Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 17

Um dia a luz raiou no mundo e tomou forma radiante.
Ofuscou os que dela discordaram 
e que tinham o coração endurecido e apagado.

Um dia a luz veio à Terra
e nada ficou sem vê-la.
Pois que brilhou tanto,
que no horizonte
pôde se observar uma estrela.

Entretanto os que eram seus não o receberam
e deixaram sua hora passar.
Não observaram seus olhos,
Não provaram do seu amor
e sequer aceitaram suas palavras.

A luz que nos deixou em pessoa
hoje retorna em ensinamentos.
Trazida por missionários e trabalhadores
que se dedicam em exemplo e em paz.

Não deixemos que ela passe mais uma vez
sem que nós observemos o que podemos.
Pois que a hora se faz presente
e não sabemos quando a ela retornaremos.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 16

Não tenhamos ainda
a vontade de sermos melhores do que somos,
pois por mais que nos esforcemos
não vencemos o que carregamos no peito.

Não tenhamos ainda 
a ilusão de poder mais do que temos
pois que melhor que seja nossa vontade
ainda carregamos a dor em nosso leito.

Não tenhamos ainda
a dor como redentora sagrada,
pois por mais que digamos e bendigamos
ainda é longa a nossa estrada.

Mas tenhamos por agora
o Cristo como guia e modelo,
o Cristo como imagem e semelhança,
como não podia deixar de sê-lo.

O Cristo que nos aguarda
em seu meio de paz e amor,
é aquele que na estrada
nos livra do ódio e da dor.

Igual a ele podemos ser
se nos esforçarmos bastante;
se nos guiarmos por suas palavras
não estaremos dele tão distantes.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 15

Calma, meus filhos, 
ante a angustia que consome o coração
ou a dor que espeta o peito;
tenhamos calma e esperança
pois que na Terra tudo passa.

Paz, meus filhos, 
ante as dores e dificuldades da vida,
ante as injustiças dos homens
ou ante a angústia 
que nos leva ao princípio do ódio.
Paz é a resposta às nossas necessidades.

Esperança, meus filhos, 
esperança em um mundo melhor;
esperança em um homem melhor;
esperança em um futuro melhor.

Que se incia hoje, amanhã, 
ou sempre que nós, 
que tanto desejamos o melhor, 
nos dispomos a dar o melhor de nós
ao nosso próximo,
ao nosso irmão.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 14

Não chore pelo que fez, meu irmão.
Pois que foi o melhor que poderia ser feito.
Erro, maldade, discriminação?
São momentos em nossa vida eterna de espíritos em crescimento...

Observemos nosso passado não como um plantio de culpas
mas como um jardim de oportunidades.
Aprendamos com o que não gostamos
e repitamos o que nos agrada.

Apenas assim poderemos vencer o que nós mesmos plantamos
e criar para nós a paz tão desejada...

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 13

Paz e bem, amor e bondade
são ainda o que desejamos viver
e interiorizar em plena caridade.

Entretanto, meus filhos, 
o que estamos preparando para nosso futuro
de forma que ele nos abrace da maneira como desejamos?

Plantamos rosas e flores nos caminhos,
não dos nossos,
mas daqueles por quem passamos?

Doamos abrigo e agasalho
ao que sofre de frio e solidão?
Dividimos com quem tem fome
o nosso pedaço de pão?

Observemos, meus filhos, 
o que realizamos agora,
pois que são as sementes plantadas
e os frutos virão em outra hora.

Não deixemos de aproveitar
os momentos e as oportunidades que temos.
Pois que o Cristo nos aguarda
para prestar conta daquilo que nós fizemos.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 12

Tanto desejamos
e tão pouco realizamos,
que não nos atrevemos ainda
a olhar para dentro de nós mesmos.

São tantos os descaminhos,
são tantos os desalinhos,
que dentro da noite do mal
nos perdemos em nossos erros.

Mas vem o dia raiando
e a esperança crescendo,
vem o bem brotando 
e o amor vem nascendo.

Nos corações de todos nós
que já aprendemos o caminho
do amor, da bondade, da vida,
da compreensão e do carinho.

Não percamos tempo agora
e ajamos mesmo em meio às trevas;
pois a hora é esta, e agora
não sabemos aonde nos leva.

Pisemos com fé e confiança
segurando nas mãos de Jesus.
Somos ainda suas crianças
e Ele a nossa eterna luz.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 11

Se da dor que experimentamos,
pudéssemos transferir um pouco 
para alguém que nos rodeia 
e que estamos ligados na vida,
a quem seria?

Quem escolheríamos para suportar o nosso problema
e abraçar o nosso sofrimento?

O amigo querido?
O familiar amado?
O ilustre desconhecido?
Ou o inimigo mais odiado?

Esquecemos, em nossa ânsia de nos livrarmos do problema,
que a Sabedoria Divina nos dá exatamente o que solicitamos,
em nosso comportamento e em nossas decisões.

A cada um de conformidade com suas obras,
nos afirma o Mestre de Nazaré,
entretanto, esquecemos que estas mesmas obras,
quando realizadas no bem,
nos livram das dores que muitas vezes desejamos impor aos outros,
quando são apenas nossas.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 10

A pedra ao rolar montanha abaixo
deixa migalhas e grãos que formam a areia;

assim também é o conhecimento,
a paz,
o amor.

Por onde passa deixa pedaços de si,
para os que sabem distingui-los
e os que sabem utilizá-los.

Não transformemos os conhecimentos que conseguimos,
os esforços que realizamos,
ou a oportunidade que recebemos,
em moeda de troca
ou simplesmente em momentos de diversão...

O comprometimento e a assiduidade,
a vontade e a seriedade,
são o que nos farão triunfar em nosso objetivo.

Por isto,meus irmãos,
rogo a todos que estejam conosco sempre,
com Jesus sempre
e, principalmente, com o compromisso assumido 
para com vocês mesmos.
Que é a parte mais importante de tudo o que desejamos fazer aqui.
A transformação do ser individual.

O esforço é o que necessitamos para tanto...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...