Um Espírito Amigo - Livro 3 - Mensagem 37

A nota musical viajava solitária no espaço 
e no caminho buscava alguém que a pudesse escutar. 

Procurava e uma hora, já em desespero,
não havia encontrado ninguém que a escutasse...

Triste e encantada com o seu próprio som,
encontrou, finalmente um ouvido que a escutou...

Entretanto este ouvido não podia saber de sua beleza,
pois que os ouvidos de um surdo não conseguem distinguir uma melodia
de uma bomba estourando...

A nota, não consciente disso, achava que havia cumprido sua missão 
e foi-se em paz, tranquila de ter seu dever cumprido...

Quantos de nós, meus irmãos, não buscamos apenas
cumprir nossa tarefa ao longo do tempo
e buscamos incessantemente pessoas a quem ajudar, 
lágrimas a que secar
e ombros que sirvam para amparar...

E depois de efetuada a caridade que desejávamos,
partimos sem olhar para trás 
e sem querer saber como está o que ajudamos?

Nossa caridade é apenas de momento? 

Somos seres de apenas um minuto ou uma fala?

Observemos a nós, mas principalmente aos que chamamos de nossos...
Nossos irmãos em cristo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...