Dúvidas no evangelho: João, Elias ou Kardec - Perguntas dos Amigos

Sou espirita convicto pois me custou anos de estudos das obras de kardek, mas algums textos da biblia me confundem um pouco ai é que eu gostaria que o snr.participasse me ajudando a entender;  ai vai um.
 Quando Jesus se referiu que  Joao Batista era a reencarnação de Elias. A frase é um tanto estranha pois ele disse Elias Vira e restaurará todas as coisas, mas Elias ja veio e os apostolos sabiam que se tratava de Joao Batista. Da a entender que se tratava tambem de Alan Kardek pois ele que restaurou o Cristianismo. 


Prezado amigo, 

Muitas vezes para compreender as passagens evangélicas devemos observar a luz da lógica e da compreensão contextualizada à época de Jesus; tentando compreender suas afirmações a luz da vida social, política e religiosa da época, bem como ao processo histórico do povo hebreu.

Esta passagem que você cita é, ao meu entender, um destes momentos.

Ao se referir a Elias neste contexto Jesus acendia na memória dos apóstolos - muito provavelmente - as seguintes passagens:
" Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim;" Malaquias 3:1
"Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR;  Malaquias 4:5
Onde é relatado o retorno do profeta Elias quando ao povo Judeu estivesse preparado para uma próxima etapa nos planos de fundação do Cristianismo ainda em gestação.

O retorno de Elias em corpo e nome de João Batista, para mim, é inegável; pois disto atesta o próprio Jesus, na passagem citada por você.

A Expressão "restaurará" neste contexto se refere aos ensinamentos morais que Moisés havia deixado para os hebreus há cerca de 2000 anos atrás; os quais haviam sido "esquecidos" pelos líderes religiosos da época (fariseus, saduceus e levitas) e transformados em simples processos/práticas de aspectos externos, sem a modificação moral necessária a transformação do homem.

Assim, João/Elias pregando o "arrependimento" pois havia chegado a hora do senhor, trazia novamente o aspecto de introspecção, meditação e auto-análise necessários a transformação e redenção dos hebreus, de acordo com as idéias e concepções da época.

Por este motivo João/Elias veio restaurar o que havia sido perdido.

Jesus, àquela época, com as limitações intelecto-morais dos seus contemporâneos, não poderia pretender falar-lhes de um futuro hipotético, pois muitos deles não compreendiam nem o conceito de um reino "espiritual"... e tinha, também, que utilizar conceitos já conhecidos e familiares dos hebreus - as profecias e os profetas - para que eles tivessem um mínimo de compreensão sobre sua mensagem inovadora.

Consequente a própria lógica orienta que Ele não pretendia referir-se a Kardec em um futuro distante, pois isto nada acrescentaria a sua mensagem de implementação do cristianismo; ao contrário, certamente atrapalharia.

Kardec, codificando o espiritismo, certamente veio trazer o "consolador prometido", restaurando o cristianismo primitivo, mas em época e contexto diversos do que Jesus se referia no trecho citado. Sem que houvesse nenhuma relação entre estas época e situações no aspecto em questão.

Espero que tenha sido claro e satisfatório em minhas colocações.

Paz contigo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...