Aborto Espotâneo: desejo de saber quem era o espírito - Perguntas dos Amigos

Olá! Sou espírita e tenho consciência dos fatores que causam o aborto espontâneo. Perdi meu bebe com 20 semanas e tive uma gestação muito difícil. Tive que lutar até o final com muita dor e sofrimento entre casa e hospital. Hoje sinto necessidade de saber quem era de fato esse espírito.Pensei em procurar ajuda com cartomancia, numerologia, médiuns que possam me dar alguma resposta. O que devo fazer? Obrigada



Prezada _________, bom dia.

De acordo com suas próprias palavras "tem consciência dos fatores que causam o aborto espontâneo", então também deve ter conhecimento e compreensão que tais fatores estão ligados ao nosso processo de amadurecimento espiritual, bem como ao de todos os envolvidos.

Acredito, dentro de meu entender, que a identificação "nominal" do espírito ao qual estivemos ligados durante a gestação que foi interrompida não tem um objetivo prático ou de relevância. Pois, como nos é esclarecido pela espiritualidade maior, mais importantes são os atos, fatos e motivos que a identificação dos espíritos.

Em algumas vezes não teremos ligação do passado com ele, apenas serviremos de instrumento para sua libertação e ele de instrumento para nossa redenção; outras vezes teremos ligações que poderão ativar em nós lembranças menos felizes e prejudiciais, caso busquemos ativar esta parte de nossa memória.

perceba, minha irmã, que a Misericórdia Divina quis que nós não mantivéssemos a lembrança de nosso passado, para não traumatizarmos o presente e não prejudicarmos o futuro.

Assim sendo, acredito, que o melhor caminho para você seja o da oração em intenção deste espírito e do envio de fluidos carinhosos e salutares para o mesmo, que não deixa de ter ligação com você e que, quem sabe, em um futuro próximo ou distante poderá retornar para concluir o que foi interrompido agora pela necessidade de resgate e libertação.

Buscas como esta que está desejando muitas vezes abrem as portas para a mistificação, o engano e até a obsessão.

Respeitemos as leis divinas e busquemos agir de acordo com os ensinamentos de Jesus  que nos orienta existir "a cada dia o seu mal" e que não devemos nos preocupar além destes momentos, sob o risco de cairmos em erro ou tentação.

Ame-o, minha irmã, e ore constantemente por ele. Mas não busque seguir contra o fluxo da vontade do criador pois isto nunca é saudável para nós que tentamos.

Espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...