Acidente, Bebês no mundo espiritual e Mediunidade - Perguntas dos Amigos


  meu cunhado faleceu agora sabado dia __/__/__ acidente de carro na av _______, colisao de caminhao _____, com seu carro ________ onde estavam no carro, seus dois filhos, ____ e _____ e seu ajudante de obras, o carro ficou totalmente destruido, mas somente ele se foi com ______ anos de idade, por favor me ajudem com alguma informaçao, todos estamos arrasados,peçoa DEUS, que nos , possam ajudar com alguma mensagem, seus filhos estao totalmente tristes, pelo amor de DEUS , nos ajudem, precisamos de alguma explicaçao, que DEUS ABENÇOE A TODOS

Prezado ________, bom dia.

Nossa casa espírita não efetua o serviço de cartas familiares; entretanto perceba, meu irmão, que muitas vezes os acontecimentos da vida - os quais aos olhos do mundo são apenas de tragédia e dor - tem significados muito maiores e mais sublimes do que imaginamos ou pensamos conhecer.

Em casos assim muitas vezes podemos observar a ação da lei de causa e efeito - a qual nos ensina que acontece em nossas vidas exatamente o que necessita acontecer.

Perceba que se de todos os envolvidos em um acidente que, segundo suas palavras, "o carro ficou totalmente destruído" apenas seu cunhado chegou a falecer, percebemos que nenhum dos outros envolvidos tinha a necessidade de desencarnar nesta ocasião; o que representa um fator de compromisso espiritual apenas dele.

É sabido que nada acontece sem a permissão de Deus; e que algumas vezes a programação espiritual de cada um de nós permite que aconteçam situações onde se cumpre a misericórdia divina nos arrebatando desta vida - mesmo que em situações de dor e sofrimento.

Muitas vezes olhamos apenas com os olhos do hoje as situações que nos envolvem; e normalmente este olhar é egoísta e não deseja sentir a dor e o sofrimento da separação do ser amado.

Mas acaso pudéssemos observar pelos olhos do amanhã, os olhos do espírito imortal, poderíamos ficar alegres pois eventos deste tipo representam a libertação do espírito para seguir em seu caminho de evangelização para Deus.

É a liberdade do prisioneiro que, após cumprida sua pena, é libertado para voltar para casa. 

E Independentemente do tipo, local ou situação em que o desencarne ocorra; bem como da situação espiritual, psicológica ou social em que se encontre o desencarnante - que podem gerar necessidades pós desencarne que terão que ser observadas de acordo com cada caso individualmente - o desencarne representa sempre a oportunidade do espírito de voltar a pátria espiritual e reencontrar seus queridos desencarnados e amigos de outras existências.

Perceba então que enquanto choramos aqui, lá existe alegria e reencontro - guardadas as situações individuais citadas anteriormente.

POr isso, querido irmão, embora não deseje mudar os sentimentos de sua família, até porque são naturais e normais da tristeza do desencarne d eum ente querido; peço que não permita que este sofrimento se transforme em desespero ou depressão.

Busque orientar os irmãos a orarem em conjunto pelo desencarnado e a lembrarem dele com amor e carinho, não com dor e tristeza, pois os fluidos que enviarem a ele, ele certamente estará sentindo.

e a qualidade destes fluidos influenciará enormemente na situação em que ele se encontre no mundo espiritual se de dor e desespero ou se de amor e carinho.

Tenhamos sempre fé em Deus e em seus desígnios que permite que aconteça sempre o melhor para nós; embora muitas vezes não seja o que desejamos. Mas nem sempre o melhor para nós é o que desejamos.

Espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.



Eu gostaria de saber o k acontece com um bebê quando morre dentro do ventre da mãe? e onde eles ficam durante a gestação e depois que eles morrem. Acabei de perder meus meninos gêmeos com ____ semanas e esta sendo mto dificil para nós obrigado.

Prezada ___________, bom dia.

Em "o livro dos espíritos" questões 355 e 356 iremos encontrar que na maioria das vezes este tipo de gravidez que não vinga acontece para que os familiares dos  bebês possam vivenciar a experiencia da perda.

Esta experiencia, na maioria das vezes, se faz necessária porque muitos de nós, em nosso passado, ignoramos o valor da vida e praticamos diversos atos criminosos de interrupção da vida em nossos ventres ou de nossos companheiros. Assim a vida - que tentou nos ensinar pelo amor e não escutamos - se utiliza da ferramenta "dor" para nos ensinar a lição valorosa do amor a vida; e em nosso atual estágio evolutivo a dor é uma professora bastante eficaz e, infelizmente, a única que nós escutamos e compreendemos, em nossa ignorância espiritual.

Entretanto, uma vez que a vida nada faz de inútil e sem sentido, esta gravidez que não vinga também serve de oportunidade para espíritos em necessidades diversas, tais como: completar seu tempo ligados a carne, deixar na carne pendencias perispirituais ou reativar seu desenvolvimento através de choque anímico, entre outros.

Então, querida irmã, de acordo com os ensinamentos dos amigos espirituais podemos afirmar que os espíritos reencarnante estão ligados ao corpo deste o momento da concepção (LE 344) e que, a depender da evangelização de cada um, estará unido ao feto, no ventre da mãe, ou gozando de uma parcial liberdade até o momento do nascimento.

De qualquer forma é regra, na maioria das vezes, que o espírito esteja diretamente ligado ao feto, no ventre da mãe, e que com esta esteja em contato e interação fluídica ininterrupta; enviando e absorvendo as energias necessárias ao programa a ser efetuado. Vale a pena a leitura do capítulo "o reencarne de segismundo" no livro "missionários da Luz" do espírito André Luiz para compreendermos melhor o processo de ligação espiritual, o qual é espetacularmente detalhado no referido livro.

Após o desligamento do feto muitos espíritos - também a depender de sua evangelização - serão recolhidos e levados a casas de repouso onde recuperarão, no tempo devido, a sua memória espiritual e forma anteriores a de ser ligado ao feto. Após sua total recuperação estarão aptos a serem guiados pelos amigos espirituais a programar uma nova encarnação - estando novamente equilibrados e harmonizados.

Muitas vezes estes espíritos são levados a mesma família que os acolheu anteriormente e reencarnam como novos filhos daqueles pais que sofreram a dor da perda, para que juntos possam viver plenamente a alegria da vida.

Então, querida irmã, não se entregue a dor e ao desespero; ore a Jesus por forças e sabedoria para vivenciar este processo libertador de ambos os lados da vida.

Agradeça a oportunidade de crescer e evangelizar-se; e continue vivendo sua vida normalmente, sem culpas, cobranças ou remorsos, para que em um futuro próximo possa receber de Deus a nova oportunidade da maternidade plena e harmoniosa.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.



  Minha mediunidade aflorou de uma forma explosiva e desde então minha vida esta desorganida acridito que estou sofrendo fortes influencia do espíritos obsessores não consigo trabalhar e nem conviver muito com as pessoas estou tomando medicação para depressão e não sei aonde isso vai parar, estou sob acompanhamento espiritual tambem me ajudem com alguma resposta


Prezada _________, bom dia.

A sensibilidade mediúnica é uma de nossas faculdades naturais, embora não comuns a todos os que estamos encarnados.

Normalmente ela "aparece" ou "aflora", como alguns dizem, em uma época determinada de nossas vidas - programada desde antes na espiritualidade - e com o intuito de nos oferecer a escolha do aprimoramento moral e do trabalho mediúnico como caminho de evangelização de nós mesmos.

Em muitos casos, entretanto, ela pode ser ativada pela existência de um processo obsessivo de longa duração, onde a sintonia entre os espíritos sofredores e o do encarnado se fazem maiores a cada dia; devido a familiaridade entre os sentimentos, pensamentos e desejos que alimentem e ambos os lados da existência.

Outros casos - o qual não acredito que seja o seu - pode ser ativada pelo enfraquecimento do corpo físico por conta de alguma enfermidade, o que leva os laços que prendem o espírito a cederem e o espírito adquire uma sensibilidade temporária ao mundo espiritual.

Perceba, minha irmã, que a despeito de qualquer que seja - entre estes ou outros - o motivo de sua mediunidade estar ativa e desarmonizada, o melhor caminho para o equilíbrio da mesma está na evangelização de si mesma e na prática da oração e do evangelho como medida de solução do problema.

Os espíritos em sofrimento apenas podem sintonizar conosco quando abrimos o caminho para eles através de nosso estado espiritual e psicológico, que quanto mais desarmonizado mais oferece condições de sintonia com o sofrimento e o mal.

Quando alimentamos comportamentos, hábitos, pensamentos, sentimentos e desejos de baixa ordem vibratória ou quando estamos entregues a sentimentos depressivos, paralisantes e negativos.

Em muitos destes casos os espiritos que sintonizam com estas energias terão a oportunidade de vincular-se a nós através da sintonia ou da obsessão, e neste processo tentar nos prejudicar das mais diversas formas.

Allan Kardec afirma em "o livro dos médiuns" que "para afastar os maus espíritos é bastante que se chame os bons para perto de si".

Esta afirmação de Kardec equivale a nos informar que devemos alterar o nosso padrão vibratório interno - através da reforma íntima - e assim modificar nossos hábitos, pensamentos e sentimentos, voltando a harmonia que nos sintoniza com os espíritos mais evangelizados.

A medida que formos nos melhorando intimamente, os espíritos amigos terão espaço para agir em nós e conosco, e afastarão gradativamente os que nos prejudicam.

Para tanto é necessário fazer da oração sincera um hábito constante, participar de grupos de estudo do evangelho, buscar se envolver em grupos de assistencia social, evitar locais e comportamentos de baixa vibração, abster-se muitas vezes do álcool, bebidas, fumo ou drogas, passar a frequentar uma casa de oração guiada por Jesus, etc.

Em muitos casos o tratamento espiritual efetuado nas casas espíritas é de grande assistência; mas, mesmo este tratamento, nada pode quando em nosso íntimo não temos a vontade sincera de nos libertarmos e modificarmos nosso interior.

A casa espírita pode apenas fazer 10% do trabalho. Os outros 90% são de nossa responsabilidade; e a espiritualidade - por mais que nos ame - não vai fazer o que depende exclusivamente de nós mesmos.

Assim, querida irmã, acredito que deva buscar em Jesus forças para buscar seu equilíbrio e harmonia através da transformação íntima, de forma a equilibrar suas energias e não se tornar objeto de jogo dos espíritos sofredores.

Compareça a uma casa de oração de sua preferência - espírita ou não - o importante é que seja guiada por Jesus. e entregue seu coração e mãos ao trabalho redentor e libertador em nome do Cristo.

Espero ter sido de alguma ajuda.




Olá João, Muito Obrigado pela resposta,tentei te mandar um e-mail de resposta mas no outlook não estava aparecendo a tecla para enviar mensagem,  já faz um tempo que estou a tentar realizar essa atividade, sou batizado na igreja evangélica(faz um tempo também), e quando deixei de ir aos cultos por discordar o fato da reencarnação,e que de fato existem espíritos entre nós(vejo vultos pequenos passando rapidamente por mim, as vezes vejo luzes, sinto dores e pressão na cabeça,mal humor constante tento disfarçar mas sei que isso não é legal, zumbido nos dois ouvidos(fiz tetes médico, ouço claramente, não tenho labirintite, e não há nada de errado com o meu cérebro) , sinto que as pessoas se sentem desconfortáveis quando fico por perto, as vezes me sinto vigiado e as vezes parece que fico vigiando, meu mundo parece estar num frenesi constante, depressão ,sinto uma dor no peito q não sei de onde vem, sentia que meu lugar era no manicômio), resolvi consultar alguns médiuns que me disseram que no meu caso é o Carmático onde deveria  fazer REIKI OU DOAÇÃO e PASSE DE ENERGIA e não tem jeito de escapar pois antes de vir para cá assumi tal compromisso para resgatar carmas, e já que está acontecendo tudo isso é melhor aprofundar né, li o LIVRO dos MÉDIUNS onde se relata que de fato não é brincadeira e que o fato é sério E DEVE SER ENCARADO COMO TAL, fiz um curso de clarividência mas parece-me que só isso não basta, aleatoriamente vou tentar fazer um curso de projeção astral visando o auto conhecimento( acho que meu espírito ainda é muito primitivo e gostaria de sair do nível do chakra básico e alcançar pelo menos o terceiro olho, que já é muito difícil em uma vida, busco alcança-lo pois nesta vida estou consciente sobre o assunto da espiritualidade e aproveitar a oportunidade) o coronário é muito difícil de se alcançar em uma vida, não busco uma fuga para meu alívio e sim aprender como resolver estes problemas e "quando e somente quando" for solicitado para uma psicografia ou um conselho saber passar isso de forma sábia, desculpe o desabafo é que algumas pessoas não entendem o que sinto, ou falam que é coisa da minha cabeça, MUITO OBRIGADO JOÃO , UM ABRÇ , FIQUE COM DEUS E COM JESUS, OBRIGADO 


Prezado ___________, bom dia.

Bom saber que pude ser de alguma ajuda a você; entretanto fiquei um pouco preocupado com o conteúdo de sua resposta.

Não preocupado com as sensações e sintomas relatados por você - pois são alguns dos acontecimentos naturais em quem tem alguma sensibilidade medianímia mais ativa. Estes sintomas tenderão a desaparecer ou serem equilibrados a medida que você também como indivíduo for se equilibrando e harmonizando intimamente.

O que me preocupa é que você fez um "mix" de ideologias e tendencias espiritualistas que - neste caso - irão conflitar entre si em diversos ensinamentos e que poderão te trazer conflitos internos de forma a não serem de benefício para você nesta busca pela harmonia interior.

Perceba que de modo algum estou dizendo que uma ou outra está certa ou errada... apenas afirmo que - dentro de minha experiencia pessoal - ao adotarmos múltiplos caminhos para buscar a evangelização, terminamos por não percorrer nenhum.

Observe que você aborda temas como: reiki (cultura japonesa), passe (espírita ou espiritualista), livro dos médiuns (espírita), clarividencia (espiritualista), projeção astral (espiritualista ou esotérico), terceiro olho (esotérico ou hindu), psicografia (espírita)... e tantos outros que você não relatou mas que certamente convive com eles em seu dia a dia.

Acredito, meu irmão, que o melhor a fazer neste momento é escolher um caminho com o qual você se sintonize mais e trilhá-lo integralmente, dedicando-se a ele e buscando nele suas respostas e orientações.

Agindo assim não correrá o risco de receber orientações e esclarecimentos conflitantes entre si.

De minha escolha pessoal - sem querer influenciar a sua - escolhi o espiritismo pois é o que mais me esclarece, orienta e auxilia a compreender o mundo espiritual. 

Entretanto muitas vezes digo que sou espírita "por acaso"... pois poderia ser qualquer coisa que me atendesse e que me mostrasse o caminho do Cristo; pois este é o verdadeiro caminho.

Dentro do espiritismo aprendi que o melhor caminho para a harmonização íntima e a plenitude espiritual, para a segurança mediúnica e o equilíbrio espiritual são os ensinamentos do Cristo, estudados e vividos na prática, e em segundo os estudos de Kardec e dos espíritos evangelizados.

Por isso, meu irmão, te afirmo que seja qual for o  caminho que escolher não deixe de observar o Cristo como guia e modelo.

espero ter sido de alguma ajuda.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...