Um espírito amigo - livro 2 - mensagem 04

Muitas vezes observamos a saudade
como dor e sofrimento;
esquecemos nós, em nossa pequenez,
que saudade também é móvel
e iniciativa para melhoria
do que a sente no peito.

A saudade do viajante apressa os passos para casa.

A saudade de quem conhece
encurta o caminho do reencontro.

A saudade do que tivemos
estimula o conseguir novamente.

E, finalmente, a saudade do que não temos
nos estimula o labor
para conseguir alcançar os objetivos
que tenhamos hoje para o amanhã.

Saudade do amor
é estímulo para o trabalho, perdão e fraternidade.

Saudade do conhecimento
é iniciativa ao estudo e a dedicação.

Saudade dos que se foram
é certeza de reencontro futuro, na carne ou fora dela.

Observemos, meus irmãos,
o que nos causa saudade
e o que de positivo podemos realizar com este sentimento.

Muitas oportunidades de humildade e perdão
são perdidas em nosso caminho
porque não observamos ou entendemos
a saudade de paz que reina em nosso íntimo
e da harmonia em nossas vidas.

-- 

Um espírito amigo - livro 02 - mensagem 03

Senhor,

Tem piedade de nós
que erramos tanto em nossas vidas.

Nos socorre nos erros do dia a dia
e nos dá a força para vencê-los.

Nos orienta nas escolhas que tomamos
e nos dá a coragem
para segui-las corretamente.

Nos dá a força para conseguir vencer
os apelos que estão dentro de nós
e que nos inflam o peito e o coração
com desejo, orgulho e preconceito.

Senhor,

Nos dá a sabedoria
de ter em ti o nosso exemplo
e em nós
o teu espelho.


Um espírito amigo - livro 02 - mensagem 02

Cedro e Pinho
são também filhos de nosso Pai.

O cedro é firme e forte
e não se verga com facilidade.

O pinho, mais fraco,
se verga para que não quebre,
tornando-se assim maleável
de acordo com os ventos.

Existem momentos
em que temos que ser como o cedro e
outros que devemos ser como o pinho.

A sabedoria está
em sabermos perceber
quais são estes
momentos.

Oremos por sabedoria
para que possamos
realizar as escolhas
mais acertadas.

-- 
João Batista Sobrinho
-----------------------------------------
"No seu ponto de partida, o homem só tem instintos;  mais avançado e corrompido, só tem sensações; mais instruído e purificado, tem sentimentos; e o amor é o requinte do sentimento." Lázaro, 1862, O Evangelho Segundo o Espiritismo, cap.11
-----------------------------------------

Um espírito amigo - livro 2 - mensagem 01

Deus nos chama
e ainda não atendemos ao seu apelo.

Deus nos ama
e ainda não entendemos o seu amor.

Deus nos espera
e ainda não aprendemos a construir a esperança.

Deus nos dá a vida
Mas ainda não aprendemos a dar a vida por Ele.

Deus nos perdoa
porque ainda não sabemos perdoar a nós próprios.


Paz com todos.

--
João Batista Sobrinho
-----------------------------------------
"No seu ponto de partida, o homem só tem instintos;  mais avançado e corrompido, só tem sensações; mais instruído e purificado, tem sentimentos; e o amor é o requinte do sentimento." Lázaro, 1862, O Evangelho Segundo o Espiritismo, cap.11
-----------------------------------------
www.bomespirito.com.br   -   www.novaradiobomespirito.com  

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...