Mensagens dos amigos espirituais ...




"vinde a mim vós que estais cansados"
este é o convite do Mestre,
tenhamos fé e esperemos
as consolações que ele nos promete.

Não esperemos apenas parados
ou inertes sem ação,
mas, aguardemos de luz acesa
e amor no coração.

A chama da vela bruxuleante,
ilumina parcamente ao derredor,
assim como o nosso coração brilha,
sendo menor e se fazendo maior.

Afadigados das decepções do mundo,
buscamos recompensas materiais,
mas Deus, em seu reino de amor,
nos dá infinitamente mais.

Basta que busquemos com firmeza,
com amor como nosso ideal,
que ajudemos a construir a grandeza, a beleza,
e a diminuir das dores o lamaçal.

Lembremo-nos disso
e ajamos como voluntários do amor,
ao invés de ficarmos parados e inativos
valorizando a dor.

V.

tempos nublados e solidão - Perguntas dos amigos



"... Por favor me explique esta expressão, é de um Pensador chamado Ovídio:

"Se os tempos forem nublados, estarás só."

Pode parecer claro, e eu não sei se entendi realmente o que quer passar.
Será que quer dizer que se estivermos tristes e "sombrios", afastaremos as pessoas, fazendo uma comparação com o tempo.

A Paz de Cristo esteja presente em seu caminho sempre. ......"




Prezada ____________, bom dia.

Não conheço este pensador e o correto seria ter acesso ao texto de onde esta frase foi retirada para que pudessemos compreendê-la no contexto, mas posso mesmo assim dar a minha opinião sobre esta frase, de acordo com as minhas convicções, ok?

"Se os tempos forem nublados, estarás só."

Compreendo, a grosso modo que o pensador tentava afirmar que quando a época for de dificuldades (os tempos nublados) ninguém vai de auxiliar (estarás só); o que pode ser uma verdade para grande número de pessoas ao redor do mundo.

Entretanto, observando aos olhos da lei de causa e efeito, perceberemos que apenas estará só aquele que não teve a humildade ou fraternidade para angariar amizades verdadeiras, desinteressadas e que se dedicassem a estar com a pessoa durante os problemas - mesmo que seja uma pessoa apenas, ou um animal de estimação.

Acredito que todos temos como resposta da vida o que damos, então não posso aceitar que uma pessoa que semeou harmonia e amor durante sua vida tenha, nos momentos mais difíceis, que enfrentar os problemas desamparado.

Digo isso a exemplo do Próprio Jesus que, mesmo com todos que o seguiam correndo risco de vida, teve ainda 3 companheiros fieis em seus últimos momentos.

Todos enfrentamos problemas e dificuldades nesta Terra (provas e expiações) e nem todos aqueles que estiverem ao nosso lado serão amigos verdadeiros para nos darem suporte nestas horas; mas se nós tivermos a sabedoria e a humildade de construir nossas amizades baseadas na verdade, fraternidade, amparo e dedicação, certamente teremos apoio em nossas provas.

Acredito que o Ovidio, em questão, deveria ser uma pessoa muito carente e isolada - talvez por se julgar importante ou especial demais; ou até por pensar que ninguém tinha qualidades suficientes para ser seu companheiro; ou quem sabe por não confiar e ter "medo" das pessoas e da sinceridade de suas intenções para com ele.

Independente de qual seja o motivo, acredito que esta frase seja um pedido de socorro de uma alma solitária e amargurada, que não consegue cultivar as coisas realmente boas e importantes da vida por ser incapaz de perceber as qualidades nos outros.

Não sei se respondi como desejava, mas espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.

Desencarne e difícil aceitação - Perguntas dos amigos



"... Tenho muita dificuldade de aceitar o desencarne do meu marido aos ____ anos por um mal súbito. Eu fiquei viuva aos ____2 anos. Isso ocorreu a um ano e meio. Sinto muita saudades. E até hoje não consegui retomar minha vida. Ainda estou perdida. No próximo dia ___ ele completaria ____anos. No mundo espiritual se comemora o aniversario de nascimento? O que eu poderia fazer por ele nessa data? Sabe, as poucas vezes que sonhei com ele foram sonhos q pareciam reais, com sentido, acordava com a sensação de ter estado com ele. Isso pode ter acontecido? Mas ao mesmo tempo q é bom, é ruim pq aumenta a saudade. ......"



Prezada ___________, bom dia.

Querida irmã, nunca é fácil para os que permanecem na Terra aceitarem de pronto o retorno dos queridos ao mundo espiritual; entretanto devemos encarar este fato como um dos mais naturais em nosso mundo e não como uma perda, mas sim como uma viagem na qual em breve nos reencontraremos.

O espírito que se despede é, normalmente, como o prisioneiro que se liberta das grades e retorna ao lar. Nós, os que ficamos, sentiremos imensamente sua falta, mas não podemos pedir para que ele permaneça preso quando já cumpriu sua pena, compreende?

Muitos de nós ao completarmos a programação que nos trouxe de volta à Terra e concluirmos as responsabilidades agendadas para esta encarnação, somos chamados de volta ao mundo espiritual em idades pouco convencionais.

Esta idéia que os que assim retornaram à prátria espiritual foram levados precocemente vem de forma natural para nós, pois ainda egoistas e preocupados com nossos prórpios sentimentos, não desejamos sofrer o afastamento daqueles que amamos e, como ainda não compreendemos em sua totalidade a vida e as fases dela, achamos que estamos sendo lesados e nos magoamos, desejando ter de volta o que jã não pertence a este mundo.

É necessário a confiança na vida futura - no reino do Pai - e o conhecimento das leis espirituais para que possamos vislumbrar alguma luz no final deste tunel de escuridão e dor, pois esta confiança e conhecimento nos darão a certeza que, mais tarde, estaremos todos reunidos novamente em um local de paz e harmonia.

Os espíritos que deixam o físico, ao chegar no mundo espiritual, podem se encontrar de diversas maneiras - desde sofrimento até harmonia - e, o fato deste desencarne súbito é um indício - pelo menos para mim - que "deveria" ser assim.

Muitas vezes capturamos psiquicamente os pedidos de oração e auxílio dos espíritos desencarnados queridos que estão em sofrimento, e sonhamos com eles em momentos de dor, sofrimento ou angustia; Aos espíritos em melhor sintonia e com mais merecimento é dada a permissão para visitarem seus parentes encarnados - sejam visitas espirituais ou em sonhos agradáveis - e nestes aliviar um pouco a saudade que sentem um do outro.

Perceba, minha irmã, que a descrição dos sonhos que você coloca nos dá a idéia de um local harmonioso, um espírito equilibrado e com a permissão de vir confortar os que ama.

Então, querida irmã, acredito que seja este o momento de você aliviar seu coração e dar a ele a liberdade que ele necessita, aceitando aos poucos o processo de separação e que ele está vivo e bem; apenas em uma faixa de vibração diverente.

O melhor que pode fazer por ele, em todos os momentos, e orar em vibrações de amor e carinho, para que ele também sinta sua presença através destas energias fluídicas.

Perceba que vocês nunca perderão o contato um com o outro, porém que ele agora tem deveres e responsabilidades que poderão exigir atenção diferenciada e que nem sempre poderá estar em contato contigo. Ele, de sua parte, também deverá estar pronto para aceitar que você deverá continuar sua vida, de forma plena e alegre.

Busque alívio na oração e permita que os bons amigos espirtuais possam te auxiliar neste processo. envolva-se em uma casa de oração, busque trabalhar pelos que precisam de ti e, certamente a seu tempo, tua vida irá retomando o rumo natural, normalizando o seu processo de crescimento e amadurecimento espiritual, para, um dia, mais experientes e amadurecidos pela vida carnal e espiritual, vocês se reencontrarem como espíritos amigos em novas paragens.

Paz contigo.

Sonhos eróticos e obsessão - Perguntas dos amigos



"... boa tarde preciso muito d um esclarecimento, quando amanhece que ja são 6 horas ainda estou na cama tentando dormir mais um pouco dai então sinto uma coisa se aproximando e me levando no sono bem profundo. dai me deparo com um sonho erotico e faço coisas como se não fosse eu, como se alguem estivesse me usando. tento me acorda mais oq esta perto d mim não deixa, me ajude por favor. ......"



Prezada ______________, bom dia.

Apesar de uma falta de análise criteriosa, vamos presumir que este seja realmente um caso de influencia espiritual na área do sexo.

Este fato é muito mais comum que imaginamos, inclusive desde a antiguidade este tipo de espíritos receberam nomes e designações, muitas vezes confundidos com criaturas demoníacas, de acordo com a cultura de cada povo; talvez os mais conhecidos sejam "Incubus" e "Sucubus", espíritos de forma masculina e feminina respectivamente.

Tal fato não é estranho nem impossível uma vez que os espíritos quando desencarnados são exatamente as mesmas pessoas que eram quando encarnados - continuam com suas tendencias (boas ou más) e seus desejos (nobres ou não); desta forma existem muitos espíritos que assediam os encarnados em busca de prazeres e energias que venham a saciar temporariamente seus desejos.

Perceba, entretando, que a lei de sintonia é inexorável em nossas existencias e que, assim sendo, somente poderemos ser influenciados por um espírito, qualquer que seja ele, se estivermos também em sua faixa vibratória - Nao necessariamente em sintonia com "aquele espírito específico" mas em uma faixa vibratória que permita que ele se aproxime e interaja com os nossos fluidos e energias.

Este processo é sim um tipo de processo obsessivo - o qual pode ser estudado mais a fundo em "o livro dos médiuns" capítulo 23 - embora não queira necessariamente significar que você seja portadora de capacidade mediúnica, pois todos nós somos influenciáveis pelos espíritos e quanto maior for a convivência e a sintonia do espírito com o encarnado maior será a sua capacidade de influenciar, e até dominar, o encarnado.

Perceba, minha irmã, que um processo para chegar neste ponto que você relata - o de "dominar" sua vontade e seu sono - vem de algum tempo já acontecendo e, talvez, você não tenha percebido.

Este tipo de processo de inicia lentamente, de forma oculta, em pequenos pensamentos e idéias que vão surgindo em nossas mentes e as quais vamos alimentando - pois muitas vezes nos são agradáveis as sensações; a partir daí, depois de algum tempo, estes pensamentos e idéias podem evoluir para se tornar atitudes e atos - que estarão nos sintonizando cada vez mais com o espírito, que sempre está presente e nos acompanha em momentos assim; depois estes atos e pensamentos passam a ser o interesse primário de nossas vidas, tomando a nossa mente - como um vício - e nos deixando sempre desejando mais e mais, em busca de maiores sensações que são estimuladas pelo nosso companheiro espiritual a serem cada vez maiores e mais frequentes. Depois de algum tempo, sem perceber, temos nossa sintonia espiritual dominada por espíritos que desejam apenas se aproveitar de nós e nos fazerem de seus objetos.

Muitas vezes, minha irmã, principalmente em se tratando de sexo, mesmo quando estamos com nossos parceiros sexuais encarnados temos também a presença destes espíritos que se imantam ao nosso corpo físico e espiritual, buscando a saciedade sexual através de nossas energias. Sempre que praticamos o sexo sem o respeito, amor e sentimentos nobres - que devem servir de guia e objetivo de nossas uniões sexuais com quem amamos - estamos sujeitos a tais influencias e presenças.

Perceba que não estou afirmando nem acusando você de nada, apenas expondo os fatores e riscos que este tipo de obsessão pode causar e trazer; bem como o que pode dar origem à mesma.

Em um mundo como o que vivemos atualmente - onde as pessoas estão cada vez mais em busca de sensações descontroladas - este tipo de obsessão infelizmente se torna cada vez mais comum e natural entre os espíritos desencarnados e encarnados que vibram em uma mesma faixa de sintonia.

Allan Kardec nos orienta que para afastar os espíritos em sofrimento devemos aproximar de nós os bons espíritos; Jesus nos orienta a vigiarmos e orarmos para não cairmos... Então, minha irmã, embora você me peça auxílio eu, de mim mesmo, nada posso fazer por você... MAS VOCÊ PODE!!!!!

Perceba que todo o processo de "desligamento" e "resistencia" a influencia deste espírito deve ser realizado por você, utilizando sua força de vontade e seu próprio esforço em prol de seu melhoramento íntimo e de aumentar a sua vibração fluídica.

Neste caso apenas posso te auxiliar te orientando como fazer isso.

é necessário que você mude, lentamente porém firmemente, sua vibração, seus pensamentos, seus atos e sentimentos.

Para acredito ser de grande ajuda buscar auxílio em uma casa espírita séria em sua cidade, para que possam fazer um atendimento fraterno ou uma consulta espiritual; após este passo será orientado a você um tratamento que deve ser seguido de forma a melhorar sua sintonia espiritual e afastar este - e outros - espíritos sofredores.

Durante o período do tratamento você deverá se esforçar para continuar e manter os procedimentos indicados - apesar das influencias em contrário que certamente você receberá. Com tempo e esforço você iniciará a sentir uma melhora e uma liberdade das influencias dos sofredores; mas isto vem com o esforço que você deverá fazer para seu auto melhoramento.

Participe de reuniões de estudo, palestras, leia bons livros, escute boa músia, afaste-se de locais que possam te prejudicar, mude seus pensamentos e sintonia de baixa vibração, evite ocasiões de erro, tome passes e água fluidificada e, principalmente, ore a Jesus por forças e por apoio. Faça da oração sua companheira diária para que possa, vigiando e orando, solucionar seu problema.

Espero ter sido de alguma ajuda; caso necesside de mais alguma orientação não deixe de entrar em contato.

paz contigo

Quem tem medo do Umbral? - palestra em MP3





Quem tem medo do umbral?
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)




Medo da Morte - Programas de Rádio ...





Medo da Morte
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)



Família e Afetividade - Perguntas dos amigos



"... Estou pesquisando este assunto, pois encontra muitas pessoas no apoio fraterno com esse problema. e sei que tambem encontro desafios. um abraço. ......"



Prezado Irmão, bom dia.

Perdoe a demora em responder seu questionamento, mas tenho andado com menos tempo do que gostaria para me dedicar ao Blog.

Não sei se compreendi bem a sua colocação, mas vou fazer uma breve exposição sobre minha opinião da questão "família e afetividade", ok? Espero que sirva para o seu estudo.

O dicionário Houaiss traz a seguinte definição para as palavras:

Família - grupo de pessoas vivendo sob o mesmo teto (esp. o pai, a mãe e os filhos); grupo de pessoas que têm uma ancestralidade comum ou que provêm de um mesmo tronco

Afeto - afinidade, ligação espiritual terna em relação a alguém ou a algo

Percebemos asssim que as definições ortodoxas da lingua portuguesa trazem um entendimento em concordancia com as definições que o espiritismo nos dá destas duas realidades.

Em espiritismo encontratemos a família como sendo a reunião dos espíritos em sintonia (positiva ou negativa) que necessitam vivenciar a experiencia corpórea unidos em um mesmo grupo - podendo haver famílias carnais e espirituais; e como afeto encontraremos os sentimentos naturais de carinho que um indivíduo tenha em relação ao outro, ou outros, fruto da boa convivência em existencias anteiores ou não.

Percebo que, de ordinário, o processo afetivo anda paralelamente ao processo familiar, sem que necessariamente tenham que estar ligados a um mesmo ponto; equivalendo dizer que podemos sentir afetividade por pessoas de nossa família carnal, bem como por pessoas que não tenham ligação carnal conosco - mas que tenham uma sintonia espiritual. E podemos ter membros de nossa família carnal pelos quais não nutrimos afeto ou sentimento de simpatia, pelo contrário, muitas vezes desejamos o maior afastamento.

A espiritualidade nos esclarece que no âmbito familiar - lar carnal - temos alguns os maiores desafios de nossa reencarnação representados pela presença constante de pessoas com as quais não temos afinidade e que necessitamos aprender a respeitar, conviver e, quem sabe, amar.

É minha opinião que este processo - devido ao nosso tão grande egoismo e orgulho - muitas vezes é repetido por diversas reencarnações até que desperte dentro de nós o lampejo da consciencia que nos fará compreender que necessitamos daquela pessoa em nossas vidas - mesmo que seja como instrumento de teste para nossa paciencia.

A medida que vamos desenvolvendo esta consciencia e nos esforçando para conviver de forma harmônica com os que não estão em nossa sintonia vamos lentamente aprendendo a observar as qualidades e as competencias dos que ainda não amamos; verificando que talvez estivéssemos errados e, aos poucos, desenvolvendo dentro de nós as sementes de sentimentos positivos que irão, anos mais tarde e algumas encarnações depois, se transformar em afetividade sincera e verdadeira entre dois espíritos que evoluíram e amadureceram em conjunto.

Jesus já nos orientava "se amardes apenas as que te amam, que recompensa tereis?" - evidenciando a necessidade do esforço de transformação de nossos sentimentos e de sublimação das antipatias que temos por diversas pessoas.

Acredito que este processo não pode ser vivenciado em separado, cada um do seu lado; mas sim em vidas unidas em torno de um grupo famíliar que, através dos milênios, vai aprendendo a se auxiliar mutuamente e fazer com que todos, a seu tempo, uns primeiro e outros depois, alcancem a harmonia e a plenitude espiritual que todos devemos conquistar.

Ao meu entender, querido irmão, a verdadeira afetividade familiar é consquista íntima do espírito que vive em conjunto os sentimentos que o fazem crescer. Sem o grupo não podemos amadurecer - todos necessitamos do amparo e do auxílio do próximo, mesmo que seja implicando, prejudicando e magoando a nós - pois assim são as ferramentas que a vida utiliza para nos fazer desenvolver o evangelho de Jesus dentro de nós.

Não sei se respondi como desejava, mas espero ter sido de alguma ajuda,

Paz contigo.

Reino de Deus, onde está? - Perguntas dos amigos



"... Olá, gostaria de saber o seguinte: Jesus disse que o Reino de Deus está dentro de nós, qual seria a localização do Reino de Deus em nós? Coração? Mente? E se está dentro de nós porque somos imperfeitos? Poderia ajudar nesta dúvida? Um forte e fraterno abraço! ......"



Prezada ___________, bom dia.

Esta afirmação de Jesus encontra-se no evangelho de Lucas, capítulo 17, versículo 21 e, como tudo que passa nas mãos dos homens, sofre alterações com a tradução; variando de "está dentro de vós" para "está entre vós" de acordo com a tradução; Para efeito de estudos sempre gosto de comparar algumas traduções da bíblia em exemplares que tenho comigo ou em um site muito bom: http://www.bibliaonline.com.br/

Embora a diferença de traduções que se apresente, gosto muito da tradução NVI - Nova Versão Internacional ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Nova_Vers%C3%A3o_Internacional) - que busca ser fiel ao hebraico, aramaico e grego antigos (mesmo sendo ainda um pouco tendenciosa). Então, na maioria das vezes, é esta a tradução que utilizo para estudar; e é a que vou utilizar para citar abaixo:

Lucas 1720 Certa vez, tendo sido interrogado pelos fariseus sobre quando viria o Reino de Deus, Jesus respondeu: “O Reino de Deus não vem de modo visível,
21 nem se dirá: ‘Aqui está ele’, ou ‘Lá está’; porque o Reino de Deus está entre vocês”.


Perceba que Jesus é extremamente claro em sua colocação: O reino de Deus não se apresenta de modo visível, sob uma forma material, orgânica ou inorgânica, sob um local ou dentro de uma construção, nem tampouco em um objeto ou órgão do corpo.

O reino de Deus está "entre" nós, que é diferente de "dentro de nós" - porque se fosse "dentro" realmente daria a impressão de termos um local específico/físico para guardá-lo - mas "entre" nós significa que está ao nosso redor e em tudo que vemos e percebemos; significa que está a nossa disposição para quando desejarmos e fizermos o esforço para adquirí-lo.

O espiritismo nos esclarece que o espírito é criado simples e ignorante com todas as suas potencialidades latentes e com a capacidade de se tornar perfeito através de seus esforços pessoais; como poderemos encontrar em "o livro dos espíritos questões 115, 1006, 121, 133, 776, 872;

A busca pelo reino de Deus é exatamente este processo de melhoria contínua.

O papa João Paulo II teve a oportunidade, se não me engano em 1996, de afirmar que o céu e o inferno são estados de espírito - estados de Alma; e assim tambem é o reino de Deus: um estado de harmonia e amor intenso e perene conosco e com o próximo.

Allan Kardec faz um estudo espetacular sobre este assunto no livro "o céu e o inferno" capítulo 3 da primeira parte; vale a pena uma lida para compreender melhor o assunto.

O "reino" é o estado que estão, ou estiveram, todas as grandas almas encarnadas/desencarnadas que habitaram a Terra. É a busca e aquisição da plenitude com a vida.

O Reino de Deus se constroi dentro de nós através da renuncia, esforço e amor que conseguimos interiorizar e exteriorizar em nossas vidas, exemplos e práticas diárias. É a nossa cota participação na paz, perdão, compreensão, amor que vão nos preenchendo de uma luz interior e nos saciando de sentimentos nobres, nos tornando cada vez mais felizes e plenos em nós mesmos.

Não existe um local destinado para ser o Reino de Deus - esta era a idéia dos antigos hebreus que desejavam uma "terra prometida" - o que existe é a construção da paz de espírito que precisamos através da caridade e amor que devemos ter para consco e com o próximo.

A questão 625 de "o livro dos espíritos" nos esclarece que Jesus é o nosso modelo a seguir e a 621 orienta que las leis de Deus estão escritas em nossa consciencia; portanto acredito que se colocarmos estes dois preceitos para funcionar como norte em nossas vidas, estaremos nos aproximando do tão desejado Reino de Deus.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Sonhos e encontros no mundo espiritual - Perguntas dos amigos


Queridos amigos,

Novamente tomo a liberdade de resguardar o texto recebido por e-mail, mas segue abaixo a resposta, pois acredito ser de interesse de muitos amigos.



"... Prezada ____________, bom dia.

Fique a vontade para me colocar entre seus amigos; agradeço o carinho, a confiança e o apreço. É muito bom poder servir aos amigos com pequenos esclarecimentos em momentos de dúvidas e questionamentos. Somente espero poder continuar merecendo seus sentimentos fraternos por um longo tempo.

Em sua obra "estudando a mediunidade" o estudioso espírita Martins Peralva orienta que temos, em nossas vidas, 03 tipos de sonhos, aos quais ele classifica como Comuns, Reflexivos e Espíritas; a saber:

Comuns - Repercussão de nossas disposições, Físicas ou psicológicas; O Espírito é envolvido na onda de pensa­mentos que lhe são próprios.
Reflexivos - Exteriorização de impulsos e imagens arquivadas no cérebro; A modificação vibratória, resultante do desprendimento pelo sono, faz o Espírito entrar em re­lação com fatos, imagens, paisagens e acontecimentos remotos, desta e de outras vidas.
Espíritas - Atividade real e efetiva do Espírito durante o sono; aqueles em que o Espírito se encontra, fora do corpo, com entidades espirituais reais.

Para Freud os sonhos são "a realização de um desejo"; pra Jung representam "uma ferramenta da psique que busca o equilíbrio por meio da compensação"; a psicologia moderna os observa como "carga emocionais armazenadas no inconsciente, que projetam imagens e sons" (fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Sonho ) - o que não discorda, em absoluto, das observações espíritas a respeito dos sonhos, as quais podem ser encontradas em "o livro dos espíritos" questões 400 a 412, valendo uma lida para melhor compreensão do assunto.

De forma geral, dentro de minha opinião pessoal, acredito que todos temos sonhos e que muitas vezes interagem em nossas mentes os 3 tipos citados acima.

É natural que, ao despertar no corpo físico, o espírito não guarde a totalidade das lembranças dos momentos de quando estava liberto do corpo - pois pela misericórdia divina a densidade do físico atrapalha a consciência plena do espírito, nos deixando apenas partes, sensações ou lembranças quebradas do que vivenciamos.

A partir daí a nossa mente - que detesta quebra cabeças - vai se servir de nossos pensamentos e lembranças para montar uma sequencia mais ou menos lógica e factível de nossas lembranças, misturando elementos atuais e remotos, para que tenhamos uma lembrança formada.

Em casos especiais, onde existe a necessidade de lembrança por parte do indivíduo, a espiritualidade age sobre as partes da memória que guardam esta informação e a deixam mais "viva" dentro de nós, e acordamos com sensações, pensamentos ou lembranças fortes e nítidas - assim como você relata no seu texto.

Acredito, no seu caso, que é inegável a presença de "enxertos" mentais de forma a criar uma história plausível para que a sua mente compreenda e aceite as lembranças; mas que também é inegável a presença de eventos espirituais verdadeiros e que deixam marcas explícitas em sua memória.

Certamente estão existindo encontros espirituais entre você e o seu companheiro no mundo espiritual; estes encontros são para tentar solucionar seus problemas e, sem dúvida, vocês conversam longamente sobre o assunto tentando encontrar uma solução - isto tem deixado as lembranças e as sensações ao acordar, bem como as mudanças, leves ou não, que você tem percebido nele.

É importante, entretando, lembrar que nem sempre o que se conversa e acerta no mundo espiritual pode ser executado no mundo material, pois ao retornarmos estamos menos conscientes espiritualmente e totalmente entregues as limitações e instintos do corpo físico - que atrapalham o discernimento espiritual. por este motivo o fato de existirem estar conversas não quer, necessariamente, significar que serão solucionados de forma rápida ou bem sucedida os problemas existentes. Compreende?

A presença de suas avós PODE significar que elas estejam participando - ou não - deste processo; como pode também significar que sua mente precisou de um local "favorável" e conhecido para colocar estas lembranças - um local onde você se sentiria segura e apoiada. Não podemos afirmar nada neste sentido; mas é possível a presença real delas também.

O importante, em casos assim, é a percepção que tem muito trabalho e conversa a ser feito; a despeito de qualquer encontro extra-corpóreo ou não. e a consciencia que, embora possam representar ações e atitudes de nosso espírito fora do corpo, os sonhos não devem ser tomados como reprodução fiel e exata de nossas atividades enquanto em desdobramento.

Ore e se esforce para que, no sono ou fora dele, possa realizar o melhor possível para solucionar o caso. e, agindo com amor, desprendimento, verdade e harmonia, a boa espiritualidade estará com você em todos os passos do caminho - deixando em seu coração ou sua mente as lembranças e sensações que forem necessárias para você ter segurança no que faz.

PAz contigo. ......"



Sofrimento e Perdão - Perguntas dos amigos


Queridos amigos, a resposta seguinte é a que foi enviada a uma amiga que relatou sua situação emum e-mail enviado há algum tempo; por motivos de discrição não vou transcrever o e-mail aqui, entrentando segue a resposta para avaliação de todos nós.



"... Minha irmã,

De mim mesmo não posso te dar o amparo e o alívio que deseja, pois ainda busco este mesmo amparo para mim, devido a meus tão grandes defeitos.

Mas posso me apoiar nas palavras do Mestre Jesus e te dar uma orientação a luz de seus ensinamentos.

O perdão, movido pelo profundo amor ao próximo, é a força que nos irá libertar dos laços de dor e tristeza que trazemos dentro de nós para com os que foram causadores de nosso sofrimento.

É uma atitude e um comportamento tão importante em nossas vidas que o Mestre Jesus não deixou de nos orientar sobre ele em nenhum momento de sua curta passagem pela Terra:

- "perdoa as nossas faltas assim como nós perdoamos as faltas de nossos ofensores"
- "concilia-te depressa com o teu adversário"
- "amai os vossos inimigos e orai pelos que te perseguem"
- "perdoa até setenta vezes sete vezes"
- "mais o amará aquele a quem mais perdoou"
- "meus discípulos serão conhecidos por muito se amarem"
- "pai, perdoa-os pois eles não sabem o que fazem"; entre muitos outros.

Perceba, minha irmã, que embora seja muito dificil o perdão dos causadores de nosso sofrimento, somente ele irá libertas as amarras de ódio que nós mesmos criamos; porque o ódio une e sintoniza os pensamentos e sofrimentos em uma faixa de dor e tristeza - por isso sempre que pensamos com raiva, ódio ou rancor baixamos nossa vibração e terminamos em um estado pior que estávamos antes.

O perdão, por outro lado, liberta o que perdoou para que ele não necessite sentir mais estas vibrações de ódio, dor ou vingança... ele quebra estes laços de sofrimento e gera, no que perdoa, um imenso sentimento de misericórdia pelo que errou, porque muitas vezes quem errou não está ainda no nível de perceber e resgatar seu erro.

Perceba,também, minha irmã, que a vida nos coloca em provas mas que muitas destas provas fomos nós que escolhemos e construimos para nós mesmos.

Escolhas infelizes ou ilusões que criamos, muitas vezes, findam por se mostrar realmente como são e, não raro, gerando sofrimento e dor para nós e para outros; entretanto, em momentos assim, não devemos nos colocar como vítimas inocentes e descarregar toda a culpa no outro lado.

é necessário muita maturidade e discernimento para podermos estudar os fatos e acontecimentos, analisar, reconhecer e enfrentar os nossos próprios erros e, sem nos sentirmos vítimas, buscarmos solucionar os problemas que surgiram de escolhas que fizemos. Se não pudermos fazer voltar as situações para antes das escolhas, que possamos iniciar uma nova etapa em nossas vidas buscando acertar mais.

Não devemos colocar nossa felicidade nas mãos das pessoas que convivem conosco, porque embora elas possam fazer parte de nossa felicidade, apenas nós poderemos construir e criar para nós os atos, sentimentos e pesnamentos que irão gerar nossa felicidade.

Viva e busque construir sua felicidade em novas oportunidades e valores; busque Jesus em casas de oração, em leituras, no próximo e em você mesmo; encontre a harmonia e a tranquilidade que precisa para se reenguer e lute para manter seu equilíbrio sem se deixar abater pelas dificuldades da vida; pois elas estão aí para nos fazer crescer e resgatar o que necessitarmos.

Ore, medite e siga em frente.

Perdoe se não respondi como desejava, mas respondi da melhor maneira que pude.

Paz contigo. ......"



Cheiro de Flores, gravidez e lembranças de parente - Perguntas dos amigos



"... Bom dia!já me acorreu algumas veses de sentir cheiro de flores,mas esta noite acordei com um cheiro muito bom de flores que logo em seguida sumiu,estou gravida de 7 meses e me peguei tambem dormindo de barriga pra cima e com a mão no meu ventre ,só sei dizer que foi uma coisa muito boa!Um pequeno detalhe perdi munha avó há alguns meses e hoje durmo no quarto em que era dela ,ontem que foi o dia da mulheres pensei muito nela e prestei homenagens em redes socias lembrando sempre dela!gostaria de saber mais detalhes e se isto tem alguma referencia sobre aqui citado! ......"



Prezada ___________, bom dia.

Perdoe a demora em responder, minha irmã.

Quanto ao fato de se "pegar" dormindo com a barriga para cima e a mão sobre a mesma não acredito haver nisso nada em especial; pois é importante perceber que aos 7 meses a sua barriga já deve ter um volume considerável e, ao dormir, é natural e instintivo que o corpo inconscientemente procure uma posição que irá ser menos incômoda e que possa "prejudicar" menos o bebê; então acredito que este fato seja apenas um reflexo instintivo do seu corpo que busca mais conforto e segurança enquanto está inconsciente pelo sono. Pode, sim, ser que o seu espírito em desdobramento ative determinadas partes de seu corpo para que fique assim; mas não acho que isto tenha a ver com qualquer outro espírito que não seja o seu.

O fato de você dormir no quarto de sua avó, juntamente com os pensamentos recorrentes e constantes nela, podem certamente fazer com que o espírito dela sinta a energia destes pensamentos de carinho e afeto e deseje estar próximo a você neste momento especial da gravidês - que sempre desperta o cuidado e carinho daqueles que nos amam, mesmo no mundo espiritual.

Então, caso ela tenha a permissão e a condição espiritual de poder estar próximo a você, podemos assumir que ela esteja presente em boa parte de seu dia e da sua noite.

Então, partindo deste pressuposto, podemos presumir que este cheiro agradável que você sente seja a presença dela - ou de outro espírito amigo - e que esteja se fazendo notar por algum meio a você, neste caso pela mediunidade olfativa que aparentemente você possui.

O olfato é um dos sentidos que os espíritos podem utilizar para nos fazer perceber sua presença, como poderemos encontrar no ponto 138 do capítulo 10 de "o livro dos médiuns". E é um dos meios mais comuns de sentirmos a presença dos espíritos ao nosso redor, seja por odores agradáveis como também desagradáveis, evidenciando assim o tipo - evangelizado ou sofredor, respectivamente - de espírito que nos acompanha ou que frequenta o local onde nos encontramos.

É importante, entretanto, não tomarmos conclusões precipitadas e sempre buscarmos as possíveis explicações físicas para este tipo de acontecimento: perfumes de alguém, produtos de limpeza utilizados, janelas abertas para odores da rua, jardins próximos, produtos de uso pessoal com odores, produtos emborrachados com odores, etc...

Se, após estudados e eliminados todos estes e outros fatores, o cheiro continuar sem uma origem determinada, poderemos ter uma indicação de odores espirituais - o famoso cheiro dos espíritos.

Como o odor sentido é agradável continue sempre tomando o cuidado de estar rodeada por espíritos amigos; mantendo assim a oração, paz, harmonia e fraternidade como seu lema de vida.

Boa sorte com o nascimento e muita felicidade para sua família.

Paz contigo

Mensagens dos amigos espirituais ...






Nos véus do infinito em nós mesmos,
buscamos sem encontrar
sentido para o viver.

Buscamos sem encontrar
algo que nos alegre
algo que nos eleve
algo que nos faça ver

Buscamos, em vão, meus irmãos,
em locais de abundancia e luxo
em ambientes faustos e repletos de riqueza
porém nunca encontramos
o que realmente procuramos.

Pois apenas iremos encontrar o amor
onde existe a necessidade dele e do amparo,
servindo nós de mãos divinas
levando o apoio e o socorro aos que necessitam.

Somente assim, meus irmãos,
encontraremos o sentido que buscamos com tanto afinco
e teremos o caminho para seguirmos por toda vida
aqui e lá
no físico e no espírito
na matéria e fora dela.

Mãos que curam - Perguntas dos amigos



"... Caros amigos e irmãos a três meses sonhei com meu avô que morreu a pelo menos trinta anos atraz que curava por imposisão de mãos.No meu sonho ele pos suas mãos em cima das minhas e disse:meu neto meu tempo aqui terminou agora e sua vez vc vai continuar oque eu comecei nesse plano pois estou voltando novamente.
Apartir dai começou acontecer aonde trabalho minha amiga de serviço estava com dores terriveis coloquei minhas mãos em cima de sua dor e pedi para são lazaro tirar sua dor e imediatamente sua dor parou ..
E agora oque faço?aguardo anciosamente sua resposta.
Desde já obrigado. ......"




Prezado __________, bom dia.

Perdoe a demora em responder seu questionamento, mas a quantidade de e-mails cresceu demasiadamente e tenho tido menos tempo para atender os amigos.

Percebo, meu irmão, em seu relato uma interessante analogia com os estudos de Kardec, os quais não sei se você está familiarizado, mas em "o livro dos médiuns" ele afirma que a Mediunidade é uma faculdade que depende de uma "organização" mais ou menos sensitiva - equivalendo dizer que a propensão à faculdade mediunica pode sim ser transmitida geneticamente para os nossos familiares, através da hereditariedade, e que assim pode permanecer dormente no indivíduo por décadas - e até nunca ser despertada - como também pode aflorar na hora e períodos marcados, como comumente acontece.

outro fator interessante é a mediunidade de cura - que é estudada por kardec no mesmo livro no capítulo 14 - e no capítulo 16 vai definí-los como "os que têm o poder de curar ou de aliviar o doente, pela só imposição das mãos, ou pela prece." evidenciando a atitude ativa do curador mediúnico ou medianímico.

O fato de seu avô desencarnado haver entrado em contato com você para avisar deste "momento" é outro ponto a ser analisado profundamente pois, de acordo com a afirmação dele, ele está para reencarnar - o que nos leva a observar que 30 anos, embora pareça pouco, é um período razoável para um espírito equilibrado que deseje reencarnar para dar continuidade a sua missão voltar e iniciar novamente a caminhada terrestre.

neste ponto gostaria de fazer uma observação e uma pergunta a você: é sabido que, na maioria das vezes, os espírito reencarnam em um mesmo grupo familiar - excetuando-se as vezes que reencarnam por missão em outros locais e grupos - por este motivo devo perguntar se alguém em sua família - próxima ou distante - está planejando ter filhos ou em vias de engravidar - ou até pode alguém aparecer grávida inesperadamente (o que não é incomum); por isso acho que deve ficar atento nos próximos 12 a 24 meses para tais eventos.

A mediunidade de cura é um dom dado por Deus aos homens para que possam ser instrumentos de alívio e amparo aos que necessitam de forma mais pungente do socorro divino. é uma das maiores dádivas que o homem pode receber e por este motivo é uma grande responsabilidade para o médium e também uma prova de grandes proporções.

A responsabilidade se inicia com a escolha pelo trabalho - o qual podemos ou não aceitar - e se estende pelo exemplo que devemos dar; a dedicação incansável à causa do Cristo; o seguir os exemplos do Mestre e vivenciar sua mensagem; as provas continuam com a renúncia de muitos prazeres mundanos e normais, a abstenção de hábitos que tenhamos e que possam ser prejudiciais a nós ou aos que nos procuram, o assédio dos espíritos em sofrimento para que sejamos instrumentos de socorro, o assédio dos homens para nos "endeusar" e colocar em pedestais como ícones e/ou santos - os quais não somos; etc...

Muitos que receberam este dom caíram nas armadilhas da vaidade, orgulho, interesse e egoismo e outros conseguiram levar suas vidas de forma simples, humildes e doutrinárias; seguindo o exemplo de Jesus quando nos diz "curai os enfermos, ressucitai os mortos, expelí os demônios; dai de graça o que de graça recebestes"

Independente de qualquer escolha religiosa que você tenha o processo é muito mais profundo que uma simples escolha de religião ou trabalho a ser dado; é uma escolha de vida. que vai mudar sua vida a partir do momento em que você decidir aceitá-la ou não. De uma forma ou de outra você nunca será mais o mesmo - já não é mais desde agora, não é mesmo?

Não tenho como orientar o que você deve fazer, meu irmão, apenas você pode pesar e analisar todos os fatores envolvidos em sua vida atualmente e projetar as consequencias de sua decisão, seja qual for.

Tenha, entrentanto, a certeza que o universo não joga dados com nossas vidas e que se você foi escolhido/indicado para tal função é porque existe um comprometimento anterior a esta vida que te liga a este fato.

O Espírito André Luiz, em uma de suas obras, nos diz que "quando o trabalhador está pronto o serviço aparece" e Jesus nos convida a pegarmos nossa cruz e seguí-lo sem pararmos para olhar para trás. É um convite poderoso e transformador - quando estamos dispostos a nos dedicarmos a ele.

Porém, a despeito de qualquer compromisso assumido anteriormente ou da santa dádiva que esta oportunidade possa significar, isso não quer dizer, porém, que você tenha a obrigatoriedade de escolher trabalhar - a mediunidade é uma faculdade e como toda faculdade você escolhe o que fazer com ela. Tudo na vida está subordinado ao nosso livre arbítrio - e exatamente por este motivo a escolha tem que ser sua.

Ore com fé para que Jesus possa te auxiliar e iluminar teus pensamentos para que tenha a sabedoria de tomar a decisão mais acertada. Pois, apesar de tudo, a decisaõ final é sempre sua.

Espero ter sido de alguma ajuda e perdoe caso não tenha respondido como desejava.

Paz contigo.

Separação - Perguntas dos amigos



"... Querido amigo! vim até você para contar um pouco da minha história, sou casada a ____anos e nesses ____ anos sofremos várias separações, estou gravida e meu meu marido saiu de casa,e está passando por caminhos tortuosos, estou enfrentando um momento difícil, de brigas e desunião,gostaria de uma palavra sua para encontrar uma solução para minha vida, desde já agradeço! a paz de Jesus ......"



Prezada ____________, bom dia.

Você me solicita um aconselhamento em sua vida pessoal, querida amiga, e não posso nem tenho o direito de julgar ou interferir em sua vida - nem na de ninguém.

Perceba que a vida aqui na Terra sempre nos apresenta provas e expiações diferentes para cada um, porém com a certeza que todos tivemos grande participação nas definições das mesmas; seja nos tempos remotos ou no tempo presente - acho interessante a leitura do capítulo 5 de "o evangelho segundo o espiritismo".

Muitas de nossas decisões, inclinações, tendendias, vontades e desejos colaboraram para que estivéssemos exatamente onde estamos hoje; colhendo os frutos de um plantio mais ou menos longo, de acordo com o que nos dispusemos a fazer anteriormente.

Não quero com isso afirmar que em nossas vidas tudo é traçado e não tem jeito de mudar - muito pelo contrário; sabemos que quando temos uma força de vontade firme e constante e quando nos decidimos a crescer tomando as atitudes corretas e trabalhando no bem nosso e do próximo, podemos modificar todo um processo de sofrimento e transformá-lo.

É exatamente a isso que a vida nos convida diariamente: a transformar os nossos sofrimentos em degraus para que possamos atingir a maturidade espiritual e a plenitude que desejamos.

Não é um processo fácil, pois exige de nós muita análise dos nossos atos e desejos passados, bem como muita coragem para admitir os nossos erros; Entretanto, é um processo que , quando iniciamos, o seu resultado sempre será benéfico a nós.

Aprendemos e tomamos decisões que irão nos auxiliar a reparar erros cometidos, perdoar quem nos prejudicou e pedir perdão aos que prejudicamos também; todo este processo, minha irmã, embora não seja fácil e nem aconteça da noite para o dia, nos trará uma liberdade e uma paz imensa - maior que imaginamos.

Muitas vezes, no decorrer deste processo, conseguimos recuperar determinadas atitudes e conseguimos reaver a companhia de pessoas queridas que perdemos no caminho; outras vezes não conseguimos auxílio ou compreensão daqueles que desejaríamos conosco, e continuamos em nosso caminho por conta própria.

Importante lembrar que nem todos tem a consciencia e a liberdade de compreender e perdoar - ainda estão no nível deles; como nós também estamos no nosso e praticamos ainda tantos erros.

É, entretanto, imprescindível perceber que nossa caminhada - quando bem planejada e estudada - nos trará muita felicidade, de acordo com o que tivermos plantado; e que sempre teremos um apoio e um lenitivo na figura mansa e amorável de Jesus de Nazaré.

Lembremos dele todos os dias de nossas vidas e façamos o mais que pudermos para mantê-lo próximo a nós, fortalecendo a nossa fraqueza e ampliando a nossa coragem.

Nos envolvamos com todos aqueles que ele desejaria que socorressemos em seu nome e encontraremos suas mãos ao lado das nossas em cada sorriso que conseguirmos criar.

Não busque a sua felicidade nas pessoas ou no que elas puderem dar ou fazer por você, querida irmã; mas construa sua felicidade todos os dias através de gestos e atos de amor e caridade e, certamente, seus momentos serão de alegria e paz sempre.

Paz contigo.

Vasectomia - Perguntas dos amigos



"... bom dia, tenho ____ anos e um casal de filhos,vivo mto bem com minha parceira e mesmo q nao vivesse, tenha quase certeza q abriria mao da minha felicidade pelo compromisso e felicidade dos meus filhos. Mas a questao é devo ou nao fazer vasectomia? Uma vez q por nossa vontade nao pretendemos ter mais filhos. Quai sao as consequencias por um ato desse? Sou espirita de nascença e realmente nao sei como proceder. Desde ja agradeço pela atençao e que Deus abençoe a todos. ......"



Prezado ______, bom dia.

Não posso, nem devo, responder se você deve ou não fazer o procedimento cirurgico; esta é uma decisão que cabe exclusivamente a você juntamente com sua esposa, em seu planejamento familiar e pessoal.

Posso, entretanto, fazer as minhas considerações pessoais - sem representar o espiritismo - sobre este procedimento e assim tentar esclarecer um pouco os fatos à luz do espiritismo.

Sou da idéa que se Deus permitiu ao homem criar determinadas tecnicas e tecnologias é porque é lícito que se utilize delas em benefício do próprio homem, sem exageros e sem prejuizos, de forma harmonica e equilibrada - o que raramente acontece em nosso mundo. E enxergo a vasectomia como um destes processos médicos que foram descobertos e são passíveis de utilização - assim como a anestesia, fertilizaçaõ artificial, células tronco, etc.

A Vasectomia é um processo que, embora muitos afirmem ser passível de retorno, os fatos mostram que apenas um número muito pequeno de pessoas conseguem reverter o processo com sucesso - fatores como idade, recuperação, tempo de cirurgia, técnica utilizada, e outros, irão interferir fortemente no processo de reversão - quado possível.

A meu entender - de acordo com "o livro dos espíritos" questões 747, 672 e outras - Deus julga os fatos muito mais pela intenção do que pelo ato em si; equivalendo afirmar que o problema não está na vasectomia propriamente, mas no que se deseja fazer depois de vasectomizado, compreende?

Acaso o indivíduo deseje utilizar a vasectomia para que, após serem eliminadas suas capacidades de reprodução, passar a viver promiscuamente com inúmeras relações sexuais, aumentando a frequencia e a diversidade sexual, gerando desregramento no lar ou fora dele, alimentando assim os espíritos sofredores com seus atos, hábitos e fluidos deletérios e criando para si apenas maiores responsabilidades no futuro - Sou contra a vasectomia.

Acaso o indivíduo deseje utilizar o procedimento para que, em concordancia com sua esposa, venha a efetuar uma programação familiar - obedecendo as normas que existem para tal procedimento; buscando uma vida mais tranquila e harmonizada entre o casal que fez a escolha que acha mais sensata - sou a favor da vasectomia.

Como disse, não me coloco contra ou a favor do processo; mas da intenção do indivíduo.

Entretanto, meu irmão, é necessário lembrar que nem sempre temos conhecimento de nossa programação espiritual e de nosso compromisso para com os espíritos reencarnantes; e que, em tomando esta decisão, possamos estar adiando compromissos e atrapalhando o andamento de algum irmão que estivesse acordado conosco para sermos a porta de acesso dele a esta Terra.

Portanto acredito ser de muita importancia a cautela e a sabedoria em decisões como esta.

Espero ter sido de alguma ajuda.`

Paz contigo.

Estranha sensação nos dedos - Perguntas dos amigos



"... Que a Paz do Senhor esteja com você. Sou ________,___ anos e desde pequena que tenho gastura das minhas unhas. Se eu a encostar em uma bancada, ou se eu deixa-las crescer tenho vontade de arranca-las.(isso para as mãos).Já com as dos pés, a sensação é pior. Se alguém encostar, esbarrar ou apertar, tenho vontade de arrancar ate os dedos junto com as unhas. Dependendo do dia tenho vontade de bater os meus pés na parede ate machucar, sangrar, parece que o meu dedo vai explodir. Uma vez há muitos anos atrás alguém me falou que em uma vida passada alguem arrancou minhas unhas. Sera? Procede? Abços ......"



Olá ____________, há quanto tempo...

A psique humana - como a conhecemos hoje - é formada por diversas nuances de nossa vivência; algumas atuais e outras de outras existencias, as quais vão se criando e transformando a medida que o espírito cresce e evolui em direção ao Pai.

Estas experiencias - notadamente as mais marcantes - sejam por alegria ou tristeza, prazer ou dor, harmonia ou desequilíbrio, sempre deixam em nós marcas das quais vamos experiementar a lembrança subconsciente anos mais tarde, ainda na mesma ou em novas existencias.

Deste tipo de processo nascem muitas simpatias, antipatias, tendencias, síndromes, distúrbios, etc.

Então, embora não possa afirmar categoricamente, seu distúrbio pode sim ser originário de uma existencia passada onde algo aconteceu que traumatizou seu corpo e espírito, deixando marcas indeléveis em seu perispírito, que hoje podem estar se apresentando sob esta forma.

Perceba que não necessariamente da maneira como lhe foi explicada, mas é possível sim.

Entretanto, minha irmã, a ciencia médida hoje já tem condições de reconhecer e tratar este tipo de distúrbio com realtiva facilidade e grande sucesso.

Acredito que, se já não o fez, deva buscar um profissional da psicologia e expor o seu problema. É muito provável que com algum tratamento comportamental ou condicionamento mental você possa se livrar deste processo,que deve ser imensamente incômodo.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Aborto espontâneo - como fazer para o bebê perdoar? - Perguntas dos amigos



"... Boa tarde, João. Gostaria de pedir um esclarecimento. A ____ semanas passei por um aborto espontaneo, e desde o começo sentia e sempre vinha na cabeça q isso iria acontecer.Eu então mudava o pensamento para evitar. Tenho uma filha de _____ anos maravilhosa q tbem sofreu a perda comigo e meu marido. Nao questiono Deus ou o plano espiritual, mas me angustia pensar que posso ter feito algo errado ou nao ter feito tudo necessario para evitar. Essa gravidez foi uma surpresa, pois estamos num processo de adoção e nem cogitavamos mais engravidar. Foi por isso isso ocorreu? Q passo fazer para bebe perdoar?......"



Prezada ________, bom dia.

Acalme seu coração, minha irmã, porque na vida tudo ocorre com um propósito e Deus nada faz de inútil, como veremos diversas vezes em "o livro dos espiritos".

A palavra "espontâneo" no seu caso é um bálsamo de alívio para este coração tão preocupado; pois siginifica "estava determinado a ser assim"; perceba que sem que você fizesse nenhuma tentativa de interromper a gestação a mesma se findou por si só.

Este fato nos dá a tranquilidade de perceber que o possível sentido desta gestação era para que um espírito largasse no físico alguma imperfeição perispiritual ou completasse seu tempo de contato com a carne para alçar novos vôos.

Paralelamente a isto vem a necessidade de provas, para sua família, passando por um processo doloroso e, aceitando sem revolta e sem perda de fé ou amor; ao contrário, certamente fortalecendo sua união e carinho mútuos.

Assim, minha irmã, percebo em seu caso uma terna participação que auxilia um amigo espiritual a cumprir mais um processo em sua caminhada e que, com isso, ganha em experiencia e amadurecimento.

Não se preocupe pois, certamente, o espírito não tem mágoas de ti ou de tua famíla, mas deve estar bastante agradecido e acarinhado por todos, quem sabe podendo até vir a fazer parte de seus familiares em um futuro?

A vida sempre nos traz o que melhor nos cabe. Portanto utilize este acontecimento para, junto com sua família, agradecer a Deus pela oportunidade de vencer e crescer; bem como se unam em oração pelo espírito que estava ligado ao seu feto, assim estarão trocando fluidos de amor e paz.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo


Mediunidade desequilibrada 2- Perguntas dos amigos



"... Bom dia.Primeiramente...lindo o site.O acompanho a algum tempo e gosto muito do espiritismo e da umbanda.Tenho passado por problemas que no local aonde frequento associam a obcessores.Vivo um relacionamento a _____ anos.Amo muito essa pessoa e acredito no amor dela.Esta pessoa anda tendo muitas mudanças de humor.ora fica doce,amavel e ora procura motivos para brigas.Os mais futeis ate.Nos estavamos iniciando um curso mediunico,porem sempre surgiam problemas no dia e acabamos abandonando.Eu me cuido mais do que ele,pois por vezes ele parece ate perder a fé.Ele fala muito em um irmao que morreu a uns ______ anos atras e um amigo que morreu tb nesta epoca,porem nao os conheci.Pra mim vem sendo muito dificil pois eu vejo a pessoa que amo tanto,se degradando(sua feição chega a mudar).Me culpa de todos os seus problemas,acha q sou sua inimiga,que não o amo.Choro sempre...pois Deus sabe que isso não é verdade.Gosto muito de conversar com os pretos velhos e sem eles ja teria desistido.Eles dizem que tenho uma missao com meu companheiro que essa missao me faz ter que ajuda=lo tb em sua missao espiritual.Essas coisas pioraram de 6 meses pra cá.Pra que ele faça algo,ate como uma oração...é muito dificil.Sua respiração fica ofegante,balança os pes constantemente e fuma sem parar.Aprendi que quando ele estiver assim,não ceder a briga e dizer palavras de bem....mas a vontade é de chorar.Ele quando esta assim,não consegue nem dizer a palavra DEUS.Essas entidades na qual recorro,me mandam nao desistir,dizem ate que será pior pra ele caso eu faça isso.Estou com medo de perder as forças,pois é muito dificil.Esses mentores dizem que ele possui uma mediunidade capaz de limpar que tiver carregado de energias ruins(desculpe as palavras leigas),so que ele absorve e fica com ele.Certa vez ja frequentou um local na qual cultuavam em casinhas esses obcessores(não nos conheciamos).Gostaria de uma ajuda,mesmo que seja uma oração....pois esta dificil.Tenho fé...preciso de forças.
Paz e luz a todo ......"




Perdoe a demora em responder.

querida irmã acredito que já tenha, devido a sua experiencia e frequencia em casas de espiritualismo/umbanda, percebido e aceito o fato que seu companheiro - de acordo com seu relato - realmente está passando por um processo obsessivo sério e que, ao meu ver, beira a subjugação.

Allan kardec vai estudar casos de obsessão em "o livro dos médiuns" em um capítulo especialmente dedicado a este processo, tão importante é a sua compreensão e análise no meio espírita/espiritualista.

É necessário entender que toda obsessão é também influencia e teremos um espetacular esclarecimento sobre influencia espiritual nas questões 459 a 480 de "o livro dos espíritos" onde poderemos compreender como agem os espíritos, porque e como podemos diminuir e eliminar estas influencias.

Porém perceba, minha irmã, que sem a participação e força de vontade de seu companheiro em se melhorar, não pode a espiritualidade agir por si só.

Para que os amigos espirituais tenham a força necessária para auxiliar a nós, é imprescindível a nossa participação ativa e intensa neste process, caso contrário poderão até ser afastados momentaneamente os obsessores, entretando na primeira oportunidade eles estarão novamente conosco; conforme afirma Kardec na questão 468 do citado livro.

O processo que envolve seu noivo certamente é fruto de algum resgate passado, recente ou antigo, e exige dele um grau de comportamento e práticas no bem que irão eliminar as sintonias com os espíritos sofredores - embora hoje ele pareça estar sem condiçoes de combatê-los conscientemente, o que mostra que no passado ele não tomou os devidos cuidados obedecendo as leis da vida.

A despeito de qualquer erro que se tenha cometido o mais importante hoje é que ele seja auxiliado e, para isso - sem querer desmerecer nenhuma entidade ou casa espiritualista - acho que você deveria procurar uma casa ESPÍRITA séria - e não uma casa de umbanda.

é urgente a necessidade de um tratamento para o seu companheiro e de uma transformação moral do mesmo - e talvez sua também - para que possam ser quebradas estas ligações fluídicas entre ele e os sofredores que o assediam.

Apenas através do trabalho árduo no bem, dedicação na oração, passes e água fluidificada, estudo sério das leis morais e atendimento fraterno é que poderão ser aliviados os processos obsessivos que hoje se apresentam acontecendo com ele.

Certamente a espiritualidade sofredora - devido ao grande controle que apresentam sobre ele - fará de tudo para impedir este tratamento; mas deve continuar e permanecer firme no propósito de auxiliar o seu companheiro.

independente do que lhe falaram as entidades na casa que frequenta, todos nós temos compromissos de amor e fraternidade com nossos irmãos; e, se você realmente o ama, deve utilizar este amor para convencê-lo a frequentar a casa espírita e para fortalecer a sua determinação durante o processo de recuperação - pois será bastante posta a prova.

A doutrina espírita nos esclarece a importancia de estudo e compreensão de nossas faculdades mediúnicas exatamente para evitar a ocorrencia deste tipo de fato; o estudo e a frequencia a casas espíritas equilibradas faz com que nós também nos equilibremos e tenhamos consciencia de nossas capacidades, limitações e tendencias - para que possamos nos defender de ataques espirituais dos sofredores.

Passe a estudar - se possível juntamente com ele - para que conheçam e entendam o que ocorre com vocês, não simplesmente viver a mediunidade sem conhecimento ou responsabilidade.

espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.

Mediunidade e influencias negativas - Perguntas dos amigos



"... Olá,quando jovem tive muitos problemas com mediunidade,fui até em uma parapsicóloga,decidi abandonar este caminho,mas meus dons sempre me acompanharam,ultimamente sinto que à espiritos malignos me perseguindo,as vezes sinto vontade de fazer rituais,vejo vultos em volta da minha casa,e meus "dons" estão voltando aos poucos,sonhos me perturbam, está caindo meu rendimento no trabalho e estou tendo alguns problemas de saúde, sonhei por tres vezes com divindades de uma religião afro e uma com nossa senhora,sonhos muito reais, Como faço para me proteger,e proteger meus familiares? ......"



Prezado _________, bom dia.

Perdoe a demora em responder.

Em "o livro dos médiuns" Allan kardec afirma que para afastar os maus espíritos basta que chamemos os bons para o nosso convívio; Equivalendo afirmar que para "proteger" a nós e a nosso lar devemos buscar sintonizar com os espíritos evangelizados.

Esta sintonia vem através do conhecimento e prática da lei de amor e caridade deixada por Jesus; do estudo e conhecimento da Mediunidade - como faculdade humana; da modificação de hábitos, atos e pensamentos que temos; da prática da oração sincera e, principalmente, da força de vontade que tenhamos em realizar esta transformação.

Percebo que, no caso em questão, é necessário para você iniciar este processo a ajuda de alguém há experiente nestes assuntos e que possa te orientar e auxiliar durante todo ele.

Acredito que seja ideal que você busque um atendimento fraterno ou consulta espiritual em uma casa espírita séria, guiada por Jesus e Kardec, em sua cidade; para que então seja orientado um tratamento espiritual que tenha como objetivo harmonizar e equilibrar você e socorrer os espíritos sofredores que estejam te assediando.

Pelo teor das sensações e sonhos relatados acredito que estes espíritos não desistirão tão facilmente de se ligarem a você, o que é natural; e, por isso mesmo, será necessário - pelo menos no ínício do tratamento - triplicar a sua força de vontade e o esforço que fizer, pois eles certamente aumentarão a influencia sobre você.

Com o tempo e a continuidade do tratamento - principalmente com a modificação de seus hábitos e penamentos - ficará cada vez mais fácil.

O importante, em tudo isso, é buscar uma harmonização e transformação interior, para que sua energia vibre em uma frequencia acima dos sofredores que te desejam mal.

Espero haver sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Socorrista Espiritual - Perguntas dos amigos



"... Boa noite,
Tenho um amigo que, espírita e obreiro num centro espírita, diz que participa constantemente de 'resgates' de espíritos que vagam no umbral e os leva, junto com outros espíritos para lugares melhores. Sinceramente, não acredito nisso, visto que está encarnado, não poderia juntar-se aos desencarnados para praticar tais ações (essas ações são descritas no livro Nosso Lar). O que acha? ......"




Prezado ___________, bom dia.

Perdoe a demora em responder.

Querido irmão, a despeito de sua descrença, este tipo de acontecimento pode ocorrer e ocorre com frequência no mundo espiritual; embora algumas pessoas possam se utilizar deste conhecimento para se colocar em evidencia com estórias de sua imaginação - a depender da honestidade e integridade de cada um.

Não somente trabalhadores espíritas mas todo aquele que tem um bom coração e está harmonizado com o amor pode participar de trabalhos de socorro, orientação, auxílio, estudo e ensino no mundo espiritual. A obra mediúnica de André Luis está repleta de casos assim, notadamente no livro "obreiros de vida eterna" e "missionários da luz".

Muitas são as funções que podem exercer os trabalhadores encarnados quando desdobrados pelo sono no plano espiritual: Mães vão trabalhar nas creches para espíritos ainda infantes; médiuns continuam os atendimentos aos sofredores espirituais; passistas vão auxiliar os enfermos; oradores vão participar de grupos de estudo e, sim, muitos podem ir trabalhar nos resgates - notadamente em regiões onde as vibrações são muito densas e os espíritos amigos teriam maior dificuldade em transitar.

É necessário porém esclarecer alguns aspectos:
- Sempre haverá a presença de um, ou mais, espíritos evangelizados para guiar e orientar os trabalhos a serem executados
- o encarnado deverá ser uma pessoa de alto equilíbrio, valor moral, seriedade, comprometimento e amor ao próximo para que possa participar deste tipo de evento
- nem sempre é possível lembrar com fluencia ou exatidão dos fatos
- algumas vezes este tipo de socorro é em áreas tão intensas que o encarnado ao retornar ao corpo se encontra muito dolorido - devido as energias deletérias que mantém ainda por similaridade fluídica
- nem todo trabalhador espírita tem as qualidades morais necessárias para tal empreendimento
- muitas vezes acompanham os guias em estudo de casos ou esclarecimentos que permanecem em nosso inconsciente e alimentam nossas idéias e concepções.
- os encarnados quando em trabalho ou estudo no mundo espiritual são reconhecidos pelo cordão de prata - laço fluídico que liga o seu espírito ao corpo.

Não se espante, meu irmão de existir tal interação entre os mundos físico e extra-fisico, afinal, a misericórdia de Deus é imensa e nos dá sempre, quando merecemos, novas e melhores oportunidades de realizarmos mais e melhor o que pudermos em benefício do próximo.

Devemos todos nos esforçar no melhor para que possamos todos crescer em qualidade de serviço em nome do amor.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Depressão, inconformidade, vazio interior - Perguntas dos amigos



"... Olá João
Gostaria de saber porque não gosto desta vida e sinto como se aqui não é meu lugar, a vida toda eu quero ir embora, sinto como se a Terra fosse uma prisão, sei que tenho um lar muito longe, e isso me deprime. Aliás, mesmo tentando amar as pessoas, não consigo, acho a maioria mesquinha e egoísta e sinto cada vez menos vontade de conviver com as pessoas, nem tenho paciência para elas. Peço ajuda a Deus, oro, mas a melhora é pequena, tudo pelo que sinto algum amor é a natureza e os animais. Como posso me conformar com essa vida? ......"




Prezada ___________, bom dia.

Perdoe a demora em responder.

Esta "inconformidade" com a vida terrena, minha irmã, é natural entre nós: espíritos encarnados; pois representa as lembranças inconscientes que todos trazemo do mundo espiritual - de onde viemos e para onde vamos - e das vivências que lá tivemos e deixaram marcas profundas dentro de nós; gerando esta saudade do que não sabemos de quê e esta vontade de não estar aqui.

Muitos de nós convivemos com este sentimento e nos deixamos arrastar por esta sensação de incompletitude apelando para o preencimento do "vazio" dentro de nós através dos vícios e dos erros - bebidas, drogas, sexo abusivo, desrespeito, violência, etc; Este tipo de reação somente nos traz maiores prejuizos, pois tentamos buscar uma "completitude" em ações e objetos efêmeros que, no final, vão sugar de nós mais ainda e nos arrastar para um torvelinho de erros cada vez maiores e busca cada vez mais desenfreada pelas sensações, findando em prejuízos psicológicos, físicos, familiares, sociais e espirituais.

Outros de nós se rendem a este sentimento e vivem apáticos, passando pela vida, relegados a sua própria inação e presos dentro de um sentimento de ociosidade que aguarda uma transformação mágica da vida, um sentido irreal que nunca irá chegar, pois para que haja recompensa é imperioso haver esforço, compreende?

Alguns de nós encontram neste sentimento o motivo para a busca pelo que irá preencher este "vazio" de forma real e perene; e, após uma caminhada que pode ser longa ou não, encontram a busca pelo divino - dentro de nós e ao nosso redor - e neste processo muitos conseguem se divinizar e entender/aprender os procedimentos que irão nos auxiliar a aliviar este sentimento de incompletitude; encontrando seu complemento no trabalho e auxílio aos que ainda não conseguiram compreender/aprender este caminho.

O nosso espírito - embora muito antigo e imortal - traz dentro de si diversos problemas, erros e limitações que devem ser trabalhadas e eliminadas, a pouco e pouco, nesta abençoada escola chamada Terra.

Para que consigamos empreender um bom trabalho em nossa própria melhoria devemos seguir os ensinamentos dos grandes espíritos que vieram antes de nós e que, desde a antiguidade, estão nos orientando para o bom cumprimento de nossos deveres para com a vida e o próximo.

Arredios que somos tentamos, em vão, fazer com que a vida se curve ante de nós e nos agrade incondicionalmente, em detrimento das leis e dos nossos irmãos; quando fazemos isso - desejamos ser o melhor e mais importante ser vivente - estamos nos afastando de nosso ideal e trazendo para nós uma maior carga de sentimento de incompletitude; pois nos afastamos do rumo correto de nossas vidas.

Vamos encontrar em "o evangelho segundo o espiritismo" a afirmação que o amor é o sentimento que mais nos aproxima de Deus - então sempre que nos afastamos deste amor - o amor verdadeiro e não a paixão ou o sexo - estamos nos afastando de Deus e , quanto mais afastados de Deus, mais incompletos ficamos.

Não basta buscarmos Deus em uma igreja ou templo; nem apenas na natureza ou nos animais; mas é necessário que busquemos Deus na pessoa do nosso próximo - nos atos de amor e caridade que possamos realizar para quaisquer que necessitem de nosso apoio, dentro e fora do nosso lar.

Estes atos são "amor em movimento" e, inegavelmente, constroem pontes e ligações de amor entre nós, nosso próximo e Deus.

Também são atos de construção de amor a compreensão, paciencia, benevolência e todos os que pudermos realizar para , a exemplo do Mestre Jesus, convivermos de forma harmonica e salutar com as pessoas que estão em nosso caminho, seja no lar, trabalho, escola, centro, etc.

A paciência é uma das virtudes que temos o objetivo de aprender em nossa viagem pela Terra; e para que a desenvolvamos é necessário o convívio com situações e pessoas que as coloquem a prova; afinal, como nos diz "o evangelho segundo o espiritismo", estes são os instrumentos de que Deus de utiliza para nos fazer crescer e colocar a prova a nossa paciencia.

Devemos ter sempre em mente as brilhantes palavras de Jesus quando afirma "se amarmos somente aos que nos ama, que recompensa teremos?" - evidenciando o que nos ensina quando diz "ama o que te prejudica, ora pelo que te deseja o mal" - transmitindo a divina mensagem que a caridade e o amor são para ser praticados em todos os momentos de nossas vidas, para com todas as pessoas, em todas as situações...

Portanto é caridade silenciar, não criticar, auxiliar, compreender, resignar, tudo em nome da harmonia interna nossa e entre as relações para com aqueles que ainda são mais tolos que nós.

Enquanto não aprendermos a realizar tais feitos e caminhar rumo ao Mestre, continuaremos a nossa viagem na Terra repletos de sentimentos de incompletitude, imcompreenção, impaciencia e infelicidade.

A felicidade que desejamos é alcançada a partir, e na medida, do esforço que fazemos por merecê-la.

Lembre-se que o que você enviar para a vida é exatamente o que ela enviará para você de volta... se deseja amor, dê amor; se deseja paz, dê paz; se deseja compreensão, dê compreensão... e o mesmo vale para verdade, amizade, caridade, carinho, simpatia, benevolência, etc.

A lei de causa e efeito é soberana e a ela ninguém poderá escapar, seja hoje ou amanhã.

Esperto ter sido de alguma ajuda e peço desculpas caso não tenha respondido da maneira que você esperava.

Paz contigo.

Mensagens dos amigos espirituais ...





Muito se dá ao que pede,
desde que o pedido seja em nome do amor e do próximo.

Ao que pede em proveito próprio,
vem as traças e as coisas do mundo e tomam o que ele receber.

Não tenhamos as nossas intenções voltadas para o material e o tesouro.

Tenhamos, ao invés, a nossa atenção voltada para o céu
e o mesmo nos cobrirá de bençãos e de bens eternos.

O trabalho do mundo é o repositório de nosso alimento e vertuário, abrigo e descanso.

Mas não tenhamos como objetivo único de nossas vidas o acúmulo desnecessário, pois assim procedendo estaremos tirando o necessário da boca de algum nosso irmão.

Usemos o que Deus nos dá com sabedoria e humildade,
afastando de nós o orgulho e o egoismo,
e teremos um tesouro no céu
nos preparando os louros da vitória sobre o erro
e do trabalho bem feito em nome do Cristo de Deus.

Eusébio

Aborto Espontâneo - Porque?? - Perguntas dos amigos



"... Tive dois abortos espontâneos no qual sofri muito com a perda de ambos, Tive uma gravidez que perdi com aproximadamente ____ meses, após tive uma gravidez com sucesso e meu filho está com ______ anos e depois tive uma gravidez de uma menina que perdi com ____ meses de gestação. Gostaria de saber a explicação espiritual para as duas crianças que não nasceram e morreram antes mesmo de conhecer a vida. Obrigada! ......"



Prezada ___________, bom dia.

Perdoe a demora em responder.

A espiritualidade nos orienta, querida irmã, que todo processo abortivo espontâneo tem como objetivo a reeducação dos pais - Questão 355 de "o livro dos espíritos" - os quais em outras existencias não souberam valorizar o processo da gestação e provocaram - ou foram fomentadores - do aborto delituoso.

Assim a dor da perda será o gatilho que despertará nos envolvidos o processo de valorização da vida e a consciencia do erro quanto a esta atitude; plantando em seus espíritos imortais os valores necessários para que, no futuro em outras existencias, não voltem a incorrer no mesmo erro e sejam também trabalhadores pela extirpação desta prática em nosso Planeta.

Como na vida nada acontece por acado em muitos casos o feto descartado leva consigo também algumas das mazelas e problemas perispirituais que o espírito reencarnante havia de deixar no corpo físico; servindo também o aborto como processo de "limpeza" do espírito e de libertação de problemas e deformações. Servindo também de oportunidade para a mãe - delituosa no passado - proporcionar este processo de libertação do espírito reencarnante, realizando assim um supremoa to de caridade e sacrifício em nome do próximo; o que serve também para aliviar a sua carga cármica.

Algumas mães e pais existem que, quando na espiritualidade, se colocam como voluntários para este tipo de processo espontâneo de forma a passar por esta prova durante a sua reencarnação; este desejo tem como objetivo a prova de sua evangelização e de haverem desenvolvido já os sentimentos de resignação, aceitação e fé; bem como de já haver extirpado de seus corações a revolta, descrença e raiva.

Como pode ver, minha irmã, muitos são os caminhos da Misericórdia do Pai, que nos coloca sempre onde temos necessidade de estar para podermos passar pelas experiencias que nos libertarão dos erros de nós mesmos em nosso passado delituoso. Agradeçamos a Ele pela oportunidade de podermos auxiliar os nossos irmãos em necessidade e pela alegria de não estarmos sozinhos, recebendo em nossos braços a dádiva de uma família.

O importante, em casos assim, é a prática constante da oração pelos que não completaram o processo e por nós mesmos; para que nossa fé seja fortalecida; pois apenas assim nos libertaremos sempre mais dos sentimentos negativos e estaremos contribuindo para o crescimento de nossos irmãos.

espero ter sido de alguma ajuda,

Paz contigo.

Almas Afins / Gêmeas - Perguntas dos amigos



"... olá gostaria de uma orientação pois essa dor no peito está me consumindo.
eu faço faculdade e no onibus junto com os amigos em meio aquela bagunça toda pois somos uma turma muito alegre persebi que um homem me olhava e começamos a trocar olhares mas nos só nos falamos uma vez onde eu perguntei a ele se o onibus ja havia passado,mas ele sempre estva perto de nos sorria com as minhas palhaçadas e eu sempre pegava ele me procurando no onibus etc enfim eu não o vejo mais mais a saudade é tão grande que doi no peito parece que vai arrebentar toda vez que penso nele sera que somos almas afins?obgada ......"




Prezada ____________, bom dia.

Primeiro é indispensável um esclarecimento sobre este assunto: almas afins; Allan kardec vem estudá-lo nas questões 297 a 303 de "o livro dos espiritos" e esclarece que não existem seres que são "predestinados" a ser a metade um do outro. O que ocorre, verdadeiramente, é uma sintonia espiritual - seja de sentimentos, energias ou nível evolutivo - que irá gerar um sentimento de atração muitas vezes inexplicável entre duas pessoas.

Esta atração vem do fato de o nosso espírito inconscientemente sentir os fluidos em sintonia com os fluidos do outro e assim, surgem as atrações que classificamos como almas afins ou almas gêmeas.

Entretanto, minha irmã, devo lembrar que este sentimento também é gerado - muitas vezes - por uma forte atração física/psíquica/social/moral/econômica ou de qualquer outro fator que possa despertar o nosso interesse momentâneo em alguém. Este interesse é denominado PAIXÃO e, na maioria das vezes, não tem origem espiritual ou reencarnatória - sendo, e mostrando-se porteriormente, apenas uma atração que passa com o convívio e o conhecimento mais profundo da pessoa que antes era o objeto da paixão.

Por isso, não há como afirmar, sem um conhecimento de ambas as partes e um estudo sério, que fosse um caso de sintonia ou paixão o que surgiu de sua parte.

Apenas o irmão tempo poderá responder esta questão, caso ele dê a você novamente a oportunidade de encontrar a pessoa em questão. Rogo que possa ser solucionado seu problema e que disto, caso seja seu desejo, venha a nascer um amor profundo e real - baseado no respeito e na verdade que devem sempre acompanhar o amor.

Espero ter sido de alguma utildade.

Paz contigo.

Mediunidade de Vidência - Perguntas dos amigos



"... boa noite
pertenço a um terreiro de umbanda e gostaria de saber se existem mediuns que consigam ver a entidade que está a incorporar no trabalhador.
Obrigada ......"




Prezada _____________, bom dia.

Sim. Estes médiuns são dotados da faculdade de vidência mediúnica - chamados médiuns videntes - e tem a capacidade de "ver" as entidades que estejam no local onde se encontram e as que estão se comunicando através de outros médiuns.

Allan Kardec vai estudar esta faculdade no capítulo 14 de "o livro dos médiuns" pontos 167 a 171; vale a pena uma leitura deste material para uma melhor compreensão dos fatos. Bem como de todo material do livro, o qual é o melhor tratado sobre mediunidade já escrito.

O médium vidente, entretando, vai sofrer variações em sua capacidade visual.

Alguns verão com os olhos materiais - ao fechar os olhos não poderá ver mais; outros verão com os olhos perispirituais - ao fechar os olhos continuam vendo. Isto porque a faculdade mediúnica não é a mesma para todos os médiuns.

também haverá alterações nas percepções visuais, de acordo com a sintonia maior ou menor do médium para com o espírito e, também, da permissão dos mentores para tal fato.

Alguns verão apenas borrões esfumaçados próximos aos médiuns; outros enxergarão bustos ou a parte superior do corpo; alguns visualizarão as imagens meio que borradas mas com alguma nitidez; uns poderão ver o corpo compeltamente mas não verão os rostos; poucos poderão ver nitidamente o espírito em sua competitude; enfim, muitas são as possibildades da mediunidade de vidência.

É, entrentanto, muito aconselhável prudência ao identificar um médium vidente pois este tipo de mediunidade é uma das que mais pode sofrer influencias do psiquismo do médium, bem como de médiuns mistificadores; por isso a pessoa responsável pelos trabalhos deve ter muito cuidado ao receber ou confiar em informações assim.

Espero haver sido de alguma ajuda.

Perdoe a demora em responder.

Paz contigo.


Corrente Magnética - Perguntas dos amigos



"... gostaria de sua opinião a respeito de corrente magnetica. ......"



Prezada __________, bom dia.

Perdoe a demora em responder.

Ao meu entender, que devo confessar não ser grande no tocante a este assundo, a "corrente magnética" é como a "apometria": uma prática não-espírita que está sendo agregada a algumas casas em busca de "novidades" e talvez resultados "mais rápidos".

Pelo pouco que entendo desta prática ela consiste na utilização das energias dos médiuns reunidos e de mãos dadas - daí o nome "corrente" - acompanhados pela espiritualdiade da casa, onde vibram e emitem energias/fluidos mentais e magnéticos de forma a: afastar obsessores, eliminar problemas perispirituais, afastar ovóides e fluidos deletérios, harmonizar a energia dos "pacientes", entre outros objetivos similares.

Entendo que seja uma forma poderosa de utilizar a energia dos médiuns e dos espíritos para amenizar o sofrimento e afastar os obsessores - pois une a energia de diversos indivíduos para um mesmo fim - mas, ao meu entender, ela esquece um dos fundamentos dos ensinamentos que Jesus nos ensinou o "não peques mais".

Percebo e acredito que apenas afastar os obsessores, as energias espirituais negativas ou os fluidos que nos desarmonizam não é suficiente para garantir ao indivíduo a plenitude de sua recuperação. É necessário invariavelmente a sua melhora íntima e sua mudança de hábitos, pensamentos e comportamentos para que "não aconteça isso ou pior"(João 5:14).

Jesus sabia disso. Kardec sabia disso. E parece que, os que praticam este tipo de procedimento estão esquecendo disso - se afastando dos ensinamentos de Jesus e Kardec e, por isso mesmo, não concordo com este tipo de tratamento.

Esta prática visa somente os fins, atropelando os meios que irão garantir uma plena e total recuperação do indivíduo - através de sua transformação íntima.

Jesus nos esclarece que o espírito imundo quando expulso do homem, volta depois ainda mais acompanhado e encontra sua casa limpa e varrida (Mateus 13:43-45) - Evidenciando que apenas o afastamento sem a mudança moral,que vai impedir a sintonia do indivíduo com os espíritos em sofrimento, não representa a solução para a obsessão.

Acredito que, devido a nossa pequenez espiritual - todos inda espíritos adoecidos da Alma - buscamos terapias e caminhos que nos tragam resultados a curto prazo sem que tenhamos que nos esforçar muito para conseguir... Este processo não funciona; pois se assim fosse não teríamos necessidade da lei de evolução sabiamente criada por Deus.

Em "o evangelho segundo o espiritismo" encontraremos no capítulo 6, ponto 5, um texto intitulado "advento do espírito de verdade" onde encontramos a seguinte afirmação "no cristianismo encontram-se todas as verdades" - o que nós, espíritas, parecemos haver esquecido - ou nunca haver conhecido/lido/estudado - poque ainda precisamos "criar", "inventar", "trazer" novos modismos, práticas e rituais para as nossas casas espíritas.

Então, querida amiga, ao meu entender o que anda faltando no centro espírita - e nos espíritas - é o verdadeiro conhecimento e estudo dos ensinamentos de Jesus e das obras de Kardec - Base de todo o espiritismo.

Acredito que, neste caso como em outros, estamos cedendo o lugar da prática espírita para práticas espiritualistas, que não estão nas bases do espiritismo; caso esta fosse uma prática espírita não haveriam os espíritos mentores do Brasil de orientar a adoção da mesma em todas as casas e federações espíritas? Onde está a universalidade dos ensinos dos espíritos - orientada por Kardec?

Não sou contra novidades e avanços - como muitos podem pensar - mas sou contra conceitos e procedimentos que não significam realmente avanços; mas sim práticas infelizes e mistificadoras reeditadas através da história.

Entretanto, devo salientar, que aos que buscarem ou praticarem este tipo de prática com o real intuito de buscar, paralelamente e primordialmente, uma renovação íntima, uma transformação para melhor, Baseada nos ensinamentos de Jesus e Kardec, estes sim estão trabalhando e construindo uma casa talhada na Rocha e não em terreno arenoso, como nos fala a parábola.

espero ter sido de algum auxílio.

Paz contigo.

Desencarne/"perda" de familiares - Perguntas dos amigos



"... Faz _________ anos que meus irmãos sofreram um acidente de carro e morreram, ela com _____ anos deixando um bebê de ___ ano, meu irmão caçula de ______ Nossa família desabou...Sofremos muito, choramos, rezamos e pedimos a Deus que nos confortasse, e foi o que aconteceu. Fui criada em uma família católica, mas depois do acontecido eu e meu marido, sonhamos várias vezes com eles, parece que nos encontramos, pois o sonho parece real, em comemorações como aniversários, natal sentimos a forte presença deles, nossa família é muito unida pelos laços do amor... Mas mesmo mantendo a seridade, sinto muita falta de meus irmãos, principalmente da minha irmã caçula, eramos muito amigas, as vezes parece que sinto ela perto de mim, como nesse instante, então as lágrimas veêm. o que posso fazer para saber se eles estão bem? Como posso ajudar minha mãe a superar essa perda? Aguardo seus conselhos. Obrigado...
Fique com Deus ......"




Prezada __________, bom dia.

Perdoe a demora em responder seu questionamento.

à igreja católica - assim com todas as religiões espiritualistas - acredita também na continuidade da vida após o desenlace do corpo físico... esta fé e crença já são suficientes para que sua família possa aceitar - nunca esquecer - a temporária separação dos seus entes queridos; pois no futuro, no mundo espiritual, todos iremos encontrar aqueles que nos foram caros e que deixaram esta Terra antes de nós.

A situação do Espírito no corpo carnal é como a do pássaro na gaiola, então devemos aprender a aceitar e, um dia talvez até, alegrarmo-nos com a liberdade que foi concedida aos espíritos dos que partiram antes de nós. Eles agora retornaram à pátria espiritual e podem absorver os raios de luz que emanam diretamente de Jesus para todos nós, os seus irmaos menos esclarecidos ainda.

Talvez um dia nós possamos vencer o egoismo que ainda trazemos dentro de nós e - mesmo mantendo a saudade natural de nossoa afetos - possamos vencer a dor (e as vezez revolta) que trazemos pela "perda" que sentimos - observando apenas o nosso sofrimento sem que pensemos, muitas vezes, naqueles que partem, libertando-se das amarras pesadas da carne.

Quantas vezes desejamos mantê-los prisioneiros ainda ao nosso lado, quando na verdade se encerrou seu tempo de "pena" aqui na Terra e hoje podem haurir novos rumos, sentimentos e conhecimentos além da esfera humana carnal?

em verdade, minha irmã, devemos aprender a resignarmos com os fatos da vida e enxergar em tudo a grandeza e o amor de Deus que deseja sempre o melhor para os seus filhos e, em tudo, nos dá preciosas lições de humildade, amor e esperança.

A simples sensibilidade da presença deles ao lado de seus familiares é a maior prova que o amor não morre e que os laços de afeto e carinho continuam eternamente. As datas comemorativas e os acontecimentos importantes familiares são realmente momentos em que os queridos espíritos - quando devidamente permitidos - podem estar conosco; recebendo e doando carinho e afeto.

Aproveite estes momentos e deixe fluir de você - e dos seus - pensamentos de amor e fraternidade, saudade saudável, esperança de reencontro e eles receberão estes efluvios energéticos como pétalas de flores, caindo diretamente em seus corações.

Não tenha receio, minha irmã; ao contrário tenha certeza que quanto mais puderem colaborar com vibrações de amor e paz, melhores os seus queridos estarão no mundo espiritual e que, certamente, estarão aguardando ansiosos o momento do reencontro para poderem, finalmente, abraçar os queridos que tanto os amam.

Siga sua vida. Doe de sí aos que necessitam e honre nobremente as lembranças dos queridos. Busque a paz interior e, certamente, poderá sentir cada vez mais suas vibrações e prensenças próximas a vocês.

Converse fraternalmente com sua mãe que - como toda mãe - deve desejar o melhor para seus filhos e, neste momento, eles estão onde melhor lhes cabe.

Imagino a dor da perda de uma mãe, mas também imagino a alegria que deva sentir ao perceber que a tão temida morte não existe e sim a libertação do cativo que sofria nas limitãções da carne e que hoje fluio livre no mundo espiritual - que aguarda a todos nós.

Juntem-se em momentos de oração e vibração pelos desencarnados; certamente os bons amigos espirituais estarão presentes para aliviar as dores dos corações de todos e preenchê-los com esperança e fé no futuro.

Paz contigo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...