Resulado do Sorteio Livro Paulo e Estevão ...

Queridos amigos, 

É com alegria que informamos o resultado do sorteio do livro "Paulo e Estevão", da FEB Editora em parceria com o www.bomespirito.com
Estou Lendo e Recomendo...

O sorteio foi realizado no site www.random.org em um intervalo de 1 a 55 inscritos.

O ganhador foi o número 48 - Rodrigo Soares


Parabéns, Rodrigo e vamos continuar participando dos eventos da
parceria Bomespirito.com e FEB.

Logo teremos novidades em mais um livro da FEB Editora que será sorteado em nosso site.

Fiquem todos ligados.

Paz com todos

João Batista Sobrinho

Sorteio Livro Paulo e Estevão ...

Queridos amigos,

Hoje é o último dia para se inscrever no sorteio do livro
Estou Lendo e Recomendo...

Para se inscrever basta clicar AQUI ou nas faixas entre as postagens.

Inscreva-se e concorra a este espetacular livro da coleção 
Romances de Emmanuel da FEB.

Esperamos sua Inscrição.

www.bomespirito.com e FEB


Mensagens dos amigos espirituais ...


Porque a fé transporta montanhas
desejamos que ela remova os nossos problemas
sem que façamos esforço algum.

Porque a luz está no mundo
esperamos que ela venha dissipar as trevas em nossos corações
sem que acendamos ao menos uma vela.

porque a água viva mata a sede
esperamos que nos tragam a nossa parte
sem que tenhamos que ir à fonte.

Esperamos e esperamos sempre, meus irmãos,
em busca do caminho mais fácil.

Esquecemos as palavras do Cristo quando nos orienta:
Bate! Busca! Pede!

São as ações que fazem a diferença em nossas vidas.

Enquanto encarnados poderão transformar o nosso interior
e depois de desencarnados poderão aliviar as nossas culpas.

Busquemos agir enquanto é tempo e podemos fazer a diferença.

Pois o tempo urge e o que não fizermos hoje
poderá ser pesado a nós amanhã.

Eusébio



Dúvidas no evangelho: João, Elias ou Kardec - Perguntas dos Amigos

Sou espirita convicto pois me custou anos de estudos das obras de kardek, mas algums textos da biblia me confundem um pouco ai é que eu gostaria que o snr.participasse me ajudando a entender;  ai vai um.
 Quando Jesus se referiu que  Joao Batista era a reencarnação de Elias. A frase é um tanto estranha pois ele disse Elias Vira e restaurará todas as coisas, mas Elias ja veio e os apostolos sabiam que se tratava de Joao Batista. Da a entender que se tratava tambem de Alan Kardek pois ele que restaurou o Cristianismo. 


Prezado amigo, 

Muitas vezes para compreender as passagens evangélicas devemos observar a luz da lógica e da compreensão contextualizada à época de Jesus; tentando compreender suas afirmações a luz da vida social, política e religiosa da época, bem como ao processo histórico do povo hebreu.

Esta passagem que você cita é, ao meu entender, um destes momentos.

Ao se referir a Elias neste contexto Jesus acendia na memória dos apóstolos - muito provavelmente - as seguintes passagens:
" Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim;" Malaquias 3:1
"Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR;  Malaquias 4:5
Onde é relatado o retorno do profeta Elias quando ao povo Judeu estivesse preparado para uma próxima etapa nos planos de fundação do Cristianismo ainda em gestação.

O retorno de Elias em corpo e nome de João Batista, para mim, é inegável; pois disto atesta o próprio Jesus, na passagem citada por você.

A Expressão "restaurará" neste contexto se refere aos ensinamentos morais que Moisés havia deixado para os hebreus há cerca de 2000 anos atrás; os quais haviam sido "esquecidos" pelos líderes religiosos da época (fariseus, saduceus e levitas) e transformados em simples processos/práticas de aspectos externos, sem a modificação moral necessária a transformação do homem.

Assim, João/Elias pregando o "arrependimento" pois havia chegado a hora do senhor, trazia novamente o aspecto de introspecção, meditação e auto-análise necessários a transformação e redenção dos hebreus, de acordo com as idéias e concepções da época.

Por este motivo João/Elias veio restaurar o que havia sido perdido.

Jesus, àquela época, com as limitações intelecto-morais dos seus contemporâneos, não poderia pretender falar-lhes de um futuro hipotético, pois muitos deles não compreendiam nem o conceito de um reino "espiritual"... e tinha, também, que utilizar conceitos já conhecidos e familiares dos hebreus - as profecias e os profetas - para que eles tivessem um mínimo de compreensão sobre sua mensagem inovadora.

Consequente a própria lógica orienta que Ele não pretendia referir-se a Kardec em um futuro distante, pois isto nada acrescentaria a sua mensagem de implementação do cristianismo; ao contrário, certamente atrapalharia.

Kardec, codificando o espiritismo, certamente veio trazer o "consolador prometido", restaurando o cristianismo primitivo, mas em época e contexto diversos do que Jesus se referia no trecho citado. Sem que houvesse nenhuma relação entre estas época e situações no aspecto em questão.

Espero que tenha sido claro e satisfatório em minhas colocações.

Paz contigo.

Obsessores e pessoas que convivemos - Perguntas dos Amigos

Amigo João
Gostaria de saber se outras pessoas podem ser utilizadas por espiritos para querer nos atingir espiritualmente?


Olá _________. Bom dia.

Sim. É possível e muito comum que os espíritos sofredores que desejem nos prejudicar se utilizem de outras pessoas - amigos, familiares, etc - para nos atingir.

Isto se dá, na maioria das vezes, porque estamos em um nível vibratório que não permite o ataque direto pelos espíritos sofredores, portanto eles tentam nos fazer baixar a vibração e abrir sintonia para que possam nos atingir.

Este processo pode acontecer de diversas formas, entre elas:
- causando sofrimento aos que amamos pois assim nos preocuparemos e poderemos nos desarmonizar no processo;
- influenciando as pessoas ao mal para que possam criar atritos e gerar discórdia entre nós e eles, nos atingindo;
- incentivando os excessos e o descontrole (bebida, fumo, sexo, etc) para que na tentativa de auxiliar descuidemos de nossa harmonia; etc.

Muitos são os processos utilizados pelos espíritos sofredores e, o mais importante, é que estejamos sempre em sintonia com o mais alto através da oração, trabalho no bem e amor ao próximo. Sempre que estivermos dispostos a nos auxiliar a espiritualidade do bem estará conosco - se a atrairmos para junto a nós e/ou permitirmos sua presença através de boas escolhas.

Espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.



Espiritismo e Candomblé - Perguntas dos Amigos

Amigo João
Gostaria de saber o que pensa o espiritismo sobre o candomblé? Certa vez por estar confusa com relação a minha mediunidade comecei a buscar respostas em vários centros. Porém, sentia-me vazia e mesmo querendo compreender o que estava acontecendo a partir do ponto de vista de cada entidade a qual frequentava saia dali não acreditando em nada. Até mesmo na casa espirita que já estive na qual tive o privilégio de estar paricipando da mediunica naquele momento não conseguir receber nenhum espirito para comunicação.Apartir do momento que conheci este blog está sendo muito bom. Obrigado


Prezada ________, bom dia.

É muito bom saber que o pequeno trabalho do blog pode ser útil a você e a outros irmãos de caminhada. Obrigado pelo seu carinho.

Recentemente em nossa casa espírita, durante as comemorações de aniversário da casa, tivemos a oportunidade de receber um pai de santo de candomblé para nos ministrar uma palestra sobre a sua religião e suas crenças. Foi um momento muito bom e está disponível para assistir no próprio blog no endereço: http://www.bomespirito.com/2012/11/56-anos-geoc-convidado-pai-israel-0411.html , acho que será bem interessante você assistir.

Falo de minha opinião particular, sem desejo de me colocar como representante do espiritismo, quando afirmo que o espiritismo vê o candomblé - assim como todas as outras religiões - como um dos caminhos que levam para o crescimento e a harmonização do homem.

na questão 842 do LE encontraremos que a melhor religião é aquela que "fizer mais homens de bem"; então acredito que toda religião que pregue o amor, a paz e a harmonia e que consiga transformar os seus adeptos em melhores pessoas - cristãos ou não - é uma religião digna e boa, merecedora de todo nosso respeito.

Precisamos ainda observar que devido a imensa diversidade de espíritos que habitam a terra hoje, suas nacionalidades, origens, tendências e gostos, cada um se sintonizará com um determinado ramo religioso; por este representar o que ele acredita em seu interior, o que gosta e o que respeita. Desta forma nunca poderemos afirmar que nossa religião é melhor que a de fulano... ela pode ser "melhor" para nós que aceitamos suas crenças e práticas; mas cada um terá sua sintonia com o caminho que melhor lhe apresentar o sagrado, a felicidade e a harmonia; compreende?

Então, de uma forma geral, podemos entender o candomblé como uma religião espiritualista, baseada em entidades espirituais e que busca orientar seus adeptos para o bem; certamente, como em todas as religiões, existem pessoas mal intencionadas e mal direcionadas que deturpam os ensinamentos e as palavras para praticar o mal através da escolha religiosa de seus seguidores.
Mas devemos sempre entender que não podemos julgar algo por um de seus representantes. Pois muitos existem que fazem e praticam com seriedade, desprendimento, respeito e amor.

Quanto a esta sua busca, a qual todos passaremos um dia, apenas posso orientar que procure em locais dignos e bem direcionais por Jesus. Onde você se sentir bem, integrada e realizada é o local ideal para você... apenas tome o cuidado de não julgar a religião ou a casa pelas pessoas que a frequentam.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Desconhecimento de gravidez e Aborto - Perguntas dos Amigos

olá, procurando respostas tive o prazer de visitar esta pagina e necessito de esclarecimento, se possivel for. acredito na doutrina espirita, leio e procuro viver de acordo com a mesma...minha duvida é a seguinte: estava tranquila, minha menstruação sempre irregular desde a menarca, mas todo mes ela descia, como não estava com parceiro fixo, deixei ha mto tempo de tomar pilula, mas usava outros métodos. o fato é que tive hemorragia e fui ao medico, onde foi constatado gravidez e aborto espontaneo.pq eu não soube que estava gravida?n sei nem de quantos meses estava, pq isso?n havia como eu saber?

Prezada __________, bom dia.

A alegria de receber sua visita é nossa. Espero que possamos ser úteis a sua necessidade.

Perceba, minha irmã, que pelo seu relato acredito que esta gestação estivesse muito no começo - tanto que você nem percebeu que a hemoragia se tratava de um abortamento.

Este fato é muito comum em inúmeras mulheres. Algumas não percebem sua gravidez até o 3º ou 4º mês de gravidez, quando a barriga começa a crescer... em mulheres mais gordinhas já vi casos que a pessoa chegou a dar a luz pensando que era uma cólica, pois não sabia que estava grávida.

Perceba, então, querida irmã, que este processo de desconhecimento é normal em nossa condição humana.

Quanto ao fato do abortamento acredito ter sido, como tantos abortamentos espontâneos, um processo de choque anímico para o espírito reencarnante que estivesse ligado ao feto.

Importante, porém, observar se este abortamento não pode ter sido causado por um dos métodos contraceptivos que você utiliza; por exemplo "DIU" é abortivo; "pílula do dia seguinte" é abortiva, etc. então talvez seja necessário tomar o cuidado de escolher melhor para que utilize um método contraceptivo real e não abortivo disfarçado.

não estou com isto afirmando que você teve a intenção de provocar o aborto, de forma alguma; apenas que o "espontâneo" as vezes não é tão espontâneo assim, compreende?

Espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.



Desenvolvimento Mediúnico: Psicopictografia - Perguntas dos Amigos

A Espiritualidade solicitou que eu preparasse material para iniciar a pintura. Disponho sobre a mesa as folhas e o giz de cera. Percebo que o Espírito usa as duas mãos para movimentar o giz no papel, porém, por enquanto apresenta uns circulos e outros alguns traços. Percebo também, que no maior tempo do trabalho ele espalha as palmas das mãos sobre o papel sem se utilizar do giz. Gostaria de alguma informação, também de vocês, que poderão me ajudar na condução, como médium.
Muita Paz a todos


Prezada ______, bom dia.

Antes de responder seu questionamento existem algumas perguntas que desejo te fazer: 
- Este desenvolvimento está sendo acompanhado por alguma equipe em uma casa espírita?
- Ele está acontecendo em sua residência?
- A espiritualidade "solicitou" através de reunião mediúnica em casa espírita, através de outro médium ou de você mesmo em sua residência?

Perceba, minha irmã, que pergunto isto por estar preocupado com a segurança necessária durante o processo de adestramento mediúnico não apenas seu, mas de todos que desejem trabalhar com mediunidade.

A orientação da espiritualidade evangelizada - bem como de médiuns experientes e sérios como Divaldo Franco e Raul Teixeira - é que não devemos proceder adestramento mediúnico em nossas residências, por conta da necessária proteção fluídica que oferece o centro espírita e da provável influencia que possamos sofrer de espíritos menos evangelizados; que não devemos aceitar ou acreditar nos espíritos que se aproximem de nós sem o aval de uma equipe espiritual séria pois podemos estar sendo vítimas de mistificações e também que estejamos em sintonia com um grupo espiritual encarnado e desencarnado, trabalhadores de uma casa séria, que poderão nos orientar, esclarecer e auxiliar em casos de necessidade. Espero que compreenda as colocações efetuadas.

A mediunidade é uma ferramenta de trabalho pelo nosso crescimento e amadurecimento, bem como pelo auxílio dos que sofrem; mas deve ser tratada e educada com a seriedade e segurança necessárias sob risco de entrarmos em contato mais íntimo com espíritos que possam estar aproveitando a "porta aberta e sem tranca" que representa o "desenvolvimento mediúnico" sem os parâmetros de segurança e estudo necessários.

Digo isto não apenas com você mas com todos que tentarem efetuar este "desenvolvimento" sem observar os preceitos e orientações da Espiritualidade evangelizada.

Existe um livro espetacular chamado "diretrizes de segurança" que deve ser lido por todos que desejam iniciar o trabalho mediúnico. Caso não disponha do mesmo poderá encontrar em www.biblioteca.radiobomespirito.com .

Agora, efetuadas as observações, vou tentar esclarecer seus questionamentos:

No início de todo processo de adestramento mediúnico onde é necessário o uso das mãos (psicografia, psicopictografia) é necessário um período de adaptação tanto do espírito quando do médium para que seja bem desempenhada a função.

O espírito necessitará "abrir" os canais mediúnicos que comandam o corpo físico e os músculos que ele utilizará e, para isso, efetuará uma série de exercícios repetitivos e genéricos sem o objetivo real de serem mensagens ou obras finais. Estes exercícios na maioria das vezes consistem em mover as mãos (desenhando ou não) linhas, riscos, círculos, estrelas, vórtices, etc... de forma a adquirir maior controle sobre o instrumento mediúnico e a "acostumar" o aparelho mediúnico através do constante contato e utilização do mesmo.

Estes exercícios irão com o tempo - maior ou menor de acordo com a facilidade encontrada pelo espírito e oferecida pelo aparelho mediúnico - diminuindo de tamanho e tomando feições de palavras, frases ou desenhos ainda em testes. Não existe uma duração específica para este tipo de adestramento; vai variar de caso para caso.

Após um tempo o espírito se sentirá seguro para iniciar os trabalhos definitivos com o médium - caso este responda satisfatoriamente ao adestramento e ao comprometimento necessários ao trabalho.

Durante este processo é natural sentir pressões, formigamento, mudança de temperaturas, movimentos "espontâneos" nos membros e tudo, normalmente, faz parte do processo.

Na maioria das vezes - muito importante isso - os espíritos trabalhadores irão definir horários e dias a serem executados os exercícios e NUNCA irão nos procurar em momentos que possam causar inconvenientes ou embaraços. A espiritualidade evangelizada tanto tem suas normas de disciplina quando respeita a nossa vida particular, profissional e livre arbítrio; então um ótimo indício de que tipo de espírito está se aproximando de nós é observar como estão sendo conduzidos os momentos de treino e adestramento.

O respeito entre espírito e médium deve ser mútuo e existir sempre porque, embora sejamos instrumentos de trabalho em suas mãos, somos parceiros no trabalho do Cristo.

Pense, pondere e observe as orientações dos amigos espirituais e qualquer dúvida fique a vontade para retornar o contato.

Paz contigo.



Tumor Cerebral e alterações de personalidade - Perguntas dos Amigos

Boa Trade,
Minha amiga tem uma irmã com câncer na cabeça e quando foi ao hospital visitá-la sentiu como se a irmã fosse outra pessoa, a olhava estranho e falava coisas que não tinha muito sentido. Sei que o problema dela pode ter afetado alguma coisa no cérebro e por isso ela esta agindo assim. Mas me bateu a duvida, será que não é um problema espiritual? Ela ficou olhando minha amiga como se estivesse a perseguindo. Um olhar diferente.. Não era ela. Eu fiquei com essa duvida, sera que tem alguma coisa ligada com espiritismo ou não ?
Desde já, agradeço a atenção.


Prezada _________, bom dia.

Os problemas de ordem física no aparelho cerebral podem muitas vezes afetar determinados locais onde se processam os sentidos, memórias, senso de realidade e muitos outros; por isso é bastante provável que o problema de sua amiga esteja relacionado ao processo clínico que está passando. entretanto devemos perceber que normalmente este tipo de processo se apresenta de forma gradual - na medida da progressão do tumor, e normalmente é identificável pelos médicos que estão cuidando do caso.

O aspecto espiritual PODE existir; mas teria que ser necessário para isso que a sua amiga estivesse em um processo de fraqueza clínica, onde o corpo físico estivesse enfrentando um quadro de degeneração, fraqueza, inanição ou amortecimento, para que o seu espírito estivesse em um estado de maior liberdade do corpo físico e, consequentemente, apresentando uma maior sensibilidade.

Entretanto em casos assim o mais comum é a súbita aquisição de uma "vidência" que não existia antes, permitindo ao paciente interagir visualmente com o mundo espiritual a sua volta; embora a capacidade de psicofonia não pode ser descartada como uma das possibilidades, mesmo não sendo muito comum.

Outro aspecto que PODE ter sido despertado são as memórias perispirituais e assim, pode acontecer, que uma das personalidades vivenciadas por esta sua amiga em existências anteriores pode emergir e interagir com o mundo a sua volta, através dela mesmo, com  maior ou menor liberdade, de acordo com o fator físico que der origem ao evento. Em casos assim poderíamos classificar esta pessoa como médium de sí mesma - para facilitar o entendimento.

De qualquer forma deve ser utilizado sempre a maior paciência, compreensão e fraternidade possíveis para com ela, pois em seu estado psico-físico é merecedora e necessitada de muito amor e atenção.

Espero ter sido de alguma ajuda.


Anjos e presságio de desencarne - Perguntas dos Amigos

meu filho ________ de ___ anos do nada, sem nenhuma imfluencia externa diz q vê um anjinho q diz q ele vai morrer, isso ja acomteceu 3 vezes, conta das asas, q mora no ceu, posso afirmar q vi uma imagem de anjo muito antes de ele falar isso ao seu lado quando acordei na madrugada depois de ter rezado muito por sua proteção antes de uma cirurgia, sera q meu filho esta sendo mesmo preparado para partir?anjos existem mesmo? DEVO ME PREOCUPAR? aguardo resposta muito aflita. 


Prezada __________, bom dia.

A figura dos anjos - e seus similares - existem desde tempos imemoriais em todas as culturas que estiveram sobre a Terra; de uma forma geral eles são sempre entidades espirituais evoluídas/perfeitas e que representam o bem e a vontade do criador.

A doutrina espírita esclarece que os "anjos" como os conhecemos são espíritos evangelizados que atingiram - através de inúmeras reencarnações - um nível espiritual muito evoluído e que, por isso mesmo, servem de mensageiros e emissários para Deus, agindo conforme sua vontade nos diversos planos da existência.

Nos esclarece também que, devido ao nosso apego as tradições religiosas e ao nosso psiquismo, temos sempre a característica de identificar os espíritos mais evangelizados próximos a nós ou que nos socorrem como "anjos" pois sempre emitem uma luz, tranquilidade e paz que ainda não compreendemos ou temos conosco e então sempre que podemos "ver" uma destas entidades realizamos o paralelo com os anjos de nossas crenças e ensinamentos evangélicos.

Ainda de acordo com a Doutrina Espírita as crianças até os 07 anos de idade estão ainda em "ajuste" de seu perispírito com o corpo físico e que por isso mesmo o seu espírito tem mais "liberdade" podendo então entrar em contato com maior facilidade com o mundo espiritual; daí surgindo as figuras dos "amigos imaginários" ou de "bicho papão", "anjos" e etc. Pois a criança, em sua simplicidade mental, descreve da melhor forma que entenda as entidades espirituais que percebe ao seu redor, sentindo medo ou tranquilidade de acordo com as atitudes e aparência das mesmas.

E embora estas informações transmitidas ao pequeno POSSAM ser verdadeiras, não devemos, entretanto, descartar a possibilidade da criança ser "mistificada" por espíritos que desejem apenas se divertir ou prejudicar a ela e aos familiares, dando a criança informações que não representam a verdade, mas que serão transmitidas dentro de sua "inocência".

Acredito, minha irmã, que de forma a tranquilizar teu coração deva buscar uma casa espírita próxima a sua casa e efetuar um atendimento fraterno ou consulta espiritual para o pequeno e aguardar as orientações que advierem do processo.

Não acho prudente deixar que a tristeza e o desespero tomem conta de suas atitudes agora ou depois, pois este pode ser o desejo de entidades que estejam tentando prejudicar sua família; mas também não podemos descartar a possibilidade de serem verdadeiros os avisos e, neste caso, é bem prudente buscar orientação e conforto prévios para que possa enfrentar um possível desencarne com mais equilíbrio e mais serenidade você e sua família.

Perceba que não estou afirmando ou desejando nada; apenas realizando observações sobre o assunto em questão.

O desencarne, minha irmã, embora seja um fato que, pelo nosso nível espiritual, ainda não aprendemos a lidar com ele; é um fator existente na vida e inevitável.

Necessário é que compreendamos muitas vezes os desígnios que regem nossas vidas, gerando necessidades de idas e vindas - ao nosso ver prematuras - mas que tem um propósito e um objetivo na vida imortal do espírito.

Percebo, pelas suas palavras, que o pequeno apresenta um quadro clínico com algum problema de saúde e com necessidade de cirurgias; sem maiores detalhes posso apenas acreditar que exista a POSSIBILIDADE que o mesmo tenha encarnado para deixar na carne algum problema perispiritual de existencias anteriores e que agora seja o momento. Recebeu como mãe uma pessoa amorosa e cuidadosa que dá e dará todo o apoio que o mesmo necessita durante todo o processo e, assim desejamos, por todos os anos seguintes. E que também, certamente, está envolvida no processo de resgate, diretamente ou indiretamente, como participante ativo.

Perceba, minha irmã, que os desígnios de nossas vidas pertencem a uma programação que desconhecemos; e que devemos buscar agir sempre da melhor maneira possível e de acordo com os ensinamentos de Jesus para que tenhamos cada vez mais possibilidades de cumprimos fielmente nosso papel na vida.

Não posso afirmar ou negar nada do que te foi dito, mas posso te aconselhar a buscar forças e fé na oração e em Jesus que está sempre conosco quando necessitamos. Ore e busque a harmonia com o mais alto para que possa ser fortalecida e amparada em todos os momentos - de dor ou felicidade - e que esteja sempre segura que a justiça divina é sempre fruto do amor que Deus tem por nós.

Espero ter sido de alguma ajuda.

paz contigo.

Cirurgia Espiritual e Febre - Perguntas dos Amigos

gostaria de saber se após uma cirurgia espiritual o paciente pode apresentar febre?



Prezada ___________, bom dia.

Embora a febre seja um sintoma físico e aparentemente sem interferência espiritual acredito, dentro de meus conhecimentos e sem desejar representar a verdade, que possa existir um efeito febril em determinados casos.

Perceba que existem cirurgias espirituais que agem nos dois campos: físico e espiritual - onde algumas apresentam cortes e perfurações no corpo físico e outras no corpo perispiritual.

A depender do procedimento efetuado acredito que poderemos ter quadros febris nos seguintes sentidos:

Cirurgia com procedimentos físicos: Em casos de recuperação da carne, para combater possíveis casos de infecção ou eliminar fluidos deletérios no organismo

cirurgia com procedimentos espirituais: todo procedimento executado no perispírito terá necessariamente que ser somatizado - seja cura ou descargas fluídicas - e neste caso pode representar a somatização de alguma energia negativa sendo eliminada do organismo e/ou adaptações do organismo a nova realidade espiritual.

Muitos casos existem em que as pessoas são orientados a tomar determinadas precauções após a cirurgia, evitar determinados comportamentos e/ou alimentos, etc; quando não são cumpridas estas orientações pode haver também algum processo contrário a cirurgia - como em qualquer procedimento delicado da medicina.

De qualquer forma, como prevenção, acho prudente que seja efetuado uma checagem clínica para que possa ser descartado qualquer processo clínico que esteja afetando ao paciente e assim ficar mais seguro do lado físico.

Acho importante também entrar em contato com a equipe que efetuou o processo e relatar o fato, para que eles possam também orientar no que deve ser realizado e/ou explicar o fato e suas implicações.

espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.



Vidas Passadas e reencontros - Perguntas dos Amigos

Ola João tudo bem ! A paz de jesus !

Queria que voce me tirasse umas dùvidas: È possivel que duas pessoas que foram namorados em alguma vida passada se encontrem nesta existencia para continuar o que começaram no passado? Eu tenho sonhado com um homem e que ele era meu namorado em uma vida passada è um sonho de epoca diferente do nosso tempo de agora; depois comecei a sonhar com ele nesse nosso tempo atual,no sonho ele continua me dizendo que ele è meu namorado, ele esta nessa vida, conversamos um pouco mais tivemos alguns desentendimentos e depois fizemos as pazes, ele è apenas meu amigo. Fico muita confusa com essa situaçao pois nao sei se è uma mistura de passado com futuro, nao entendo.
Estou terminando meu tratamento espiritual e me sinto bem melhor. João como nòs sabemos quem è a espiritualidade que nos acompanha ou nao tem como saber? Nao sei se voce ainda se lembra do espirito da _________ que eu falei, me encontrei novamente com ela, nòs eramos grandes amigas numa vida passada, sinto que ela quer me ajudar, pois durante e depois do encontro sinto muita paz, alegria e feliz, agora ela me ajuda atraves da intuiçao, nao interfere nas minhas escolhas, simplesmente respeita o meu livre arbitrio. Esses dias vi duas pessoas que ja se desencarnaram, uma era minha avò materna e a outra era o filho da minha amiga, conversei com uma amiga espirita e ela me disse que è o meu obsessor se passando por elas. E isso è possivel ? Confesso que nao acreditei muito. Meu amigo dezembro vou mandar uma doaçao para ajuda-lo no natal das crianças e quando depositar te aviso.
Perdoe meus questionamentos.

Abraços!



Querida _______, como está? Bom dia.

Vou tentar esclarecer suas dúvidas dentro de minhas limitações e por ordem, ok?

È possivel que duas pessoas que foram namorados em alguma vida passada se encontrem nesta existencia para continuar o que começaram no passado?
Sim. É possível embora nem sempre isto ocorra; apenas em necessidades especiais e permitidas pela espiritualidade; embora podemos nos encontrar com pessoas com as quais tenhamos sintonia e nossas mentes e crenças podem levar a pensarmos que existe uma ligação com o passado, devido a sintonia espiritual que compartilhamos. Entretanto este tipo de sintonia poderá ser o mesmo com qualquer espírito que esteja em nosso "grupo familiar" e com o qual tenhamos uma história positiva no passado.

Eu tenho sonhado com um homem e que ele era meu namorado em uma vida passada è um sonho de epoca diferente do nosso tempo de agora; depois comecei a sonhar com ele nesse nosso tempo atual,no sonho ele continua me dizendo que ele è meu namorado, ele esta nessa vida, conversamos um pouco mais tivemos alguns desentendimentos e depois fizemos as pazes, ele è apenas meu amigo. Fico muita confusa com essa situaçao pois nao sei se è uma mistura de passado com futuro, nao entendo.
Este tipo de sonho PODE ser o resgate de uma lembrança perispiritual; mas também pode ser fruto de nossa mente atual, que deseja justificar a simpatia/sintonia existente entre duas pessoas. Os nossos sonhos são terreno muito fértil e altamente sujeitos a influencias externas e internas a nossa psique. Desejos, lembranças, imaginação, filmes ou músicas, e diversos outros fatores podem influenciar os nossos sonhos, gerando uma série de interpretações e informações que nem sempre condizem com a realidade. Devemos sempre observar os nossos sonhos porém sem depositarmos nossa total confiança em suas informações e detalhes, a não ser quando devidamente orientados pelos amigos espirituais.

João como nòs sabemos quem è a espiritualidade que nos acompanha ou nao tem como saber?
Apenas nos é permitido saber quem nos acompanha quando é necessário e benéfico para o nosso aprendizado e amadurecimento espiritual. Perceba que mutias vezes teremos encontros com espíritos que nos auxiliam mas que não é necessário que os nominemos; apenas quando nos é permitido. Este processo de conhecimento individual vai ser sempre diretamente proporcional ao nosso desejo no bem e trabalho realizado em nome do próximo, que nos aproxima sempre mais de nossos amigos espirituais.

Nao sei se voce ainda se lembra do espirito da ________ que eu falei, me encontrei novamente com ela, nòs eramos grandes amigas numa vida passada, sinto que ela quer me ajudar, pois durante e depois do encontro sinto muita paz, alegria e feliz, agora ela me ajuda atraves da intuiçao, nao interfere nas minhas escolhas, simplesmente respeita o meu livre arbitrio
Sim, lembro. Inclusive é bom perceber que ela tenha modificado seu modo de agir - embora ainda acredito que deva ter cuidado e ponderar muito esta relação e as intuições; É um bom indício a paz e a tranquilidade que sente pois caso fosse um espírito sofredor esta sensação não aconteceria, entretanto percebo que nossa amiga não deve ser tratada como um espírito evangelizado - devido a seu comportamento anterior e a  mudança para o atual percebemos que ainda está em aprendizado e que recentemente aprendeu a respeitar o livre arbítrio - por isso acredito que ela seja um espírito simpático a você e que esteja te acompanhado por querer cuidar e auxiliar você; mas não a tome como "mentora" ou "guia" pois para conhecermos os nossos amigos mais evangelizados sempre precisamos nos esforçar e dedicar muito.

A exemplo de mim mesmo que tenho alguns espíritos que trabalham comigo e se identificaram, mas alguns mais evangelizados ainda não sentiram a necessidade de se identificar, e eu aceito e compreendo isto; pois sei que faz parte do processo de crescimento e criação de confiança no trabalho e em seu conteúdo e não em nomes ou personalidades, compreende?

Esses dias vi duas pessoas que ja se desencarnaram, uma era minha avò materna e a outra era o filho da minha amiga, conversei com uma amiga espirita e ela me disse que è o meu obsessor se passando por elas. E isso è possivel ? 
É possível embora não provável. Espíritos obsessores podem assumir formas e maneirismos mas não é um processo fácil e exige um toque de conhecimento mais avançado este controle plástico sobre o perispírito. Além disto devemos levar em conta alguns fatores  tais como: interferências de nossa psique e lembranças no momento, sensações que tivemos durante a visão, veracidade de informações que porventura tenham sido trocadas, se estado em que se encontrava o espírito era condizente com as condições/tipo de desencarne, entre tantas outras. A vidência é uma das faculdades mediúnicas que obedece o fator sintonia - quanto maior a sintonia fluídica entre o espírito e o médium mais efetiva será a visão. E entre sintonia podemos considerar: estado de espírito, amizade, parentesco, sentimentos mútuos, etc.

Meu amigo dezembro vou mandar uma doaçao para ajuda-lo no natal das crianças e quando depositar te aviso.
todo apoio é muito bem vindo, minha irmã, apenas não desejo que se sinta na obrigação de auxiliar a campanha; pois sei que muitas vezes estamos envolvidos com outros compromissos e não desejo "pesar" a ninguém. mas de antemão já agradeço sua preocupação e carinho.

Não precisa de desculpar de nada, é uma alegria tentar auxiliar aos queridos irmãos.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.





Tristeza, Dor e Solidão - Perguntas dos Amigos

vivo com um homem há ___ anos ele nao me quer mais pois quer curtir a vida com idade agora de ____ anos mas continuamos morando juntos em cama separadas minha mae e cadeirante cuido dela,trabalho,perdi minha filha,meu pai nos abandonou eu ainda era pequena,tenho medo de quamdo minha mae morrer o que farei da minha vida ,nao tenho paremtes irmaos e perdi meu marido.porque sera que deus me colocou no mundo para viver assim sem familia nao posso ter mais filhos,sou muito triste,e sozinha me ajude. sou espirita a 08 anos



Prezada ________, bom dia.

A despeito de todos os revezes que possamos vivenciar a vida sempre nos apresenta mais oportunidades do que sofrimentos; nós é que muitas vezes não conseguimos perceber.

Se seu companheiro - por motivos pessoais e egoístas - praticou um erro para com você ou com outros, não devemos pautar nossa existência em virtude deste erro; mas sim compreender que ele é ainda um espírito em amadurecimento e que em sua caminhada irá, invariavelmente, cometer deslizes e desatinos que fazem parte de suas escolhas e que trarão - inexoravelmente - os efeitos futuramente.

Sofremos e nos decepcionamos com muitas pessoas pelos seus erros; mas como disse o Mestre "atire a primeira pedra aquele que estiver sem erros"... se não erramos em um aspecto, certamente erramos em outro - pois todos somos humanos e estamos em caminhada de crescimento espiritual.

Mas não devemos utilizar os nossos erros ou os dos outros como motivos para paralisarmos nosso crescimento e nossas possibilidades.

eles devem nos servir de impulso para que tentemos vencer as limitações e vivenciar experiências mais nobres, produtivas e fraternas.

Você se diz sozinha, mas já parou para observar quantas pessoas existem ao seu redor que necessitam de seu apoio, carinho, conversa e que estão dispostas a te fazer companhia e dividir experiências e confidências contigo? Certamente na casa espírita que você frequenta existe algum serviço de visitas e de apoio a necessitados; já pensou em integrar este serviço?

Sua mãe, presença constante em sua vida, certamente está sempre disponível para conversar, aconselhar e dividir dores e esperanças contigo também. Talvez seja a hora de deixar de olhar para ela como "cadeirante" e observá-la como "minha amiga".

Sei que a convivência com seu ex-companheiro na mesma casa é um processo doloroso e que, se deixar, pode levar até a uma depressão. mas busque compreender e viver esta experiência como sendo a libertação de um passado de dor e a oportunidade para exercitar a caridade da paciência e da compreensão.

Caso tenha disponibilidade te convido a ler o capítulo 15 do livro "boa nova" onde é contada a história de Joanna de Cusa; e observar seu exemplo de compreensão e abnegação que serviu o Cristo em seu lar, enfrentando os problemas domésticos e tentando plantar a semente da boa nova em seus convives. Caso não possua o livro ele poderá ser encontrado aqui  www.biblioteca.radiobomespirito.com .

A vida, minha irmã, sempre nos trará experiências as mais diversas e elas poderão ser de puro sofrimento ou de aprendizado, apenas diferenciadas pelo olhar que colocamos sobre elas.

Espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.



Aborto Espotâneo: desejo de saber quem era o espírito - Perguntas dos Amigos

Olá! Sou espírita e tenho consciência dos fatores que causam o aborto espontâneo. Perdi meu bebe com 20 semanas e tive uma gestação muito difícil. Tive que lutar até o final com muita dor e sofrimento entre casa e hospital. Hoje sinto necessidade de saber quem era de fato esse espírito.Pensei em procurar ajuda com cartomancia, numerologia, médiuns que possam me dar alguma resposta. O que devo fazer? Obrigada



Prezada _________, bom dia.

De acordo com suas próprias palavras "tem consciência dos fatores que causam o aborto espontâneo", então também deve ter conhecimento e compreensão que tais fatores estão ligados ao nosso processo de amadurecimento espiritual, bem como ao de todos os envolvidos.

Acredito, dentro de meu entender, que a identificação "nominal" do espírito ao qual estivemos ligados durante a gestação que foi interrompida não tem um objetivo prático ou de relevância. Pois, como nos é esclarecido pela espiritualidade maior, mais importantes são os atos, fatos e motivos que a identificação dos espíritos.

Em algumas vezes não teremos ligação do passado com ele, apenas serviremos de instrumento para sua libertação e ele de instrumento para nossa redenção; outras vezes teremos ligações que poderão ativar em nós lembranças menos felizes e prejudiciais, caso busquemos ativar esta parte de nossa memória.

perceba, minha irmã, que a Misericórdia Divina quis que nós não mantivéssemos a lembrança de nosso passado, para não traumatizarmos o presente e não prejudicarmos o futuro.

Assim sendo, acredito, que o melhor caminho para você seja o da oração em intenção deste espírito e do envio de fluidos carinhosos e salutares para o mesmo, que não deixa de ter ligação com você e que, quem sabe, em um futuro próximo ou distante poderá retornar para concluir o que foi interrompido agora pela necessidade de resgate e libertação.

Buscas como esta que está desejando muitas vezes abrem as portas para a mistificação, o engano e até a obsessão.

Respeitemos as leis divinas e busquemos agir de acordo com os ensinamentos de Jesus  que nos orienta existir "a cada dia o seu mal" e que não devemos nos preocupar além destes momentos, sob o risco de cairmos em erro ou tentação.

Ame-o, minha irmã, e ore constantemente por ele. Mas não busque seguir contra o fluxo da vontade do criador pois isto nunca é saudável para nós que tentamos.

Espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.



Cansaço físico e mental em reuniões espíritas - Perguntas dos Amigos

Tenho um amigo que está trabalhando em reuniões de centro espiritas e esta cada vez mais esgotado e cansado. Gostaria de obter informações pq ele esta assim.
Grata

Prezada irmã, bom dia.

Perceba que, digo por experiência própria, o simples comparecimento a reuniões espíritas não irá desgastar o indivíduo fisicamente ou mentalmente - pois de minha parte compareço a 03 reuniões doutrinárias/estudo semanais, apresento o programa da Rádio todo sábado, apresento palestras em outros centros e ainda participo como médium da reunião mediúnica, além das ocupações profissionais e de casa, e nem por isso ando cansado ou fadigado física ou mentalmente.

Além disto, diversos fatores físicos, sociais, profissionais ou psicológicos podem influenciar para que o cansaço se apresente tais como excesso de trabalho, estresse, preocupações íntimas, cobranças em diversos âmbitos, estudos em longas jornadas, falta de sono, desequilíbrio sexual, má alimentação, desidratação, entre outros...

Entretanto para tentar esclarecer seu questionamento vou partir da suposição que esteja tudo fisicamente e psicologicamente "ok" com seu amigo, compreende?

Alguns fatores podem influenciar a saúde/equilíbrio do indivíduo que participa de reuniões espíritas mas, me atrevo a afirmar que, todos eles tem necessariamente que partir do desequilíbrio e desarmonização de um dos lados envolvidos no processo: o indivíduo, a equipe encarnada ou a equipe desencarnada; ou de todos até.

Exponho abaixo algumas das possibilidades que venham a trazer tal resultado:

Reuniões de estudo e palestras doutrinárias são ambientes onde, de um modo geral, não se pede colaboração fluídica ou doação de energia dos encarnados, pois naquele momento estão direcionados os esforços para o aprendizado e esclarecimento dos indivíduos encarnados ou desencarnados ali presentes. Caso seu amigo participe apenas deste tipo de reunião o seu cansaço pode ser devido a alguma influencia espiritual que esteja "vampirizando" suas energias e, neste caso, esta obsessão existe por conta de alguma sintonia entre o encarnado e o desencarnado, necessitando de tratamento.

Aplicações de Passe são momentos onde os passistas aplicam energias fluídicas mistas (espirituais e biológicas) em pacientes que estejam em tratamento ou que desejem; Normalmente estas aplicações são coordenadas pela equipe espiritual que aplica no médium - que serve de filtro - fluidos na intensidade e modulação que o paciente necessita, havendo a mistura com fluidos do passista para torná-los mais absorvíveis pelo paciente. Durante esta aplicação o passista se coloca em prece e em disposição de servir, pode acontecer dele, através de sua força de vontade e da vontade de ajudar, "enviar" muito de sua energia ficando assim cansado e fadigado.

Reuniões de vibração são exclusivamente para oração e emissão de vibrações fluídicas para encarnados e desencarnados; Os encarnados se dividem em orações individuais ou em grupo pelo benefício de determinado indivíduo e enviam fluidos de amor, paz e fraternidade para ele; Normalmente são intervalos curtos e não chegam a prejudicar nenhum dos envolvidos; entretanto o indivíduo pode estar se "esforçando" demais e enviando mais fluido do que o necessário, se desgastando no processo.

Reuniões mediúnicas são momentos em que entramos em contato direto com a espiritualidade em sofrimento, através do atendimento mediúnico e da conversa fraterna; Nela estão presentes assistentes de vibração, passistas, doutrinadores e médiuns - efetuando os dois primeiros os mesmos serviços informados acima. Os médiuns que servem de instrumento para os espíritos sofredores entram constantemente em contato com os fluidos deletérios que estes exalam; entretanto estes fluidos são "limpos" através do passe e do apoio da espiritualidade amiga que nos protege e não deixa que os médiuns "retenham" fluidos negativos. Entretanto caso o médium esteja desequilibrado e, consequentemente, em sintonia com estes fluidos poderá reter os sintomas e os fluidos em seu aparelho físico, o que poderá ocasionar os sintomas descritos. 

É entretanto necessário lembrar que existem duas equipes em ação nas reuniões espíritas: encarnada e desencarnada.

A equipe encarnada é responsável pelo encaminhamento e organização dos serviços e dos encarnados; isto inclui observar o andamento dos trabalhos e dos participantes, identificando desequilíbrios, melindres e problemas bem como agindo em prol da solução dos mesmos; caso o trabalhador não tenha o apoio dos dirigentes encarnados ou não se sinta a vontade/seguro para dividir com eles seus problemas no tocante a sua participação no centro, acredito que algo não esteja indo bem, necessitando de verificação.

A equipe desencarnada é responsável pelo direcionamento e orientação dos trabalhos, direcionamento dos fluidos e energias, organização dos sofredores para atendimento, responsável pela segurança espiritual do centro e pelo apoio e orientação aos médiuns em trabalho, bem como pela proteção e equilíbrio dos mesmos; Caso estes serviços não estejam sendo realizados ou estejam sendo realizados de forma a não atender o bom funcionamento e segurança da casa algo pode estar errado; podendo assim haver mistificação e sofredores espirituais estarem se apresentando como os orientadores da casa - o que demonstra pouca seriedade e conhecimento dos encarnados e pode dar início a grandes obsessões e influenciações espirituais, que podem dar origem as sensações apresentadas. 

Devemos sempre lembrar que para que os sofredores "tomem conta" da casa é necessário que a equipe encarnada esteja em sintonia com a mesma, consequentemente afastando a equipe espiritual que deseja trabalhar de forma séria e evangelizada.

Como vê, minha irmã, existem diversos fatores - espirituais, físicos e psicológicos - que podem causar este tipo de cansaço apresentado pelo seu amigo; acredito que o melhor a fazer, neste momento, é buscar auxílio nos dois lados da vida: material e espiritual.

Aconselhe que o mesmo faça uma bateria de exames com acompanhamento clínico e verifique se não há nada errado com seu corpo físico; bem como que faça uma consulta em uma casa espírita séria e bem direcionada para poder identificar possíveis influencias espirituais e efetuar o tratamento indicado, caso seja necessário.

A busca pela harmonia íntima e o bom direcionamento de pensamentos, hábitos e sentimentos deve fazer parte de seu dia a dia também; para que possa, através da oração sincera e contínua, entrar em contato com o mais alto e haurir forças e apoio dos espíritos mais evangelizados.

espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.




Crítica e irritação com a vida - Perguntas dos Amigos

Discordo completamente do argumento que, se os maus morressem mais novos o "mundo estaria muito PIOR"??? Ora, ser mal, prejudicar gente honesta, enriquecer empobrecendo pessoas que os ajudaram deveriam estar no INFERNO! Não é para isto que Deus criou Satanás e ao invés de desfazer a porcaria mau feita que ELE criou o mandou para a Terra. Satanás é a maior prova que DEUS ERRA, E MUITO E NÃO SE PREOCUPA COM O QUE ACONTECE AQUI NA TERRA!O TAL "LIVRE ARBÍTRIO" É A MAIS MENTIRA INVENTADA PARA LIVRAR A CARA DE DEUS DAS INJUSTIÇAS TERRENAS!!!!



Prezado ______________, bom dia.

Em uma leitura no texto do momento espírita indicado por você ( http://www.bomespirito.com/2008/06/os-bons-morrem-cedo.html )encontrei o trecho abaixo:

"Será verdadeiro que os bons morrem antes, permanecendo os maus para prosseguirem sua escalada de desatinos?Basta uma breve observação e logo descobriremos que isso não é real. Se assim fosse, convenhamos, o Mundo estaria bem pior."
Observe que o trecho acima não afirma que "se os maus morressem mais novos o mundo estaria pior", mas que se isto ocorresse com "os bons" o mundo estaria pior; pois equivale afirmar que caso existissem menos "bons" no mundo o "mal" dominaria, estando assim a situação geral em pior estado.

Entretanto esta questão de interpretação não foi o que me levou a responder seu e-mail; mas sim o tom de revolta que sinto em suas palavras.

Percebo, meu irmão, que algo deve estar acontecendo em sua vida pessoal para que este estado exista e, sinceramente, rogo para que novas e melhores experiências se apresentem em sua vida, entretanto devo sempre lembrar que para que isto aconteça, normalmente, é necessário algum esforço de nossa parte e uma mudança em nosso estado de espírito íntimo.

Por este motivo, sem desejar forçar a você o meu entendimento das coisas, mas apenas utilizando uma possibilidade de resposta e diálogo que você mesmo abriu quando enviou a mensagem para mim, gostaria de colocar algumas observações abaixo, no tocante a Deus, Satanás, livre arbítrio e sofrimento.

A figura Satanás - no cristianismo - é a representação simbólica e inconsciente que a humanidade criou, desde tempos imemoriais e em todas as culturas, para representar a dualidade "bem versus mal" que existe em nossas almas e corações.

O ser humano necessita de uma "desculpa psicológica" para evitar e negar a culpa pelos erros que comete e, por este motivo, criou a entidade maléfica eterna que faz e incita o mal a todos nós.

É a nossa imaturidade psicológica, o nosso orgulho e o desejo de não assumirmos as responsabilidades que nos cabem que alimentam este mito e vem fortalecendo e mantendo vivo através das eras.

Hoje, notadamente em uma época onde temos velocidade de informação e uma imensa deterioração moral no homem, esta entidade simbólica está cada vez mais presente nos discursos dos homens e dos seus líderes religiosos; como figura de "desculpa" e de "imposição de medo" para tentar inutilmente parar esta onda de maldade e degradação que invade a sociedade.

O espiritismo nos esclarece que a Terra é escola de evolução e que, por isso mesmo, muitos de nós que aqui andamos estamos nos primeiros estágios da qualidade humana, sem desenvolvermos ainda sentimentos nobres como compaixão, amor ou fraternidade e que, por isso mesmo, agimos de acordo com nosso nível, praticando atos de maldade e iniquidade por onde passemos e com quem convivamos.

Através da reencarnação - lei da vida - nós, espíritos renitentes no mal, vamos amadurecendo e vivenciando experiências as mais diversas que vão, lentamente mas progressivamente, nos despertando a consciência e preparando para que entendamos a nossa responsabilidade nos fatos que geramos em nosso passado e ainda em nosso presente.

A partir do momento em que nossa consciência se encontre desperta dentro de nós, iremos então iniciar uma série de encarnações reparadoras e restauradoras, de forma a equilibrarmos a balança do "bem versus mal" que pende para cada um de nós e, com o tempo e o esforço sincero no bem e no amor, trazer para nossas vidas maior equilíbrio e bondade para com todos.

Durante este processo estamos ainda passíveis de erros, mas também no caminho do acerto que, através dos milênios e das inúmeras reencarnações, invariavelmente virá.

Por este motivo vemos na Terra pessoas que são dedicadas ao mal e a prejudicar os outros, e as quais parece não acontecer nada nem terem nenhuma represália quanto a seus atos.

Acaso observarmos com mais cuidado e continuidade perceberemos que os atos de maldade efetuados por estas pessoas, invariavelmente já trarão suas consequências durante esta encarnação - em solidão, isolamento, remorso, sofrimento psicológico, culpa, desilusões, depressões e suas consequências.

Mas mesmo assim é interessante perceber que acaso a vida tentasse equilibrar a balança destes indivíduos este procedimento traria mais mal que bem; pois ainda com suas consciências inativas, os processos de resgate e de redenção gerariam dentro deles ainda mais ódio,maldade e revolta, perdendo seus objetivos santos de melhoria íntima.

Por isso a vida apenas nos "cobra contas" quando estamos preparados e prontos para reconhecermos nossas limitações e erros; até este momento nós, espíritos na maldade, vamos acumulando erros e consequencias que, muitas vezes, nos são cobradas por nós mesmos ou por nossos companheiros de caminhada, sem interferência divina. Mas a hora do resgate cármico invariavelmente chega.

Esta liberdade para tomarmos o caminho que escolhemos - "bom" ou "mal" - é exatamente um dos maiores presentes e responsabilidades que Deus colocou em nossas mãos: o "livre arbítrio".

Deus, em sua magnificência, nos criou simples e ignorantes para que possamos acumular experiências diversas e evoluir e amadurecer enquanto espíritos; Mas não nos obriga a tomar este ou aquele caminho, nem esta ou aquela decisão; deixa livre a nossa escolha para que possamos ir pelo caminho que julgarmos mais acertado para nós - mesmo que esteja claramente equivocado.

Assim procedendo ele nos entrega as rédeas do nosso destino e não podemos culpar "A" ou "B" pela nossa desdita ou pela nossa felicidade, a não ser nós mesmos.

Respeitando nossas escolhas Deus prova que nos respeita como indivíduos, como seus filhos e nos dá a autonomia para decidirmos o que fazer de nossas vidas.

Entretanto, obedecendo a lei de causa e efeito, as nossas ações terão repercussões que poderão ser benéficas ou maléficas, agradáveis ou desagradáveis, de tranquilidade ou sofrimento, e colheremos sempre de acordo com o que tivermos plantado.

Assim sendo, meu irmão, Deus nos cria e nos coloca em caminho de amadurecimento, não necessitando monitorar ou pajear nossos passos, pois sabe que suas leis universais e imutáveis inexoravelmente vão nos guiando e levando ao destino final que é a plenitude.

Se vamos demorar 100 ou 1.000.000 de anos (simbolicamente) depende unicamente de nós.

Desculpe ter me alongado na resposta, mas acredito que fui conciso em minhas colocações.

Espero ter sido de alguma ajuda e caso necessite não deixe de entrar em contato.

paz e bem contigo.



Busca por um companheiro "ideal" - Perguntas dos Amigos

Olá, tenho dúvidas que não encontro respostas na literatura espírita e talvez você possa me ajudar.A muito tempo procuro por um companheiro, tenho vontade de casar e formar uma família. Já apareceram pessoas legais, que eu quero bem, mas não fizeram meu coração bater mais forte. Sinto mal por reclamar de estar sozinha. Devo ficar com um deles mesmo sem corresponder aos seus sentimentos? Já tentei mas não ficava feliz ao lado deles. Já não sou nova e tenho medo. Será que não combinei relacionamentos neste sentido nos planos superiores? O que faço? Sinto falta de alguém e quero muito ser mãe.

Prezada __________, bom dia.

A grande maioria de nós desconhece as definições que realizamos quando da programação de nossa atual encarnação; e por isso mesmo muitos de nós estamos sujeitos a grandes desvios e alterações nos mesmos.

O esquecimento de nosso passado bem como de nossa programação serve como prova para que possamos "testar" e comprovar o nosso comprometimento e transformações íntimas com a vida e conosco mesmo, a partir do que tragamos instintivamente dentro de nós, sentimentos e desejos, que servirão para nos guiar nesta encarnação.

Assim sendo iremos agir sempre de acordo com o que tivermos de mais verdadeiro dentro de nós e passar ou não pela "prova" do esquecimento.

Estes sentimentos que trazemos subconscientemente dentro de nós vão gerir as nossas tendencias, desejos, anseios e o modo como agimos diante das experiências da vida.

Talvez esta "exigência" quanto a um companheiro "ideal" esteja ligada a estes sentimentos implícitos, porém não podemos descartar fatores como experiências anteriores, influencias do meio e das pessoas com quem tenha convivido, aspectos psicológicos, entre outros.

É possível, embora talvez não provável, que tenha realizado escolhas de abster-se de uma vida conjugal nesta encarnação; entretanto, acredito, que caso esta escolha tivesse sido efetivada não haveria em sua vida um tão grande desejo por um cônjuge ou pela maternidade - que em geral pede um relacionamento sério.

Como também é possível que este seja um fator provacional, onde recebemos hoje os efeitos de escolhas passadas e, assim sendo, a vida nos dá o de que tivermos necessidade e sintonia espiritual para receber. 

A este exemplo temos um texto muito interessante do espírito Clélia Duplantier, em obras póstumas, que traz um entendimento muito amplo sobre as provas sociais, coletivas e individuais e que, bem compreendido, poderá ser uma POSSÌVEL luz nesta "busca incessante" sem sucesso que você tem vivido. Reproduzo abaixo parte deste texto que pode ser de alguma utilidade:

"Ocorre o mesmo hoje para as leis que o estudo do Espiritismo

vos faz conhecer; podeis aplicar, sem medo de errar, as leis
que regem a família, a nação, as raças, o conjunto de
habitantes dos mundos, que são individualidades coletivas. As
faltas dos indivíduos, as da família, as da nação, e cada uma,
qualquer que seja o seu caráter, se expiam em virtude da
mesma lei. O carrasco expia para com a sua vítima, seja
achando-se em sua presença no espaço, seja vivendo em
contato com ela numa ou várias existências sucessivas, até à
reparação de todo o mal cometido, Ocorre o mesmo quando
se trata de crimes cometidos solidariamente, por um certo
número; as expiações são solidárias, o que não aniquila a
expiação simultânea das faltas individuais.
Em todo homem há três caracteres: o do indivíduo, do ser em
si mesmo: o de membro de família, e, enfim, o de cidadão;
sob cada uma dessas três faces pode ser criminoso ou
virtuoso, quer dizer, pode ser virtuoso como pai de família, ao
mesmo tempo que criminoso como cidadão, e reciprocamente;
daí as situações especiais que lhe são dadas em suas
existências sucessivas.
Salvo exceção, pode-se admitir como regra geral que todos
aqueles que têm uma tarefa comum reunidos numa existência,
já viveram juntos para trabalharem pelo mesmo resultado, e
se acharão reunidos ainda no futuro, até que tenham
alcançado o objetivo, quer dizer, expiado o passado, ou
cumprido a missão aceita.
Graças ao Espiritismo, compreendeis agora a justiça das
provas que não resultam de atos da vida presente, porque já
vos foi dito que é a quitação de dívidas do passado; por que
não ocorreria o mesmo com as provas coletivas? Dissestes
que as infelicidades gerais atingem o inocente como o culpado;
mas sabeis que o inocente de hoje pode ter sido o culpado de
ontem? Que tenha sido atingido individualmente ou
coletivamente, é que o mereceu. E, depois, como dissemos,
há faltas do indivíduo e do cidadão; a expiação de umas não
livra da expiação das outras, porque é necessário que toda
dívida seja paga até o último centavo. As virtudes da vida
privada não são as da vida pública; um, que é excelente
cidadão, pode ser muito mau pai de família, e outro, que é
bom pai de família, probo e honesto em seus negócios, pode
ser um mau cidadão, ter soprado o fogo da discórdia,
oprimido o fraco, manchado as mãos em crimes de lesasociedade.
São essas faltas coletivas que são expiadas
coletivamente pelos indivíduos que para elas concorreram, os
quais se reencontram para sofrerem juntos a pena de talião,
ou ter a ocasião de repararem o mal que fizeram, provando o
seu devotamento à coisa pública, socorrendo e assistindo
aqueles que outrora maltrataram. O que é incompreensível,
inconciliável com a justiça de Deus, sem a preexistência da
alma, se torna claro e lógico pelo conhecimento dessa lei."

Perceba, minha irmã, que não estou afirmando ou desejando expressar a verdade, nem representar o espiritismo; apenas aprecio suas colocações de acordo com estudos realizados e minha opinião pessoal.

Você pergunta ainda "o que faço?" e a este questionamento devo afirmar que não posso te orientar ou indicar caminho a seguir; é uma decisão pessoal, e como tal deve ser tratada.

Entretanto, posso afirmar que na grande maioria das vezes quando nos vemos em "encruzilhadas" podemos fazer uma análise imparcial e racional de nossa vida e posicionamentos, observando os erros e acertos, as limitações e qualidades; e assim decidirmos o que serja melhor para nós dentro daquele âmbito em que nos encontramos naquele espaço de tempo.

Tenha somente a certeza que a decisão que tomar esteja em conformidade com as leis de Deus e os ensinamentos do Cristo.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.




56 anos GEOC - convidado: Pai Israel 04/11

Queridos irmãos e amigos, 

Continuando o mês de celebração dos 56 anos do GEOC contamos com a alegre e agradável presença de 
Pai Israel do Terreiro dos Palmares.

Apresentando uma esclarecedora e instrutiva palestra sobre o Candomblé, suas origens, crenças, entidades e etc. Também nos apresentou um excelente vídeo sobre intolerância, liberdade de culto e expressão religiosa.

Em momentos de muita alegria e interação fraterna, foi facultado a audiência que fizesse perguntas, as quais foram prontamente e plenamente esclarecidas por Pai Israel, demonstrando o conhecimento e a segurança que a vivência religiosa dá aos que seguem e trabalham por suas crenças com fé e seriedade.

Agradecemos imensamente ao amigo Pai Israel do Terreiro dos Palmares e fica o convite para próximos encontros de aprendizado mútuo e troca de informações.

Seguem abaixo o vídeo e algumas fotos do evento.

Paz com todos.
-----------------------------


(A pouca qualidade do vídeo é por conta do tamanho do arquivo, de forma a facilitar o acesso a conexões mais lentas)

-----------------------------





















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...