Um Espírito Amigo - Livro 4 - Mensagem 03

No decorrer da vida sentimos por vezes uma dor profunda no peito.

A morte de jovens em carne nunca é fácil de assimilar.

Devemos, assim, orar e pedir ao Pai que os receba em amor. 

Que alivie e acalme o pranto da parentela em dor.

Entretanto, não devemos deixar de enxergar em tudo o
efeito e a causa,
em cada morte que o universo nos dá.

Jovens hoje, espíritos imortais;
conquistas de agora, débitos de antes;
e o passado cobra hoje uma parte do saldo que necessita ser resgatado
para com a vida.

Temos sorte de observar o que se descobre de repente, 
pois que servirá de exemplo e modelo para que nós fiquemos diferentes.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...