Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 33

Era dia e pela manhã raiante seguia um pássaro a cantar
buscava os galhos e mais alto ia sempre a cantarolar.

O amigo que o observava de longe não sabia cantar nem voar,
viu quando o pássaro alegre atingido foi e começou a rolar.

Em socorro correu rápido e suas feridas pôs-se a cuidar...

O pássaro cantarolante mais tarde melhorou e voou,
e o amigo que o acolheu... no esquecimento ficou.

Quantas vezes, meus irmãos, somos o pássaro que chama atenção para si,
mas que não pode ver o que anda em volta?

Quantas vezes nos colocamos na posição de acolhedor e socorrista,
tentando auxiliar os que de nós necessitam?

Mas a vida nos coloca onde necessitamos e onde merecemos,
para que executemos o que melhor pudermos,
com as ferramentas e os talentos que temos.

Observemos bem onde estamos e o que estamos realizando de bem.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...