Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 26

A doçura com que tratamos os que amamos
é inversa a amargura que entregamos aos que não nos agradam.

A atenção que damos aos que visam o nosso mesmo objetivo
é inversa a negligência que damos aos que conosco discordam.

Evitamos contato e companhia quando não vivemos em mesma sintonia.

Estamos agindo a exemplo do Cristo
que abraçava e curava os leprosos que o procuravam?

Estamos semeando o amor e colhendo a caridade
quando negamos ao nosso irmão um pouco de nós mesmos?

O Mestre Nazareno nos convoca a orarmos e a amarmos 
os que não são de nosso grupo ou de nossa família,
talvez até mais do que os que são. 

Estamos realizando seus ensinamentos
ou alimentando o ódio e a discórdia em nosso coração?

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...