Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 43

A chama da vela tremulante não leva ao que a vê a paz que deseja mostrar,
a dança que ela efetua nos transmite uma leveza
que muitas vezes não compreendemos,
o negro de seu pavio queimado é aparentemente sem sentido e sem função...

Mas ao que observar com sabedoria e tranquilidade, 
verá que a vela acesa é a luz que temos em nossas almas;
que um dia vai para um lado,
outro momento para o outro
e que apresenta a inconstância de nós mesmos em nossa vida...

A dança que ela realiza é o paralelo a nossas idas e vindas 
do mundo espiritual para o carnal e vice versa,
trazendo sempre o melhor que pudermos,
sem que nos preocupemos em como chegamos lá...

E o negro de seu pavio
é o que deixamos para trás de nós. 
Em nosso passado criminoso,
queimando sem voltar mais
e servindo de estopim e de combustível 
para o que virá a ser:

A luz que temos em nós,
o que pudermos ser de melhor...
esta é a hora, meus irmãos.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 42

Embora a paz possa ser definida como o sentimento de amor
aplicado ao coração dos homens,
muitos são os significados que ela assume
por mais que não desejemos assim.

Paz em espécie, é dinheiro que temos em abundância. 

Paz em tranquilidade, é silêncio e quietude onde estamos. 

Paz em caminho, é seguir para onde desejamos sem que tenhamos obstáculos. 

Entretanto, meus irmãos, nada disso é a paz verdadeira.

A verdadeira paz deve ser conquistada e construída 
em um lugar e com um material apenas:
o coração do homem e tranquilidade de espírito.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 41

Agradeçamos Senhor
a presença do irmão
que caminha conosco hoje,
nos aquecendo o coração. 

Agradeçamos Senhor 
o caminho que trilhamos
que nos leva, sempre e mais,
àqueles que amamos.

Agradeçamos Senhor 
as flores e os espinhos,
os pássaros que nos envolvem
e nos acompanham dos ninhos.

Agradeçamos Senhor 
os passos vacilantes 
que nos cobram, quase sempre,
o não tê-los dado antes.

Agradeçamos Senhor 
ao que conosco caminha,
pois que leva em seu peito
a flor que o nosso amor tinha.

Agradeçamos Senhor 
os que nos ajudam na lida,
pois que juntamente contigo
vão abrindo e aliviando nossa vida.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 40

Um dia na nuvem tempestuosa
perguntava a gota d'água onde iria cair;
não sabia o que seria dela após chegar ao solo
e nem o que iria acontecer 
com as propriedades tão importantes que ela levava em si.

Caiu a chuva e todas as gotas se preparavam
para servir a Deus em seus desígnios;
e a pequena gota ansiosa e nervosa não sabia o que iria fazer.
Onde iria cair? Para que iria servir? 

Até que o sábio e velho trovão 
dentro de seu conhecimento profundo,
explicou a gotinha que cada um traz sua cota de contribuição no mundo. 

Sozinha ela não podia nada;
mas junto com suas irmãs iria levar vida às plantas,
sementes às plantações, 
frutos à mesa e alimentar o homem.
Para que este servisse a Deus nos seus afazeres na terra.

E a gotinha mergulhou feliz e determinada;
pois iria ajudar o homem a cumprir os planos de Deus.

Tantas vezes, meus irmãos, não sabemos o que fazer com nossas dádivas,
nem o que podemos fazer isoladamente;
temos medo e ficamos receosos sobre o que criar, o que fazer
ou como doar nossas capacidades...

Para isso temos os locais e os grupos onde podemos nos unir a outros
que como nós desejam servir a Deus em seus desígnios. 
Sozinhos, somos pequenos e fracos;
mas unidos podemos vencer os obstáculos. 

A união de um grupo é a melhor e maior força e ferramenta para tratar e cuidar
dos amigos doentes que se encontram nas trevas.
Unam-se sempre e mais
e sempre teremos tarefas para servidores que desejem estar conosco.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 39

Igual a ti não há, ó Pai
que nos ama infinitamente,
que nos aceita como somos, em semente
que nos planta e espera brotar paciente.

Igual a ti não há, ó Pai
pois que ao mal dás também o dia,
ao bruto também entregas alegria,
e ao sofredor, deste a meiga Maria.

Igual a ti não há, ó Pai 
pois que nos ama e aguarda paciente,
que sigamos contigo, em frente,
que tenhamos amor pelas gentes.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 38

Observemos os olhos do Cristo
e percebamos neles o amor
que acolhe e ampara os que sofrem,
aliviando neles toda a dor.

Escutemos as palavras do Cristo
e entoemos seu cântico de paz,
levando mansidão e tranquilidade 
a todo aquele que o amor por ele faz.

Observemos as mãos do Cristo 
e percebamos nela o apoio
que ampara, acolhe, mas separa 
do trigo de amor o joio.

Sigamos as pegadas do Cristo 
e caminhemos com ele em frente,
para seguir o amor e a luz
que nos ilumina para sempre.

O Cristo, irmãos de ideal,
nos convida a ir e segui-lo,
nos chama para ouvir e segui-lo,
nos olha com amor, sem sigilo. 

Nos espera ao final com os braços abertos
de quem ama e não conhece o abandono.

Sigamos o Cristo, hoje e sempre.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 37

A nota musical viajava solitária no espaço 
e no caminho buscava alguém que a pudesse escutar. 

Procurava e uma hora, já em desespero,
não havia encontrado ninguém que a escutasse...

Triste e encantada com o seu próprio som,
encontrou, finalmente um ouvido que a escutou...

Entretanto este ouvido não podia saber de sua beleza,
pois que os ouvidos de um surdo não conseguem distinguir uma melodia
de uma bomba estourando...

A nota, não consciente disso, achava que havia cumprido sua missão 
e foi-se em paz, tranquila de ter seu dever cumprido...

Quantos de nós, meus irmãos, não buscamos apenas
cumprir nossa tarefa ao longo do tempo
e buscamos incessantemente pessoas a quem ajudar, 
lágrimas a que secar
e ombros que sirvam para amparar...

E depois de efetuada a caridade que desejávamos,
partimos sem olhar para trás 
e sem querer saber como está o que ajudamos?

Nossa caridade é apenas de momento? 

Somos seres de apenas um minuto ou uma fala?

Observemos a nós, mas principalmente aos que chamamos de nossos...
Nossos irmãos em cristo.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 36

Para nós que acreditamos, meus filhos,
fazermos o melhor que pudermos;
nunca esqueçamos o que temos à nossa frente
ou o que deixamos atrás de nós como nossa história. 

Tudo que temos hoje depende exclusivamente do que já fizemos
e também do que desejamos fazer. 

Não há como refazer o que passou,
nem como prever o que virá. 

Há apenas como plantar hoje as sementes do que estamos dispostos a colher
e regar com o suor de nosso esforço e dedicação 
ao amor no Cristo.

Não nos julguemos maiores do que somos
ou melhores do que os que sofrem;
pois podemos amanhã estar em lugar diferente do que estamos hoje,
padecendo de necessidade e de compreensão. 

Vejamos, neste dia, como será a nossa colheita.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 35

Por diminuta que seja a sua capacidade, meu irmão, 
não esqueça de fazer o que puderes 
em nome do teu irmão, nosso próximo e nós mesmos.

O grão de areia por menor que seja 
é solo firme para a passada apressada 
que sobre ele pisa.

A pequena luz da estrela longínqua
ilumina um pouco do caminho 
do viajante sem rumo.

A gota de água que se perde no orvalho, 
auxilia na manutenção da vida da pequena planta crescente. 

Sejamos nós, meus irmãos, pequenos mas úteis. 
Simples mas importantes
para tantos quanto de nós necessitem.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 34

A luz é o sentido da vida, meus irmãos. 
Sentido reto e direto que tantas vezes esquecemos
ou perdemos de vista. 

A luz é o brilho que exalta, meus irmãos. 
Exalta o que temos de melhor e o que melhor tivermos
para doar ao próximo.

A luz é o que destaca e prepara o espírito para o que está por vir.

Pois que cada um de nós, tem a medida de luz
que procede do esforço e do amor que dá;
e ampara o que necessita e está ainda em trevas.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 33

Era dia e pela manhã raiante seguia um pássaro a cantar
buscava os galhos e mais alto ia sempre a cantarolar.

O amigo que o observava de longe não sabia cantar nem voar,
viu quando o pássaro alegre atingido foi e começou a rolar.

Em socorro correu rápido e suas feridas pôs-se a cuidar...

O pássaro cantarolante mais tarde melhorou e voou,
e o amigo que o acolheu... no esquecimento ficou.

Quantas vezes, meus irmãos, somos o pássaro que chama atenção para si,
mas que não pode ver o que anda em volta?

Quantas vezes nos colocamos na posição de acolhedor e socorrista,
tentando auxiliar os que de nós necessitam?

Mas a vida nos coloca onde necessitamos e onde merecemos,
para que executemos o que melhor pudermos,
com as ferramentas e os talentos que temos.

Observemos bem onde estamos e o que estamos realizando de bem.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 32

Sem que nos esforcemos, meus irmãos, nada alcançaremos nesta vida.

Seja materialmente falando ou espiritualmente tentando,
o esforço e a dedicação são o que nos faz conseguir o objetivo
e por maior que sejam, sempre irão nos levar adiante.

Não esqueçamos o que realmente devemos seguir;
pois que a porta larga nos convida alegre.
Mas o que encontraremos depois, tendo esta alegria passageira e breve?

A porta estreita e difícil de passar, é o exercício de dedicação que necessitamos.
Pois que temos o que aqui deixar, para prosseguir com o que possamos.

Este o sacrifício mais nobre, este o objetivo melhor.
Continuemos do muito, mais pobres; e do amor representante maior.

Campanha das Crianças 2018 - solicitação de auxílio

Queridos amigos, bom dia.
 
Mais uma vez estamos nos aproximando do período de Dia das Crianças e, como antes, gostaria de poder contar com o auxílio dos amigos para realizar esta nova campanha de distribuição.
 
Será atendida nesta campanha a comunidade quilombola de "Guaribas", na zona rural da cidade de Bezerros, que conta hoje com aproximadamente 60 crianças de 1 a 15 anos; totalizando 60 kits
 
Estamos solicitando dos amigos a doação de bolas e caixas de chocolate tipo bizz para as crianças e receberemos também leite em pó e massa(maizena) para as crianças de colo.
 
Além dos presentes será realizado para as crianças um lanche composto de refrigerante, bolo e salgadinhos, cachorro quente e balas e doces; bem como brincadeiras.

A entrega será efetuada dia 12 de outubro (sexta-feira) às 09:00hs. 
Estamos recebendo as doações até o dia 06 de outubro.

Qualquer dúvidas sobre os itens que desejarem doar, fiquem a vontade para perguntar.
 
Agradecemos a confiança, colaboração e o carinho de todos, e estamos a disposição para maiores esclarecimentos.

Seguem abaixo os links para algumas das campanhas anteriores, para os amigos que ainda não conhecem o trabalho efetuado:




Paz com todos.

João, Márcia e toda a equipe

"tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas"
Antoine de Saint-Exupéry - O pequeno príncipe

--
João Batista Sobrinho
-----------------------------------------
"No seu ponto de partida, o homem só tem instintos;  mais avançado e corrompido, só tem sensações; mais instruído e purificado, tem sentimentos; e o amor é o requinte do sentimento." Lázaro, 1862, O Evangelho Segundo o Espiritismo, cap.11
-----------------------------------------
www.bomespirito.com.br   -   www.novaradiobomespirito.com  

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 31

Ó dor, palavra doce que abençoa minha vida,
que não traz mal ou sofrimento,
perdoa quantos não te entendem na vida
levando de ti apenas o lamento.

O choro e as lágrimas contidas,
trazem o melhoramento de mim mesmo.
Quando observo o sentido delas na vida
e quando não sigo vivendo o erro.

Ó dor, amiga esquecida,
perdoa quando não te entendemos.
Mesmo hoje, abraça nossas vidas, 
que vamos seguindo sem rumo,
que vamos seguindo sem leme,
que vamos seguindo à deriva.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 30

Entre luzes desfilamos os dias de nossas vidas
buscando brilhar para o que nos acompanham,
carregando as lágrimas ocultas de todos 
que ao nosso coração banham.

Temos bens materiais e terrenos
entretanto isto não nos bastara.
Em nosso peito chora ainda o pequeno
que com o abraço e o carinho sonhara.

Tragamos ao peito o calor,
tragamos ao peito a luz,
façamos o melhor do amor
seguindo o exemplo de Jesus.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 29

Nos passos da dança frenética
vamos todos, foliões da vida,
e rumamos por onde desejamos
sem perceber o que nos pede a lida.

As cores e os sons sem fim,
nos dão a ilusão de energia.
Mas dentro ainda de mim
sofre e chora a nostalgia.

Quantos dias e noites perdemos
na ilusão do sonho sem dor.
Quantas vezes nos perdemos no caminho
buscando lá fora o amor.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 28

Em um lugar distante chamado passado,
moro eu, em minhas lembranças,
e vivo isolado pela culpa
e pelo medo que guardo em mim.

Em um lugar distante chamado futuro,
tenho sonhos e esperanças
que alimento desde criança
e fazem de meu futuro um lugar sem fim.

Mas no hoje
que é aqui e agora,
tenho a chave do meu ser,
a porta do meu futuro
e do meu mundo o amanhecer. 

No hoje que é o aqui e o agora,
trago comigo a decisão de ser ou de ter...
De esperar ou de fazer...
Para escolher, esta é a hora.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 27

Verdade ou mentira,
é o que vivemos quando caminhamos diariamente
com o Cristo nos lábios e nós mesmos no coração? 

Verdade ou mentira, 
é o que fingimos quando levamos o alimento ao faminto
e o tomamos com a outra mão? 

Verdade ou mentira, 
estamos pensando quando observamos o companheiro 
e não o enxergamos como irmão? 

Temos tantas verdades
quantas mentiras alimentamos dentro de nós. 

Pois que cada um alimenta
o que acredita ser certo e correto em seu viver.

Verdade ou mentira 
escolhamos já o que desejamos.

Pois que não haverá, mais tarde,
local para se esconder.

Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 26

A doçura com que tratamos os que amamos
é inversa a amargura que entregamos aos que não nos agradam.

A atenção que damos aos que visam o nosso mesmo objetivo
é inversa a negligência que damos aos que conosco discordam.

Evitamos contato e companhia quando não vivemos em mesma sintonia.

Estamos agindo a exemplo do Cristo
que abraçava e curava os leprosos que o procuravam?

Estamos semeando o amor e colhendo a caridade
quando negamos ao nosso irmão um pouco de nós mesmos?

O Mestre Nazareno nos convoca a orarmos e a amarmos 
os que não são de nosso grupo ou de nossa família,
talvez até mais do que os que são. 

Estamos realizando seus ensinamentos
ou alimentando o ódio e a discórdia em nosso coração?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...