Não trabalhar - Perguntas dos amigos



"... Olá. Gostaria de uma explicação. Sempre estudei muito e fiz faculdade e tudo mas nunca consegui um emprego. sempre quis trabalhar e mandei curriculos mas nunca consegui nada. Me casei, e sou dona de casa e gosto de cuidar da casa e do meu marido mas fico incomodada com opinião alheia que dizem que tenho que trabalhar fora. Graças a Deus nunca me faltou nada, não sou rica mas o pouco que tenho sou feliz. Será que podemos vir predestinados a não trabalhar fora e ser donas de casa ou isso é uma provação? ......"



Prezada ___________, bom dia.

Perdoe a demora em responder.

A despeito do muito que se fala, estuda e observa sobre a programação espiritual de cada um, bem como a questão carma e resgates, acredito que a nossa maior predestinação é a de buscarmos a felicidade e a harmonia no amor.

Perceba, minha irmã, que apesar do que se possa falar e comentar - muitas vezes pessoas próximas a nós inclusive - toda decisão de sua vida conjugal deve ser considerada e analisado em conjunto com seu esposo; pois a vida é conjugal e mútua, e ninguém melhor para opinar e observar a vida de vocês do que vocês mesmos.

Conselhos, críticas e opiniões sempre são bem vindos, desde que bem intencionados e com o propósito de nos auxiliar, mas isto também não quer significar que estejam 100% corretos ou que devam ser aceitos em sua totalidade. Paulo o apóstolo nos convida a conhecermos de tudo e retermos o que é bom; assim também devemos agir em nossas vidas pessoais.

Em minha vida particular, por exemplo, resolvemos - eu e a esposa - que ela iria trabalhar apenas 01 expediente, para que nos outros ela pudesse acompanhar nosso filho, e cuidar e convivermos em família. Esta, para nós, é a melhor escolha que podemos fazer - levando em consideração o ontem e o hoje.

Muitos de nossos amigos e companheiros não entendem como ela, podendo ganhar até 3x mais que ganha, não busca novos vínculos para preencher o tempo "livre". Nem como nós dois não nos preocupamos em buscar "serviços extras" para os finais de semana ou férias. e, muitos destes amigos e companheiros, devido a liberdade que damos, expressa, estas opiniões abertamente.

Entretanto, minha irmã, nós percebemos que muitos destes companheiros chegam ao final de semana exaustos e não tem disposição para sair, passear, brincar com os filhos, viajar, etc; outros não tem disponibilidade para viajar nas férias com seus filhos e esposos ou esposas - mesmo tendo as contas bancárias recheadas; alguns não conseguem se afastar do trabalho mesmo estando em casa, outros trazem ocupações e preocupações que tomam seu tempo, humor e amor que deveriam dedicar a família, entre tantos casos...

Nós - eu, a esposa e o filho - não temos do que reclamar neste sentido; temos nossas ocupações mas também temos diariamente a oportunidade de estarmos juntos, brincando, rindo e conversando; temos nossos momentos de responsabilidade, mas também os de diversão em família e, dentro de nossas condições financeiras, temos mais que o necessário para viver.

Perceba, minha irmã, que com este relato desejo afirmar que muitas vezes as pessoas não compreendem o que fazemos ou pensamos, mas este é um direito delas... entretanto nós também temos nossos valores e convicções, e pautamos nossas vidas de acordo com eles, buscando a nossa felicidade, e este é um direito nosso - e ninguém deve interferir nisso.

Não se preocupe com compromissos, provas ou expiações; nem com comentários ou ideias que não contribuam para o seu crescimento. Busque a harmonia no seu lar e viva de acordo com este objetivo - se decidirem pela necessidade do trabalho, bom; se decidirem pelo convívio no lar, bom também.

A exemplo e Joana de Cusa (veja no livro Boa Nova de Humberto de Campos) todos podemos servir a Deus, a Jesus e ao Próximo estando dentro de nosso lar e dando o exemplo e o apoio que os nossos queridos necessitam.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...