Orientação Sexual - Perguntas dos Amigos


Oi João, tudo bem?

Gostaria de pedir sua ajuda e orientação espiritual.

Parece que meu espírito tem sérios débitos com relação à sexualidade porque essa é a área que mais me faz sofrer atualmente na minha vida.

Tenho dificuldades em lidar com o sexo, tenho certo medo do sexo oposto e uma atração que não entendo e aceito muito bem por pessoas do mesmo sexo.

Junta-se a isso muita instabilidade, insegurança emocional e baixíssima auto-estima, o que me faz ser uma jovem de _____ anos que ainda não namorou e nunca esteve nem perto de ter uma relação sexual com alguém.

Há muito tempo busco entender meu problema e já tentei de tudo para solucioná-lo. 

Certa vez numa consulta com um astrólogo ele analisou que meu espírito praticou muito a castidade e o celibato durante muitos séculos e que agora, nessa vida, eu tenho dificuldades de lidar com o sexo e os namoros, por não ter praticado isso.

Sem entrar no mérito da legitimidade da astrologia, mas poderia tal coisa acontecer com alguém?

Se eu fui uma freira ou alguém que viveu em castidade por sucessivas vidas, posso ter essas dificuldades tão terríveis, que me fazem sofrer tanto para minha vida atual? Fico extremamente confusa perante isso e isso perturba a minha alma profundamente... não sei como resolver isso. 

Obrigada!


Prezada ____________, bom dia.

Perceba, minha irmã, que todos nós somos o somatório de nossas tendencias, pensamentos e atitudes realizadas em todas as nossas encarnações anteriores, culminando no ser que vive encarnado hoje.

Desta forma todas as nossas qualidades e defeitos vem sendo talhados e definidos durante todos os séculos de experiencias anteriores e trazemos dentro de nós, mesmo que inconscientemente, os efeitos de todas as experiências vividas.

Por isso é possível sim que tendo vivido diversas existencias como celibatária possa hoje sentir dificuldades em lidar com a prática do sexo e com o sexo oposto - esta pode ser uma explicação; mas a título de exemplo podemos também supor que em existencias anteriores você pode ter sido abusada sexualmente por indivíduos desequilibrados e que este trauma tenha criado em sua psique esta aversão/receio quanto ao sexo e ao ser masculino; Pode ainda haver vivenciado anteriormente existencias como homossexual feminina e vir sendo trabalhada para vencer este desequilíbrio, sendo esta mais uma encarnação onde receba a oportunidade de sublimar esta tendencia; pode também estar acompanhada de um obsessor masculino que não deseje dividir você com outro homem e influencia suas percepções para que tenha receio e repulsa pelo sexo oposto... perceba que muitas podem ser as explicações para o fato em questão sem que nenhuma possa necessariamente representar a verdade dos fatos.

Acredito, minha irmã, que muito mais importante que a origem deste processo - que certamente se perde na longa noite dos séculos passados - seja buscar orientação e apoio para vencer o fato que aflige sua alma.

Particularmente entendo a homossexualidade ou tendencias homossexuais como um processo natural do ser humano, entretanto não como seu estado normal; compreende?

Muitos de nós passamos hoje ou anteriormente por processos semelhantes e que nos trazem certo desconforto; Compreendo o fator homossexualidade como uma desarmonia entre físico e espírito que pode ter muitas origens e causas; mas que deve ser sublimado para que o espírito reencontre - as vezes depois de algumas encarnações - o seu reequilíbrio e a sua harmonia íntima.

Alguma pessoas tem estas tendencias em níveis muito altos, outras em níveis menores e acredito que você, pelo que relata, tenha apenas indícios leves - o que pode representar já um processo de reequilíbrio em franco andamento.

A ciência dos homens tem avançado muito no âmbito psicológico e psicoterápico, e certamente pode auxiliar na aceitação do problema e direcionamento correto dos impulsos que existem em você, de forma a que busque um reequilíbrio interno e vença as barreiras existentes.

Ao mesmo tempo é muito importante o acompanhamento espiritual e a busca pelo equilíbrio espiritual - que podem ser iniciados em uma casa espírita séria onde poderá fazer uma consulta ou atendimento fraterno e, caso necessário, ser orientada em um tratamento espiritual; bem como poderá participar dos estudos e momentos de esclarecimento e oração para que possa ir equilibrando o seu interior e apaziguando os instintos e as tendencias.

perceba, minha irmã, que muito mais do que "bem" e "mal" devemos buscar compreender a vida como equilíbrio e desequilíbrio; harmonia e desarmonia; e desta forma tentar sempre harmonizar o nosso íntimo através da oração, da compreensão e prática dos ensinamentos de Jesus.

A busca pela prática do amor ao próximo é o melhor remédio para as nossas dores e tristezas.

Envolva-se verdadeira e sinceramente com o amor em nome de Jesus para com o próximo e verá que maravilhas efetuará em sua vida.

Não se cobre ou se culpe. Deixe que a vida siga seu curso e dê a ela também as oportunidades de atender seus anseios; lembre-se, entretanto, que nada conseguimos sem esforço e sacrifício - notadamente no que diz respeito a vencermos tendencias e mudarmos nosso hábito.

Mas também não se violente para atender os padrões de sexualidade da sociedade; se nada ocorrer, utilize o potencial energético do sexo para criar e gerar em outros âmbitos de sua vida. Ame e trabalhe pelo que necessita de amor fraterno, sinta a satisfação plena do amor em ação e não simplesmente a momentânea e incompleta satisfação sexual .

Espero ter sido de alguma ajuda.

PAz contigo.

2 comentários:

Anônimo disse...

João, fiquei em dúvida. O homossexualismo tem de ser sublimado??

Anônimo disse...

Meu Cristo, quando a humanidade vai entender de uma vez por todas que não é a forma que importa mas como se aprende a amar nesse mundo de provas e expiações. Não importa credo, cor de pele, orientação sexual, posses, hierarquia social, não importa o que fizemos e quem fomos há séculos atrás. Importa saber quem somos AGORA. Despertarmos a centelha divina adormecida dentro de nós seja HOMO, BI ou HETERO. Orientação não valida cárater. Eu me pergunto por que não temos preconceitos na mesma proporção com deficientes mentais, físicos? Já que sabemos pelo espiritismo que podem ser almas, na maioria das vezes portadoras de débitos terríveis. Onde se encontra o drama? Simples... No nosso preconceito velado, nesses textos hipócritas, embelezados e emaranhados de pura hipocrisia... Obsediados no espiritismo, endemoniados pelos evangélicos e católicos, OS DIFERENTES DOS NORMAIS precisam de tratamento, os ditos NOrmais são aceitos mas precisam também de tratamento. De sublimação!!! Palavra ainda tão longe da nossa inferioridade recheada de EGOÍSMO , ORGULHO E HIPOCRISIA. AME MEU SENHOR, PERDOE E TENTE SER CARIDOSO NÃO COM OS HOMOSSEXUAIS, BISSEXUAIS, HETREROSSEXUAIS MAS COM A HUMANIDADE INDEPENDENTE DE QUALQUER COISA... QUE ASSIM SEJA!
RAFAEL, BISSEXUAL.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...