Um Espírito Amigo - Livro 2 - Mensagem 31

Muitas vezes observamos a saudade
como dor e sofrimento;
esquecemos nós, em nossa pequenez,
que saudade também é móvel 
e iniciativa para melhoria
do que a sente no peito.

A saudade do viajante apressa os passos para casa.

A saudade de quem conhece
encurta o caminho do reencontro. 

A saudade do que tivemos
estimula o conseguir novamente. 

E, finalmente, a saudade do que não temos
nos estimula o labor
para conseguir alcançar os objetivos 
que tenhamos hoje para o amanhã. 

Saudade do amor 
é estimulo para o trabalho, perdão e fraternidade. 

Saudade do conhecimento
é iniciativa ao estudo e a dedicação. 

Saudade dos que se foram
é certeza de reencontro futuro, na carne ou fora dela.

Observemos, meus irmãos,
o que nos causa saudade
e o que de positivo podemos realizar com este sentimento. 

Muitas oportunidades de humildade e perdão 
são perdidas em nosso caminho 
porque não observamos ou entendemos
a saudade de paz que reina em nosso íntimo 
e da harmonia em nossas vidas.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...