Mensagens dos amigos espirituais ...


A faixa vibracional em que nos encontramos em nosso orbe vai do denso ao etéreo, do sólido ao fluido, e nesta variação traz o exemplo do estado em que podemos figurar os nossos corações.

Podemos ser duros e indiferentes para com a dor do outro; passar por ela como se não existisse e ainda provocá-la sem que sintamos remorso ou dor na consciência.

A estes os caminhos do amanhã serão mais longos e provavelmente estarão em um futuro próximo em outro orbe de igual teor ao que habitamos hoje.

Podemos ser fluidos e sensíveis a dor do próximo, transformando a sua penúria em nossa própria tristeza; velando pelo seu bem estar e levando a ele o alívio que necessita.

A estes o caminho do amanhã já chegou e são os escolhidos de Deus para o mundo do futuro, para povoar o Seu Reino na Terra.

Podemos ainda observar a dor do próximo com maior ou menor dureza, entretanto sem sermos inamovíveis e termos oscilações entre o fluido e o sólido, o amor e a rudeza, a dor e o amor, em nossos corações.

Para nós, que estagiamos neste feixe de espíritos, o caminho do amanhã se abre a medida que abrimos nós também as nossas percepções e que mudamos os nossos conceitos sobre o amor, caridade, fraternidade e Deus.

A cada dia ou passo que fluímos em sua direção através de nossas escolhas e atos, vamos nos sintonizando com o mundo futuro e construindo dentro de nós o caminho que leva ao Reino de Deus na Terra.

Entretanto, se decidirmos tomar o caminho oposto e nos afastarmos do amor, abraçando o orgulho, o egoismo, a ambição e o sofrimento, então nossa caminhada será longa e penosa, repleta da colheita dos espinhos que plantamos durante nossos passos e que hoje e amanhã cobrarão o seu preço em nossas vidas.

Meus irmãos, estudemos e observemos o Evangelho de Jesus e tomemos as decisões mais acertadas para que, quando da separação à direita ou à esquerda, sejamos nós do grupo que poderá continuar trabalhando em nome do Senhor e fruir de seu amor e de sua compreensão e apoio.

Tenhamos o amor como ferramenta de libertação e o bem como objetivo e, apenas assim, estaremos plantando o necessário à boa colheita em nosso coração.

(Mensagem recebida psicograficamente)

Transtorno Bipolar e TOC - Perguntas dos Amigos

Boa tarde. 
Gostaria de saber quais as possíveis razões do ponto de vista do Espiritismo,do mesmo ser portador principalmente do Transtorno Bipolar e do inquietante TOC. 
Desde já, Muito Obrigada.



Prezada irmã, bom dia.

Antes de continuar desejo apenas lembrar que o que escreverei aqui representa a minha opinião particular, embasada em leituras espíritas, porém sem a intenção de representar a posição do espiritismo muito menos da psicologia, ok?

Embora estas patologias citadas sejam já reconhecidas como distúrbios psicológicos e tratáveis clinicamente, podendo ser identificados, acompanhados e tratados por profissionais da área psicológica/psiquiátrica, ainda se discute muito sobre a origem físiológica (biológica, química, física ou genética) dos mesmos e existe, por isso, algumas discussões e idéias divergentes sobre o assunto. ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Transtorno_bipolar   -     http://pt.wikipedia.org/wiki/Transtorno_obsessivo-compulsivo  )

A Doutrina Espírita nos esclarece que toda e qualquer limitação ou alteração física ou mental se deve a processos de provas ou expiações que competem ao espírito portador das mesmas. E neste caso, sejam solicitadas ou impostas, as limitações representam para aquele espírito o melhor que possa estar em sua programação evolutiva, naquele momento de sua existência.

As disfunções que você relata são notoriamente mentais e, por consequência, originárias das necessidades de reajuste espirituais do reencarnante; de problemas que traga em sua psique, no subconsciente, e que ainda não encontraram ajustes ou não foram devidamente reparados em suas provas e expiações, deixando marcas profundas que se apresentam exteriormente como distúrbios de ordem mental.

Estas desordens podem ter como origem atos efetuados pelo próprio espírito em suas existências passadas, que geraram sentimentos de culpa e remorso, os quais não foram devidamente aliviados e trabalhados em suas reencarnações posteriores; também podem ser gerados por situações traumáticas vividas por aquele espírito (físicos ou psicológicos) e que deixaram sequelas que ainda não foram devidamente superadas ou tratadas.

Alguns afirmam também que pode representar alguma tendência do próprio espírito o qual vem alimentando desde há muitas reencarnações e que ficam gravadas como características subconscientes, que afloram por determinados motivos ou gatilhos, na vida carnal.

Observando os dois aspectos levantados por você podemos SUPOR o seguinte:

O Transtorno bipolar - caracterizado por variações entre os extremos de humor e comportamentos extremados tendendo desde depressivo a maníaco - evidencia um desequilíbrio no espírito encarnado o qual PODE apresentar momentos onde o subconsciente aflora e deixa externar as variações entre os sentimentos/comportamentos de uma encarnação anterior (personalidade anterior) e a de hoje - trazendo assim as manias, desejos, culpas, etc, sem que haja a perda da caracterização da personalidade do hoje (não confundir com múltiplas personalidades, quando existe a perda da personalidade atual). 

Não se pode identificar sem um estudo muito profundo o gatilho que ative a alteração entre as modificações de humor, entretanto percebe-se que existem períodos de maior atividade em um polo e outros no outro, sem que haja divisões equilibradas de tempo e humores entre os polos. Um destes gatilhos - a exemplo de outros distúrbios mentais - pode ser identificar a presença de um espírito perseguidor de nosso passado ao nosso lado em determinados momentos e neste caso, subconscientemente, a energia deste espírito agindo sobre nós ative as memórias perispirituais e traga de volta muito do que vivemos antes, gerando os momentos de depressão e/ou euforia.

Levando-se em consideração que seja uma "brecha" em nossa psique e que permita o afloramento de nossos sentimentos e culpas do passado, representa um problema do espírito encarnado que pode ser auxiliado e tratado - paralelamente a medicina clínica - com tratamentos espirituais, pois a busca pela harmonia e equilíbrio íntimos irá, de acordo com a capacidade, esforço e merecimento de cada um, aliviando as alterações e trazendo o equilíbrio ao indivíduo que, espiritualmente, estará tratando hoje dos erros passados de seu próprio espírito.

Algumas pessoas afirmam que estas alterações de humor sejam de origem obsessiva espiritual - frutos da influencia de espíritos obsessores e talvez de uma possível sensibilidade mediúnica. O que, em alguns casos, pode estar correto pois que é possível que esta influencia exerça um demasiado controle sobre um possível médium que não tenha conhecimento ou controle sobre sua mediunidade, e que esta influencia obsessiva venha a gerar momentos de extrema depressão ou de extrema vitalidade através de algum tipo de subjugação (sintonia profunda entre encarnado e desencarnado - veja "o livro dos Médiuns capítulo 23). Entretanto não podemos afirmar que todos os casos de transtorno bipolar sejam simplesmente por mediunidade.

Novamente o tratamento espiritual concomitante ao clínico será de grande valia para o ajuste dos espíritos envolvidos e a harmonização dos mesmos.

Em minha opinião pessoa um fator possível - e provável - é que grande parte dos casos sejam mistos entre os fatores apresentados acima pois que sabemos que mesmo as pessoas não médiuns são passíveis de sentir a influencia dos espíritos e seus efeitos sobre nós (LE 459).

TOC - de uma forma geral caracterizado por comportamentos estranhos e repetitivos, que não sejam normais ou comuns -  evidencia normalmente uma necessidade do espírito de "solucionar" uma pendencia ou "resolver" uma questão que o incomode profundamente; apenas que, pelo fato gerador da necessidade estar em seu subconsciente, o mesmo muitas vezes não tem explicação nesta encarnação.

Digo muitas pois algumas existem que são de origem traumática neste encarnação e que deram origem a transtornos e síndromes diversas na psique do indivíduo; entretanto, em sua grande maioria, o TOC não apresenta fatos geradores nesta encarnação, caracterizando-se como um distúrbio espiritual de origem anterior a esta vida.

diversos são os fatores que podem originar o TOC; mas, de uma forma geral, podemos evidenciar dois grandes grupos: os eventos traumatizantes e os eventos geradores de culpa; no primeiro grupo o indivíduo é "vítima" de processos traumatizantes - violência física ou psicológica, abusos, privações, etc; no segundo o indivíduo é "autor" de fatos hediondos que geraram em seu intimo remorso e culpa pelo não resgate e não reparação do mesmo - assassinato, estupro, abuso de poder, etc. Em outros pode ser originário de conceitos íntimos do próprio espírito, tais como: preconceitos de cor, classe social, desejo de ter controle e dominar, etc.

Desta forma é comum que a pessoa acometida deste desequilíbrio apresente comportamentos como: medo de tocar ou ser tocado, medo de germes e bactérias, mania de banho/sentir-se sujo ou da cor errada, mania de lavar as mãos, não utilizar determinadas cores ou produtos, querer tudo nos lugares onde ele(a) deseja, etc.

É importante lembrar que mesmo sendo uma desarmonia íntima do espírito esta disfunção pode ser identificada e utilizada pelos espírito sofredores como objeto de sofrimento para nós, pois através de sua influencia podem causar aumento nas sensações e desequilíbrios que estejamos vivenciando.

Embora a psicologia já atue no tratamento clínico deste distúrbio, o conhecimento do espiritismo, o esclarecimento espiritual e o tratamento espiritual pode representar um passo significativo na aceitação e harmonização do espírito desequilibrado, abrindo o caminho para que possam ser vencidos traumas do passado através do reequilíbrio íntimo do ser.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.



Mensagens dos amigos espirituais ...



Que a paz e a luz divinas estejam conosco hoje e sempre.

Meus irmãos, temos em nossas mãos a maior oportunidade já dada a um homem ou mulher:
 a de seguir o Cristo.

Não tenhamos a ilusão que nos dá a interpretação literal desta afirmação, porquanto não falamos em seguir os passos do Nazareno na Galileia distante ou na Judeia antiga.

Mas seguir hoje, com os aparatos e as técnicas desenvolvidas por séculos de estudo e aprimoramento, que trouxeram a santa Doutrina para os homens.

Seguir jesus é dar o exemplo de nós, para o próximo.

É agir de acordo com seus ensinamentos.

É levar o perdão como arma de defesa e o amor como espada pungente no coração que sofre longe de nós.

Seguir o Cristo é abrir mão de nossa próprias vontades e sacrificar um pouco, do muito que temos, por um ideal, um irmão ou até por alguém que seja completamente desconhecido.

Seguir o Cristo é participar ativamente da criação do Reino de Deus na Terra, pois que ele começa entre nós e em nós deve fazer sua morada.

Seguir o Cristo é buscar o melhor qe pudermos hoje e amanhã ainda superar as expectativas que tínhamos ontem.

Seguir o Cristo é amar os que não gostamos, trabalhar pelos que nos detestam e amparar os que nos prejudicam.

Seguir o Cristo é estudar o homem para conhecer e vencer as nossas fraquezas e limitações.

Seguir o Cristo é esperar do amanhã nada a não ser o que nós possamos dar a ele em prol de nosso próximo.

Seguir o Cristo é ter a plena consciência que sem ele nada podemos de nós mesmos e que dele dependemos para tudo; assim como outros dependem de nós para muitas coisas.

Seguir o Cristo, meus irmãos, é, finalmente, fazer o que desejamos que o outro nos faça; mas antes que nos peçam ou que sejamos chamados para  isto.

Seguir amando, admirando, trabalhando, perdoando com o Cristo é viver sua mensagem mais que a nossa própria vida.

Estejamos todos prontos e preparados pois que o caminho se abre a nossa frente e os passos necessitam ser firmes e constantes no amor e no trabalho para que possamos nos haurir o nome de trabalhadores do Cristo e seguidores de sua Doutrina.

Sejamos Espíritas.

(Mensagem recebida psicograficamente)

Aborto, dor e angústia - Perguntas dos Amigos

Hoje fazem --- dias que perdi um bebê em um parto prematuro.Desde que recebi a notícia de que estava grávida parece que pressentia a todo momento que algo errado poderia acontecer, uma tristeza e um medo muito grande tomaram conta de mim, e assim foi tive um parto prematuro aos 5 meses de gestação.Estou muito triste, chateada e angustiada. Me ajudem com sugestões de livros e orações para que eu possa vencer esta tristeza tão grande!Fico querendo saber os motivos encontrar uma causa algo que me conforte!Me ajudem por favor!

Prezada ____________, bom dia.

Embora nada que ninguém vá dizer neste momento possa eliminar esta dor de seu peito, existem esclarecimentos e orientações que a Doutrina de Jesus nos dá e que auxiliam a, pelo menos, compreender e aliviar o sentimento de perda através da é e do conhecimento.

Uma vez que Deus é amor, minha irmã, e que é justo e bom - invariavelmente seus desígnios, mesmo os que nos fazem sofrer, tem por objetivo algo útil e com um propósito justo, que representa o melhor caminho para nós ou para os envolvidos.

Certamente parece uma contradição afirmar que um Deus bom iria fazer uma mãe interromper uma gravidez prematuramente e provocar a "morte" da criança em seu ventre. Isto parece mais um processo de vingança ou penalidade.

Entretanto, querida irmã, apenas compreendemos por esta ótica porque ainda estamos por demais ligados ao mundo material e enxergamos a vida ainda através da lente do hoje; esquecendo de utilizar as lentes do ontem e do amanhã, onde encontraremos invariavelmente a explicação para os fatos ocorridos.

A Doutrina Espírita nos esclarece que em casos assim normalmente este processo representa um resgate para os pais e familiares, os quais tem a oportunidade de aprender a importância da vida e o seu valor, através da dor e da perda; porque em existencias anteriores não souberam valorizá-la quando ela veio através do amor.

Nos orienta ainda que para o espírito reencarnante - que embora criança é um espírito imortal e tem diversas pendencias de existencias anteriores - é uma oportunidade de largar na carne problemas espirituais ou perispirituais que necessitem de remissão, ou ainda de completar seu "tempo" de encarnação para que possa seguir em um outro momento a sua evolução individual com espírito. 

Esta "morte" física representa então a libertação do espírito reencarnante para seguir buscando sua felicidade imortal e a chance de remissão dos pais e familiares que aprendem valiosa lição, que fica eternamente gravada em seus arquivos mentais.

É desta forma, minha irmã, que a dor que sentimos hoje, e achamos ruim ou maldade de Deus, se transforma na professora que necessitamos e no objeto de libertação do espírito imortal; provando mais uma vez que Deus de um aparente "mal" tira um "bem" que estava oculto pois não utilizamos as lentes de observação corretas.

Entendo que estas minhas poucas palavras, embora podendo de esclarecer os motivos e porquês do fato ocorrido, não aliviam a dor que sente em seu peito - a qual nunce senti nesta encarnação, mas imagino o que seja.

Para esta dor, querida irmã, apenas existe um remédio: a Fé.

A fé que traz confiança nos designios de Deus e nos ajuda a compreender que, mesmo sofrendo, este caminho foi o melhor para todos os envolvidos.

A fé que traz resignação pois compreendemos que Deus não é injusto nem nos castiga, mas que resgata as nossas faltas para que possamos seguir com nossa evangelização imortal.

A fé que traz consolo pois percebemos que o espírito reencarnante, apesar de todo nosso sofrimento, está livre e "limpo" para reiniciar sua caminhada evolutiva em novas oportunidades.

A fé que traz esperança de que todos os envolvidos possam se encontrar novamente, quem sabe em sonhos, quem sabe em desdobramento no mundo espiritual, quem sabe em uma nova gravidez.

A fé que nos faz orar e agradecer a Deus por sua generosidade e amor que não esquece nenhum de seus filhos, auxiliando a todos, que como crianças birrentas acham ruim o remédio amargo que cura todos os males.

Por isso, querida irmã, ore a Deus por paz e quietude em teu coração; ore por luz e amor para o desencarnante; ore por gratidão e por esperança, para que seu coração esteja em equilíbrio e harmonia, apesar da dor que te aflige, pois já percebes o amor de Deus agindo em todos os momentos de tua vida.

Não deixemos o orgulho e o egoismo inundarem o nosso coração com dor e desespero por conta do nosso sofrimento pessoal; aprendamos a observar o mundo através dos olhos imortais do espírito e aprendamos que, a exemplo do próprio Jesus, as vezes necessitamos fazer sacrifícios para auxiliar o nosso irmão em necessidade.

Aconselho a leitura do capítulo 06 de "o evangelho segundo o espiritismo", que certamente te auxiliará.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.



Dor e desespero com a morte do pai - Perguntas dos Amigos

me ajudem , não aceito o desencarne do meu pai , ele faleceu dia --/--/2013 é uma saudade imensa. se possivel me ajudem minha vida parou depois de sua morte, meus olhos só se ve a tristeza da dor da perda ,tento não pensar nele mas não consigo !! sem mais obrigado


Querida irmã, bom dia.

Embora a nossa casa espírita não efetue o procedimento de cartas familiares, não deixa de se compadecer com teu sentimento de perda e de dor.

Entretanto é necessário a nós, que ficamos no carro físico, buscar alterar o nosso ponto de vista e tentar perceber a realidade por um ângulo diferente.

Se em nossos corações alimentamos os sentimentos de dor, desespero e angústia, criamos dentro de nós estas energias e estes fluidos são o que iremos enviar ao nosso querido desencarnado que - em espírito - está inteiramente sensível aos fluidos que enviamos a ele cada vez que pensamos no mesmo; pois é assim que funciona a emissão de nossas energias: direcionada através de nossos pensamentos.

Perceba, minha irmã, que o mesmo desespero e a angustia que você está sentindo está enviando na mesma intensidade para o seu querido Pai; o qual - como pai amoroso e dedicado - deve estar ainda mais angustiado por não poder auxiliar e amparar você neste momento. Pergunto eu: é isto que você deseja para ele neste momento de transição?

A Doutrina Espírita nos esclarece que o espírito ao desencarnar passa - em estado maior ou menor - por um processo de desnorteamento e no qual será amparado pelos amigos espirituais, de acordo com seus merecimentos, ou direcionado por sintonia vibratória às faixas espirituais adequadas a sua vibração fluídica íntima.

Por este motivo, querida irmã, independente da expectativa que tenhamos do pós morte, este é o momento de amparar o desencarnado com suas orações e emissões de fluidos de amor e carinho - para que possa passar por este processo da forma menos traumática possível e saber que os que ficam estão conseguindo viver a saudade e o amor de forma saudável e amorosa.

A saudade é natural e o amor que sentimos nunca acaba; entretanto se observarmos atentamente os sentimentos de dor e desespero que externamos, na maioria das vezes, estão embasados no sentimento de egoismo e orgulho que habita em nós e que não deseja nos ver sofrer por conta da partida do ente querido; Nós não desejamos sofrer e "jogamos" através do desespero a culpa por esta dor no desencarne do ente querido sem ao menos pararmos para observar se foi melhor ou não para aquele que retorna a pátria espiritual.

Perceba, querida irmã, que o desencarne - independente de qualquer coisa - é a libertação do espírito cativo que retorna a casa espiritual e que pode agora retomar seu curso de crescimento e evangelização - no tempo acertado.

A morte não é fim, nem motivo para desespero e angustia. É o início da continuidade de nossa caminhada e devemos sentir saudade sim, mas também ficar alegres e compreender o motivo do afastamento de nosso ente querido - o qual necessita de nosso carinho e apoio agora tanto quanto necessitava em vida.

Não sejamos nós e nossos sentimentos fardos pesados para os que regressam a pátria espiritual; mas façamos nossa parte como filhos, esposos, parentes e amigos e doemos a nossa migalha de apoio e carinho através de pensamentos equilibrados, oração sincera e emissão de fluidos salutares.

Acalma teu coração, minha irmã, e ora por ele e para que possam se encontrar em teus sonhos - aliviando assim a saudade que sentes.

espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.


Minha filha vê espíritos - Perguntas dos Amigos

Olá, a algum tempo em minha casa, minha cunhada matou seu ex marido, por ele ser mt ruim pra ela, hj em dia tenho uma filha de ____ anos e ela o vê diz que é um homem e em outras vezes diz que é um bicho, disse que esta de preto e tem medo dele ela disse que ele n a deixa dormir q ele fica cutucando ela, o que posso fazer para ajudá-la? sera que ele tem más intenções? me ajudem...


Prezada __________, bom dia.

É muito comum crianças até os 7 anos de idade interagirem com o mundo espiritual, pois os seus espíritos ainda estão em fase de "adaptação" e "encaixe" nos corpos físicos e elas apresentam uma sensibilidade natural a este processo.

Este espírito está presente em sua residência por algum motivo - seja pura sintonia com algum dos moradores ou por sentimentos de ódio e vingança - e como a pequena tem a sensibilidade natural da infância é mais fácil a ele interagir com ela do que com os outros; entretanto isto não significa que o espírito não possa estar afetando a todos, cada um de acordo com sua própria sensibilidade e sintonia a influencia deste irmão em sofrimento.

Neste caso específico é interessante que você convide os moradores da casa a se reunirem pelo menos uma vez por semana e praticarem o evangelho no lar. Pra que possam ser amparados pelos amigos espirituais e que estes possam auxiliar o sofredor que tenta prejudicar sua filha.

É importante também observar que se torna saudável uma mudança nos hábitos das pessoas - deixando de lado vícios como bebida, sexo, fumo, etc ou comportamentos e pensamentos de baixo teor vibratório - para que este espírito não tenha mais forças e sintonia com um ou alguns dos moradores da residência.

Este processo de auto-aprimoramento acompanhado da oração constante e sincera em intenção e benefício do espírito sofredor deve auxiliar no processo e permitir o socorro do espírito em sofrimento pelos amigos espirituais - o qual se dará em um período de tempo proporcional a sinceridade e esforços efetuados na melhoria do ambiente psíquico dos familiares.

Caso ache necessário pode ser interessante buscar uma casa espírita séria - guiada por Jesus e Kardec - e através do atendimento fraterno iniciar um tratamento com a pequena, intencionando o sofredor espiritual; entretanto vale lembrar que todo tratamento necessita de nosso esforço no seu cumprimento.

Espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.

Quando uma pessoa morre brigada com outra - Perguntas dos Amigos

Oi,Meu amigo faleceu faz 8 meses,ele era meu melhor amigo e meu compadre,porem antes de ele vir falecer a gente havia brigado e não estamos mais falando,e eu sinto tanta falta dele e não sei ele ainda esta bravo comigo.sera que ele me perdoou?sera que vamos nos reencontrar?Nós eramos tão próximos, amava de mais ele.obrigada


Prezada ___________, bom dia.

Embora muitas pessoas desconheçam esta verdade, os espíritos ao desencarnarem não se transformam em outras pessoas e nem esquecem o que sentiam ou gostavam; continuando a ser os mesmos indivíduos que conhecemos quando encarnados.

Por isto, acredito que se ele ainda estava com este sentimento de raiva, pode sim ter continuado com ele.

Entretanto, e se ele já estivesse arrependido da discussão e desejasse fazer as pazes mas não soubesse como? ele continuaria assim.

e se ele quisesse falar contigo e não tivesse coragem? ele ainda estaria assim; Compreende?

Não vamos saber nunca o que seu amigo alimentava como pensamentos em sua mente.

Mas sabemos que o verdadeiro sentimento de amor e fraternidade nunca morre.

Por isso, independente de seus receios, o melhor a fazer no momento é orar frequentemente por ele; enviando seus fluidos de amor e de carinho, conversando  e mostrando a ele seus sentimentos, pedindo a Jesus que o ilumine e ampare.

Esta prática vai, sem dúvidas, atingir o coração do seu amigo servindo como bálsamo de alívio e amor para as dores e tristezas que ele esteja sentindo; ou agindo como ferramenta de conforto e paz caso ele desejasse falar contigo e não pudesse.

Ore, minha irmã, ore sempre e peça a Jesus que deposite suas orações e carinhos no coração do seu amigo desencarnado.

PAz contigo.

Carma, não engravidar e adoção - Perguntas dos Amigos

Boa tarde
Sou eu de novo, tudo bem Joao? Deus te abençoe hoje e sempre, agradeço a Ele por existir pessoas de coraçao tao aberto às necessidades do mundo, desde ja quero agradecer pela ajuda e pelas palavras de conforto.
Eu tenho mais um conflito, nao consigo engravidar, sei que alem de problemas na materia o maior problema é sempre espiritual, fico me perguntando o que eu poderia ter feito em vidas passadas que me impedem de engravidar, algum resgate, algum mal ? nao sei.
 Nao consigo me ver nesta vida sem um filho, ja te falei antes sobre previsoes sobre o meu marido, entao nao consigo tbm me ver com um filho dele, fico muito triste por isso, vou tentar fertilizaçao in vitro e pelo pouco que ja me informei o espiritismo nao é contra esta tecnica, vou tentar fazer tudo q eu puder, meu marido é contra a adoçao, ja li alguns posts seus falando sobre se doar, fazer caridade, eu nao sei como fazer, sou professora de creche, dou muito amor e carinho aos meus alunos, olho pra eles e imagino os meus filhos, me da sua opiniao sobre isso, a visao do espiritismo e como eu poderia pagar por erros cometidos que me ajudassem a realizar este sonho, agradeço pela atençao, Deus te abençoe. 



Olá _____________. Tudo bem, obrigado pelo carinho.

Agradeçamos ambos a Jesus que nos permite trabalhar pelo bem do próximo da maneira como pudermos, dentro de nossas limitações.

Realmente na grande maioria dos casos de impossibilidade de engravidar existe o fator cármico/espiritual que rege o processo até a restauração do equilíbrio e da harmonia com a vida.

Não existe uma fórmula que direcione "o que" ou "o quanto" devemos fazer ou agir em amor ao próximo para que nosso resgate chegue ao fim, pois cada caso é um caso em particular e cada espírito tem as necessidades específicas para seu problema e o caminho para a solução.

Como você já trabalha com crianças e já se dedica a elas o melhor que posso dizer é que continue seu caminho de amor e dedicação pelo tempo que puder e sempre ampliando suas capacidades e atividades em benefício dos pequenos que não tem mães.

Em muitos casos a adoção é uma necessidade ao trabalho redentor - embora isto não seja obrigatório nem uma lei - para que os espíritos envolvidos - o casal - abra mão de sentimentos com orgulho, egoismo, preconceito, etc. e assim possa receber um possível desafeto de seu passado para resgatar unidos o que tenham errado nas existências anteriores.

O apóstolo Pedro nos afirma que o amor cobre a multidão de nossos erros, então só nos resta amar mais e cada vez melhor para que tenhamos a certeza que estamos no caminho certo.

O que precisamos ter sempre certeza é que Jesus não nos coloca em locais onde não necessitemos estar e nem nos atribui cargas que não possamos carregar. Portanto continuemos marchando e seguindo seu exemplo de amor que estaremos no rumo certo.

Quanto a inseminação artificial o espiritismo não é contra; existem espíritas que são e alguns até afirmam que isto vai contra os desígnios de Deus... Bem é a opinião deles e eu respeito.

Eu entretanto acredito que se Deus permitiu que se descobrisse técnicas de tratamentos e curas para situações de enfermidades, é para que possamos utilizá-las e tentar reverter nossos quadros de limitações e problemas. Devemos ter sempre em mente o seguinte fato: se é do desiginio divino - programação reencarnatoria - que não efetuemos determinado processo em nossas vidas, a despeito do tratamento que realizemos não iremos conseguir sucesso.

Assim , querida irmã, alivie seus pesares e medos e acredite sempre no amor de Deus que não nos deixa desamparados.

Divida seu amor de mãe com os que tanto necessitam dele e receba deles o amor dos filhos que desejam dar as mães que não tem. Esta troca de energias benéficas será sempre boa para você.

Procure sempre levar ao seu ambiente doméstico a oportunidade da conversa e da discussão sadia sobre os temas questionados por você, pois este tipo de acontecimento está no interesse e compromisso de ambos os membros do casamento. Seu esposo, embora abraçando uma religião diferente da sua, deve também buscar compreender o efeito do amor e da harmonia em nossas vidas.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.





Casamento e religiões diferentes - Perguntas dos Amigos

Bom dia, Joao

Sou casada ha ___ anos, meu marido foi criado no meio evangelico, e eu no meio  catolico. Conheci o espiritismo ha algum tempo e participava tambem dos cultos, mas quando me casei deixei de frequentar, e hoje nao vou a nenhuma igreja. Conheço muitos evangelicos que se tornaram amigos por meio do meu marido, mas gosto e acredito no espiritismo, me considero espirita, fico um pouco confusa em relaçao às religioes pois vivo no meio das tres, e me sinto as vezes desleal com a minha. Defendo as tres e ao mesmo tempo nao concordo com algumas coisas, gostaria mesmo é de participar do espiritismo mas meu marido é contra, entao fico quieta. Sera que estou agindo corretamente, em negar o que acredito por nao ter a aprovaçao e companhia dele? 
Um outro assunto, quando eu era adolescene fui a uma cartomante que me disse que eu ficaria viuva e me casaria denovo, nao me importei, mas depois que me casei fui novamente em outra e ela me disse que eu corria este risco, e que a ex do meu marido teria feito uma macumba pra que ele ficasse com ela e com mais ninguem. Fiquei com muito medo e venho rezando muito pedindo a Deus que proteja ele e nao permita que ele morra, o que eu devo fazer? acreditar? por causa desta historia sempre que ele fala no futuro eu me lembro disso e nao nos vejo juntos. Ja  acreditei muito nessas previsoes, agora nao procuro mais por medo, mas sei q podem ser verdade. Preciso da sua opiniao, pois sei da sua experiencia e conhecimento.


Prezada _____________, bom dia.

Eu, particularmente, sou ferrenho defensor da teoria que nenhuma religião é melhor que a outra - questão 842 de "o livro dos espíritos" - e que, portanto, cada um de nós deve buscar o caminho que mais lhe agrade, complete e esclareça de acordo com as convicções íntimas do indivíduo. Assim procedendo estaremos sempre satisfeitos com a nossa escolha de caminho religioso - mesmo que seja "nenhum" - e encontraremos sempre satisfação em estudar, aprender e nos dedicarmos mais a religião que abraçarmos.

Muitas pessoas existem que, esposadas com pessoas de outras religiões, abandonam suas crenças e escolhas pelos motivos mais diversos: obrigação, evitar discussões, dedicação, adquirir novos esclarecimentos, , seguir o conjuge, etc. Embora eu acredite que em uma relação deva haver cumplicidade e compreensão em todos os âmbitos, casais existem onde não há espaço para o diálogo inter-religioso e onde prevalece a opinião de algum dos conjuges e os outros tem suas opiniões não consideradas. 

As razões pelas quais elas decidem isso não me cabe comentar ou argumentar; entretanto acredito que cada um deve ser livre para optar pelo que mais lhe parecer correto naquele momento. Mesmo que signifique não seguir a sua escolha - pois apenas o indivíduo é capaz de julgar e discernir se aquele momento de abnegação é o melhor para sua relação e para si mesmo - a exemplo de Joanna de Cusa no livro "boa nova" capítulo 15 o qual vale a pena uma leitura para esclarecimento( o livro poderá ser encontrado em www.biblioteca.radiobomespirito.com )

Agindo assim estas pessoas não estão "negando" o que acreditam, mas apenas temporariamente abrindo mão de participar de seus cultos e estudos, por um motivo que escolheram como sendo de maior importância naquele momento, compreende? As crenças e os valores continuam dentro de nós e ninguém pode tirá-los. Podemos, inclusive, durante este período aproveitar para crescer em nosso conhecimento através de leituras e estudos individuais. 

Perceba que seu questionamento - a partir de agora - tem um novo enfoque. 

Então cabe a você mesmo responder sua pergunta: "Sera que estou agindo corretamente, em negar o que acredito por nao ter a aprovaçao e companhia dele?"

Quanto ao fato das consultas de cartomantes e consulentes espirituais perceba que este tipo de prática não é uma prática espírita - sendo espiritualista e esotérica - e que MUITAS vezes está sendo praticada por pessoas com intenções de mistificar e auxiliados por espíritos desejosos de nos enganar e controlar.

As orientações recebidas em locais assim muitas vezes tem tendencias a querer nos deixar sempre dependentes de informações dos espíritos que ali trabalham e assim nos fazer voltar sempre para pedir mais informações.

Nada que ninguém afirme ou faça (trabalhos de religiões afro brasileiras) poderá atingir aos que estão equilibrados e em harmonia com a vida.

Somente nos atinge o mal que necessitamos experimentar nesta vida; e se Deus assim o permite é porque existe de nossa parte sintonia com o mal ou débitos cármicos que necessitam ser eliminados e atenuados através da ferramenta do sofrimento; compreende?

Por este motivo acredito que deva acreditar em Jesus e em seus trabalhadores - que não nos desamparam e estão sempre ao nosso lado nos guiando e orientando para o melhor. Nós é que muitas vezes nos desviamos do caminho reto e nos deixamos levar por influencias menos nobres.

Espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.

Motivos da Obsessão - Perguntas dos Amigos

Olá, João! Recentemente tenho lido muito a respeito de obsessão cármica. Como você sabe, nesse caso um espírito obsidia, por motivos de vingança, um encarnado que lhe fez mal em alguma outra vida. Mas eu ando me questionando a respeito de uma coisa: Que tipos de males seriam esses? Erros mais simples que assassinato, estupro, violência física e afins também podem provocar tamanho ódio?
Prezada ____________, bom dia.

Estes erros citados por você são os mais marcantes que podemos observar dentro de nossa compreensão própria; entretanto cada espírito é um universo em si mesmo e, neste caso, algo que não nos marcaria a mim ou a você pode marcar profundamente um outro espírito; a depender de seus valores íntimos e da situação que passe; compreende?

Imaginemos, por exemplo, um antigo trabalhador escravo que assistiu sua família perecer lentamente por falta de alimentação adequada... este fato pode gerar nele uma vingança ativa e duradoura, entretanto não tivemos a violência física efetiva, entende?

Outros, simplesmente, tentam vingar-se de pessoas que compram seus bens ou recebem doações dos bens utilizados por eles, porque não querem abrir mão do que tinham enquanto encarnados...

Desta forma muitas são as motivações de cada espírito para incitar seus sentimentos negativos, a depender das características e valores de cada um.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.




Mensagens dos amigos espirituais ...



Na rota da evangelização de nós mesmos, teremos percalços e desespero por não podermos atender ao imperativo do Cristo.

As oportunidades chegarão e, como os convidados da parábola, estaremos ocupados visitando nossas terras, contando nossos bens ou comprando novos escravos.

Todas as ocupações do mundo são dignas e próprias de esforço.

O artífice forma as coisas para uso comum.

O construtor eleva os sonhos e os desejos das pessoas.

O vendedor entrega o material que desejamos pelo preço combinado.

O locutor nos fala as verdades e os ensinos do mundo.

O professor nos prepara para o amanhã, formando nossa intelectualização.

Entretanto, meus irmãos, ocupações existem que não são rentáveis e que não trazem recompensas  ou prêmios neste mundo material.

Porém que acumulam tesouros e valores para que possamos deles usufruir no mundo espiritual.

O trabalho por Jesus é o melhor trabalho que possamos ter, quando executado sem interesse outro que não seja o de auxiliar e amparar o próximo.

Apesar do esforço, alivia o corpo.

Apesar das preocupações, prepara a mente.

Apesar dos tropeços, evita a depressão.

E nos abre todo um caminho de luz e de oportunidades de crescimento e evangelização que apenas possuem os que abraçam a causa do Cristo de Deus.

Cada um de nós pode assumir o que esteja preparado par realizar. Pois nunca estaremos sós e nunca seremos relegados a trabalhar inutilmente e por nossa própria conta.

Cada tijolo assentado na tarefa do Senhor é estrela que brilha na constelação de nosso futuro.

Plantemos hoje a semente de nossa colheita no futuro e colheremos mais tarde o amor e o carinho que criamos hoje.

(mensagem recebida psicograficamente)






Mensagens dos amigos espirituais ...


"Pois de que adianta ao homem ganhar o corpo e perder a alma?"

Homens, meus irmãos, tenhamos em mente sempre os verdadeiros valores do mundo.

Que são os do espírito imortal e não os da matéria que passa, enferruja e morre.

O que podemos fazer e criar de amor carinho e fraternidade é o legado que devemos deixar para o próximo e a chave que nos abrirá as portas do céu.

Entretanto se nossas preocupações forem apenas em amealhar tesouros na Terra, teremos o sofrimento e a dor como paga pelos sentimentos mesquinhos que alimentamos em nosso peito.

No mundo existe muito mais necessidade de amor e carinho que de pão e moedas.

Que nós, como trabalhadores do Cristo, possamos ser o exemplo que una os nossos irmãos de ideal através de nosso esforço e de nosso exemplo de ação viva no amor; e não apenas palavras mornas que esfriam com a nossa inação.

Tenhamos a responsabilidade de utilizar as nossas capacidades de trabalho no bem e na produção do amanhã, enquanto podemos e enquanto ainda estamos aqui; na casa, na causa, no mundo.

Pois mais tarde poderemos buscar e pedir por oportunidades que desdenhamos hoje; sem chances de voltarmos no tempo e redimirmos nossos erros.

Que todos possamos,então, utilizar o bom senso e a observação Cristã e analisar o que realmente temos prestado e o que realmente estamos contribuindo com a causa do amor; onde o trabalho é imenso e os trabalhadores são poucos.

(Mensagem recebida psicograficamente)

Velas, Wicca, espíritos elementais e Deuses - Perguntas dos Amigos

Olá João,como está?Sou praticante de Wicca,não sei se o Sr conhece,mas é uma religião,enfim,pagã,com adoração de 2 divindades em equilíbrio,Uma Deusa e um Deus.Existe o culto á natureza e sua sazonalidade e toda uma mitologia celta,festivais sazonais nos Solstícios e Equinócios e a prática de magia natural.Lidamos com os 4 elementais ,seus regentes no reino de cada qual....com a Deusa e os Deus Cornífero....invoca-se outra divindade em função de qual ritual ou feitiço é realizado(a Wicca permite esse sincretismo,todas as deusas são a Deusa....todos os deuses são um Deus só).
Minha mãe está frequentando um centro espirita....e agora está me proibindo de acender velas dentro de casa...falando que vai atrair espiritos obssessores...eu ja tive problemas com drogas,já pratiquei magia negativa numa epoca imatura adolescente,mas a Wicca não concorda com uso de drogas nem nada disso...é melhor que eu faça meus rituais ao ar livre? Afinal meus ancestrais o faziam....só não faço por medo,de ser assaltado,sociedade é fogo... 
Abraços e que Hécate o proteja



Prezado ___________, bom dia.

Estou bastante bem, obrigado pelo carinho.

Conheço a Wicca apenas de pequenas leituras, mas acho muito interessante este culto a Deusa/Deus que englobam todos os deuses e deusas. Acho, inclusive, que esta ótica tem muita lógica; pois uma vez que a força criadora universal é atemporal e acorporal pode ser representado por todo e qualquer simbolismo, desde que a reverencia e a fé sejam verdadeiras.

A ligação com os elementais também é uma prática muito interessante pois nos coloca em contato com as forças responsáveis pela organização do "todo" e que são aspectos divinizados da divindade maior; espíritos para os espíritas, espírito santo para os católicos, e que recebem tantos outros nomes em outras religiões; mas sempre sendo o mesmo "motor" espiritual que organiza, administra e faz girar a roda do mundo.

Acredito realmente que cada religião tem seu aspecto especial que chama para si os indivíduos que tem sintonia com seus postulados; e assim o ser criador (deus, deusa, krishna, tupan, etc0) mostra sua infinita caridade em não deixar nenhum de seus filhos órfãos espiritualmente.

Por isso amigo parabéns pela sua escolha. Siga com fé e verdade, buscando sempre o bem e o amor, e certamente encontrará a felicidade e a completitude que todos procuramos

É interessante conversar com sua mãe que as velas - no sentido literal do ato - nada influenciarão a visita ou não de espíritos obsessores ou em sofrimento; as velas são uma tradição "criada" pela igreja católica que teve em seu início a intenção de servir de guia e acompanhamento para as orações feitas em intenção dos mortos. 

Infelizmente hoje muitos esquecem da oração e acendem apenas as velas - perdendo todo o sentido do ato.

Ao meu entender o medo de sua mãe, embora respeite sua opinião, é desprovido de sentido. 

Os espíritos obsessores serão atraídos até o nosso lar as vezes por vinganças pessoais, mas também por nossas sintonias mentais, nossos comportamentos, nossos hábitos, nossos vícios e tudo que possamos fazer para criar sintonias com eles e servir aos seus propósitos. Portanto as energias que os alimentarão são os fluidos que emitirmos através de nossos pensamentos e não a chama da  vela.

Aconselhe a ela que procure ler as questões 464 a 480 e 320 a 329 de "o livro dos espíritos" e perceberá que a ligação dos espíritos conosco é energética e psíquica - através dos pensamentos e sentimentos - do que por objetos ou práticas externas; não existindo fator que comprove ou justifique a atração de obsessores por velas acesas; a não ser que estes queiram estar ali naquele recinto e, neste caso, é uma opção deles, tomada através de seu livre arbítrio.

Converse com ela e tente mostrar que de acordo coma Doutrina Espírita nada existe que confirme seus medos, também que a sua fé é tão importante e válida quanto a dela e que talvez estes rituais possam ser efetuados em um local específico - seu quarto talvez - sem que sejam levados a outros cômodos da casa.

Entretanto, querido irmão, busque a conversa e o entendimento de forma fraterna, evitando desgastes maiores para que não haja discordâncias ou desentendimentos entre vocês.

Em último caso pode tentar unir-se a outro praticante de Wicca que não tenha este tipo de dificuldade e efetuar seus rituais em um espaço cedido por ele.

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Sonhos repetidos - Perguntas dos Amigos

Boa noite, meu amigo João!
Espero que esteja tudo bem com voce! 
Se voce puder gostaria que me tirasse uma dùvida em relação aos sonhos que tenho. Ha alguns meses tenho sonhado com um mesmo homem e ele existe nesta vida. nao o conheço pessoalmente so virtualmente, temos gosto parecidos. No momento perdemos o contato um com o outro. Tem sonhos em que ele vem ao meu encontro e em outros eu que vou ao encontro dele e sempre somos namorados, tem muita cumplicidade, carinho, alegria, paz e amor entre nòs e em todos os sonhos somos namorados. 
Sò o ultimo que nòs estàvamos em uma festa de casamento, sentados numa mesa com algumas pessoas conversando, eu so conseguia ver nòs dois pois so do nosso lado estava iluminado. A minha dùvida è a seguinte: Serà se esses sonhos è porque não temos mais contatos? Ou è uma coisa normal que nao tem nenhuma importância?
Ja sonhei muitos sonhos inclusive premonitorios em que dias depois acabaram acontecendo. Confesso que eles nao me deixou tao intrigada como esses que estou sonhando agora com esse homem, os sonhos me deixa muito confusa pois fico perdida sem saber o que fazer com tantas informaçoes contidas neles, pois nao sei qual è a mensagem que quer me passar, se acreditar ou nao.
Desde ja agradeço a sua atençao!
A paz de jesus!
Abraços.



Querida ___________, quanto tempo! Seja bem vinda de volta.

Como a Doutrina nos esclarece, minha amiga, os sonhos são sempre a maneira mais fácil de entrarmos em contato com o mundo espiritual através do desdobramento do corpo físico.

Entretanto eles sempre estão MUITO sujeitos a interferências e influencias internas e externas a nós mesmos.

As externas são filmes, livros, imagens, conversas, etc.

As internas são nossos desejos, vontades, imaginação, hábitos e lembranças.

Embora muitas pessoas afirmem que sonhos tem sempre mensagens embutidas neles, o Espiritismo não aceita isto com regra; podendo sim existir sonhos que trazem orientações, lembranças reais e mensagens. mas também sonhos sem nenhuma significação prática e que apenas representam vontades, pensamentos e desejos do nosso subconsciente.

Então podemos aceitar que parte destes sonhos possam representar encontros reais entre vocês; é também fato que grande parte do que é vivido pode representar seus desejos e vontades, devido ao afastamento; compreende?

Não posso orientar você a aceitar, acreditar ou não em seus sonhos; apenas dizer que observe e analise tudo sem se deixar levar ou criar expectativas que estejam baseadas em produtos de uma quimera. 

Pois embora alguns sonhos possam representar vivências reais no mundo espiritual, via de regra, a maioria é ainda fruto de nossa mente.

espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.




Perda de Pai e irmão e desequilíbrio em família - Perguntas dos Amigos

  Meu irmão foi assassinato no dia ___/___/___, gostaria de saber como se encontra? Pois foi uma partida tão violenta e inesperada, ele era um amor de pessoa, meu único irmão, meu pai faleceu ___ dias depois d tristeza no dia ___/___/___ , será que os dois estão juntos?  A família nunca mais foi a mesma...Grata pela ajuda...



Prezada __________, bom dia.

A nossa casa espírita não efetua o serviço de cartas familiares, para isso será necessário buscar uma instituição em sua região que execute a tarefa desejada.

Entretanto, minha irmã, acredito que diante do exposto por você poderia tentar unir e consolar sua família através de um circulo de oração semanal nas residências dos familiares. Esta prática tanto auxiliará os encarnados que necessitam de apoio e de consolo, como também auxiliará os desencarnados que certamente estão sofrendo por verem os familiares em sofrimento e não poderem fazer nada.

Muitas vezes os espíritos dos nossos queridos desencarnados acompanham o nosso desespero e tristeza, e são afetados pelos sentimentos e fluidos que externamos, os quais prejudicam seu estado espiritual.

A oração e o estudo dos ensinamentos de Jesus, o fortalecimento da fé e a esperança na vida futura, bem como a certeza de um reencontro mais tarde, são ferramentas que podem dar apoio e base aos que ficam na carne, bem como amparar e aliviar o sofrimento dos que estão em espírito.

Reúna sua família em um momento de oração e façam leituras de textos consoladores, discutam sobre o assunto, orem em conjunto e deem as mãos como família e como cristãos. 

Pode utilizar, para início, o capítulo 06 de "o evangelho segundo o espiritismo" que é um dos meus favoritos.

Lembre sempre da mensagem de Jesus "faz por ti que o céu te auxiliará".

Espero ter sido de alguma ajuda.

Paz contigo.

Quando nada dá certo - Perguntas dos Amigos

queria ajuda espiritual não aguento mais sofrer...perdi minha mãe tem algum tempo não consigo superar desde então só sofro e nada dá certo na minha vida.


Querida _________, bom dia.

Muitas vezes o nosso desconsolo e o nosso próprio sentimento negativo atrai para nós as energias desequilibrantes que nos prejudicam e influenciam para o fracasso e o insucesso.

Perceba que quanto mais criamos ao nosso redor esta onda fluídica de dor, tristeza, angústia ou desânimo mais estaremos vivenciando aquelas energias e sintonizando com elas.

Por isso se faz necessário, antes de tudo, uma mudança de fluxo em nossas energias; uma transformação em nossos pensamentos e em nossa sintonia.

Esta mudança nunca é fácil e requer dedicação e trabalho, mas sempre nos traz os benefícios das boas companhias espirituais e das energias vivificantes que nos auxiliam e amparam.

Busque, minha irmã, se integrar em uma casa de oração séria - de sua preferencia - e participar de atividades sociais, visitas a creches, abrigos, hospitais; participe da distribuição de sopa, auxilie os carentes e perceberá como seu íntimo irá gradualmente mudar sua sintonia em energias melhores e mais saudáveis.

Realize o evangelho no seu lar e estude e pratique os ensinamentos de Jesus - assim estará convidando para sua casa e para junto de ti os amigos espirituais que nos auxiliam em todos os momentos - desde que estejamos preparados para ouvi-los.

Erga a cabeça e observe ao seu redor o quanto você tem a mais que muitas pessoas - saúde, corpo perfeito, família, lar, etc. 

Muitas vezes somos atacados pelos monstros que nós mesmos criamos através de nossa entrega a dor e ao sofrimento.

Lembremos sempre que dores e sofrimentos fazem parte de nossa vida nesta terra de provas e expiações; mas que podemos encontrá-los e paralisar nosso amadurecimento nos deixando cair na dor, na culpa e no sentimento do "coitadinho" ou aprender, fortificar e crescer com a experiência, amadurecendo sempre como espírito imortal.

Ore a Jesus, com desejo sincero, por forças e sabedoria para retomar o seu caminho de crescimento e ele não te deixará sem auxílio.

Entretanto nenhum espírito irá fazer para nós o que depende de nós mesmos fazermos.

PAz contigo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...