Corrente Magnética - Perguntas dos amigos



"... gostaria de sua opinião a respeito de corrente magnetica. ......"



Prezada __________, bom dia.

Perdoe a demora em responder.

Ao meu entender, que devo confessar não ser grande no tocante a este assundo, a "corrente magnética" é como a "apometria": uma prática não-espírita que está sendo agregada a algumas casas em busca de "novidades" e talvez resultados "mais rápidos".

Pelo pouco que entendo desta prática ela consiste na utilização das energias dos médiuns reunidos e de mãos dadas - daí o nome "corrente" - acompanhados pela espiritualdiade da casa, onde vibram e emitem energias/fluidos mentais e magnéticos de forma a: afastar obsessores, eliminar problemas perispirituais, afastar ovóides e fluidos deletérios, harmonizar a energia dos "pacientes", entre outros objetivos similares.

Entendo que seja uma forma poderosa de utilizar a energia dos médiuns e dos espíritos para amenizar o sofrimento e afastar os obsessores - pois une a energia de diversos indivíduos para um mesmo fim - mas, ao meu entender, ela esquece um dos fundamentos dos ensinamentos que Jesus nos ensinou o "não peques mais".

Percebo e acredito que apenas afastar os obsessores, as energias espirituais negativas ou os fluidos que nos desarmonizam não é suficiente para garantir ao indivíduo a plenitude de sua recuperação. É necessário invariavelmente a sua melhora íntima e sua mudança de hábitos, pensamentos e comportamentos para que "não aconteça isso ou pior"(João 5:14).

Jesus sabia disso. Kardec sabia disso. E parece que, os que praticam este tipo de procedimento estão esquecendo disso - se afastando dos ensinamentos de Jesus e Kardec e, por isso mesmo, não concordo com este tipo de tratamento.

Esta prática visa somente os fins, atropelando os meios que irão garantir uma plena e total recuperação do indivíduo - através de sua transformação íntima.

Jesus nos esclarece que o espírito imundo quando expulso do homem, volta depois ainda mais acompanhado e encontra sua casa limpa e varrida (Mateus 13:43-45) - Evidenciando que apenas o afastamento sem a mudança moral,que vai impedir a sintonia do indivíduo com os espíritos em sofrimento, não representa a solução para a obsessão.

Acredito que, devido a nossa pequenez espiritual - todos inda espíritos adoecidos da Alma - buscamos terapias e caminhos que nos tragam resultados a curto prazo sem que tenhamos que nos esforçar muito para conseguir... Este processo não funciona; pois se assim fosse não teríamos necessidade da lei de evolução sabiamente criada por Deus.

Em "o evangelho segundo o espiritismo" encontraremos no capítulo 6, ponto 5, um texto intitulado "advento do espírito de verdade" onde encontramos a seguinte afirmação "no cristianismo encontram-se todas as verdades" - o que nós, espíritas, parecemos haver esquecido - ou nunca haver conhecido/lido/estudado - poque ainda precisamos "criar", "inventar", "trazer" novos modismos, práticas e rituais para as nossas casas espíritas.

Então, querida amiga, ao meu entender o que anda faltando no centro espírita - e nos espíritas - é o verdadeiro conhecimento e estudo dos ensinamentos de Jesus e das obras de Kardec - Base de todo o espiritismo.

Acredito que, neste caso como em outros, estamos cedendo o lugar da prática espírita para práticas espiritualistas, que não estão nas bases do espiritismo; caso esta fosse uma prática espírita não haveriam os espíritos mentores do Brasil de orientar a adoção da mesma em todas as casas e federações espíritas? Onde está a universalidade dos ensinos dos espíritos - orientada por Kardec?

Não sou contra novidades e avanços - como muitos podem pensar - mas sou contra conceitos e procedimentos que não significam realmente avanços; mas sim práticas infelizes e mistificadoras reeditadas através da história.

Entretanto, devo salientar, que aos que buscarem ou praticarem este tipo de prática com o real intuito de buscar, paralelamente e primordialmente, uma renovação íntima, uma transformação para melhor, Baseada nos ensinamentos de Jesus e Kardec, estes sim estão trabalhando e construindo uma casa talhada na Rocha e não em terreno arenoso, como nos fala a parábola.

espero ter sido de algum auxílio.

Paz contigo.

4 comentários:

Mari disse...

A melhor maneira de "afastar" os obsessores é mantendo nosso pensamento em vibrações de amor, sintonizando as faixas vibracionais do bem, dos espíritos de luz. Mas para manter os pensamentos elevados, é necessário que o coração esteja livre de mágoas, ressentimentos, raivas, desejos de vingança...
Atraímos somente aqueles que pensam e sentem como nós. Por isso o ditado "Diga-me o que pensam e digo-te com quem andas", é verdadeiro.
Tenha uma ótima tarde!♥

Andreia Araujo disse...

Voce não conhece de fato a corrente magnetico, seu comentario é totalmente erronio, creio que deveria estudar profundamente sobre o tema. Sua opinião mudaria

Anônimo disse...

Olá amigo, seu comentário mostra que você não conhece muito bem sobre o assunto, recomendo que procure estudar sobre ele e verás que não é exatamente isso.

eduardo brandao disse...

Meu irmão de fé. vc leu muito Kardec mas faltou alguns capítulos a ser lidos.Kardec foi seguidor de MESMER magnetizador e orientador espiritual do codificador a posteriori.Eurípides Basarnbufo foi divulgador do método.Sua utilização foi passada por bons espíritos já no seculo passado. Que Deus te ilumine.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...