Um Espírito Amigo - Livro 8 - Mensagem 10

Seguia o grão de areia levado pelo vento.

Caminhava sem saber onde ia,

sem este ser o seu intento.

Desejava trabalhar e o melhor dele fazer,

queria criar estradas,

para ao homem conceder

o caminho seguro e calmo

para sua necessidade atender.


Mas o grão de areia foi e seguiu sem perceber

para onde a vida o levou.

Para onde devia aprender, para onde ele precisava,

para que pudesse crescer.


Assim somos nós, meus filhos,

quando seguimos a vida

e deixamos que ela nos mostre aonde ir,

com confiança e segurança,

de quem sabe que a vida sempre traz o melhor para cada um.


A sorte, somos nós que fazemos.

O azar, é apenas inércia.

O trabalho, sempre dá frutos.

E o Deus maior que nos ama,

nos guia e protege sempre.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...