Busca pela harmonia e mediunidade - Perguntas dos amigos ...

Em continuidade a postagem anterior...

Sim, de muita utilidade.Essa casa realmente não me passa confiança. as pessoas que trabalham são escolhidas a dedo.Não tem um trabalho com a caridade.
Os palestrantes só são 'doutores,empresários'...Já tentei conversar varias vezes mas não adianta.Não tenho problemas com isso, pelo contrário, sou uma pessoa comunicativa. Mas realmente os métodos não me agradam. E como moro na Vila, afastado do centro __Km, não tem como frequentar por não ter transporte a noite. Existe outra casa , mas também passo por esse problema de locomoção.
Sou _______e _______. 
Tem pouco tempo que sair do centro...
Em casa o que posso fazer? Faço o evangelho.
Obrigada pelas palavras.


Bom dia, minha irmã,

Uma vez que a casa não lhe inspira a confiança necessária, talvez seja melhor evitar a frequência, de forma a não prejudicar os seus sentimentos... entretanto gostaria de lembrar que a casa espírita deve ser observada de um ângulo bem maior que as pessoas que a formam; as pessoas vão e vem, e são sempre alteradas de conformidade com as necessidades do tempo; mas a casa fica e quando está envolvida com a causa, sempre tem algo que nos sirva e nos seja útil. Muitas vezes basta que observemos bem.

Não esqueçamos, querida irmã, que, como diz um amigo, até um livro ruim tem algo a nos ensinar: "que ele é ruim e que não contribui para nossa experiência"; mas contribuiu para o nosso crescimento, compreende? Talvez a espiritualidade não tenha outros meios de levar sua mensagem aos que necessitam neste local exceto pelos "doutos e prudentes", da mesma forma que os fariseus eram as ferramentas para os judeus, mas ao final o importante é o que absorvemos desta mensagem e o quanto ela nos auxilia, independente do "vidro" que contenha o remédio, não é?

Não devemos "brincar" com mediunidade em casa. Apenas em locais devidamente preparados e quando acompanhados pelos amigos espirituais devemos trabalhar com mediunidade; Em nossos lares, por mais equilibrados que sejamos, sempre temos a possibilidade de estarmos abrindo portas a uma obsessão ao a espíritos mistificadores e brincalhões.

Entretanto sempre podemos trabalhar em nossos lares, e em nós mesmos, de forma a equilibrar sempre e harmonizar o nosso íntimo.

O evangelho - o qual você já faz - é um ótimo início para este processo. Paralelamente a isto sempre podemos:
- efetuar leituras em voz alta ao dormir e ao acordar, antes de nossas preces e orações
- orar pelos que estão em sofrimento ou que tentam nos prejudicar, encarnados e desencarnados
- ingerir água fluidificada em pequenos copinhos de café, 3x ao dia.
- evitar frequentar locais de vibração baixa ou pesada
- evitar pensamentos e sentimentos negativos, desequilibrados, angustiados ou depressivos
- adquirir o hábito de boas leituras, bons filmes, boas músicas e da meditação em nós mesmos (auto conhecimento)
- buscar não guardar mágoas ou rancores e, se possível, orar pelos que nos prejudicam.

De imediato estes são os procedimentos que, quando bem realizados e bem intencionados, podem prevenir de sermos influenciados por espíritos desequilibrados e podem, também, servir como agentes reequilibrantes de nós mesmos.

O universo não dá saltos, já dizia Einstein, e por isso mesmo são necessários dias, semanas, meses, anos para que consigamos a maior harmonização possível - de conformidade com nossa capacidade; por isso o esforço constante e o reinício após cada queda devem sempre fazer parte de nosso dia-a-dia.

Lembremos que sempre haverão entidades encarnadas e desencarnadas que desejarão prejudicar nosso equilíbrio e tentarão de tudo para nos desarmonizar... o sucesso ou fracasso delas vai depender exclusivamente de nós, não é? Do quanto de atenção e dedicação damos a elas ou às coisas que realmente importam.

Sempre às ordens.

PAz contigo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...