Acetitação de problemas para engrvidar - Perguntas dos amigos



"... Oi, ja passei por 2 abortos, o primeiro foi uma gestação anembrionaria e o segundo aborto retido, sem causas aparentes, estou gravida mais uma vez de 8 semanas porem não foi visualizado embrião, e talvez terei o diagnostico de gestação amenbrionaria mais uma vez.posso ate parecer egoista, mas não consigo aceitar isso que esta acontcendo comigo, acredito em deus, e sei que tudo que esta acontcendo e para meu crescimento esperitual, mas não consigo aceitar,ja fiz varios exames e todas deram tudo normais, eos medicos dizem "que não chegou a minha hora", estou mto mal com isso me ajude aceitar!!! ......"



Prezada ________, bom dia.

Perdoe a demora em responder mais ando atarefado e o tempo tem sido escasso.

A aceitação daquilo que desejamos ardentemente e não conseguimos não é um processo fácil; principalmete porque normalmente desejamos o que nos atende os anseios e as vontades, mas não conhecemos os motivos pelos quais não conseguimos atingir o nosso objetivo.

Motivos estes que vem desde muito antes de agora, respondendo a lei universal de "causa e efeito" que rege as nossas vidas de maneira invariável e inexpugnável - de onde não poderemos sair até que resgatemos o último ceitil, como disse o Mestre Jesus.

Na grande maioria das vezes, e esta deve ser uma delas, nós passamos por estas limitações para que possamos resgatar, através das experiencias necessárias, o nosso equilíbrio interior e com a vida; mas também para testarmos a nossa fé e resignação - diante das adversidades - reconhecendo a nossa pequenês diante daquilo que "deve" ser e que é nosso dever aceitar sabendo que Deus não nos envia o pior, apenas o melhor.

Quando não conseguimos aceitar os fatos da vida como procedem e iniciamos dentro de nós um processo de "revolta" ou "frustração" desmedidas, desacreditando do amor do criador, de sua justiça e de nossa necessidade - estamos indo contra a humildade que devemos sentir para com o mais alto e deixando que o nosso orgulho ou egoismo tomem o nosso coração e dêem espaço a sentimentos negativos - depressão, raiva, vingança, irritação, paralisia, frustração, etc...

Não estou com isto dizendo que não devemos lutar para modificar as nossas limitações, nem que não devemos questionar e buscar soluções e explicações para os problemas que enfrentamos - não é isso!

Mas estou dizendo que devemos buscar esta solução e lutar pelas melhoras sem perder a fé e a eperança. Sem revolta. Sem deixar de contar com o amor e a compreensão divinas e nos afastar de Deus.

Esta aceitação que você procura não está em minhas palavras, nem em mim mesmo; muito menos na rua ou na igreja que você frequenta... Em vão buscamos explicações e receitas de bolo para solucionarmos situações que não aceitamos, tentando nos livrar delas.

Mas esquecemos que elas fazem parte de nós mesmos e que as respostas para a aceitação e compreensão delas estão dentro de nós... no esforço que fazemos para reatar as ligações com o mais alto e trazer a presença dos bons espíritos de Jesus para o nosso lado.

Quando observamos a vida e percebemos que, mesmo com todos os nossos problemas, ainda temos forças e condições de auxiliar ao nosso próximo - que muitas vezes tem necessidades muito maiores que as nossas - e que assim agindo estamos socorrendo e curando a nós mesmos...

Ore, medite e pense... mas principalmente trabalhe pelos que necessitam. Seja a mãe que muitos filhos não tem... Seja as mãos do senhor levando alívio e consolação aos corações que tanto necessitam.

Aceite a sí, minha irmã, mesmo com todas as limitações que tem, mas principalmente perceba e acredite nas infinitas capacidades de fazer o bem e de amar que Deus colocou em suas mãos...

Apenas assim estará a caminho da aceitação... vencendo a fixação de seu pensamento no passado e na dor e levantando os olhos e observando todo um novo horizonte à sua frente; porque, como disse o apóstolo, "o amor cobre a multidão de nossos erros".

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...