Um Espírito Amigo - Livro 8 - Mensagem 34

O charco lamacento

é o repositório de tudo que nele se deposita

e não levam embora.


O charco lamacento

tem em si próprio, tudo o que viveu

e não deixou para trás.


O rio, repleto de vida,

é a correnteza que tudo vive,

mas que compreende que o fluxo da vida

não deve ser contido;

e vive o que precisa,

permitindo que se vá

o que ele não precisa ou necessita.


Tantas coisas prendemos em nosso íntimo,

por não saber como nos libertamos.


À tantas dores nos agarramos,

sem perceber como sofremos em vão.


Não nos prendamos ao que nos machuca

ou nos maltrata;

mas permitamos que a água pura do perdão

lave em nós as nossas dores e sofrimentos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...