Mensagens dos amigos espirituais ...

Mensagens recebidas psicograficamente entre julho e setembro de 2014
 nas reuniões semanais da Escola do Espírito Espaço Esperança - Bezerros - PE





Na busca incessante pela paz buscamos maiores e melhores instrumentos, esquecendo em nossa ânsia, que o melhor instrumento da paz divina jaz em nós mesmos.

O amor é o instrumento que transforma e ameniza, que ergue e constroi os laços fortes que não ( edifiquem ) o desamor e a guerra entre nós, homens ainda pequenos e fracos.

Sejamos então, meus irmãos, os instrumentos que o Senhor possa utilizar para implantar o Seu reino de amor e de paz no mundo, através do trabalho árduo do silencio, da renuncia, da quietude, da mansidão, da compreensão, do perdão e da convivência fraterna com todos os que nos testam os limites do amor e do aprendizado eterno.

Sejamos nós a paz que desejamos no mundo e estaremos plantando a semente do reino através de nossos passos e nossos exemplos.

Eusébio

-





Nascemos crianças ainda pequenas e não conscientes do que ocorre ao nosso redor, entretanto esta é apenas uma capa que cobre o espírito imortal que necessita daquela proteção para que possa iniciar o seu caminho em esta terra.

Crescemos e vamos (desenvolvendo) o corpo e o psicológico, deixando expostos ao próximo as nossas tendências e gostos, os quais trouxemos dos milênios passados e que nos dão indícios de quem fomos e o que somos.

Entramos na maioridade com plenas faculdades mentais e intelectuais, a despeito do ambiente onde estejamos, e que nos permite retomar a caminhada iniciada antes de reencarnarmos. Entretanto não nos lembramos dos compromissos assumidos e muitas vezes nos perdemos no caminho sem encontrar o que desejamos.

Chegamos a velhice e tantas vezes nós observamos tristes o quanto de tempo e oportunidades perdemos em tantos anos passando pela vida sem produzir nada.

Por isso, meus irmãos, o convite de Jesus está presente hoje e sempre para que tomemos o seu rumo e sigamos seu caminho trazendo assim o real objetivo e valor para nossas vidas o quanto antes.

Abramos o coração e aceitemos sem demora o convite, levando adiante a evangelização de nós mesmos, através do trabalho redentor e do amor em ação, que somente poderá ser executado a partir de nossas mãos.

Paz com todos.


-



Por tua paz, senhor, chegamos a matar e destruir, sem consequências ou sem observações mais caridosas, apenas desejando impor nossa opção e nossa escolha aos que se encontravam mais fracos e menos esclarecidos que nós mesmos.

Por teu nome retiramos do nome da história muitos pais e filhos, mães e filhas, atirando à lama, à dor e à morte, sem que pensássemos em nada mais que o orgulho de ver nossa bandeira pendurada no alto e tremulando.

Em teu caminho, senhor, nos encontramos tomando vias erradas e desvirtuando tantos quantos nos escutassem, para que falassem o teu nome com nosso sotaque e recitassem orações a tí utilizando nossa linguagem.

Hoje, encarnados e desencarnados, continuamos uns a buscar levar os outros pelos nossos caminhos; e outros, entretanto, atentos ao erro do passado, reúnem-se em sala pequena e inóqua, simples e singela, e tentam levar aos que outrora desvirtuaram, o caminho do amor e esperança; pautados, sabiamente, nos teus verdadeiros ensinamentos.

A estes últimos, Senhor, rendo graças e louvo em Teu nome, unindo-me ao grupo para poder tentar reparar os erros cometidos no passado.

E assim, graças Te dou ó Pai, por esta oportunidade de redenção, que entregas em minhas mãos, ainda manchadas de sangue, mas com o desejo de serem calejadas de trabalho.

Assim seja

Fernão

-


Em tantos momentos vãos busquei por ti, Senhor, e estavas logo próximo a mim; tão próximo que não te vi nos corpos com frio e nem nas bocas famintas, que derramavam lágrimas secas de dor e desesepero, mas que não permiti que molhassem o meu coração.

Em tantos momentos te busquei, Senhor, mas não segui os teus passos nem busquei me melhorar em tantos anos trabalhando em teu nome e esquecendo de divulgar o nome do Pai e do Filho para os que tive comigo em tantos anos.

Em tantos momentos, Senhor, estive triste e solitário, sem te perceber ao meu lado, acompanhando os meus passos errados; e esqueci de abraçar os que me seguiam para poder receber deles o calor humano e o carinho os quais nunca dei.

Em tantos momentos me julguei perdido, Senhor, até que hoje, aqui, percebo que brilha tua luz me dando o norte e guiando meus passos para que tome o caminho de volta ao lar e de volta aos teus braços.

Em tantos momentos não te vi, Senhor, que hoje quando te percebo acredito que seja uma ilusão, um sonho bom e distante, mas que ampara e aquece o meu coração.

Graças a ti, Senhor, hoje estou aqui.

Fernão.


-


E por mais que desejemos mudar, nada acontecerá caso não dermos o primeiro passo.

Por mais que desejemos realizar, nada ocorrerá enquanto não movimentarmos as forças em prol do ideal abraçado.

Por mais que julguemos a nós mesmos fortes e seguros, nada poderá comparar, a não ser que entremos em contato com o que nos testa e amedronta ou domina o ser.

Assim sendo, meus irmãos, por mais que declaremos ou tentemos seguir o Cristo, sempre serão necessários os primeiros passos e a força determinada no caminho do bem.

Caso contrário, tudo o que dissermos, desejarmos ou ensaiarmos não passarão de palavras que não se concretizarão sem a ação de nossa força de vontade.

Eusébio.

-





Daquele momento em diante nada mais importava, a não ser o desejo de encontrar a felicidade em outras (alegrias) e em palavras amorosas.

Não as tenho comigo ainda, não conheci o caminho, não tenho o sentimento formado no coração; entretanto estava em um momento de decisão e de mudança em minha vida imortal, pois a partir daquele momento o rumo de meus passos foi mudado e buscou outro norte.

Caminho hoje por novos passos, seguindo rumos que ainda não são meus, tentando encotrar o meu caminho nas inúmeras trilhas que levam a Deus.

Fernão.









Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...