Vasectomia e Maternidade - Perguntas dos amigos ...

casei-me com um homem vasectomizado, gostaria de ser mãe mas teremos uma grande luta pela frente porque a cirurgia dele fica um pouco mais complicada que as demais qdo se trata de reversão e as vezes fico pensando...será que eu deveria ser mesmo mãe nessa encarnação? ou estou forçando o que de fato é meio que "impossivel"? obrigada! paz e luz!


Prezada Irmã, bom dia.

Seu questionamento é válido mas devemos sempre ter certeza de uma coisa: Se tudo na vida acontece com a permissão de Deus, o que não for permitido não acontecerá de jeito algum.

Entretanto isto não quer dizer que seu caso é um destes... até porque nós somente teremos certeza se não é "possível" depois de tentarmos, não é?

Perceba que Deus não nos impede de buscar nossas melhoras, curas, tratamentos etc. E sempre que estas tecnologias dão certo e funcionam é porque Ele permitiu que assim fosse. 

Caso a utilização destas tecnologias for prejudicar a programação reencarnatória do indivíduo, certamente que não irá funcionar satisfatoriamente; Não importa quantas vezes façamos ou tentemos - se não for para conseguir, não conseguiremos. Note bem o exemplo de tantas pessoas que utilizam de tratamentos e solucionam seus problemas e de outras que utilizam do mesmo procedimento e não conseguem atingir o objetivo desejado.

Particularmente não vejo nada demais em vocês desejarem reverter o procedimento cirúrgico; bem com se o mesmo não funcionar de tentarem uma fertilização in vitro / Inseminação Artificial... todos os meios lícitos e nobres são válidos para realizar o sonho de vocês.

Entretanto, minha irmã, caso seja de sua programação, juntamente com seu esposo, de não abraçarem filhos biológicos nesta encarnação; ainda assim Deus não condena vocês a dor nem a solidão; pois que sempre podem abraçar e receber filhos do coração através da adoção.

E, assim como vocês estão sem filhos,  existem tantas crianças sem mãe e sem pai, esperando a oportunidade de dividir com os novos pais o carinho que trazem em seu peito.

Tente sim, minha irmã; mas caso não funcionem as tentativas abrace a ideia de vencer o orgulho e o egoismo e de receber em seus braços carinhosos a criança alheia que necessita de seu amor.

Enquanto realiza os seus tratamentos, visitem creches e orfanatos; envolvam-se com trabalhos sociais e vão doando o amor que já tem aos necessitados,  enquanto não chegam os filhos de teu ventre.

PAz contigo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...