sossego, minha mente teima em achar problemas... nem mesmo sequer sei bem o porque estou enviando esta mensagem, talvez esteja somente precisando ouvir palavras que me acalantem a alma.
de qualquer forma desejo muita paz a todos e que Jesus derrame as suas bençãos sobre todos nós... ......"




Prezado __________, paz em Jesus.

Também acredito que a palavra "descrente" não seja a correta para te descrever, pricipalmente lendo a última frase de seu e-mail.

Muitos de nós normalmente passamos por processos de busca e/ou adaptação íntima que vem a mexer com todos os nossos sentimentos e nos desnortear de vez em quando. Durante estes periodos - que acredito serem momentos de alterações/avaliação/modificação espiritual - sempre nos encontramos em meio a um turbilhão de idéias e sentimentos que nos confundem.

Mas isso é natural em nosso estágio evolutivo.

O espiritismo vem nos orientar que a "paz" que você procura chama-se equilíbrio e harmonia; equilíbrio interior com os nossos sentimentos e pensamentos e harmonia com as leis divinas e com o nosso próximo.

O conjunto destes fatores vai nos dar a paz de espírito que precisamos para encontrar a felicidade relativa que podemos ter neste mundo.

Deste âmbito é, então, recomendável que iniciemos um processo de autoconhecimento e de busca pelo conhecimento das verdades que nos auxiliarão neste processo - a doutrina espírita pode ser o caminho que te oriente, bem como qualquer outra religião séria que você possa escolher. O caminho espiritual é aberto a todos nós e não existe uma "receita de bolo"; devemos buscar o caminho com o qual sintonizamos mais e trilhá-lo com dedicação verdadeira.

Quanto ao fato de sua "fixação" por problemas de saúde isto é um fator que, durante sua busca, poderá desaparecer gradativamente - pois ao meu ver isto pode ser influencia espiritual negativa; e assim quando você aumentar o seu padrão vibratório ela irá desaparecer de acordo com sua dedicação.

Entretanto, como a medicina clínica não detectou nada errado em seu corpo, acho também prudente que faça uma consulta em uma casa espírita séria - guiada por Jesus e Kardec - onde será, caso necessário, orientado um tratamento espiritual para você e para o espírito que possa estár te prejudicando.

Siga as orientações corretamente, participe dos encontros de estudo e estude o evangelho... tome passes e água fludificada; certamente com sua dedicação sentirá melhoras em breve.

Apenas devo orientar que, caso se trate realmente de uma influencia espiritual, os sintomas poderão apresentar uma piora ao iniciar o tratamento - pois o espírito vai fazer de tudo para que você desista de se ajudar. Não desista! Continue firme e tudo melhorará em pouco tempo.

Qualquer coisa entre em contato..

Paz contigo.

Gravidez - Programas de Rádio ...





Gravidez
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)






Obsessão
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)






Vícios
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...