Perda de Sensibilidade Medianímica - Perguntas dos amigos



"... Ola meu nome é ________ e tenho ______ anos, desde criança sempre tive presentimentos, sonhos e visões, mas ultimamente isso parece estar acabando. O que faço para não perder esses dons que sempre tive? ......"



Prezada _____________, bom dia.

Os dons espirituais (sensibilidades) são um presente que Jesus permite que mantenhamos em determinadas encarnações para que nos sirvam de ferramentas em nosso processo de evangelização íntima e do próximo.

Muitas vezes nós pedimos para reencarnar com determinadas capacidades, tendo em vista uma programação espiritual, e nos comprometemos em utilizá-las em favor do amparo e auxílio aos que necessitam, aliviando assim a carga dos erros que cometemos em nosso passado.

Não entenda com isso que estou afirmando que quem tem, por exemplo, sensibilidade mediunica "tem que trabalhar" em mesa mediúnica - não é isso; apenas que deve utilizar seus conhecimentos e capacidades em benefício do próximo, servindo onde se sentir mais sintonizado e a vontade... sem a obrigação de ser médium mas com a obrigação de ser trabalhador do Cristo, compreende?

Estas sensibilidades normalmente se apresentam em determinada idade e continuam até o momento em que deixam de ser úteis para nós, ou que a espiritualidade julga que estejamos fazendo uma utilização inadequada das mesmas - não estou afirmando que seja isso, é apenas uma explicação.

Acredito, minha irmã, que deva realizar uma análise íntima de seus sentimentos, pensamentos, hábitos e atos, de forma a observar como anda o seu equilíbrio e harmonia internas; como anda a sua ligação com o mais alto e se existem fatores externos ou internos que estejam te desequilibrando os pensamentos ou a psique...

Estes são fatores que, muitas vezes, nos tornam menos sensíveis aos espíritos amigos que desejam nos auxiliar ou que nos tornam mais sensíveis as influencias de espíritos menos evangelizados - o que deve ser evitado e tratado com muito cuidado.

Pereba, minha irmã, que muitas vezes as escolhas que fazemos em nossas vidas -, companhias, locais que frequentamos, atitudes, consumo de substâncias - podem afetar a nossa sintonia e harmonia interiores e/ou com os amigos espirituais e que, também, o afastamento que possamos ter dos ensinamentos de Jesus e dos compromissos de amor e trabalho pelo próximo podem fazer com que nossos amigos retardem, por assim dizer, a programação que tinhamos realizado na espiritualidade, por falta de sintonia e comprometimento nossos. (quero lembrar que apenas estou conjecturando sobre hipóteses e não afimando que seja isso mesmo)

Por outras vezes "damos ouvidos" a estas sensibilidades quando nos agrada ou quando é assunto de interesse material ou físico, quando envolve a paixão ou sexo; mas não quando envolve a dedicação ou caridade... estes também são motivos para que os bons amigos se afastem temporariamente de nós e, consequentemente, abram espaço para outras companhias espirituais (como veremos em "o livro dos médiuns" de Allan Kardec).

De qualquer forma para que possamos buscar uma maior sensibilidade se faz necessário o exercício do bem e da oração em nossas vidas, que trará para mais perto de nós os bons amigos espirituais, preparados para utilizar as ferramentas que tenhamos em nossa encarnação.

Acredito, minha irmã, que seja bom para você passar a frequentar uma casa espírita séria, guiada por Jesus e Kardec, e participar das palestras e estudos, bem como dos trabalhos de assistencia e caridade e, certamente, sentirá novamente e mais ainda as influencias boas da vida te chamando para fazer a parte que nos cabe.

Paz contigo.

Consequências do Aborto Espontâneo - Perguntas dos amigos



"... Olá Boa tarde... minha prima teve hoje um aborto espontaneo e nos surgiu a duvida, quando há um aborto, como é para quem esta se preparando pra vir a terra? Obrigada ......"



Prezada Amiga, bom dia.

As consequencias do abortamento vão variar imensamente de caso para caso, a depender das causas, métodos, objetivos, etc...

No caso de sua prima - abortamento natural - podemos acreditar que a espiritualidade já estava ciente do fato e que já acompanhava a mãe e o feto neste processo; porque na grande maioria das vezes o abortamento natural é um processo planejado pela espiritualidade maior, tendo como objetivo alguns fatores, tais como:

- completar tempo de encarnação do espírito,
- deixar na carne problemas e defeitos perispirituais,
- provocar choque anímico em espíritos cristalizados/ovóides,
- espírito desiste de reencarnar por medo ou receio,
- prova para os pais e familiares; etc.

Em casos assim o espírito desencarnado é recebido por uma equipe médica e levado a um local onde vai ser colocado em repouso e acompanhado durante o seu "regresso" a forma espiritual que melhor lhe convier naquele momento de readaptação.

Algumas vezes este espírito está bem desperto e consciente dos fatos, outras está inconsciente ou alienado - a depender de seu estado de evangelização e do objetivo de seu reencarne - mas, certamente, não deixará de ser atendido nem passará por sofrimentos maiores por motivos do abortamento.

Para os abortamentos provocados, entretando, existem muitas consequencias seja para a mãe ou para o espírito desencarnado.

De qualquer forma a melhor maneira de auxiliar e manter o contato com o espírito reencarnante é a prece em seu benefício; oriente sua prima que busque orar para este espírito e pedir a Jesus e aos bons amigos espirituais que o amparem e auxiliem em sua luz e paz.

Estas vibrações de amor e carinho auxiliarão no processo de readaptação do espírito e manterão o vínculo entre os espíritos envolvidos no processo - mãe e filho.

espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Não trabalhar - Perguntas dos amigos



"... Olá. Gostaria de uma explicação. Sempre estudei muito e fiz faculdade e tudo mas nunca consegui um emprego. sempre quis trabalhar e mandei curriculos mas nunca consegui nada. Me casei, e sou dona de casa e gosto de cuidar da casa e do meu marido mas fico incomodada com opinião alheia que dizem que tenho que trabalhar fora. Graças a Deus nunca me faltou nada, não sou rica mas o pouco que tenho sou feliz. Será que podemos vir predestinados a não trabalhar fora e ser donas de casa ou isso é uma provação? ......"



Prezada ___________, bom dia.

Perdoe a demora em responder.

A despeito do muito que se fala, estuda e observa sobre a programação espiritual de cada um, bem como a questão carma e resgates, acredito que a nossa maior predestinação é a de buscarmos a felicidade e a harmonia no amor.

Perceba, minha irmã, que apesar do que se possa falar e comentar - muitas vezes pessoas próximas a nós inclusive - toda decisão de sua vida conjugal deve ser considerada e analisado em conjunto com seu esposo; pois a vida é conjugal e mútua, e ninguém melhor para opinar e observar a vida de vocês do que vocês mesmos.

Conselhos, críticas e opiniões sempre são bem vindos, desde que bem intencionados e com o propósito de nos auxiliar, mas isto também não quer significar que estejam 100% corretos ou que devam ser aceitos em sua totalidade. Paulo o apóstolo nos convida a conhecermos de tudo e retermos o que é bom; assim também devemos agir em nossas vidas pessoais.

Em minha vida particular, por exemplo, resolvemos - eu e a esposa - que ela iria trabalhar apenas 01 expediente, para que nos outros ela pudesse acompanhar nosso filho, e cuidar e convivermos em família. Esta, para nós, é a melhor escolha que podemos fazer - levando em consideração o ontem e o hoje.

Muitos de nossos amigos e companheiros não entendem como ela, podendo ganhar até 3x mais que ganha, não busca novos vínculos para preencher o tempo "livre". Nem como nós dois não nos preocupamos em buscar "serviços extras" para os finais de semana ou férias. e, muitos destes amigos e companheiros, devido a liberdade que damos, expressa, estas opiniões abertamente.

Entretanto, minha irmã, nós percebemos que muitos destes companheiros chegam ao final de semana exaustos e não tem disposição para sair, passear, brincar com os filhos, viajar, etc; outros não tem disponibilidade para viajar nas férias com seus filhos e esposos ou esposas - mesmo tendo as contas bancárias recheadas; alguns não conseguem se afastar do trabalho mesmo estando em casa, outros trazem ocupações e preocupações que tomam seu tempo, humor e amor que deveriam dedicar a família, entre tantos casos...

Nós - eu, a esposa e o filho - não temos do que reclamar neste sentido; temos nossas ocupações mas também temos diariamente a oportunidade de estarmos juntos, brincando, rindo e conversando; temos nossos momentos de responsabilidade, mas também os de diversão em família e, dentro de nossas condições financeiras, temos mais que o necessário para viver.

Perceba, minha irmã, que com este relato desejo afirmar que muitas vezes as pessoas não compreendem o que fazemos ou pensamos, mas este é um direito delas... entretanto nós também temos nossos valores e convicções, e pautamos nossas vidas de acordo com eles, buscando a nossa felicidade, e este é um direito nosso - e ninguém deve interferir nisso.

Não se preocupe com compromissos, provas ou expiações; nem com comentários ou ideias que não contribuam para o seu crescimento. Busque a harmonia no seu lar e viva de acordo com este objetivo - se decidirem pela necessidade do trabalho, bom; se decidirem pelo convívio no lar, bom também.

A exemplo e Joana de Cusa (veja no livro Boa Nova de Humberto de Campos) todos podemos servir a Deus, a Jesus e ao Próximo estando dentro de nosso lar e dando o exemplo e o apoio que os nossos queridos necessitam.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Sentimentos Negativos - Perguntas dos amigos



"... Estou solicitando ajuda espiritual, para entender melhor o por que de tanto sentimentos não bons. Grata. ......"



Prezada ____________, bom dia.

Embora você tenha sido bastante resumida em seu questionamento, sem maiores detalhes, acredito que possa tentar esclarecer algo sobre estes "sentimentos não bons".

Perceba que os sentimentos são algo que nascem dentro de nós - muitas vezes vindos de nossas idéias, desejos e emoções.

Na maioria das vezes podemos ser influenciados por entidades espirituais para que surjam, ou sejam fortes e constantes, ideias em nossa mente e sentimentos em nossos corações que são contrários ao que desejaríamos e ao que sabemos ser certo. Estes espíritos, em regra geral, nos influenciam ao mal e a dor porque estando eles mesmo em sofrimento - e sem condições de sair dele - desejam que estejamos nós também.

Quanto existem estas influencias normalmente elas tomam duas direções: sentimentos auto-destrutivos ou sentimentos contra determinadas pessoas; vai depender do que os sofredores espirituais desejem e de como seja sua relação com a pessoa que está sendo influenciada.

Importante perceber que nem todo sentimento menos bom é sinal de influencia espiritual, mas que quase sempre idéias fixas e pensamentos/sentimentos constantes em fazer o mal a si ou ao próximo são sinais de influencia espiritual.

É, entretanto, necessário lembrar das palavras de kardec que nos orienta que "a semente somente germina em terreno propício", significando afirmar que para que os espíritos sofredores possam nos influenciar com sentimentos e idéias menos boas, em nosso íntimo devem existir sementes para estes sentimentos, ideias e desejos; caso contrário não seríamos perturbados/atingidos por estas influencias.

Perceba que este fato - o de termos sentimentos menos bons dentro de nós - é natural em nossa esfera e em nosso nível de evangelização... mas que uma vez identificado este problema devemos trabalhar para que possamos solucionar o mesmo.

Para identificar e solucionar os sentimentos que nos incomodam devemos sempre iniciar uma busca interior pela origem e causa daquele sentimento, bem como pelo seu controle e a sua eliminação; quando fizermos isto estaremos inciando um processo de reformar íntima, que nunca é fácil ou rápido; mas que é necessário a todos nós.

Devemos ter a coragem de olhar em nosso íntimo e reconhecer nossos erros, de forma a buscar dentro de nós as forças para trabalhar estes defeitos e transformá-los em qualidades.

Durante todo este processo poderemos ser auxiliados pelos amigos espirituais - se quisermos - através da oração, da meditação e da prática do amor, baseado nos ensinamentos de Jesus.

Muitas vezes é necessário a frequencia a uma casa de oração, um grupo de estudo e apoio, onde vamos fortalecer a nossa fé e harmonizar e sintonizar com o mais alto; para que possamo resistir as influencias dos sofredores espirituais e as nossas mesmas - porque trazemos sempre dentro de nós influencias negativas próprias que muitas vezes são utilizadas pelos sofredores como gatilho para os sentimentos e pensamentos menos bons.

A oração e a vigilancia são os melhores remédio e preventivos para este tipo de pensamento.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.


Vazio Interior / Vazio Existencial - Perguntas dos amigos



"... Primeiramente gostaria de agradecer pelo blog tão consolador e que traz uma energia,uma paz. Eu sou fascinada pela doutrina espírita, tão consoladora e que traz grande esclarecimento e paz. Querido irmão mesmo sabendo que tudo na vida tem um porque, que tudo é a lei de causa e efeito,e assim entender as bases da doutrina, não entendo o porque ainda sinto um vazio, parece que falta algo. aguém que não sei explicar essa angustia que ás vezs perpetua em meu coração.Gostaria de seus sábios esclarecimentos.
Obrigada
paz a todos nós......"




Prezada _____________, bom dia..

Agradeço seu carinho e apreço entretanto devo declinar o seu elogio e lembrar que sábios são os ensinamentos de Jesus para todos nós; que nos guiam e iluminam os passos cambaleantes nas dificuldades que ainda assolam nossas vidas. Agradeçamos a Ele por sua generosidade em iluminar as trevas de nossas mentes e corações, abrindo assim o caminho para que possamos, dentro de nossas tão grandes limitações, tentar auxiliar aos que, como nós, tanto necessitam de apoio.

Este vazio, minha irmã, muitas vezes denominado "vazio existencial" ou "vazio interior" pode ser definido como um desejo incompreensível do espírito humano em buscar ou ser atendido nos anseios mais profundos de sua psique.

Uma lembrança "inconsciente" de algo que não podemos definir mas que sabemos que falta em nossas vidas.

Alguns estudiosos definem como lembranças perispiríticas do mundo espiritual - onde fruíamos de uma felicidade maior - e que hoje, nos sofrimentos da encarnação, sentimos falta daquilo que já experimentamos e deixamos - muitas vezes sem desejar - vindo lutar para conseguir novamente.

Outros defendem a ideia que seja o nosso subconsciente nos cobrando maiores e melhores ações, atos e pensamentos, de forma a nos harmonizarmos com o todo universal e buscarmos cumprir nossa programação reencarnatória de forma a buscar sua completitude.

Outros ainda afirmam que possam ser influencias espirituais nocivas - obsessões sutis - com a intenção de nos deixar desanimados e levar - pouco a pouco - a um processo depressivo que poderá nos prejudicar imensamente hoje e no futuro.

Acredito eu que, independente da causa, devemos combater os seus efeitos para que os mesmos não nos prejudiquem.

Perceba que não estou dizendo que não devemos ter momentos de introspecção e pensamentos profundos - pelo contrário - acredito que momentos assim são necessários e saudáveis para observarmos, pensarmos, pesarmos e tomarmos decisões em nossa vida. Entretanto a constancia deste tipo de estado pode vir a ser prejudicial para nós.

Devemos então buscar no trabalho no bem o melhor remédio para este tipo de sentimento/pensamento; a dedicação a uma causa de caridade, o convívio com pessoas em necessidade e o comprometimento com o próximo nos trará o equilíbrio e a harmonia necessárias para vencermos este tipo de sensação de vazio.

De certa forma podemos afirmar que o vazio apenas existe se não preenchermos o mesmo - quando preenchemos o tempo, os pensamentos e as mãos o vazio deixa de existir; compreende?

Chico Xavier já dizia que o mundo precisa de pás, e não PAZ; pás para que trabalhemos sempre e estejamos ocupados demais para deixarmos as tentações, depressões, tristezas e influencias negativas nos prejudicarem.

Em minha experiencia pessoal na casa espirita aprendi algumas coisas, entre elas um ensinamento prático que me foi dado pelas pessoas assistidas pelo sopão da casa - as comunidades carentes e necessitadas de palmares e região.

Visitamos regularmente algumas comunidades pobres (tão pobres que as pessoas moram em barracos de papelão, lona e madeira e catam lixo para sobreviver) e nestas comunidades pobres NUNCA encontrei ninguém com depressão, vazio ou com tristeza imensa; e percebi que eles não tem tempo para isso...

Eles estão tão ocupados lutando para viver que não tem tempo de se deprimir... e entendi que era neste sentido que Chico dizia que necessitamos de PÁS; compreende?

Independente do motivo pelo qual este vazio esteja em nosso interior, o vazio sempre pode ser preenchido por algo.

Preenchamos o nosso com boas atitudes e atividades nobres, caridade e amparo aos que necessitam, levando consolo e apoio a quem precisa mais que nós e, certamente, o vazio se preencherá de alegria e paz.

Espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.

Umbral - Perguntas dos amigos



"... Irmão, por que algumas pessoas vão para o umbral quando desencarnam e outras ficaam por aqui como os obssessores? Um forte abraço ......"



Prezada _____________, bom dia.

Perdoe a demora em responder seu questionamento.

Embora a grande maioria de nós tenhamos muito receio e preconceito quanto ao "umbral" - pois normalmente associamos a sofrimento e dor - vale a pena lembrar que o requisito básico para que tenhamos contatos maiores com ele é a sintonia que nós mesmos criamos e que, com a nossa evangelização, vai diminuindo gradativamente.

Importante percebermos também que, de acordo com o próprio André Luiz e o Espírito Lúcius - em "Nosso lar" e "cidade no além" - o Umbral se inicia na crosta terrestre e se estende até acima da ionosfera terrestre (de 60 a 1000Km de altura), podendo ser dividido em "umbral denso", "umbral médio" e "umbral leve"; Englobando - nesta imensidão espiritual - os pontos de apoio nas cidades terrestres, os postos de socorro, os hospitais e, inclusive, as colônias espirituais.

Portanto, como gosto muito de brincar e afirmar, todos nós, se não viemos do umbral, vamos para lá certamente ;-)

Então, querida irmã, podemos afirmar que a destinação das pessoas após o desencarne vai depender de sua sintonia fluídica - mais densa ou menos densa - bem como de sua capacidade de compreensão/entendimento do que ocorre com ele naquele momento.

Algumas pessoas não tem a capacidade de manter coesos os pensamentos e se tornam vagantes sem destino até que consigam ser amparados; outros estão em uma sintonia tão profunda com o sofrimento que são "arrastados" até zonas fluídicas que estejam em concordancia com o que emitem e emitiram durante suas vidas encarnadas; outros estão tão "cristalizados" em seus pensamentos que refletirão no mundo espiritual esta paralisação íntima; alguns tem o pensamento fixo em sua casa, família ou bens e também não tem tanta sintonia com as zonas de sofrimento maior, e estes permanecem junto aos objetos de seu desejo, fascinação ou interesse.

Como podemos notar não existem "regras" definidas no mundo espiritual - cada caso é um caso individual e único.

A única regra é buscar seguir cada vez mais o amor incondicional que Jesus nos ensina e que, quanto maior for em nosso íntimo, mais libertos destes sofrimentos estaremos.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Cura pelas mãos - Perguntas dos amigos



"... olá tudo bem? tenho labirintite ha quatro anos , ouvi falar da cura pelas mãos gostaria de saber como posso entrar em contato com essas pessoas, queria muito me curar . tem alguma coisa que eu possa fazer para conseguir a minha cura?.obrigada ......"



Prezada _________, bom dia.

A cura pelas mãos é realmente um processo real e saudável de cura e melhora das doenças que nos afetam fisicamente e espiritualmente; vem sendo praticada desde há muitos séculos e tendo como seu maior utilizador o próprio Jesus de Nazaré e seus apóstolos após Ele. no oriente, por exemplo, recebe o nome de reiki.

O processo consiste na aplicação de energias físico-espirituais na pessoa necessitada, através de um médium (intermediário) passista, que utiliza as mãos como ferramenta de direcionamento e apoio para a aplicação.

Na grande maioria das vezes o processo recebe o auxílio dos bons amigos espirituais que intercedem e ampliam as energias do encarnado que está aplicando o "passe" e direcionam para o fator/problema mais necessário naquela pessoa que recebe a "bioenergia".

Allan Kardec ao estudar o assunto em "o livro dos médiuns" e "a gênese" vem afirmar que as energias curativas podem ser utilizadas por todas as pessoas que saibam aplicar uma vontade imensa no bem do próximo.

Importante esclarecer que muitas vezes a busca pela cura por imposição de mãos, ou passe, se revela não sendo possível de cura ou solucionamento total do problema em questão - isto se dá porque muitos de nós temos pendencias necessitadas de reparação e que, por isso mesmo, se tornam necessidades cármicas de nossa atual encarnação, não podendo ser eliminadas, mas sim atenuadas ou melhoradas. Este é o aspecto que Jesus nos afirma quando diz que "não veio destruir a lei" e quando em alguns trechos do evangelho vemos a expressão "curou a muitos".

Eu particularmente tinha um curiosidade muito grande sobre isso e me perguntava "porque a muitos e não a todos"... e anos mais tarde com estudos espíritas vim compreender que existem pessoas que necessitam de determinados fatores em suas vidas para que possam resgatar erros e cumprir compromissos anteriores a esta vida.

Por este motivo, minha irmã, acredito que seja imensamente bom para você procurar uma casa espírita séria na sua cidade, guiada por Jesus e Kardec, para iniciar um tratamento espiritual - que será direcionado para sua necessidade.

Algumas casas existem que realizam os tratamentos a distância, mas devido a muitos empecilhos que possam nos prejudicar no dia da aplicação, acho mais prudente ir até o centro e realizar o tratamento lá mesmo; até porque assim poderemos sentir mais e melhor as influencias espirituais benéficas que nos cercarão durante os momentos em que estivermos presentes na casa de oração e estudo.

Tenho certeza que os atendentes e a espiritualidade da casa farão o melhor possível, dentro das permissões da vida, para aliviar seu problema.

Espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.

Mediunidade e a Bíblia - palestra em MP3





Mediunidade e a Bíblia
Um breve estudo e exemplos observados à Luz do Espiritismo
Proferida no Núcleo de Estudos Espíritas Violeta Griz - palmares
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)



Bem aventurados os aflitos - Programas de Rádio ...





Bem aventurados os aflitos
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)



Evangelho no lar - Programas de Rádio ...





O Evangelho no lar
(clique no nome para baixar o arquivo ou no play para escutar online)



Mensagens dos amigos espirituais ...




O brilho da luz no céu
é o início de um novo dia
repleto de novas oportunidades
de trabalho e evolução.

O brilho da luz no fim do túnel
é a esperança do fim da escuridão
do final do sofrimento
e da chegada o bem e do amor.

O brilho da luz no olhar de um homem
representa o afeto e o carinho
que tem em seu coração
e que inspira bons atos e ações
para com todos os que necessitam de amor e paz.

O brilho da luz no coração de Jesus
é caminho, vida e verdade,
que deve nos servir de guia e de modelo
para que sejamos sempre, dentro de nossa pequenez,
a imagem do Mestre em nós mesmos.

A luz, meus irmãos, dissipa as trevas
que trazemos em nossos corações e mentes,
quando abrimos as portas e a deixamos entrar.

Permitamos, então, que a luz entre
e inunde o nosso ser de força, fé e esperança,
para que possamos cumprir a nossa parte na vida
e nos tornemos trabalhadores
da vinha do Senhor.

Paz com todos.

Eusébio


Aborto e sonho com o Bebê - Perguntas dos amigos



"... depois de _____ anos resolvi engravidar novamente e com 09 semanas acabei perdendo o bb,estava feliz e derrepente isso aconteceu,por que??? tenho certeza q era uma menina pois ja havia sonhado c/ ela porem no sonho ela nao me aceitava,sera que ja era um aviso?Sera q nao conseguirei engravidar novamente?Ja estava com medo por causa da idade _____ anos,e agora estou decepcionada com o ocorrido! ......"



Prezada Amiga, bom dia.

Perdoe a demora em responder seu questionamento.

Perceba, minha irmã, que muitos de nossos sonhos são representações de lembranças de fatos acontecidos na realidade espiritual, durante o desdobramento do corpo físico, quando entramos em contato com os espíritos que nos cercam e convivem conosco.

É sabido amplamente que as nossas necessidades reencarnatórias e resgates para com espíritos os quais prejudicamos em nosso passado nos levam muitas vezes a receber em nosso seio - como familiares, filhos, pais ou amigos - espíritos que foram nossos desafetos no passado e que, por isso mesmo, recebemos juntos uma nova oportunidade de eliminarmos os sentimentos negativos e aprendermos a crescer e conviver juntos de forma harmonica e equilibrada no amor.

Como poderemos ler no livro "missionários da luz" no capítulo "o reencarne de segismundo" e nos anteriores, muitos destes espíritos são aproximados dos futuros pais - que os recebem no mundo espiritual em desdobramento acompanhados dos amigos espirituais - para que possam ir surgindo laços fluídicos entre eles e sendo eliminadas as tensões, medos e antipatias.

A partir destes encontros vai sendo orientada e preparada a gravidez, e o espírito por fim é ligado ao feto, passando a conviver mais efetivamente com a mãe e interagir com ela até o parto.

Algumas vezes, entretanto, este processo não é bem sucedido e o espírito reencarnante pode "desistir" desta encarnação por uma série de motivos - medo do futuro, inimizade com os pais, não se sentir preparado, etc.

Poderemos encontrar elucidações sobre estes fatos em "o livro dos espíritos" especificamente na questão 345 e informações complementares nas questões circunvizinhas.

Perceba, minha irmã, que este sonho tido por você pode representar a expressão de seu inconsciente sobre estes fatos, de uma forma adaptada pela sua psique, para que fique mais compreensível o ocorrido.

Entretanto não deve se culpar ou condenar por isso - este processo é natural em diversos reencarnes e isto não representa que você nunca mais terá oportunidades de engravidar.

Tenha certeza que desde antes e neste exato momento, quanto no futuro, a espiritualidade amiga está agindo para que possa ser solucionado o problema o quanto antes e que possa ser novamente encaminhado o seu processo de gravidez; entenda, entretanto, que não depende apenas de você ou dos amigos espirituais, mas de todos os envolvidos - inclusive o reencarnante.

Envie para este irmão as suas melhores vibrações; converse com ele em suas orações, ore em benefício do mesmo e assim vá criando laços fluidicos mais fortes e sintonizando suas vibrações com ele; de forma a aproximar cada vez mais vocês e que ele sinta cada vez mais segurança e carinho de sua parte - bem como do pai e da família.

Tenha fé e trabalhe positivamente para que tudo ocorra bem; não se entregue ao desânimo, tristeza ou inatividade mas, ao contrário, viva cada vez mais a sia vida ativamente e em harmonia com seu esposo e familiares. Equilibre seus atos e hábitos, participe de grupos de estudo e oração para que esteja sempre sintonizada com o mais alto, facilitando o auxílio dos amigos espirituais e tudo - certamente - será encaminhado da melhor forma possível.

Acalma teu coração, minha irmã, e abre-o para Jesus.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Animismo e mediunidade - Perguntas dos amigos



"... como se processa o animismo na mediunidade,de exemplos. ......"



Prezada __________, bom dia.

Por definição o animismo é uma expressão derivada do latim "anima" - Alma; então podemos caracterizar animismo com sendo qualquer expressão da alma do indivíduo - desde expressões emocionais até, no caso, expressões "mediúnicas".

Por muito tempo as comunicações anímicas em mesa mediúnica foram tratadas como "tabu" e preconceito por parte das equipes e dos orientadores encarnados, que viam nestas comunicações advindas da "alma" do médium como "mistificação".

Ao meu entender existe aí um grande mal entendido; a mistificação (enganação) é um ato proposital de uma pessoa tentar ludibriar os participantes de uma reunião fingindo dar passividade e comunicação de um espírito desencarnado. Infelizmente este fato é mais comum do que desejaríamos e muitas pessoas, inclusive, transformam esta mistificação em fonte de renda e manipulação para com outros mais crédulos e inexperientes.

Este tipo de atitude fez com que, por muito tempo, no meio espiritualista - espírita inclusive - se tomasse por mistificação toda e qualquer expressão de comunicação que não fosse realmente mediúnica - lembrando que comunicação mediúnica é aquela onde existe um espírito comunicando através do espírito do médium, ou seja o médium é apenas intermediário do espírito comunicante.

Felizmente o estudo e o crescimento moral e intelectual dos homens fez com que fosse percebido o erro cometido e hoje já se aceita as comunicações anímicas de médiuns como um fator normal e natural ao desenvolvimento do mesmo e ao trabalho mediúnico.

E, na minha opinião, não poderia ser diferente.

Aprendemos com a prática espírita que a reunião mediúnica é o momento e local apropriado para auxílio dos espíritos sofredores, não é isso? Então partindo desta premissa porque não compreender que a reunião mediúnica é o local para auxílio e socorro de TODOS os espíritos sofredores - desencarnados e encarnados também - compreende?

Percebamos que o indivíduo portador da mediunidade é, como todos nós, também um espírito endividado com seu passado e repleto de vivências e experiencias marcantes e traumáticas em sua história pregressa - muitas das quais deixaram marcas indeléveis em sua psique.

Este espírito, é sabido por todos que estudam seriamente a mediunidade, no momento do transe mediúnico está mais liberto das travas do corpo físico - de forma a contactar com mais facilidade o mundo espiritual - e que, neste momento, os laços interiores de sua psique também se tornam mais tênues, frágeis e podem ser acessadas - inclusive pelos espíritos comunicantes - suas memórias e conhecimentos dos arquivos perispirituais.

Em situações assim pode o médium, inclusive, revivenciar fatos e memórias de suas existencias anteiores e, em alguns casos, estas personalidades anteriores podem assumir novamente a dominancia daquele espírito e relatar, conversar e dar comunicações "mediúnicas" do espírito do médium - o chamado animismo.

Tecnicamente não pode ser caracterizada como mediúnica - pois não existe um espírito externo se comunicando - mas certamente é uma personalidade espiritual diferente da dominante nesta encarnação que se comunica naquele momento - inclusive sem o conhecimento consciente do médium - que se torna intermediário de si mesmo.

Entendo, então, que seja natural - e até estimulado pela espiritualidade superior - momentos assim, quando o médium, em sua psique multiexistencial, traz em sí tormentos e traumas que possam ser amparados, auxiliados e solucionados em uma mesa mediúnica, entende?

Acho natural que a espiritualidade - que nos conhece melhor que nós mesmos - deseje "arrumar a casa" psíquica do médium e, para isso, permita e estimule este tipo de comunicação anímica para que possa ser auxiliado o espírito do próprio médium, harmonizando e preparando-o cada vez mais para o trabalho desenvolvido por ele e pela equipe.

Me atrevo ainda a afirmar que acho muito difícil um médium nunca ter dado comunicações anímicas, principalmente no início de sua educação mediúnica, até porque para o médium iniciante não existe diferença entre as percepções mediúnicas e as anímicas - se tornando praticamente iguais.

Este é, ao meu ver, a grande diferença entre animismo e mistificação; infelizmente algumas pessoas ainda não conseguiram compreender este aspecto da psique humana, mas percebo cada vez mais as limitações e preconceitos caindo para que possamos agir com fraternidade e caridade aos que necessitam de nosso apoio e compreensão.

Você solicita exemplos sobre animismo e, embora não ache realmente necessário, vou citar a seguinte possibilidade:

imaginemos um médium trabalhador espírita que tenha sido em sua encarnação anterior um feitor de escravos e que, ao desencarnar, tenha sido recolhido, estudado, se arrependido verdadeiramente e solicitado uma nova reencarnação tendo a mediunidade como ferramenta de resgate e auxílio aos que ele fez sofrer anteriormente.

Sua vida prossegue, ele inicia os trabalhos mediúnicos com intenções verdadeiras e em uma determinada reunião é trazido à sala o espírito de um dos escravos que ele maltratou e matou em sua encarnação anterior.

Ao sentir a energia do espírito - inconscientemente e automaticamente - seu espírito "lembra" do passado e surgem em sua psique inconsciente as lembranças das vivencias passadas e o profundo arrependimento que ele vivenciou antes de reencarnar.

Estes sentimentos e energias podem ser suficientes para disparar um gatilho espiritual que "liberte" aquela personalidade anterior e que surja - sem que ele tenha controle ou consciencia - uma comunicação do espírito do médium, chorando arrependido e desejando o perdão dos que maltratou, sendo assim atendido pelo doutrinador e amparado, aliviando o pesar e a tristeza, equilibrando mais a sua personalidade e, por consequencia, harmonizando mais o médium que poderá dar continuidade aos trabalhos de atendimentos aos que maltratou com mais tranquilidade e amor verdadeiros, sem traumas ou empecilhos; compreende?

Esperto ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Dificuldades da vida - Perguntas dos amigos



"... Estou passando por muitas dificuldades, sofro com inveja, mau-olhado e isso esta me trancando todos os caminhos para que eu possa evoluir pessoalmente e espiritualmente. Peço orações. Obrigado e Deus que nos abençoe grandemente, amém. ......"


Prezado ____________, bom dia.

Tenho aprendido, meu irmão, que o nosso caminho para a evangelização sempre vai estar repleto de dificuldades e de problemas. São as pedras que necessitamos aprender a remover, contornar ou conviver com elas em esta vida.

Não existe, neste mundo de provas e expiações, um caminho livre e desimpedido de aflições ou problemas para nenhum de nós; e o melhor e maior exemplo disto é o próprio Jesus Cristo.

Se Ele - o espírito Puro que coordena o nosso orbe - enfrentou todas as dificuldades e intrigas que o levaram fatalmente a morte na cruz, mesmo não tendo nada do que expiar e resgatar como débitos de encarnações anteriores, como podemos nós - espíritos endividados e ainda doentes - desejarmos não enfrentar aflições ainda muito menores que as Dele?

Aprendi, meu irmão, que o grande problema não são as dificuldades e as aflições que enfrentamos, mas sim como encaramos as mesmas.

"no mundo tereis aflições" - já nos disse o Cristo - "mas tendes fé" - complementa nos dando o caminho para vencer e conviver com os momentos difíceis de nossa existencia.

Muitas vezes nos sentimos injustiçados ou vítimas por enfrentarmos dificuldades que hoje não vemos o porque, mas muitas vezes a causa para estes tormentos está em nosso passado delituoso, ou em atitudes e sentimentos que temos no presente e não admitimos mas que, quando observamos imparcialmente, percebemos que existem dentro de nós e que são externados para o próximo.

Devemos, então, querido irmão, em momentos tormentosos amparar nossa fé em Deus e buscar vivenciar os ensinamentos e práticas que Jesus nos legou; transformando nossos hábitos, pensamentos, e atitudes, realizando a desejada "reforma íntima" que nos preparará o caminho para um futuro tranquilo e calmo, mesmo em meio a grandes dificuldades.

Ainda em relação a este assunto acho que grande importancia que leia o capítulo 5 de "o evangelho segundo o espiritismo" e busque compreender melhos as causas, efeitos e objetivos das aflições em nossas vidas; bem como a melhor maneira de lidarmos com as mesmas.

Paz contigo.


Mediunidade Descontrolada - Perguntas dos amigos



"... Bom Dia!
Estou com muitas dúvidas e preciso de ajuda e conselhos, primeiramente irei contar o que está acontecendo. Desde pequena tenho um certa mediunidade sinto muito quando há espíritos em redor, sonho bastante com eles também só não sei dizer quem são, mas tem alguns sonhos que me deixam pensativa o dia inteiro. Porém começou a ficar maior minha mediunidade quando comecei a frequentar uma casa de umbanda com o meu ex-marido lá comecei a incorporar, mas eu escutava, enxergava normalmente, porém ás vezes não controlava muito o meu corpo, só que comecei a ficar pensando se era certo ou não estar indo na umbanda, frequentei somente ___ meses, quando terminamos o casamento parei de ir na casa.
Ás vezes acho que o término do casamento foi motivado por frequentarmos a umbanda, meu ex-marido frequentava desde criança e tem grande mediunidade (ele enxerga espíritos e absorve todos os tipos de energia das pessoas ao redor) e uma das causas da separação foi por ele ter sérias alterações de comportamento um minuto ele estava bem e der repente ele me odiava dizia que não me amava, e fui cansando com isto, pois hora estava bem e hora não, procurei ajuda-lo muito e ainda procuro, mas ele é muito teimoso ás vezes ele chega a dizer que não acredita em Deus e começa a cantar pontos de exu, etc. Ás vezes do nada ele me procura dizendo que me ama muito e começo a dizer pra ele procurar ajuda, pois quando ele está bem em uma parte da vida a outra está caindo, mas no outro dia já diz que não temos como ficar junto e procura a religião, sinto uma ligação muito forte com ele, pois tudo que acontece com ele, sinto alguns dias antes de acontecer.
A pouco tempo procurei uma casa de Espiritismo e foi muito bom aprendi muitas coisas diferente da umbanda que cigarro e bebidas não devem se dar a espíritos e comecei a enxergar de uma outra forma e muito melhor, lá também recebi alguns espíritos e o dono da casa disse que a minha espiritualidade é muita grande para a minha idade (___anos) e que preciso frequentar algo para que eu possa entender e estudar melhor o que acontece, e definir minha religião para parar de ir em várias.

Gostaria de entender porque sinto tanta ligação com o meu ex-marido e entender o que acontece quando sonho com espíritos na qual nem sei quem seria.

Fico no aguardo. ......"





Prezada _____________, bomdia.

Perdoe a demora.

Perceba, minha irma, que a mediunidade não é uma faculdade sem importancia que pode ser utilizada sem responsabilidade - embora muitas pessas façam isso, como você mesmo relatou.

Para que possamos entender, conhecer e dominar nossa mediunidade é necessário um grande esforço em alguns aspectos; são eles:

- Conhecimento: é importante que estudemos a mediunidade e conheçamos suas origens, motivos, características e possibilidades, entre outras coisas. o melhor local para estudar a mediunidade é em uma casa espírita séria, orientada por Jesus e Kardec

- Autocontrole: é necessário abrir mão de determinados hábitos ou atitudes que possam nos influenciar ou possibilitar que sejamos influenciados por entidades sofredoras que apenas desejem nos obsediar ou vampirizar; deixar de beber, fumar, frequentar locais de baixa vibração, etc.

- Evangelização: é imprescindível que busquemos nos aproximar cada vez mas de Jesus e de seus ensinamentos, estudar e praticar, orar e vibrar no bem para que possamos estar sempre em sintonia com os bons amigos espirituais que nos ajudam, orientam e apoiam.

Perceba, minha irmã, que não é importante uma grande mediunidade; mas sim uma mediunidade controlada e bem direcionada pois, caso contrário, poderá acontecer exatamente o que você relatou com seu ex-marido: um médium sem controle ou orientação que sofre influencias de entidades sofredoras e que interferem da maneira que desejam com sua vida e seu psicológico.

perceba que não estou criticando seu ex-marido, apenas observando o que realmente acontece com médiuns que não buscam conhecer sua mediunidade e se envolvem com entidades sem evangelização.

Em seu caso, minha irmã, acredito que o melhor a fazer é buscar uma casa espírita onde possa iniciar um tratamento espiritual, e logo após fazer os estudos sobre mediunidade e participar dos estudos e palestras públicas; de forma a adquirir conhecimento e segurança para conviver com ela sem sofrer influencias desnecessárias.

Você pergunta porque sente esta ligação tão forte com seu ex-marido e acredito ser por conta da sensibilidade que ambos possuem e que, provavelmente, possa existir uma programação para que convivam e aprendam nesta existencia; entretanto não podemos afirmar nada categoricamente.

As comunicações em sonhos provavelmente são devido a sua sensibilidade que a torna instrumento de recados para os espíritos que desejam se comunicar ou que permite que traga as lembranças de experiencias vividas durante o desdobramento do espírito devido ao sono do corpo físico.

espero ter sido de alguma ajuda, caso necessite não deixe de entrar em contato.

Paz contigo.


Perda de bebê e Bebês no mundo espiritual - Perguntas dos amigos



"... Agora dia ____ de _____ vai fazer 3 meses que perdi meu bebê com 38 semanas completas e tudo estava bem até 2 dias antes do parto quando fiz um ultrassom e consulta médica. Então me pergunto: se não tinha nenhum problema aparente comigo nem com o bebê´porque essa morte tão repentina. ele nem nasceu, já estava morto na minha barriga.Ainda sofro com essa perca.Meu coração se acalentou um pouco com algumas mensagens espíritas, mas minha pergunta é:os bebês quando morrem continuam crescendo e se transformam em crianças e depois em adultos como aqui na terra? Quem cuida deles? Eles tem uma mãe?! ......"



Prezada ______________, bom dia.

Perdoe a demora, minha irmã, mas tenho andado bastante ocupado.

A perda de um ente querido nunca é fácil de ser aceita tranquilamente, principalmente quando se trata de um filho e mais ainda quando o filho ainda estava em nosso ventre.

Entretanto, querida irmã, é necessário compreender que Deus nada faz sem um sentido; e por este entendimento que tudo que ocorreu é por necessidade do desencarnante e dos pais que permanecem em este mundo.

Busque observar os fatos por outro ângulo; o de que você e seu esposo participaram do processo de libertação de um irmão em evolução e que, a partir de agora, com sua ajuda, ele poderá seguir adiante sem os impecilhos ou compromissos que tenha largado na carne, compreende?

Quem sabe, em um futuro, o mesmo irmão poderá voltar a tua família como um novo bebê? Por isto, minha irmã, devemos buscar resignação e compreensão para os designios divinos e esperança para a nossa vida futura, que pode nos trazer mais imensas alegrias e consolações.

Suas perguntas são muito interessantes e, para um melhor entendimento, vou respondê-las uma por vez, ok?

"os bebês quando morrem continuam crescendo e se transformam em crianças e depois em adultos como aqui na terra? "
A espiritualidade orienta que quando o processo de gestação é interrompido por algum motivo ou existe o desencarne da criança em pouca idade, o espírito é recolhido a "creches" ou hospitais que darão início ao processo de regresso do espírito ao estado anterior ao do reencarne - ao tamanho e personalidade que tinha antes de iniciar o processo de reencarne.

Este processo de retorno pode ser mais ou menos demorado a depender do estado consciencial e de evangelização de cada espírito, havendo ainda os que não necessitam deste tipo de auxílio pois podem, devido a sua grande evangelização, retornar ao estado anterior por eles mesmos (mas são raros em nosso orbe).

"Quem cuida deles?"
Durante todo o processo eles são constantemente acompanhados por técnicos espirituais e responsáveis, bem como por amigos e parentes que estejam no mundo espiritual, para que tudo corra bem e que eles possam retornar ao convívio dos seus o quanto antes.

Quando ocorre um abortamento natural o processo já indica que está em acontecimento, pois raros são os casos em que o abortamento natural ocorre que não tenha sido planejado e não esteja sendo acompanhado diretamente pela espiritualidade maior.

"Eles tem uma mãe?"
Eles certamente estão cercados por parentes próximos - desta ou de outra encarnação - que estejam no mundo espiritual; então podemos afirmar que é possível que uma de suas mães anteriores acompanhe o processo e cuide do espírito durante alguma parte do mesmo - com o mesmo amor que sentia por ele quando encarnados.

Embora não possamos afirmar que esta "mãe" seja o tipo adotivo ou mãe de carne como temos aqui na terra, é certo que, ao terminar o processo de readaptação, o espírito será recolhido a algum lar espiritual onde encontrará muitos de seus familiares desencarnados e será tratado como um membro daquela família.

Vale a pena lembrar que os espíritos normalmente tendem a reencarnar em um grupo familiar mais próximo, gerando muitos vínculos entre os espíritos deste grupo, muitos retornando diversas vezes como pai, mãe, filho, irmão, tio, primo, etc... E que, na grande maioria dos casos, os espíritos estarão com a apresentação perispiritual de sua última encarnação, de modo a facilitar o reconhecimento por parte dos que estão chegando.

No mais, minha irmã, acalme seu coração e viva sua vida plena de amor e harmonia. Tenha certeza e fé que Jesus dá a todos de acordo com as nossas necessidades e merecimentos e que, nem sempre, o que julgamos um erro ou castigo é realmente ruim; pois nos dá a verdadeira oportunidade de provarmos nossa humildade, fé e resignação frente à vida.

espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.


Mensagens em imagens...



Amigo

Feliz dia do Amigo!!!

Mensagens dos amigos espirituais ...




Sinto hoje uma falta profunda
de tudo quanto ainda não consegui
realizar em esta vida,
Em busca de libertação espiritual,
de melhoramento interior
e de elevação de mim mesmo.

Sinto tudo quanto não tenho
se esvair entre minhas mãos
e se distanciar cada vez mais de mim
através dos passos que não dou em sua direção
e da inação que estampo em meu corpo,
acomodado onde estou.

Sinto tudo seguir seu rumo, rumo a perfeição,
e eu, ainda imperfeito, permaneço sem rumo,
nau a deriva, barco na contramão do meu destino,
buscando, sem esforço, conseguir a recompensa
para o trabalho que não realizo.

Sinto ainda, meus irmãos, que tudo quanto escrevo
muitas vezes sem sentido,
traz apenas o vazio que trago em meu coração
representado pelas palavras desconexas
que deixo gravadas no papel.

Sinto, afinal, queridos irmãos de ideal,
uma compaixão imensa de mim mesmo,
e de outros tantos que, como eu,
recebem tantas oportunidades de fazer o certo
e realizar o que devem,
mas em nome de prazeres mundanos
ou da preguiça disfarçada,
permanecem inalterados em sua posição,
esperando que o Cristo, ele mesmo,
lhes traga a tão sonhada salvação.

------------

Mudemos enquanto ainda é tempo, meus irmãos,
pois a luz ainda brilha
e o dia ainda está alto;
mas vem a noite
e não sabemos o que ela traz consigo.

Paz com todos.

Eusébio

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...