Erros, Culpa, Perdão e Reparação - Perguntas dos amigos ...


Deus abençoe por entrar em contato...
Irmão sou evangélica batizada na ___________ no Brasil... mas já faz muito tempo que não vou a igreja..
Devido a minha separação, culpa dos erros cometido e outras coisas mais... deixei a casa do Pai...
Há algum tempo comecei a ouvir algumas palestras espíritas via internet aqui no meu trabalho e tem me ajudado e me dado paz...
Mas algo me atormenta não sei se culpa ou mesmo a tentação.
Moro na cidade de _________ interior de __________, não conheço nenhum centro espírita aqui por perto e também não me sinto preparada para ir em um..mas grande alegria senti ao receber seu email. Gostaria muito de seu auxílio se possível...
 A paz de Deus.



Prezada __________, bom dia.

Jesus nos abençoa a todos indistintamente e sempre está presente em nossas vidas, pois que seus braços estão sempre abertos para receber e perdoar os caídos que, como nós mesmos, estão sempre necessitados de seu amor e compreensão.

Se por vezes a culpa nos paralisa e nos deixa envergonhados, achando que não somos dignos de estarmos com ele, é exatamente aí que devemos escutar em nosso coração as suas doces palavras quando nos lembra "são os doentes que necessitam de médicos" e Ele, minha irmã, é o divino médico das almas adoecidas; minha alma, sua alma, as almas de todos nós que erramos e caímos.

Cair é natural de nosso estado evolutivo - pois que para aprender precisamos errar, para vencermos é necessário a tentação; como nos diz a oração.

Por isso, querida irmã, não se culpe nem se sinta excluída do amor de Jesus porque errou... todos erramos! E assim como o Mestre venceu a hipocrisia há 2.000 anos, lembremos que é ainda mais válido para os dias de hoje o ensinamento "atire a primeira pedra aquele que nunca errou".

Todos nós erramos, minha irmã, o erro é parte da condição humana; assim como todos os nossos defeitos tão presentes em nossas vidas ou as qualidades que lutamos por desenvolver.

Estamos todos mais próximos da origem brutalizada e animalizada do que do objetivo angelical; e é por isso que o erro e a dor são tão presentes em nossas vidas; pois que nós ainda temos uma maior sintonia com eles.

Conscientes desta sintonia devemos então buscar sempre mais forças para tentar vencer nossas limitações; efetuar o que o Mestre deseja de nós e nos tornar pessoas melhores - este avanço, entretanto, não se dá imediatamente. são necessários anos, séculos, milênios de trabalho para que o pequeno espírito que somos atinja a angelitude que desejamos.

Muitas de nossas religiões atuais não compreendem estas limitações inerentes a condição humana e agem arbitrariamente julgando e condenando os irmãos, criando em nossas psiques culpas e traumas que não necessitamos carregar, fingindo uma perfeição moral que pouquíssimos em nossa Terra possuem; pois que é mais fácil usar uma máscara de moralidade e apontar os erros e as limitações do próximo que observar no espelho de nossas almas os erros que cometemos e que pensamos que ninguém vê. Mas estas pessoas mesmo vêem e sabem em seu íntimo os erros e culpas que carregam, por isso - como uma fuga de si mesmos - agem como "sepulcros caiados de branco por fora e repletos de imundície por dentro" nos condenando ao inferno de sofrimento e dor que - muitas vezes - eles próprios carregam em seu peito.

Embora respeite a todas elas e aceite suas concepções individuais, não posso deixar de admirar e lembrar que a doutrina espírita nos liberta deste tipo de culpa quando nos coloca nas mãos de um Pai amoroso e que nos compreende e perdoa os erros sempre; mas que é justo e sabe que necessitamos alcançar o reequilíbrio e a harmonia de nós mesmos. 

Este Pai age em nossas vidas e nos coloca onde necessitamos para aprender e evangelizar a nós mesmos, sem pressa ou raiva, apenas para que resgatemos os erros cometidos através do trabalho redentor de amor em benefício do próximo - que também erra como nós erramos.

Por isso, minha irmã, mesmo que não se sinta a vontade para frequentar uma casa de oração no momento, convido você a se inserir em campanhas de caridade e assistencia social. Trabalhe no bem daquele que necessita tanto ou mais que você e verá que este sentimento de angústia que traz em seu peito vai, com o tempo, desaparecendo e sendo substituído por um sentimento de paz, alegria e amor. 

Os erros que carregamos em nosso peito devem servir não de âncora para nos afundar; mas de estímulo e combustível para que possamos vencer a nós mesmos evitando o erro e seguindo em frente mais fortalecidos. entretanto, acaso caiamos novamente - o que é mais do que normal - peguemos nas mãos de Jesus, levantemos e sigamos em frente novamente.

O arrependimento, a oração sincera e a vontade de fazer o certo são as ferramentas que necessitamos para abrirmos a sintonia e sermos auxiliados pelos amigos espirituais que sempre desejam nos socorrer e tantas vezes são impedidos pelo nosso comportamento ou pensamentos errados.

Lembre sempre que Jesus não está "aqui ou ali", nem "no templo nem no monte", mas em espírito e verdade onde seu evangelho for vivido e praticado com amor; por isso trabalhe e ame, indistintamente e sem se preocupar onde esteja; Jesus está conosco em todos os locais e "o reino de Deus está em nós" para ser vivido e dividido com os que necessitam assim como nós.

Paz contigo.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...